Apotheosis of a Demon – A Monster Evolution Story |2|




Fazia um mês desde o início do teste beta oficial do novo VRMMORPG, [Mundo de Yggdrasia]. O jogo veio com o mais novo sistema de realidade virtual e se tornou o assunto da cidade por seu incrível realismo. Era diferente de qualquer jogo VR feito antes.
O jogo tinha acabado de concluir seu primeiro evento oficial, [Subjugar os Berserkers]. As críticas foram confusas, em parte devido à força excessivamente inconsistente dos monstros do evento, seus comportamentos muito realistas e aterrorizantes e outras razões. Mas, em geral, as respostas dos jogadores foram positivas. E uma vez que os desenvolvedores lançaram um vídeo oficial mostrando algumas das melhores batalhas do evento, a internet ficou imediatamente cheia de pessoas impacientes pedindo o lançamento oficial do jogo.
Desde o início do teste beta, os dez mil testadores escolhidos estavam desfrutando de suas viagens pelas terras e se ocupando em compartilhar informações e choramingos divertidos nas salas de chat de realidade virtual. E hoje não foi diferente.



"Vocês achavam que ser capaz de jogar em qualquer fuso horário era conveniente, certo? Sim, eu também pensava assim. E então acontece que, se você brinca à noite e prefere aparecer de manhã, como eu, terá um lag mental realmente de merda. Eu tenho visto a luz do sol o dia todo"

"Eu sei, certo? Então fiquei muito viciado neste jogo e entrei de manhã também, mas depois ficou de noite no jogo e não tinha nada acontecendo na cidade"

"As cidades maiores não têm os distritos da luz vermelha? O lugar é um pouco perigoso, mas pelo menos você pode passar a noite lá"

"Ah, na verdade ainda não tenho 18 anos, então jogo a versão para todas as idades..."

"Oh, whoops. Deixa pra lá então"

"Ei, tem crianças aqui. Pare com os tópicos delicados"

"Entendi" "Desculpe"

"Então isso também está relacionado à coisa do fuso horário, mas você sabia que pode se teleportar para um templo distante e registrar seu novo ponto de reaparecimento lá? Apenas uma vez e você não pode trazer nada além dos itens de evento"

"Ei, vocês viram o novo trailer? Parece incrível"

"Sim, eles usaram cenas reais das lutas contra os monstros de evento, certo? Apenas um apareceu na minha área e, quando eu entrei, ele já estava morto"

"Aparentemente, alguns deles poderiam reaparecer várias vezes. Embora parecessem parar depois de serem derrotados três vezes"

"E aqueles que reapareciam eram geralmente bem fortes. Ouvi dizer que muitos daos times doa classe 2 morreram para eles"

"BTW, qual a classe mais alta... na verdade, [nível de habilidade] é a palavra certa, não é? Então, quão alto eles podem chegar?

"Eu acho que os desenvolvedores disseram que chega aos 10? Mas tanto a versão atual quanto a versão oficial chegam até 5, aparentemente"

"Sim. Se você considerar o nível 5 de habilidade de combate um especialista, então você verá a classe 6 apenas nos cavaleiros de primeira classe, provavelmente?"

"Primeira vez que vi um jogo com jogadores mais fracos que os NPCs..."

"Esse é um jogo orientado ao realismo para você. Nós provavelmente estaremos vendo aqueles cavaleiros de primeira classe em toda a cidade daqui a alguns anos..."

"Cara, eu gostaria que houvesse outro evento de matar monstros. A recompensa desta vez foi um passe de um ano para o dirigível, certo?"

"Sim, é super conveniente para viajar e alterar pontos de reaparecimento. Uma pena que o preço normal seja praticamente igual a comprar uma mansão"

"Então, apenas cerca de 500 pessoas receberam um, certo?"

"Pessoalmente, eu realmente não me importo. O país que escolhi já é tão grande que nem tenho certeza de que posso explorar tudo. Além disso, aqueles chefes que vi no trailer pareciam assustadores! Sério, tem que haver um limite para o realismo"

"Quero dizer, os do trailer eram os dez monstros mais poderosos, eu acho? Todos eles mataram muitos jogadores antes de morrerem. Não acho que os monstros de evento sejam assim, mas tenho que concordar que eles eram loucos. Realmente tenho que me perguntar que tipo de IA os desenvolvedores estavam usando"

"[Louco] é o certo. Eu realmente podia sentir a loucura. Talvez eles tenham recrutado um desenvolvedor de jogos de terror de outro lugar?"

"Oh sim, você ouviu? Os desenvolvedores twittaram que o lançamento oficial pode ter avatares de monstros para escolher"

"Sério? Então isso significa que eu posso jogar como os chefes dos trailers?!"

"O que eles vão fazer com a desconexão? Eu li sobre esse cara de 120 quilos que só mudou seu tipo de corpo e idade, e ele ainda teve que lidar com muitos problemas antes de se acostumar com isso"

"O tweet não entrou em muitos detalhes, apenas que as partes que causam a desconexão serão automatizadas"

"Então eu posso ter duas cabeças ou virar névoa também?"

"Más notícias para você, mano. Avatares amorfos têm muitas peças para automatizar, então provavelmente serão arquivados"

"Cara, os três últimos foram loucos. Aparências aterrorizantes são uma coisa, mas também eram muito rápidos e difíceis"

"Os três últimos foram o sapo voraz, o lobo demônio de duas cabeças e a névoa branca, certo?"

"Ouvi dizer que todos eram super poderosos"

"Eu tenho um amigo classe 2 que tem seu ponto de reaparecimento em outro país. Ele disse que o grupo de três deles desafiou a névoa branca, mas eles literalmente morreram em segundos"

"O branco que apareceu no final do trailer, certo? Essa cena me assustou muito, mesmo quando eu sabia que era apenas um vídeo! Você sabe, aquele em que ele se transformou em uma vaga forma humana, enquanto segurava uma espada quebrada, e depois deu um sorriso sinistro. Puta merda!"

"Sim, assustador... mas acho que parecia meio legal também"


* * *



"Vice-diretor, concluímos o processo de coleta dos testadores alfa secretos atualmente em coma devido a psiques em colapso, todos os 57. Esta é a solicitação para iniciar o processo de monitoramento de 30 dias da equipe da instalação de coleta. Por favor assine aqui" (Secretária)
"Sim, sim... tudo bem, está feito, certo?" (Brian)
"Obrigada" (Secretária)

A secretária do sétimo centro de pesquisa entrou na sala do vice-diretor com documentos eletrônicos na mão. Brian tocou o dedo em alguns pontos. Os documentos mudaram de cor de um tom amarelo claro para um azul claro, reconhecendo as impressões digitais de Brian. Ele devolveu os documentos.

A secretária se curvou levemente, depois perguntou cautelosamente. "Vice-diretor, devo estar presente durante a disposição dos testadores trinta dias depois?"

"Bem, alguém deveria. Se você for voluntária, será melhor. Existe alguma razão pela qual você perguntou?" (Brian)
"Não exatamente... Se eu tivesse que dizer, talvez eu apenas quisesse me despedir da garota que sobreviveu à coisa toda até o final" (Secretária)
"Eu acho que é assim que vocês são, tão sentimentais... No.13, certo? Eu pensei que colocá-la para a cena final do trailer seria uma ótima idéia, e eu estava certo! Cara, essa parte foi incrível, não foi?" (Brian)
"... sim, foi. No entanto, isso pode levar a que mais pessoas solicitem avatares amorfos, uma vez que o lançamento oficial seja realizado e as pessoas possam optar por jogar como simples avatares de monstros. Isso será um problema?" (Secretária)
"Aaaahh... sim, isso" (Brian)

Seus planos para a primeira inauguração dos avatares de monstros incluíam 15 tipos diferentes. Eles não incluíam monstros amorfos.
Esses tipos de avatar eram instáveis demais em termos de movimentos e formas do corpo. Para usá-los com qualquer habilidade, os jogadores teriam que delegar a maior parte do processamento à automação da IA, e, em essência, isso não faria diferença em jogar com um gamepad, como os jogos antigos costumavam ser.

"Quero dizer, monstros amorfos não são bons para usar em primeiro lugar. Eles têm ataques fracos e são altamente vulneráveis à magia. Para utilizar plenamente seus pontos fortes, os jogadores precisariam se transformar livremente, mas isso é totalmente impossível para as pessoas normais. De qualquer forma, a No.13 era simplesmente uma exceção a isso", Brian soltou um fluxo de palavras, quase soando como se estivesse dando desculpas.

A secretária apenas assentiu. "De fato. Mesmo entre os testadores alfa secretos, ela era única..."

"Os jogadores devem entender assim que divulgarmos os dados do poder de combate para monstros amorfos. De qualquer maneira-", Brian sorriu docemente, depois de confirmar que a maior parte do seu trabalho do dia estava concluído. "Estou saindo do trabalho agora. Quer jantar? Eu conheço um bom lugar" (Brian)

A mulher bonita sorriu de volta, tão doce quanto.

"Eu vou processá-lo por abuso de autoridade" (Secretária)


* * *



Para a maioria, [Mundo de Yggdrasia] era um jogo de mundo aberto. Um mundo fictício.
Apenas algumas poucas empresas de uma determinada corporação e os altos escalões do governo de um determinado país estavam cientes da verdade. Que este mundo era real.
E estava mudando. Sob a influência dos testadores beta inconscientes e dos funcionários disfarçados, Yggdrasia estava mudando.

Nas regiões do norte do continente central ficava Trestan, um dos grandes países de Yggdrasia. Em um campo gramado próximo, um pequeno viajante vestido com uma capa caminhava em silêncio, de forma constante e incansável.
Do ponto de vista deles, talvez ele nem tivesse passado dos dez anos de idade. A capa enorme de um homem adulto o cobria inteiro. A bainha estava cheia de rasgos e suja pelo chão. Pálidos pés descalços apareciam a cada passo que dava.
Havia pequenos monstros, lobos e outras criaturas vivendo nesta área de pastagem. Uma única criança viajando seria suicídio. No entanto, no momento, todos os animais haviam se escondido, quase como se estivessem com medo. A criança não havia sido atacada nem uma vez.

Seguindo atrás de seus passos, havia uma bola de slime saltitante, com a cor verde-clara que a escondia entre a grama. A criança levantou a cabeça. Uma brisa travessa passou soprando o capuz.
Revelando uma cabeça com cabelos levemente encaracolados, tão brancos que quase brilhavam à luz e olhos de cor escarlate, como rubis levemente brilhantes. Orelhas de coelho brancas caídas tremiam levemente na frente do vento frio.
Havia uma garota de beleza sobrenatural.



[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 750/750] 92↑
[Poder Total de Combate: 825/825] 326↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Adepto)| |Empacotador Experiente| ]


Faz três dias desde aquela batalha. Três dias desde que os testadores alfa secretos haviam sumido.
Perdi para os jogadores beta, naquela época. Minha consciência estava prestes a ser extinta, mas no último momento, consegui escapar das garras do Sistema e evoluí.

Eu sobrevivi.

Não sabia como consegui evoluir. Talvez a pedra mágica azul do No.01 tenha algo a ver com isso.
No começo, pensei que isso significava que ele também poderia ter evoluído, mas não o fez. Talvez a [Nenhuma evolução adicional foi implementada] mencionada no texto que identifiquei não significa que havia um bloqueio de software para impedir a evolução. Talvez os desenvolvedores ainda não tenham conseguido recriar esses monstros de alto escalão.
Talvez a empresa ainda não tenha concluído a análise dos monstros poderosos neste mundo.
Então, por que eu fui a única que conseguiu evoluir? As pistas estão no conhecimento do No.01. Ele não me contou tudo, mas foi o suficiente para adivinhar.

Deve ser porque eu sou um demônio.

Dentro da pedra mágica azul estava contido parte do conhecimento e das memórias do No.01. Talvez ele não quisesse que sua loucura lhe tirasse essas coisas importantes, então ele as gravou todas dentro desta pedra.
De acordo com seu conhecimento, ainda existiam algumas espécies de monstros não identificados. Os desenvolvedores poderiam ter acabado de remover completamente as opções, mas queriam diversidade. Então eles decidiram deixar a consciência do jogador determinar suas evoluções.
No final, parece que essa era a razão pela qual todos os outros testadores alfa que escolheram esses monstros não identificados tiveram suas mentes quebradas na primeira evolução. A forma que eles tomaram era muito grotesca, horrível demais para eles suportarem.
Isso foi muito próximo... Talvez, de certa forma, minha escolha de um monstro amorfo tenha sido a correta.
Em outras palavras, acho que acabei de, por minha própria vontade, inconscientemente determinar o eu em que queria evoluir.


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 750/750] 92↑
[Poder Total de Combate: 825/825] 326↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Adepto)| |Empacotador Experiente| ]


Como resultado, eu fui capaz de evoluir e sobreviver. Agora eu tenho um monte de coisas novas para comentar.
Primeiro, Mistral? "Ah, não, é a névoa branca", as pessoas ficavam dizendo, então eu as negava em meus pensamentos 'Não, não sou, sou feita de gases, não de névoa', e agora olha o que aconteceu. Não acredito que as palavras deles realmente me afetaram tanto...
Depois a minha classe. Eu ainda estou no [Baixo]? E [Classe Baixa]? Onde estão todos os bons adjetivos? Quem decide essas classificações...? Enfim, parece que eu ainda tenho uma longa jornada pela frente.
Eu ganhei mais magia, e desta vez meu poder de combate aumentou corretamente. Que alívio... Se meu poder de combate permanecesse parado para sempre, não importando o que eu fizesse, eu ficaria super nervosa de entrar em brigas com vários inimigos.
Apesar de matar muitos jogadores beta naquela época, minha magia não cresceu tanto. Nenhuma surpresa aqui. Quando eu morri, eu ainda estava sob os grilhões do Sistema, então metade da minha magia foi tomada.

E agora, eu não tenho mais como reviver. Oh, cara...

A habilidade única [Manipulação Cibernética] costumava ser a habilidade do No.01. Foi assim que escapei do monitoramento do sistema.
Não era minha habilidade, por isso é bastante fraca - ou melhor, ainda não tinha sido capaz de utilizá-la totalmente. Mas no meio do processo, minha consciência foi interrompida, e o monitoramento deles também. Por enquanto, eles ainda deveriam estar acreditando que eu realmente parti.
Agora, [Forma Humanoide (Adepto)] e [Empacotador Experiente].
Vamos começar com essa coisa estranha do [Empacotador]. Para ser sincera, acho que [Qualificado] já havia se transformado em [Especialista] desde a última luta, pois percebi que, mesmo quando dispersa, ainda não conseguia ver os itens que estava carregando. Onde eles poderiam estar? Que curioso!

E agora, o tópico mais importante do dia. [Forma Humanoide].

Como (Normal) se transformou em (Adepto), recebi um impulso na minha magia e densidade. Eu não precisava criar meu corpo com cuidado, só precisava me lembrar de como costumava ser, uma imitação quase perfeita.
Mas as malditas orelhas de coelho ainda estavam lá.
Elas são da mesma cor branca do meu cabelo. As orelhas finas ficam caídas do topo da minha cabeça até o meu queixo.

Talvez o capuz possa escondê-las...

Blobsy respondeu à minha voz com um salto.
No começo, eu não conseguia falar. Depois que minha transformação se tornou quase perfeita em fidelidade, o suficiente para que minha boca pudesse reter ar, comecei a praticar. Então, se eu deixar o instinto do meu corpo me guiar, a fala virá facilmente.
Ainda assim, minha forma humana era apenas do lado de fora. Dentro de mim continuava a haver uma névoa espessa. Levou alguma prática para eu ser capaz de me mover como um humano real. Passei um mês inteiro me movendo como uma massa desumana, afinal. Minha caminhada ainda estava vacilante.
O contato com humanos seria inevitável. Eu não queria que meu maneirismo revelasse quem eu sou, então, durante os breves momentos sem tempo, aproveitei a chance de caminhar pelas montanhas e geralmente praticar apenas ser humano.
Eu parecia o mesmo de antes, então me acostumar com isso provavelmente não levaria muito tempo.

Manipulando o ciberespaço e cortando minha consciência, eu consegui escapar do Sistema. Talvez o No.01 não tenha feito o mesmo por causa da baixa chance de sucesso. Ele não queria falhar e trazer problemas aos amigos. Apesar do meu sucesso, ainda não estou completamente livre.
Eu estava usando mana para manter o avatar de monstro, e desde o começo meu cérebro já estava agindo no lugar de uma parte do Sistema para processar minhas ações. Não havia nenhum problema comigo, exceto um crítico: minha consciência estava aqui, mas meu corpo real... minha alma ainda estava na Terra.
No plano do No.01, enquanto ele estivesse sob o suporte de vida, ele ainda poderia usar a [Manipulação Cibernética] para manter o elo frágil com seu corpo real. Mas então, apesar de sua mente já estar próxima dos limites, ele arriscou outro uso de sua habilidade. Ele descobriu que os corpos dos testadores em coma seriam destruídos após um mês.

Eu tenho trinta dias para viver e encontrar uma solução.

O No.01 disse que, se eu pudesse reunir as pedras mágicas de seus amigos, os números 08 e 17, chegar à fonte da vida deste mundo, a Árvore do Mundo, talvez houvesse uma maneira. Esperança passageira, mas esperança, no entanto.
Meu relógio estava em contagem regressiva... não. Vamos parar com os pensamentos pessimistas. Eu poderia ter morrido naquela batalha. Eu deveria me considerar sortuda por ter uma extensão de trinta dias.
Será difícil viajar pelo mundo inteiro em apenas trinta dias. Felizmente, os humanos tem transportes de alta velocidade. Talvez eu possa pegar um trem magitech.

Portanto, o objetivo de toda essa explicação indireta era a seguinte: eu precisava de uma aparência que pudesse me levar para dentro das cidades dos humanos.
Felizmente, o No.17 morreu relativamente perto de mim. Eu posso seguir para o norte da cordilheira onde costumava ficar e chegar até ele. Havia uma grande chance de o time de jogadores beta que o matou e pegou sua pedra mágica ficar em um país próximo.
Dentro das informações do No.01 deixadas para trás, havia um mapa completo com as localizações dos países.
O mais próximo do No.17 era um país pequeno. Mas se a pedra mágica do No.01 parecia uma joia, talvez a do No.17 também pareça. Talvez o time beta tenha levado para o país grande mais ao sul daquele país pequeno para vendê-la.
A julgar pela localização da cordilheira, eu já deveria estar chegando naquele país grande.

Mais meio dia de caminhada pelas pastagens e finalmente encontrei uma pequena estrada. Depois, encontrei uma vila agrícola, parecida com aquela que eu já vi antes.
Bem, eu disse [vila], mas havia facilmente algumas centenas de pessoas morando lá. E vi em torno do mesmo número de escravos homens-feras trabalhando nos campos.
... agora, a pergunta é: eu serei empurrada para trás pela barreira da vila? Eu só vi uma cerca para se defender dos lobos, então meu palpite era que a barreira era especificamente para monstros...
Inconscientemente, meus passos ficaram tímidos. Eu cheguei cada vez mais perto. No entanto, parecia que não havia essa barreira na estrada. Eu não tinha certeza do porquê.
Em vez disso, havia dois soldados em guarda na frente da entrada da vila. Eles usavam armaduras simples e combinadas com algum tipo de brasão. Coloquei o capuz mais baixo, me certificando de que as minhas orelhas não ficassem visíveis.
Minha capa estava completamente limpa graças a Blobsy, mas ainda era uma peça de tamanho grande. A bainha estava toda irregular e cheia de rasgos.

"Ei, você, a criança ai! Pare!", um dos soldados chamou.
"..." (Shedy)
"Eu nunca vi esse tipo de visual antes. Não é uma criança da aldeia? De onde você veio?" (Guarda)
"... ali", apontei para o campo gramado.

O soldado parecia ainda mais incrédulo. "Suspeito. Me mostre seu rosto!"

"Não, cara, não há necessidade disso. Olha, se você puder pagar a taxa, vamos deixar você entrar, certo? Apenas uma moeda de prata" (Guarda)

Surpresa brilhou no rosto do outro guarda, depois rapidamente se transformou em um sorriso malicioso. Eu provavelmente estava sendo enganada aqui.

"Sim" (Shedy)

Paguei sem queixas. Por um momento, o guarda pareceu intrigado, aparentemente ele só queria causar um pouco de problema para mim. Ele hesitantemente olhou para o outro guarda.

"Oh, desculpe, na verdade é uma prata para cada um de nós. Deveria ter sido mais claro, realmente" (Guarda)
"... sim" (Shedy)

Dei outra moeda para o outro guarda. Eles pareciam satisfeitos consigo mesmos, depois acenaram para mim como se estivessem afugentando um gato.

"Certo, entre rápido. Não crie problemas" (Guarda)
"E criança, são outras duas moedas quando você for sair. Deixe preparado" (Guarda)
"..." (Shedy)

Eu nunca pensei que eles estivessem pedindo subornos assim tão sem vergonha.
Essa foi uma despesa enorme, mesmo que fosse necessária. Bem, não como se eu realmente soubesse o quanto uma moeda de prata valia de qualquer maneira.
Honestamente, se eu estivesse de guarda, não teria permitido que uma criança sombria escondendo seu rosto com um capuz e que acabou de sair do campo gramado entrasse dentro da vila. De certa forma, eles serem pessoas de merda funcionou bem para mim.
Corrigir minha aparência era minha principal prioridade atual. Eu só vim aqui para encontrar informações sobre as grandes cidades, entre outras informações, e para encontrar roupas de criança, caso contrário não teria me incomodado com esse tipo de vila que parecia ter zero coisas interessantes acontecendo.
Olhei para o lado da estrada, olhei os campos sendo cultivados apenas por escravos homens-fera. Eu andei em direção a uma área com alguns prédios bem próximos.
A atmosfera parecia o tipo de distrito comercial que você costuma ver no campo. Algumas pessoas me enviaram olhares cheios de suspeitas. Vi um lugar com lençóis de tecido e roupas velhas penduradas do lado de fora e entrei. Lá dentro, a comerciante rechonchuda me viu e fez uma careta.

"Isso não é um playground, criança" (Vendedora)
"Quero roupas", eu disse, colocando algumas moedas de prata no balcão. A atitude da mulher girou 180° e ela imediatamente sorriu.
"Oh, meu, são roupas de criança, certo? Eu tenho algumas peças boas bem aqui, querida" (Vendedora)

Não havia muita variedade. Peguei alguns vestidos e faixas.

"Você tem sapatos? Couro, se possível. E um casaco com capuz também" (Shedy)
"Aqui está. Botas ainda novas, vê? E este casaco aqui, eu consegui de um comerciante da capital. Realmente popular entre as garotas, eu ouvi!" (Vendedora)
"Você tem bolsas?" (Shedy)
"Claro, tecido ou couro?" (Vendedora)
"Couro" (Shedy)

Honestamente, foi apenas o meu gosto pessoal quando escolhi couro. O material realmente dava a sensação de [Viajante Rude].
Eu também peguei algumas roupas íntimas e meias, depois troquei de roupa nos fundos. Este casaco me serviu muito melhor. Eu podia esconder minhas orelhas enquanto mostrava meu rosto, então eu pareço muito menos sombria agora.
Eu saí do vestiário. A lojista deu uma olhada no meu rosto. Ela pareceu um pouco surpresa.

"Meu! Querida, você está adorável! Você terminou de fazer suas compras?" (Vendedora)
"Sim" (Shedy)
"Bem. Só vou levar as moedas que você deixou no balcão. Estou sofrendo uma perda aqui, então é melhor você me agradecer, ok?" (Vendedora)
"..." (Shedy)

Havia algumas moedas de prata grandes junto com as pequenas. As grandes eram realmente tão baixas em valor? Estas eram apenas roupas de segunda mão. Eu pensei que todas as coisas que eu comprei nem chegariam a 150 dólares...
Voltei para o distrito comercial. Com roupas decentes, havia muito menos olhares desconfiados agora, mas alguns deles estavam olhando para o meu rosto, talvez devido a ver uma garota desconhecido.
Havia uma banca de rua vendendo espetos de carne, com cadeiras ao lado para os clientes. Comecei uma conversa com o proprietário, quase como uma maneira de fugir dos olhares desconfortáveis.

"Desculpe-me. Quanto custa um desses?" (Shedy)
"Bem-vinda! Espetos pequenos são um de cobre cada, grandes são três" (Vendedor)
"Quero tanto quanto posso comprar com isso, então" (Shedy)
"Agradeço pelos seus serviços! Uma pequena prata é, então. E um espeto extra pequeno para uma moça tão fofa" (Vendedor)

Entreguei a moeda. O homem era todo sorrisos quando me deu três espetos grandes e dois pequenos.
São 10 cobres, sem contar o extra. Uma pequena prata custava cerca de 10 dólares, certo? Se a moeda seguir a contagem de 10, uma prata normal seria 100 dólares?
... e essa mulher levou cinco delas.
Eu pensei que as pessoas no campo deviam ser atenciosas e bem-humoradas...
O dono da barraca parecia um cara decente, então perguntei algumas coisas, como onde ficavam as grandes cidades. Supostamente, eu poderia andar de carruagem para uma cidade vizinha a meio dia de viagem e depois seguir uma diligência para a capital.
Ele me disse onde ficava a cidade. Agradeci e deixei a área comercial. Blobsy, ainda estava escondida dentro da minha mochila, alegremente mastigando os espetos.
Mas então eu detectei um sinal mágico humano me seguindo. Quando sai para um bosque próximo, a caminhada se transformou em uma corrida e ele me alcançou.

"Garotinha, espere" (???)

Acabou sendo o homem gentil que comandava a banca de rua.

"... senhor vendedor? Você precisava de algo?" (Shedy)
"Sim, quero dizer, eu notei, você sabe? Eu as vi espreitando mais cedo" (Vendedor)

Ele sorriu ironicamente, coçando a cabeça. E então ele pegou um pilão de madeira, provavelmente retirado de sua loja, e bateu com a palma da mão vazia em um gesto intimidador.

"Garota, você é uma daqueles homens-fera, certo? Deve ser do tipo canino, então, pela aparência de suas orelhas caídas? Venha agora, demi-humanos fedidos não deveriam estar entrando em terras humanas, você não sabia disso? Vou vender você para um lugar legal, então se comporte e venha comigo, ok?" (Vendedor)
"..." (Shedy)

O que diabos você quer dizer com "ok"?, eu pensei que essa atitude era limitada apenas aos caçadores de escravos, mas mesmo cidadãos humanos normais eram assim? E o homem nem parecia estar pensando que estava fazendo algo errado. Ele estendeu a mão para mim, com o mesmo tipo de indiferença que um caçador teria quando matava um coelho só porque viu uma presa fácil.
Suspirei exasperada. Isso foi muito além das minhas expectativas. Eles não deveriam ser reais, pessoas vivas, não NPCs programados com crueldade, certo?
Respondendo ao aceno do homem, eu também estendi minha mão direita...

"Gakkh!?" (Vendedor)

E minha mão voltou a ser névoa, que então invadiu sua boca, enchendo seus pulmões e parando sua respiração. Eu o drenei por dentro até ficar seco.

Ei, Blobsy. Mais um lanche para você
*Boing*




Nota do Autor
A raça humana não vê isso como um crime. Talvez para eles, os demi-humanos não passassem de gado.

Shedy não pode ser descoberta, por isso hesita cada vez menos em matar.
Lidar com o vendedor foi mais fácil do que eu pensava. O aspecto mental, não o método físico.
Eu esperava hesitação, até para mim. Eles não eram NPCs em um jogo, eram pessoas reais. No final, eu realmente não senti nada.
O mês que passou me distorceu tanto assim? Ou eu adotei completamente a mentalidade de um monstro? De qualquer forma, toda a vida, para mim, era separada em três caixas organizadas: [Aliados], [Inimigos] e [Não Envolvidos]. Eu não conseguia ver o mundo de nenhuma outra maneira.
Bem, é tarde demais para uma contemplação agora. Eu já matei bandidos e comerciantes, afinal.


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 752/755] 5↑
[Poder Total de Combate: 830/830] 5↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Adepto)| |Empacotador Experiente| ]


Eu mandei Blobsy descartar o cadáver antes que as pessoas pudessem descobri-lo e levantar uma confusão. Saí do mato e voltei para a estrada, parecendo tão inocente quanto um anjo.
Se eu o considerar essa como o padrão para cidadãos não combatentes, tinha certeza de que poderia massacrar uma centena delas sem problemas. Mas não havia garantia de que todos os seres humanos eram igualmente terríveis. E eu nem tinha tempo livre para matar por aí.

26 dias restantes.

Eu precisava encontrar as outras duas pedras mágicas e chegar à Árvore do Mundo até lá.
Enfim, não esperava que minhas orelhas fossem ser expostas tão facilmente.
É verdade que eu ainda não tinha me acostumado a ter um corpo humano, mas eu sou realmente tão atraente assim? De volta à Terra, eu costumava ter uma aparência curiosa o tempo todo por ser uma albina. No entanto, as pessoas neste mundo tinham mais do que apenas cabelos pretos, loiros ou castanhos - havia prata, azul profundo, escarlate e muitas outras cores também. Eu não acho que me destaco aqui.
A forma que eu estava tomando atualmente era a imagem de mim mesma que eu tinha na Terra. Exceto que eu agora não pareço magra e cheia de hematomas. Eu estava completamente saudável para a minha idade, então há ainda menos motivos para as pessoas me notarem.
Eu me perguntava por que eu estou diferente da minha memória de como eu era. Talvez eu tivesse me [Otimizado] inconscientemente?

E os resultados da otimização incluíam as orelhas de coelho...? E eu não tinha apenas ouvidos. Eu só percebi quando me troquei na loja de roupas de segunda mão que eu também tenho uma cauda de coelho, do tamanho de um punho humano, acima da minha bunda.

Por quê. Por que as orelhas e a cauda eram necessárias??

Bem, o que está feito está feito. Eu só tenho que esconder as orelhas com o capuz do meu casaco.
Eu ainda tenho cerca de 10 moedas de pratas e algumas pequenas moedas de pratas tiradas dos bandidos. No entanto, eu realmente prefiro ter mais fundos... aquela lojista e os guardas realmente esvaziaram minha carteira.
Eles entenderão o que está chegando mais cedo ou mais tarde.

Estava ficando tarde, mas eu não tinha intenção de alugar um quarto em uma vila que tratava todos os estrangeiros como sacos de moedas. Mesmo que o estalajadeiro pareça uma pessoa legal, se ele ver minhas orelhas de coelho, ainda assim poderia decidir entrar no meu quarto à meia-noite e me assaltar.
Então eu me escondi em um dos bosques que ficavam próximos a vila. Quando a noite chegou, eu me escondi furtivamente em direção aos campos.
Aqui, diferentemente do céu noturno poluído da Terra, apenas as estrelas eram brilhantes o suficiente para iluminar meu caminho. Bem, não era como se eu realmente precisasse da luz para poder ver.
Eu me transformei em uma forma humana quase enevoada para não deixar nenhum passo e flutuei em direção a uma pequena cabana ao lado dos campos. Havia cerca de 10 pessoas dentro, a julgar pelos sinais mágicos.

O barraco - na verdade era mais como um depósito - não estava trancado. A porta parecia que iria partir com um único balanço de um machado de mão de qualquer maneira. Espiei pela abertura e vi apenas homens. Demi-humanos, desde o início da adolescência até os cinquenta anos.
Não havia piso, apenas terra endurecida. Vi o que pareciam camas de palha nos fundos. Todos pareciam higiênicos o suficiente, mas usavam apenas roupas de trabalho surradas. Estavam sentados ao redor de uma pequena fogueira no centro da sala de armazenamento, esperando cansadamente a panela de legumes terminar de cozinhar.
Além das paredes e telhados, isso não era diferente de acampar na natureza.
Seis homens-fera do tipo canino, três felinos, um elfo. Todos eles tinham menos de 100 de poder de combate, embora isso ainda os torne mais fortes do que os moradores humanos.
Abri a porta e entrei. Cerca de metade deles notou instantaneamente. Eles olharam para cima.

"... Quem é você? O que uma criança como você quer conosco?" Um homem-fera sentado ao lado da lareira perguntou, parecendo cansado, mas cauteloso. Ele parecia mais perto de um lobo do que de um cachorro. "Podemos ser escravos, mas não somos brinquedos para vocês brincarem até a noite..." (Homem-Fera)
"Não é por isso que estou aqui" (Shedy)

Tirei o capuz. O grupo de homens-fera ofegou quando viram minhas orelhas caídas.

"Você é do tipo canino... não. Uma coelha? Eu nunca ouvi falar dessa raça de homens-fera antes" (Homem-Fera)

O homem-lobo olhou para o elfo, que franziu o cenho e balançou a cabeça.

"Nem eu. Embora... eu tenha ouvido falar que durante o tempo do meu avô, viviam mais do que apenas as atuais raças de caninos e felinos. No entanto, todas essas outras raças foram caçadas para serem animais de estimação para os humanos. Eles deveriam ter sido extintos algumas centenas de anos atrás" (Elfo)
"Então ainda tinham sobreviventes...?" (Homem-Fera)

Eles me olharam com olhos céticos. Eu balancei minha cabeça.

"Eu não sei o que sou. Tudo que eu sei é que todos os meus companheiros estão mortos. Eu estava me escondendo na minha jornada até agora" (Shedy)
"Entendo... Você também deve ter passado por um momento difícil, garota" (Homem-Fera)
"Não se importe comigo. Eu só tenho algumas coisas que queria perguntar" (Shedy)

Eu disse a eles que os humanos roubaram algo de mim e que eu estava em uma jornada para recuperá-lo. Então perguntei sobre a barreira em torno desta vila e sobre as cidades maiores.

"Acho que a barreira vem da ferramenta mágica para repelir monstros que fica na casa do prefeito... Quanto às cidades, é melhor você não ir, mocinha. Com essa aparência, além de quão rara é sua raça, você será escravizada logo de cara. Aqueles malditos bastardos pensam que qualquer coisa não humana é seu gado" (Homem-Fera)
"Por que você não fugiu?" (Shedy)

Um homem-fera do tipo felino, que estava ouvindo em silêncio até agora, fez uma careta de desprezo. Ele cuspiu palavras como se fossem veneno.

"Você não vê esses colares, menina? Enquanto eles ainda estiverem no nosso pescoço, eles nos sufocariam quando ficássemos muito longe da ferramenta mágica do prefeito. As mulheres foram levadas para outro lugar... até minha filha chamou a atenção do prefeito. Eu não sei onde ele a levou. Estamos destinados a trabalhar aqui até nossas mortes..." (Homem-Fera)
"Você está desistindo?" (Shedy)
"Cuidado com sua boca, garota! O que você sabe?!" (Homem-Fera)

Fui de costas para ele rapidamente, antes que o felino ultrajado pudesse se levantar. Minha adaga tocou seu pescoço.

"Sua..." (Homem-Fera)

O felino ainda estava chocado. Quando o homem-lobo olhou furiosamente para mim, joguei a adaga que estava segurando em seus pés.

"... o que você quer?" (Homem-Fera)
"Para voce. Se você está cansado de viver, por que não se mata? Mais rápido assim, certo?" (Shedy)

Toda a respiração deles parou. Eu podia ver a raiva fervendo nos olhos deles.
Despreocupada, deixei cair mais alguns punhais aos pés deles, depois dei as costas para eles e caminhei em direção à porta.

"Espere, garota!" (Homem-Fera)
"Eu estou indo para uma cidade humana. Talvez depois que eu quebrar alguns dos brinquedos do prefeito. Esses são para vocês. Se vocês vão usá-las para morrer ou viver, isso depende de vocês" (Shedy)

Mesmo depois que saí do depósito, nenhum deles estava se mexendo. Nenhum deles disse uma palavra.
Fui em direção à grande mansão que parecia ser a casa do prefeito, onde havia detectado um sinal mágico bastante forte durante a manhã. Não havia guardas. Talvez essas pessoas tivessem confiança absoluta na ferramenta mágica que repele monstros. No entanto, ao me infiltrar sob a cobertura da escuridão, encontrei alguns [vaga-lumes] flutuantes. Eu esmaguei todos eles, só por precaução.
De acordo com as informações do No.01, essas coisas que parecem vagalume eram os drones de observação da corporação. O design dos drones enfatizava a furtividade, então até mesmo as aves selvagens os quebram as vezes. Eu os destruir aqui não seria um problema. Eu gostaria de obter algumas informações dos drones, mas, no momento, meu poder não é suficiente para fazer isso.

Fui diretamente para as portas da frente. Eu dispersei meu braço direito, movendo a névoa através das rachaduras, depois me solidifiquei para destravar o parafuso por dentro.
A mansão do prefeito era incrivelmente brilhante, apesar do fato de que este mundo deveria ser semelhante às eras medievais da Terra. Havia luzes mágicas por todo o lugar. Vi algumas outras ferramentas que pareciam aparelhos elétricos modernos também.
Não havia lareiras, mas o local ainda parecia um pouco quente. Também havia aparelhos de ar condicionado?
As luzes estavam acesas, mas não havia ninguém por perto. Um olhar mais atento revelou uma nota sobre uma mesa. Segundo ele, a esposa do prefeito foi beber no distrito comercial e não voltaria até de manhã.
Essa vila estava sendo bastante extravagante ao usar mana, entendo...
O sinal mágico que detectei estava embaixo de mim. Vasculhei a mansão para encontrar um caminho. Ao descer as escadas, ouvi o choro de uma garota, junto com as risadas de um homem.

"Heheheh, venha agora, estamos apenas começando" (Homem)
"Não..." (Garota)

Um homem de meia-idade chicoteava uma jovem Garota-fera com o que parecia ser um chite de equitação, a outra mão segurando uma garrafa de álcool. A menina estava enrolada, soluçando de dor.
Mais fundo na sala, vi um altar emanando magia. Quando me aproximei, o homem bêbado - o prefeito, provavelmente - percebeu minha presença.

"O que, apenas uma menininha fera? Venha mais per-urgk!" (Prefeito)

Ah, certo, meu capuz ainda estava abaixado.
Repeti meu truque de mão de névoa nos pulmões novamente, certificando-me de drená-lo até sua alma. Ele se contorceu, o rosto mortalmente pálido, as mãos arranhando para tentar liberar a garganta. Finalmente, a múmia entrou em colapso.

Vendo sua morte, a garota chiou. Eu a ignorei e peguei uma machado de mão nas proximidades para esmagar todas as ferramentas do altar.
O quarto parecia muito mais limpo agora.
As luzes da mansão estavam apagadas. Eu me pergunto o porque? Eu não estava prestando atenção quando elas começaram a ser desligados.

"C-com licença..." (Garota-Fera)

A garota hesitantemente me chamou. Ela ainda parecia estar enchergando o suficiente no quarto escuro. Eu não prestei atenção nela, subindo as escadas para sair da mansão.
A fraca pressão mágica que eu podia sentir em toda a vila tremia. Provavelmente não levaria mais do que alguns dias para os monstros começarem a atacar esse lugar.
Não como se eu tivesse tempo para me preocupar com aqueles homens-feras, de qualquer maneira.
Em um olhar mais atento, as luzes das casas que pontilham a vila também se foram. Gritos soaram aqui e ali. Talvez houvesse uma caixa de fusíveis analógica entre as ferramentas no altar?
Eu não tinha certeza se o altar tinha uma ferramenta mágica monitorando os colares de escravos ou não, e também não tinha a intenção de verificar isso. Com a vila em caos, eu desapareci na escuridão, procurando a cidade vizinha que tinha a diligência para a capital.

*Boing*
Ah, desculpe, Blobsy. Desta vez, não há lanches para você

24 dias restantes.

Agora eu posso me mover tão rápido quanto um carnívoro predador se voar em minha forma humanoide quase enevoada, mesmo a longa distância. Ainda precisarei mais de um dia inteiro para chegar à cidade indo em um passeio de diligência até a capital.
Agora o problema era: eu poderia entrar na cidade sem problemas? Havia a barreira usual pela cidade. Eu só conseguia entrar pela estrada e portão principais.
Pelo que pude ver de longe, parecia bastante desenvolvida. Havia uma linha de trem passando por ela.
Então o trem também deve ir para a capital, certo? É assim que acontece, normalmente. Eu me pergunto por que os aldeões disseram uma [Diligência]? Eu provavelmente entenderia quando chegasse. O problema é que essa era uma cidade decentemente grande. Os guardas do portão aqui eram muito mais preparados, até checando o rosto de todos.
Apenas meu rosto ficaria bem. Seria um problema muito maior se eles me dissessem para remover meu capuz. Eles podem até trazer os forcados bem ali no local.

... simplesmente voar por mim mesma seria realmente mais rápido que um passeio de diligência? Enquanto eu continuava andando em contemplação, notei um homem segurando um pedaço de carne encharcada de sangue na beira da estrada.
Ele parece... assustador. Risque isso, ele parece completamente perigoso.
O pedaço de carne pingando sangue em sua mão esquerda era uma cabeça, com chifres e de aparência selvagem. Ele estava chamando todas as carruagens e viajantes que passavam. Com o quão ameaçador ele parecia, não era nenhuma surpresa que todos eles fizessem um desvio ou acelerassem para evitá-lo.


[Homem Perigoso] [Raça: Humano ♂] [Aventureiro?]
[Pontos de Magia (MP): 142/150] [Pontos de Vida (PV): 200/200]
[Poder Total de Combate: 787]


Forte! Praticamente igual a mim. Então havia humanos tão poderosos...
Quem é ele? Ele parece um problema, então eu puxei meu capuz e tentei o meu melhor para passar por ele sem atrair sua atenção. Não deu certo.

"Ei, você, a garotinha ai... Sim, estou falando com você, pare de me ignorar" (Homem)
"... O que foi?" (Shedy)

Ele parece ter seus vinte e poucos anos. Cabelo vermelho flamejante, olhos escarlates. Rosto bonito, se você ignorar o sorriso arrogante cheio de dentes. Honestamente, apenas um homem bonito e versátil.
Suas roupas pareciam bastante caras originalmente, mas os respingos de sangue endurecido já haviam removido o seu brilho. Honestamente, ele fedia.

"U gui voi?" (Shedy)
"Você já disse isso! E por que você está beliscando o nariz dessa vez?! Quão terrivelmente rude" (Homem)
"OK. De novo, foi?" (Shedy)

Irritado, mas também percebendo que a conversa não estava indo a lugar algum, o homem apontou a cabeça para mim.

"Compre isso. É uma cabeça de ogro. Uma prata está bem" (Homem)
"... O qu-?" (Shedy)

Ele estava me dizendo para comprar a cabeça do ogro? Por quê? Inclinei minha cabeça, dedos ainda beliscando meu nariz. Seu humor ficou ainda pior.

"Vamos lá garota, isso é um ogro! OGRO! Apenas leve a cabeça dele para a guilda dos aventureiros! Você pode obter uma pequena moeda de ouro inteira por vender o chifre e ainda pegar a recompensa!" (Homem)
"Por que você não vai?" (Shedy)
"Pare de beliscar seu nariz já... Claro que eu queria, mas, infelizmente, meus companheiros estão com a minha identificação e todo meu dinheiro. Só posso me encontrar com eles dentro da cidade. Você vê o problema" (Homem)

Então, basicamente, as pessoas que entram na cidade precisam ter um cartão de identificação ou o dinheiro para pagar a taxa. Ele também não tinha, então estava tentando conseguir uma moeda de prata vendendo a cabeça de ogro para qualquer um.
Ele provavelmente era de uma família abastada. Muito irresponsável, no entanto.

"Por que você se separou deles?" (Shedy)
"Viemos do Império Touze para o leilão. Eu pensei que tinha algum tempo livre, então fui caçar um pouco, depois vi esse ogro. Praticamente pulei do cavalo e o persegui em uma coisa do momento. Não achai que isso me levaria a uma perseguição alegre por tanto tempo. Opa!", ele riu violentamente.

Eu realmente simpatizava com quem estava com ele...

"Então a taxa de entrada é uma moeda de prata?" (Shedy)
"O que, você não sabia? A prata é a taxa para fazer um cartão de identidade temporário. Se você oficializar mais tarde, poderá receber um reembolso" (Homem)
"Hmm..." (Shedy)
"Então garota, compre a cabeça para me ajudar" (Homem)
"Vamos ver... Que tal eu lhe emprestar uma prata e você me ajudar a entrar na cidade?" (Shedy)

Uma garota solitária seria suspeita, mas talvez não tanto se eu estiver com um adulto. O homem ruminou um pouco, depois assentiu imediatamente.

"Não tenho certeza do que você está pensando, mas tudo bem. Se algo acontecer, o problema é deste país, não meu. Tudo bem, garotinha, eu aceito" (Homem)
"Então nós temos um acordo. Aqui, duas pratas, pague a taxa para nós dois. Além disso, Blobsy" (Shedy)
*Boing*
"Ah? Hohoh? Isso não é um Slime Gelatinoso? Você com certeza tem um animal de estimação raro ai" (Homem)

Aparentemente, ela era um monstro raramente visto. O homem olhou com grande interesse.
Blobsy pulou da minha mochila. De acordo com minha vontade, ela se agarrou às roupas do homem e limpou a sujeira e os respingos de sangue.

"Oh, cara, isso é conveniente pra caramba. Ouvi pessoas dizerem que você nunca teria lixo em sua mansão se pudesse ter um desses. Melhor esconder bem, garotinha" (Homem)
"Shedy" (Shedy)
"Mm?" (Homem)
"Eu não sou 'garotinha', nem sou 'você'. Meu nome é Shedy" (Shedy)

Eu realmente não precisava dizer isso a ele, mas honestamente ser chamada de 'você' e 'garotinha' o tempo todo estava ficando um pouco chato.

"Eu entendo. Então agora, Shedy, me dignarei a permitir que você me chame de Tiz" (Tiz)
"..." (Shedy)

Eu senti que isso seria muito problemático mais tarde.

"... também, me empreste essa cabeça de ogro. Vou guardar até a gente entrar" (Shedy)
"Oooh, você é uma Empacotadora então? Você é uma garota surpreendentemente conveniente, Shedy" (Tiz)
"Empacotadora?" (Shedy)

Segundo ele, uma vez na lua azul alguém nasceria com um poder misterioso, como aumento da força física ou respiração embaixo d'água, por exemplo.
Essas pessoas são consideradas como divinamente abençoadas. As [Crianças de Deus]. Entre elas, há pessoas com o poder de armazenar mais itens do que o normal nas sacolas ou bolsas que eles usavam, e eram chamados de [Empacotadores].

"Eu entendo. Empacotadores tendem a ser mal compreendidos. Também sou uma [Criança de Deus], entendo como é ser alvo de inveja" (Tiz)

Aparentemente, os donos de lojas que não sabiam como funcionava costumavam ter medo de que o poder tornasse mais fácil para os [Empacotadores] furtarem suas lojas, quando na verdade eles só podiam expandir a capacidade da sua bolsa. Eles não podiam fazer os itens desaparecerem no ar.
Eu poderia, no entanto. Eu estava armazenando os itens dentro do meu corpo, afinal.

"A propósito, meu poder é a [Bênção do Fogo]. O fogo que eu crio é mais forte e eu não sou ferido por toda e qualquer chama" (Tiz)
"É assim mesmo..." (Shedy)

Portanto, há pessoas especiais como nós, testadores alfa secretos neste novo mundo também.

Pouco tempo depois, eu e o adulto inútil chamado Tiz passamos pelos portões da cidade.
Os guardas do portão me deram alguns olhares, mas uma vez que a nobre Tiz, de aparência decente, disse "Ela está comigo", eles nos deixaram passar sem mais perguntas.
As aparências são realmente importantes.

"A propósito, você disse que haverá um leilão? O que você vai comprar?" (Shedy)
"Sim, haverá. Ouvi dizer que os aventureiros trouxeram uma pedra mágica amarela que parecia uma jóia preciosa. Se eu colocá-la em uma espada mágica, talvez eu consiga obter um poder especial dela" (Tiz)
"Eu entendo..." (Shedy)

Parece que vir aqui foi a decisão certa.

"Bem, obrigada, Tiz. Aqui, sua cabeça de ogro" (Shedy)
"Espere. Não tire ela aqui, vai me deixar sujo de novo. Além disso, não tenho o hábito de receber favores gratuitos de mulheres e crianças. Venha comigo, eu vou lhe pagar esse dinheiro" (Tiz)
"... onde estamos indo?" (Shedy)
"A Guilda dos Aventureiros, obviamente" (Tiz)

... o que?
Tiz praticamente me agarrou pelo braço e me arrastou até o prédio. Foi a primeira vez em minha vida visitando uma cidade em outro mundo, e eu nem tive tempo para passear. As ruas que vi quando estava sendo arrastada pareciam muito com a Europa Ocidental dos velhos tempos.
A guilda dos aventureiros era um edifício de três andares de pedra, parecendo rústico por fora e por dentro.
Eu me perguntava se eu sou o primeiro monstro a entrar no salão da guilda...

"Shedy, tire a cabeça do ogro" (Tiz)
"... Entendi" (Shedy)

Eu fingi tirar a cabeça da minha mochila. Tiz iniciou algum tipo de negociação com a recepcionista. Eu me mudei para uma esquina, tentando passar despercebida.
Já era de manhã. Havia alguns grupos de aventureiros examinando pedidos, conversando ou negociando com a equipe da guilda.
Para lidar com o aumento da população de monstros, as potências mundiais concordaram com a fundação de "uma organização para representar mercenários pessoais". Em outras palavras, a guilda dos aventureiros. Antes, bandos de mercenários teriam que negociar diretamente com nobres ou comerciantes pelo trabalho, uma função que a guilda havia assumido.
... para dizer a verdade, este salão da guilda era problemático.

Os aventureiros eram especialistas em caçar monstros. Eles eram decentemente poderosos. Uma rápida olhada não me mostrou nenhum provável jogador beta. No entanto, havia algumas pessoas com mais de 300 poderes de combate entre os de aparência capaz.
Agora, o problema não era que eles tinham alto poder de combate. O problema era que mesmo as pessoas que pareciam fortes tinham apenas cerca de 300 poder de combate.
Dentro deste mundo, existia um método para discernir a magia e o poder de combate do oponente. A [Identificação].
E minha magia e poder estavam muito acima dos aventureiros.


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 760/760] 5↑
[Poder Total de Combate: 836/836] 6↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Adepto)| |Empacotador Experiente| ]


Eu fui descuidada. Eu pensei que havia muitas pessoas tão fortes quanto Tiz. Em retrospectiva, talvez ele seja extra-poderoso devido ao seu poder especial. E até ele só tinha 150 de poder mágico. A quantidade de magia que eu tinha não era apenas anômala, era completamente anormal em comparação.
Era por isso que eu estava me escondendo em um canto, tentando não chamar atenção para mim mesma...

"Shedy, venha aqui!" (Tiz)

E então Tiz gritou meu nome. Droga, o que diabos ele esta fazendo?!
Alguns aventureiros se viraram. Ele poderia me gritar novamente se eu o ignorasse, então eu silenciosamente fui em direção ao balcão em que ele estava.

"Você é lenta" (Tiz)
"... o que você quer?", respondi sombriamente.

Ele olhou para mim como se eu fosse uma idiota e disse, soando como se fosse a coisa mais óbvia do mundo: "Para registrar você, o que mais?"

"... o que?" (Shedy)

Confuso. Sinceramente, não entendi o que ele estava dizendo.
Tiz apenas sorriu. "Acabei de me registrar novamente. Aparentemente, você não precisa de uma carteira de identidade, só precisa ter poder de combate suficiente para fazê-lo. Você faz isso também. Apenas coloque sua mão neste cristal".

Sério, que tipo de porcaria ele está me forçando aqui?! Maldito...

O grande cristal ainda estava mostrando a magia e o poder de combate de Tiz em números brilhantes. Enquanto eu me afastava sem querer, Tiz agarrou e colocou minha mão com força no cristal.

"Não preciso me registrar" (Shedy)
"Apenas faça isso já. Vai ser muito problemático para você se você não tiver um cartão de identidade" (Tiz)

Merda, não, nãonãonãonãonão...

[Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] ―


[Pontos de Magia: 120]
[Poder Total de Combate: 196]


"Uau, você é muito forte" (Tiz)
"... obrigada" (Shedy)

Graças a Deus o cristal só exibiu meus números atuais...
Eu freneticamente usei minha habilidade única para reduzir minha magia. Alguns aventureiros derramaram suas bebidas, outros tropeçaram, outros tiveram as costas das cadeiras nas quais repousavam repentinamente quebradas, alguns membros da equipe derramaram tinta em seus documentos. Gritos estouraram ao verem o meu redor.
Adquiri o cartão de registro de um aventureiro sem mais problemas. Tiz me entregou metade da recompensa e venda de material do ogro. Eu tenho cinco moedas de prata. Ele pagou a taxa de inscrição para mim também. Eu não me incomodei em agradecer.

"... tchau" (Shedy)
"Obrigado pela ajuda, Shedy. Volte em alguns anos depois de se tornar uma beleza. Eu vou fazer você minha!", ele riu com gosto.

Quem diabos namoraria você? E você nem disse quem ou onde estava.
... que cansativo. De muitas maneiras.
Parece que não há muitos que possam usar [Identificação]. Um cristal de 10 usos já custa três pratas, quando você precisa fazer isso quase cem vezes para aprender a habilidade.
E ouvi dizer que, mesmo quando você aprende a habilidade, se você pertence à raça humana, que possuía órgãos sensoriais fracos, ainda consume um pouco de magia. Os aventureiros normais tinham que ser econômicos com suas habilidades, também usando o cristal de vez em quando. Ninguém desperdiçaria sua magia e dinheiro em identificações aleatórias. Talvez o custo de mana de 1 ponto se devesse apenas ao fato de eu ser um monstro.
Eu realmente precisava de uma maneira de esconder melhor meu status de monstro...

Depois de um tempo, finalmente encontrei meu destino: a diligência. Conversei com o motorista de meia-idade, de aparência entediada.

"Com licença, quanto custa uma passagem para a capital?" (Shedy)
"A capital, não é? São cinco moedas de pratas e partimos em três dias. Se o tempo estiver bom, talvez cheguemos em cinco dias" (Motorista)
"Eu entendo. Obrigada..." (Shedy)

Enterrei meu choque ao dizer minhas cortesias e depois fui embora.
Eu poderia lidar com o preço de uma maneira ou de outra, mas três dias mais outros cinco... muito desperdício de tempo.
Comecei realmente a pensar em voar para lá. No entanto, essa era uma jornada de cinco dias em uma diligência. Eu poderia facilmente me perder.
Então eu verifiquei o trem. Para minha sorte, havia um trem indo para a capital que sairá hoje à noite e levará apenas um dia. Isso é muito rápido.
Mas o bilhete custa 5 pequenas moedas de ouro.

Vamos ver... a moeda seguia potências de 10, então dez vezes uma prata? 5.000 dólares? Você deve estar brincando comigo.

Eu só tinha cerca de 10 pratas na mão. Mesmo que eu saísse agora para encontrar e "confiscar" o tesouro de alguns bandidos, levaria mais de um dia.
... tudo bem, contrabando é.
Quando comecei a procurar maneiras de me esgueirar a bordo, ouvi a voz de um homem atrás de mim, falando quase num sussurro.

"Ei, mocinha. Você quer entrar naquele trem, certo? Eu sei um jeito" (Homem)



Nota do Autor
Explicação rápida sobre a [Identificação], [Habilidades] e [Crianças de Deus].

Entre os cidadãos normais, quase ninguém pode usar a identificação como uma habilidade. Apenas alguns comerciantes podem. E aprender a habilidade não vinha sem inconvenientes, a raça humana, com sua baixa percepção, tem que consumir 10 pontos de magia para cada uso. Até os aventureiros usariam a habilidade apenas em situações críticas.
A maioria das pessoas com necessidade de identificar ainda compra e usa cristais.
A razão para o baixo número de pessoas que podem usar a habilidade não se deve apenas ao custo, mas também ao fato de não haver muitos cristais no mercado.

Os Templos, para manter o preço dos cristais estáveis para o benefício dos aventureiros, estavam limitando a quantidade de cristais disponíveis. Assim, a demanda sempre era alta.
As habilidades geralmente eram adquiridas após o treinamento. A humanidade em Yggdrasia nem sabia que as habilidades tinham níveis diferentes.

Então, como foram decididos as classes? Com cada aumento no nível da habilidade de combate, uma pessoa poderia aprender e usar mais uma Arte de Combate. Esse número de artes aprendidas decidia a classificação. Os jogadores aprendem as artes automaticamente.
Na auto-Identificação, as únicas pessoas que podiam ver as habilidades gerais que possuíam eram os jogadores.

As habilidades especiais das [Crianças de Deus] eram diferentes das Habilidades. Dizia-se que as habilidades eram devidas à influência do mana. Apenas um em cada mil nascia com essas habilidades.
Talvez as habilidades especiais dos testadores alfa secretos também tenham vindo do mana que vaza de Yggdrasia para a Terra.
"Ei, mocinha. Você quer entrar naquele trem, certo? Eu sei um jeito" (Homem)

Eu me virei para a voz. Era um homem magro, com cerca de trinta anos. Suas roupas fariam com que ele parecesse um cidadão perfeitamente normal, se você ignorar os olhos sombrios e os maneirismos esquisitos. Honestamente, ele parecia terrivelmente suspeito.

"... o que?" (Shedy)
"Venha agora, não precisa ser tão cautelosa. E não levante sua voz. É óbvio que o preço do bilhete está causando problemas, certo? Então eu tenho a coisa certa..." (Homem)

O homem se aproximou e sussurrou em uma voz quase inaudível.

"Diga-me, quanto você pode pagar?" (Homem)
"... oito moedas de pratas", respondi honestamente.

O homem fez uma careta, parecendo obviamente decepcionado. "Hmmm... não é o suficiente, mas vai sair hoje à noite. Tudo bem então. Venha comigo. Coincidentemente, temos um local livre hoje à noite. Mas não há garantias de conforto" (Homem)

Eu apenas assenti. O homem saiu alegremente e eu o segui.

Ele pode estar com sinais de néon brilhantes acima da cabeça dizendo [transações ilegais aqui]. Normalmente, você pensaria que talvez ele fosse o tipo de contrabandista que leva as pessoas para a sala de carga, mas, considerando mais de perto, algo parecia não estar certo.
A capital estava longe, mas leva apenas cinco dias de diligência. O trem pode chegar lá em um único dia sem atrasos e sem ter o risco de ataque de bandidos, mas eu não achava que havia tanta demanda por esse tipo de contrabando de passageiros. As únicas pessoas com esse tipo de necessidade provavelmente eram procuradas por fugitivos ou refugiados.

Era sombrio como o inferno. Mas no meu caso, eu tenho um bom motivo para segui-lo.
Deixamos a deslumbrante estação de trem para trás, seguindo os trilhos. Eu vi cada vez menos pessoas. As casas começaram a ser substituídas por abrigos feitos de terra e lama. Talvez o barulho e a vibração do trem tenham reduzido o preço da terra aqui.
Entramos em um grande armazém perto da ferrovia. Havia mais de dez humanos verificando algum tipo de caixote de madeira, além de alguns escravos homens-fera carregando um caixote grande.
O homem gritou em direção ao fundo da sala. "Presidente! Uma última 'passageira' está aqui!"

"Ei, bom trabalho!", uma voz profunda respondeu. Pertencia a um homem amplo e musculoso, com cerca de cinquenta anos. Ele parecia totalmente um chefe de uma gangue de bandidos disfarçada.

O chefe me examinou da cabeça aos pés. Ele sorriu: "Inferno, não esperava isso de você! Você nos deu uma ótima!"

"Heheh!", o homem magro riu assustadoramente.
"Escravos! Levem a carga para a estação! Garota, você vai por esse caminho" (Presidente)
"..." (Shedy)

Nesse ponto, eu não achava que haveria uma reviravolta revelando esses homens como realmente pessoas boas. Eu ainda segui silenciosamente o chamado presidente. Paramos em frente a uma grande caixa.

"Você vai ficar aqui" (Presidente)

Outro homem ao lado do caixote abriu a tampa. Vi apenas garotinhas lá dentro, humanas e meninas-fera. Havia cerca de dez delas juntas. Todas bonitas, e parecendo que elas foram cuidadosamente escolhidas.
Algumas estavam chorando. Algumas com rostos vazios, já se resignando ao seu destino. Alguns estavam encolhidas de medo...

"Ei... elas não parecem passageiras para mim", eu murmurei.

O presidente deu uma risada, que depois se transformou totalmente em uma gargalhadas. "É assim mesmo? Desculpe desapontá-la, então. Elas estão realmente recebendo um bom tratamento aqui. Elas são presentes para os nobres da capital, afinal".
Então ele deu uma ordem, com as mãos ocupadas pegando um charuto: "Vocês dois, coletem a tarifa da nossa mais nova passageira e leve-a para dentro!"

"Entendi", o homem magro e outro homem riram. As mãos deles chegaram em minha direção.

... bem, isso estava dentro das expectativas.

"Tudo bem, nos dê tudo de você-urk!" "O qu-aghk!"

Transformei meus dois braços em névoa, enchendo seus pulmões e absorvendo suas vidas.
Como eu pensei, meu poder de combate ainda está baixo demais para secá-los em um instante. Eu recuperei apenas dez por cento da minha magia.

"Vamos lá, por que vocês estão demorando tanto..." (Presidente)

Os gemidos deles levaram o presidente a se virar e ele foi recebido com a visão de seus homens rapidamente se transformando em múmias de pé. O charuto, que tinha acabado de ser aceso, caiu de sua boca aberta.

"O qu-..." (Presidente)

[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
[Pontos de Magia: 206/776] 16↑
[Poder Total de Combate: 282/853] 17↑

Eu já sabia disso, mas os humanos eram realmente muito mais eficientes. Eu entendi totalmente os sentimentos daqueles monstros que atacavam os seres humanos assim que os viam, agora.
E não é como se eu vá seguir para uma onda de assassinatos de humanos. Encontrar esse tipo de lixo da sociedade para matar era uma ocasião rara para mim.
Eu mantive meus braços enevoados, lançando um sorriso cheio de gratidão ao presidente. O rosto dele se contraiu. Ele gritou.

"Todos vocês, venham aqui! Essa pirralha maldita é uma aberração!!" (Presidente)

Atendendo ao chamado, cerca de cinco subordinados correram para dentro, vindos da entrada. Talvez o resto estivesse pegando armas?

"O que há de errado, presidente?!" "Esta é a pirralha?!" (Homens)

Eles estavam me subestimando porque eu era uma criança ou eles eram leais ao chefe? Os homens vieram apenas com as mãos nuas ou, no máximo, usando pequenas facas como armas.
O poder deles era de cerca de 100. Eu supuonho que eles eram homens acostumados à violência, e eu nem tinha 300 no momento. Ainda assim, eles não tinham armas eficazes. Eu nunca perderei.

"Que porra é essa mer-aargk..." (Bandido)

Engasguei um deles dentro de laços de névoa. Ele caiu como um galho de árvore podre e seco. O medo do desconhecido empurrou os outros quatro para trás alguns passos.

* Bang *! Juntamente com uma explosão, senti algo perfurar meu estômago.

"H-Hahahah... você está morta, aberração!" (Presidente)

O presidente estava apontando um tubo curvo de sua mão para mim. Parecia uma pistola dos tempos antigos.

"Aqui está a nossa chance! Todos, peguem ela!", ele ordenou. Os homens reprimiram o medo, se entreolharam e depois assentiram. Eles se aproximaram.
Virei meu braço direito tangível novamente, depois tirei um dos punhais restantes que eu tinha e usei para cortar o pescoço do líder do grupo. Ele caiu enquanto engasgava com o próprio sangue. Os outros três homens estavam avançando sem muito cuidado, então eu quase enevoei para uma forma maior, do tamanho de um adulto e os drenei em um instante.

"Um monstro...?" (Presidente)

Aparentemente, o presidente tinha a impressão de que transformar meus braços em névoa era apenas uma habilidade especial, muito parecida com a das [Crianças de Deus]. Até agora, ele ainda pensava que eu era [humana].
Se eu fosse uma, seu tiro naquela hora teria sido verdadeiramente fatal. Mesmo com meu corpo de névoa, ainda doeu bastante devido à alta densidade que eu tinha na minha forma humanoide. Eu atinha começado a recuperar minha magia novamente, e ele já me fez desperdiçar parte dela.

[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
[Pontos de Magia: 226/816] 40↑
[Poder Total de Combate: 307/897] 44↑

""""Presidente!"""" (Bandidos)

Eu senti mais de dez pessoas se aproximando da entrada no meu radar. Reforços com armas, talvez.
Bem, então... hora de levar a sério.
Me tornei névoa completamente, saindo de minhas roupas e inchando em uma nuvem ameaçadora. Em um canto da minha visão, vi as pernas do presidente cederem. Ele tem [Medo] de mim.


* * *



Percebi uma coisa das batalhas que tive até agora: ganho mais magia ao absorver pessoas que tem pensavam ruins. E eu posso recuperar mais magia de pessoas que estejam com [Medo] de mim.
Foi por isso que lutei na minha verdadeira forma, exceto que... eu esqueci as crianças.
Que erro. Pobres garotas, algumas delas até se urinaram de terror. Eu realmente não deveria deixar testemunhas vivas, mas, bem...

"Não contem a ninguém, certo? Se não..." (Shedy)

... Vou te comer.

Elas pareciam ter entendido as três palavras que eu deixei não ditas quando viram meu sorriso. Todas elas assentiram freneticamente com olhos chorosos. Blobsy comeu todos os cadáveres de qualquer maneira, então eu não acho que alguém acreditaria nas crianças imediatamente se elas ainda decidirem falar.
Elas poderiam encontrar o caminho de volta para casa sozinhas, certo? Senti pena das garotas demi-humanas, mas não era obrigada a salvar todos, nem tinha margem de manobra para isso.
Enfim, visitei a sala dos traficantes de seres humanos para pegar um pouco de dinheiro. Encontrei 3 grandes moedas de ouro e 5 pequenas moedas de ouro. Isso era o suficiente para um bilhete de trem expresso.
Voltei para a estação, meu humor flutuante. Esperando por mim, estava uma descoberta chocante.

"Espere, você disse que está esgotado?" (Shedy)

Os ingressos para a capital estavam esgotados. Quem diabos gastaria tanto com isso?
Segundo o jovem que dirigia o escritório de venda de passagens, o trem tinha cinco vagões. O primeiro é a locomotiva, então havia quatro vagões disponíveis.
Um deles era para carga, outro para jantar. As pessoas podiam andar nos dois restantes, mas esses carros não eram do tipo que tinham fileiras e filas de assentos, como eu imaginava. Em vez disso, eles tinham salas privadas com capacidade para seis pessoas e cada carro tinha quatro salas. Havia apenas oito quartos no total.
As únicas pessoas que pagavam tanto por uma carona eram os nobres ou os ricos, então geralmente esses quartos não eram compartilhados. Pagar por um quarto inteiro significava pagar por seis, mas eles tinham dinheiro. Eles não se importavam.

"Desta vez, hteve um figurão de outro país. Eles alugaram um carro inteiro. Então, na verdade, já estávamos sem ingressos desde ontem... A propósito, se você ainda não tem um quarto de pousada, que tal vir para à minha casa?" (Vendedor de Passagens)
"Não, obrigada" (Shedy)

E aqui estava eu, pensando que ele estava sendo surpreendentemente amigável...
Parece que as pessoas aqui não se importam tanto com a idade quanto as pessoas na Terra, apenas com aparência e corpo. Na cidade, eu até vi um homem com mais de trinta anos ligando os braços com uma adolescente.
Bem, mesmo com essa diferença, meu corpo ainda era apenas o de uma criança.

Além disso, o que fazer com a viagem de trem...
Tudo bem então, acho que irei me contrabandear a bordo. No final, voltei ao meu plano original. Mas agora que sabia que havia espaço para traficar crianças no vagão, eu entrei.
Se me lembro corretamente, um dia neste mundo era quase o mesmo que na Terra. Vi uma torre do relógio nova no centro da cidade. Eu me perguntei se era um sinal de vazamento da cultura da Terra.
O trem partiria às nove horas da noite. As pessoas estavam embarcando depois de jantar na cidade. Eu me misturei na escuridão e entrei pela janela do vagão, pouco antes do trem partir.
Como eu estou agora, eu posso me agarrar ao trem, mas havia uma razão pela qual eu queria garantir um espaço relativamente seguro.


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 565/935] 119↑
[Poder Total de Combate: 658/1028] 131↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Adepto)| |Empacotador Experiente| ]
[Aumento de Classe Disponível]


Eu não sabia se era porque minha magia quebrou os 900 pontos ou porque meu poder de combate quebrou os 1000 pontos. Tudo o que eu sabia era que eu poderia aumentar minha classe novamente.
Diz [classe], então minha raça não vai mudando, certo? Não acho que vai ser um problema. Ainda assim, esse é meu primeiro aumento de clssse desde que escapei do sistema.
Sempre que eu evoluía, o processo sempre terminava antes que eu pudesse entender o que estava acontecendo. Mesmo assim, eu acreditava que era melhor manter uma imagem clara do que eu queria ser em minha mente.
Tudo bem... eu quero ser mais forte, mantendo o meu corpo de névoa... se possível, eu quero ser forte o suficiente para a minha forma humana ser viável em combate também.
Eu ficava repetindo essas palavras na minha cabeça, como um mantra, na tentativa de esculpi-las profundamente em minha mente. Sentei-me com os joelhos abraçados em um canto da área de carga. E antes que eu percebesse, minha consciência afundou no sono.

...............
.........
......
...

"Ei, Shedy. Acorde!" (???)

... bwah?



Nota do Autor
A linha vermelha representa a jornada da Shedy neste mundo. Pode ser difícil de ver, no entanto. Nesta visão, parece que ela não se moveu muito.




Eu pensei que não precisava mais dormir. Eu me perguntei se era porque eu estava mudando de forma ou porque estava aumentando minha classe, mas vi sonhos daqueles dias novamente, depois de tanto tempo.
Realmente, pensei que já era hora de superá-los...

............

"Ei, Shedy. Acorde!" (Tiz)

... bwha? Minha consciência despertou com pressa. Informações do mundo exterior inundaram minha mente.

"... Por quê você está aqui?" (Shedy)
"Essa é a minha fala" (Tiz)

Eu ainda estava com o capuz. Minhas orelhas ainda devem estar escondidas por enquanto.
Fiquei sentada, os joelhos ainda abraçados e olhei para cima. Dentro do vagão barulhento, vi Tiz parado ali, como se ele fosse o dono do mundo inteiro, olhando para mim. O homem pomposo está usando roupas muito mais sofisticadas do que o que ele usava quando nos separamos.
Atrás e à sua esquerda estava um velho de cabelos prateados em roupas de mordomo. Ele estava segurando uma lanterna, seus olhos olhando fixamente para mim.
Atrás e à direita de Tiz, havia uma mulher em uniforme de cavaleiro, com cabelos pretos em um rabo de cavalo, parecendo estar na casa dos vinte anos. Uma espada irradiando fraca luz mágica estava em sua mão. Ela a segurava em uma posição de alerta, os olhos brilhando com óbvia hostilidade.

"Então parece que ela é realmente sua amiga, garoto. Quem é essa garotinha?" (Mordomo)
"Pare com o 'garoto' já, vovô. Ela me ajudou quando eu estava tentando chegar na cidade. Então, Shedy, por que você está aqui? Fale" (Tiz)

Não era um interrogatório, mas apenas Tiz se divertindo tentando me levar a um canto, especialmente quando ele estava se aproximando desse jeito.

"Umm...", comecei a pensar em como responder.

Então, de repente, a cavaleira entrou entre nós. "Senhor, não se aproxime!", ela se virou para mim: "Fale! Você deve ser uma assassina contratada por algum outro nobre, não é?! Se você não confessar, talvez alguma tortura faça você..."

"Salia, pare imediatamente! Eu estou falando com a Shedy aqui. Fique fora!" (Tiz)

O rugido de Tiz foi suficiente para abafar até o barulho do trem por um momento. A cavaleira começou a recuar, agitada. O rosto dela ficou pálido. Ela mordeu os lábios com descontentamento e olhou furiosa para mim.
Vendo sua resposta, Tiz fez uma careta. Ele suspirou, as mãos coçando a cabeça e virou-se para o mordomo.

"Vovô, vou levá-la para o quarto de hóspedes. Lide com as formalidades para mim" (Tiz)
"... Entendido" (Mordomo)

O mordomo simplesmente se curvou, as sobrancelhas levantando uma fração como o único sinal de seus pensamentos. Ele entregou a lanterna a um dos cavaleiros presentes atrás dele e rapidamente saiu da sala de carga.

"Senhor, você não deve! Não podemos confiar nela!" (Salia)
"Salia, cale a boca. Shedy, vamos lá" (Tiz)
"..." (Shedy)

Eu pensei que ele era um nobre. Aparentemente, ele é um tiro muito maior do que eu imaginava.
Eu não sei como ele conseguiu descobrir minha presença no trem tão facilmente. Eu não conseguirei continuar nesta sala, então me levantei silenciosamente e o segui.
Quando saímos do vagão, percebi que já era de manhã.
Parece que faz muito tempo desde que eu via a luz. Enquanto eu estreitava os olhos, a cavaleira irritada atrás de mim se moveu apenas um passo mais perto. Ela estava rangendo os dentes e olhando para mim, sua espada ainda desembainhada. Ela sussurrou.

"Não pense que ganhou, putinha..." (Salia)
"..." (Shedy)

[Relançar]

"Eeek!" (Salia)

Ela perdeu o equilíbrio no tremor do trem, mas conseguiu colocar a mão na parede e se estabilizou antes que pudesse cair... hein, então ela se aprumou bem. Bem, tanto faz. Fazer isso foi um desperdício de magia em primeiro lugar.
A cavaleira... Salia, certo? Seu rosto ficou escarlate pela quase queda. Ela finalmente parecia ter percebido o perigo de deixar a espada para fora e a embainhou, o pé batendo na marca que a ponta da lâmina deixou no chão do trem, tentando escondê-la. Vamos falar para o condutor mais tarde.
O vagão de carga estava no final do trem e, aparentemente, o grupo do Tiz estava ficando no da frente dele. Vi cavaleiros e empregadas servindo em pares, curvando-se para Tiz enquanto ele caminhava pelo corredor. Parece que ele é exatamente o "nobre de outro país" que eu ouvi falar.
Um carro era para 24 pessoas. A tarifa do ingresso de cada pessoa era de 5 pequenas moedas de ouro. Então, alugar um carro inteiro custaria 12 grandes moedas de ouro...
Gastar 24 grandes moedas de ouro para um bilhete de ida e volta para caçar só porque estava entediado. Que bolsos profundos o Tiz tem. Além do quarto de hóspedes, vi portas que davam para o que parecia ser o vaso sanitário e o chuveiro. Esse tipo de viagem de trem foi a primeira vez para mim.
Tiz continuou andando e entrou no quarto de hóspedes, bem no meio do carro. Eu segui atrás dele. Salia entrou por último, depois ficou na frente da porta. A sala tinha aproximadamente 14 metros quadrados. O mordomo daquela hora já estava lá, preparando o chá.

"Shedy, sente-se na minha frente" (Tiz)
"Sim" (Shedy)

Minha resposta casual me rendeu outra onda de sede de sangue da Salia.
Tiz sentou na única poltrona do sofá no canto da sala. Eu me mudei para sentar no sofá de três lugares em frente a ele. Assim como eu, o mordomo começou a servir chá para nós dois.

"Vamos lá, fale" (Tiz)
"Primeiro, como você sabia que eu estava lá?" (Shedy)
"Eu fiz isso! Deus me concedeu a capacidade da [Detecção de Presença] para impedir que o perigo recaia sobre o meu senhor!", interrompeu Salia, ainda não aprendendo sua lição.

Então isso significa que ela também é uma [Criança de Deus]? Foi assim que ela me encontrou? Ok, eu entendi essa parte, mas então por que Tiz veio? Você normalmente não chama o condutor do trem se acha que encontrou algo suspeito?
Acabou que as [Criança de Deus] eram surpreendentemente comuns. Ou talvez suas habilidades foram exatamente o que os levou a servir nobres.

Mas chega de minhas reflexões. O rosto de Tiz já estava começando a parecer irritado por causa de suas repetidas interrupções.
O mordomo tentou esfriar as coisas. "Ahem. Senhorita Salia, nosso jovem senhor ainda está falando".

"M-minhas desculpas..." (Salia)
"Eu quero ver o leilão na capital", as coisas não estavam indo a lugar algum, então admiti meu motivo. Tiz pareceu triunfante por um momento, o que imediatamente se transformou em descrença quando ele se recostou no sofá.
"O que, então você queria tanto ver o leilão que se esgueirou no trem para obter minha ajuda?" (Tiz)
"Eh? Por quê?" (Shedy)
"Eu disse que também ia ao leilão, não é?" (Tiz)
"Eu não sabia que você estava neste trem, Tiz" (Shedy)
"Cesse suas mentiras! Obviamente, você está aqui para enganar meu senhor, usando sua generosa compaixão! Plebeia imunda, que outras artimanhas..." (Salia)
"Eu tenho dinheiro" (Shedy)

Bati uma grande moeda de ouro em cima da mesa para calar a boca da Salia, atraindo a visão de todos. "Eu ia comprar uma passagem, mas depois descobri que alguns nobres já haviam alugado o carro inteiro".
Eu olhei para Tiz em protesto. Ele simplesmente parecia estar se divertindo, e sua atitude arrogante aumentou mais um pouco.

"Isso não é um problema, então. Vovô, venda um dos assentos do carro para Shedy aqui. Isso faz de você seja uma passageira oficial agora. Seja grata" (Tiz)
"..." (Shedy)

Problema resolvido, mas me pergunto, por que não sinto nem um pouco de gratidão...

"Garoto, tudo bem e tudo... mas por que você está ajudando ela? É verdade que seu retorno foi uma sorte. No entanto, você já não a pagou?" (Mordomo)

Salia assentiu vigorosamente com as palavras do mordomo. Eu estava me perguntando isso. Por que ele estava tentando se envolver tanto comigo?
Sob o mesmo olhar de três pessoas diferentes, Tiz deu um sorriso selvagem e cheio de dentes.

"Porque ela será minha garota. Por que mais?" (Tiz)
"... eh-" (Shedy)
"O QUEEEEEEEE?!" (Salia)

Droga, Salia, meus ouvidos. Fiquei pasma, a harpia atrás de mim estava gritando, e o mordomo apenas esfregou a testa exasperado. Ele olhou fixamente para Tiz.

"Garoto, essa garotinha ainda é uma criança, o que você está pensando... admito, ela tem características bastante justas, mas não faltam mulheres bonitas para você escolher. E a jovem do conde Soel?" (Mordomo)
"A garota com quem eu marquei uma reunião? Hah, a mulher continuou exigindo luxos. Eu só a assustei um pouco e ela já fugiu em lágrimas, dizendo que eu sou terrível ou algo assim" (Tiz)

Isso foi terrível. Para ambos. De várias maneiras.

"Enquanto Shedy aqui nem sequer pestaneja! Muito descarada, ou talvez eu deva dizer que ela tem coragem. Eu gosto disso. Mas deve ser menos fria, garota!" (Tiz)

Dane-se, eu não preciso da sua opinião.

"E além disso, a idade dela não é um problema, basta dar a ela mais três ou quatro anos... hmm? Shedy, você cresceu?" (Tiz)
"Você está apenas imaginando" (Shedy)

Ele não estava imaginando isso. Minha classe mudou algumas coisas sobre mim.


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Alta)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 1065/1100] 165↑
[Poder Total de Combate: 1175/1210] 182↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Mestre)| |Empacotador Especialista| ]


(Classe Baixa) agora é (Classe Alta). Eu ganhei um pouco de magia e poder de combate.
Com o [Empacotador] passando de 'Experiente' para 'Especialista', minha capacidade de armazenamento deu um salto. Minha intuição me diz que eu não estava mais limitada a objetos sólidos como antesm eu posso armazenar líquidos agora.
E com a [Forma Humanoide] passando de 'Adepto' para 'Mestre', a textura e a sensação da minha pele não eram mais distinguíveis das de um ser humano real, mesmo quando examinadas de perto. Minha pele e cabelo pareciam tão macios e brilhantes que parece que eu acabei de sair de um salão de beleza.

A seguir, e talvez a parte mais misteriosa: meu corpo de uma menina de dez anos cresceu mais cinco centímetros, e eu não era mais apenas um cilindro liso e plano. Eu ganhei uma pequena curva.
Parece que finalmente consegui voltar aos meus onze anos, eu suponho?

"Sério? Bem, tanto faz. Sua aparência não será um problema depois de mais dois ou três anos. Olha, vovô. Mesmo entre as damas da nobreza, você quase nunca vê uma pele assim tão branca" (Tiz)

Isso é porque eu sou albina.

"Honestamente, me fez pensar se ela tem sangue azul correndo nas veias" (Tiz)

Eu nem podia negar isso. Eu sou um demônio, afinal.

"Pensei que se pudéssemos nos encontrar novamente alguns anos depois, por coincidência ou não, eu a estaria tomando para mim. Eu nunca esperei que nossa reunião aconteceria tão cedo. O destino deve estar me dizendo para fazê-la minha" (Tiz)

Não, eu não tinha ouvido nada desse 'destino' de qualquer pessoa.
Salia congelou em descrença. O mordomo começou a esfregar a testa novamente. Desta vez, ele se virou para mim.

"Senhorita Shedy. Posso ouvir seus pensamentos?" (Mordomo)

Percebi que o mordomo começou a usar 'senhorita' em vez de apenas me chamar de 'garotinha' agora. Ele já está desistindo? Quão indulgente era Tiz normalmente?

"Não, obrigada. Sou grata por você não ter contado sobre minha entrada clandestina, mas seguirei meu próprio caminho quando chegarmos à capital" (Shedy)

Minha recusa clara fez Salia sorrir, o mordomo suspirar levemente e Tiz sorrir. Ele se inclinou para frente.

"O leilão é daqui a dois dias. Shedy, você tem as qualificações de entrada?" (Tiz)

... qualificações?

"O leilão do Reino Trestan é um evento muito importante, no mesmo nível da Confederação Comercial da Deulx. Segurança extremamente rigorosa. Eles não deixam ninguém em quem não confiam entrar. Os participantes normais teriam que morar em Trestan por pelo menos meio ano e pagar 10 grandes medalhas de ouro como depósito apenas para entrar. Você atende a uma dessas condições? Você queria tanto ver o leilão que entrou no trem, certo? Meus servos poderiam entrar muito bem, só para você saber" (Tiz)
"..." (Shedy)

Tão sujo. Os adultos eram tão sujos.

"Oh, não se preocupe, isso não sou eu fazendo um avanço sobre você. Você é uma Empacotadora, não é? Você será apenas minha transportadora de bagagem. Que tal isso?" (Tiz)

Se eu tivesse mais margem de manobra até o leilão, poderia tentar roubar a pedra. Mas, aparentemente, a segurança é extremamente rigorosa. E, infelizmente, eu não tinha as informações necessárias para me esquivar da vigilância. Porém, há uma coisa certa: a pedra mágica do No.17 será revelada no dia do leilão.

Restam vinte e três dias. Eu não vou desistir.

"... Entendido" (Shedy)
"Tudo bem, isso é um acordo. Vovô, cuide das roupas dela! Certifique-se de que ela esteja em forma para andar ao meu lado!" (Mordomo)

... Eu já estou me arrependendo disso.




Nota do Autor
E houve a declaração "seja minha" lol

A propósito, Tiz tem algumas garotas que podem ser generosamente chamadas de 'suas amantes'. Ele não é um 'pedo'. A zona de ataque dele é apenas larga, de 15 a 35.

As [Crianças de Deus]] são cerca de um em cada mil. A chance de encontrar uma delas é a mesma de ver alguém da TV na sua cidade. Assim como é mais fácil vê-las perto da capital, elas também podem ser encontradas na companhia de nobres.

A [Detecção de Presença] da Salia consome muita magia, então ela só pode usá-la novamente quando a manhã chegar.
"Sim, eu sabia. O vermelho fica bem em você. Sua pele branca e seu cabelo realmente fazem esses seus olhos vermelho-sangue saltarem", me vendo em um conjunto completo, Tiz acenou com a cabeça, satisfeito.
"... Obrigada", respondi concisamente.

Restavam vinte e dois dias de tempo restante.

Quando chegamos à estação na capital de Trestan na noite passada, fomos recebidos por mais de uma dúzia de subordinados e cavaleiros do Tiz.
Se todo o grupo tivesse ido, eles teriam que alugar o trem inteiro. Parece que quem controlou a coisa toda sabia que tudo isso seria demais. O que significa que deve ter sido o mordomo, não o Tiz.

No dia seguinte, que é hoje, as roupas chegaram à pousada de alto padrão em que estamos hospedados. Ninguém tinha vindo para medir meus tamanhos, mas todas as roupas se encaixaram perfeitamente.
Eu estou usando uma blusa de camponesa branca de alta qualidade, com uma saia preta pregueada até os joelhos e botins de couro preto.
E cobrindo todos eles, está um casaco com capuz confortável em um tom vermelho escuro calmante. Não importa como você olhe, eu sou basicamente a Chapeuzinho Vermelho aqui.
Como as coisas chegaram a este ponto? Me lembrei dos acontecimentos de ontem, quando ainda estava no trem.


* * *



Tiz ficou entediado por ficar preso em um trem por um dia inteiro, o que significa que eu estou em seu quarto de hóspedes para seu entretenimento. Salia ainda está montando guarda em frente à porta. Nos papéis, eu sou sua [serva], mas não me importei em mudar minha atitude, e Tiz também não havia dito nada sobre isso. Qual foi a gota d'água que empurrou Salia além do limite. Ela estalou a lingua para mim.

"Quanto tempo você planeja se esconder nestes trapos? Mostre algum respeito. É sufocante ver você ainda dentro deste casaco, mesmo em ambiente coberto" (Salia)

Eu concordei sinceramente. Mas não é como se eu estivesse usando isso porque gosto. Se o Tiz descobrisse sobre minhas orelhas aqui, ele provavelmente cairia na gargalhada e então imediatamente me escravizaria como seu brinquedo.
Normalmente, se isso acontecesse, eu teria apenas que evaporar todos os passageiros do trem, mas Tiz aqui tem quase 800 de poder de combate. Mesmo a boba Salia tem cerca de 400. Os outros cavaleiros também tem cerca de 200 de poder, então lutar contra eles seria bem complicado. Eu suponho que o ponto crucial estaria em quão rápido eu poderia lidar com a Salia primeiro...
Eu olhei para ela em minhas deliberações. Ela estremeceu um pouco de susto.

"O-O que é isso?! Eu só falei a verdade" (Salia)
"Pare com isso, Salia. Você também, Shedy. Se realmente chegar isso virar uma briga, não vou impedir vocês duas, mas você deve saber que ela é uma cavaleira mágica. Apesar do que você possa pensar, ela é muito capaz", interrompeu Tiz na tentativa de mediar.
"É assim mesmo..." (Shedy)

Então ela é mais como uma maga do que uma artista marcial? Eu suponho que sua arma tenha algum encantamento poderoso. Ela pode ser muito mais problemática para mim do que eu pensei.
Não dei sinais de querer fazer as pazes, e o mesmo acontecia com ela. Então Tiz começou a falar, parecendo que acabou de pensar em um novo jogo.

"Isso me lembrou, você tem muita magia também, Shedy. E a julgar pelo seu poder de combate, você usa essa magia para lançar feitiços, certo? Não achei que uma garotinha viajando sozinha seria fraca. Talvez haja um segredo escondido neste casaco?" (Tiz)

Ele lançou um olhar penetrante para a parte da minha cabeça que eu estava escondendo.
Suspirei e comecei minha desculpa preparada. Eu apontei para seus braços.

"Hmm? O que você quer dizer com isso?" (Tiz)
"Minha pele é muito branca, sou fraca à luz. Mesmo essa quantidade de luz interna já é suficiente para machucar meus olhos" (Shedy)

A falta de pigmento me torna bastante sensível a todos os tipos de luz. Ao contrário de antes, é apenas um problema trivial agora, mas a iluminação neste trem - elas são itens mágicos também? - tem quase o mesmo brilho que o da Terra moderna.

"Entendo" (Tiz)

Depois de alguns momentos pensando, Tiz acenou com a cabeça e prontamente tocou a campainha perto de sua mão.

"Vovô, certifique-se de que haja um casaco com capuz ao preparar as roupas dela. Um vermelho-sangue seria bom" (Tiz)


* * *



Ele está brincando comigo...?
Ele é uma espécie de nobre importante, certo? Isso estaria ao seu alcance?

Agora, eu estou ajudando nos preparativos para o leilão de amanhã. Eu estou cuidando da sua bagagem, o que é uma das responsabilidades de seus criados. Mesmo que eu seja uma apenas no papel.

"Shedy, você pode esconder armas?" (Tiz)
"Armas?" (Shedy)
"Sim. As regras oficiais dizem que você não tem permissão para entrar com armas. No entanto, haverá nobres incógnitos de outros países como eu no leilão, além de pessoas do submundo também. E você pode banir armas, mas não pode banir magia. Haverá alguns participantes armados secretamente" (Tiz)
"... contanto que não seja muito grande. A propósito, nobre de que país você é?" (Shedy)
"Hah, curiosa? Eu vou te dizer se você se tornar minha serva de verdade" (Tiz)
"Não, realmente... apenas pensei que você é muito jovem para ser o... o que era mesmo... o chefe atual, certo?" (Shedy)
"Mmm, bem... eu suponho. E eu já tenho vinte e sete anos, não sou mais tão jovem. Não é uma idade incomum para um chefe de família" (Tiz)
"... Eu realmente pensei que você era mais jovem" (Shedy)
"É assim mesmo?... Certo, entendo. Então há uma coisa que eu ouvi, que aparentemente alta magia tende a fazer você envelhecer mais devagar. No entanto, isso provavelmente acontece com menos frequência em famílias comuns. Além disso, as crianças crescem rapidamente, então talvez seja por isso que eu pensei que você de repente parecia mais velha" (Tiz)
"Umm, sim, deve ser..." (Shedy)

Tiz começou a comparar as armas que os cavaleiros trouxeram. No meio do caminho, ele parecia ter ficado entediado. Ele pegou algumas adagas com pequenas pedras mágicas inseridas.

"Vamos pegar tudo isso. Guarde estas, Shedy" (Tiz)

... Eu estava ficando sem adagas de bandido, então talvez seja hora de um reabastecimento. Bem, com minha Subida de Classe, não é como se eu precisasse mais de armas.


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Alta)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 1065/1100]
[Poder Total de Combate: 1175/1210]
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Mestre)| |Empacotador Especialista| ]


Meu poder não mudou nem um pouco. Afinal, não tive uma única briga depois de entrar na cidade.
E mesmo depois de reservar quartos na pousada da capital, eu estou praticamente em uma leve prisão domiciliar. As únicas exceções são quando o Tiz fica entediado e chama por mim.
Seu grupo alugou todos os andares superiores e quase superiores, enquanto me deram um quarto no andar de baixo daqueles dois. Meu quarto não é tão luxuoso quanto o deles, mas ainda é praticamente o paraíso em comparação com a favela que era o quarto do orfanato repleto de beliches.
Sempre tive um cavaleiro acompanhante para, como eles disseram, [cuidar] de mim. Por ordem da Salia ou do mordomo, talvez. A confiança deles não veio com a aprovação do Tiz, ao que parece.
Claro, eu poderia me dispersar em névoa e escapar pelas janelas do terceiro andar. No entanto, achei que fazer o que poderia ser feito no momento é melhor do que simplesmente caçar bandidos à noite, o que só causaria uma comoção e tornaria a segurança ainda mais rígida do que já está.

"... e aqui" (Shedy)

Garras afiadas, com cerca de três centímetros, cresceram das pontas dos meus dedos. A coloração vermelha delas pode ser devido a mim as imaginando vindo do meu corpo. Essa descoberta veio como resultado das minhas experiências com minha forma de névoa, e uma das coisas que tentei foi ver se os braços que crio enquanto estou disperso em névoa poderiam ter pontas afiadas ou não.
Eu acreditei que essas garras surgiram porque eu queria uma maneira de lutar na forma humana quando estava no processo de Mudança de Classe.

Eu disse [prisão domiciliar], mas estou ocupada com coisas importantes, como experiências com energia e brincar com o Blobsy, então não me importei. No entanto, sempre que saía para comer ou porque o Tiz estava entediado, Salia estava sempre lá para me olhar com uma intenção assassina. Irritante.
... ela está com ciúmes?


No dia seguinte, o dia do leilão. O grupo do Tiz partiu pela manhã. Comigo, obviamente. Tiz ainda teria seus guarda-costas até entrarmos, onde teria permissão para apenas três outras pessoas o acompanhando.
Esses três serão a guarda-costas Salia, o mordomo e, finalmente, eu. Salia estava expressando seu desacordo sobre a minha inclusão até agora, o que lhe rendeu outra repreensão do Tiz. Então ela olhou para mim novamente. Tão irritante.

O leilão será realizado em um salão público. Parece uma espécie de sala de concertos. Eu posso ver o castelo real daqui.

"Não se perca, Shedy" (Tiz)
"Sim" (Shedy)

Fomos direto para uma das cabines pessoais do segundo andar. Tiz com certeza é feito de dinheiro. Logo depois que nos sentamos, ele começou a conversar com o mordomo sobre seus planos de licitação.

"A pedra mágica amarela não pode ser o show principal" (Tiz)
"De fato. No final, é apenas uma pedra mágica incomum. Provavelmente, não será tão cara. Eu acredito que devemos nos concentrar em obter o elixir feito em Quarancinq" (Mordomo)
"E não precisamos do material artístico. Vamos ver, o que há de bom entre as ferramentas mágicas... hmm? Shedy, você quer ver também?" (Tiz)

Tiz percebeu que eu estava na ponta dos pés para ver a lista de itens que estavam sendo leiloados. Ele me deu uma lista sobressalente.
Então a pedra mágica amarela será... a segunda peça da tarde. A terceira parecia ser uma ferramenta mágica com um efeito interessante. Eu estaou um pouco curiosa. Salia também parecia curiosa, já que estava dando uma espiada atrás de mim.

"... ei você. Pegue isso aqui, é mais brilhante" (Tiz)

A iluminação do corredor estava desligada, talvez para criar uma atmosfera. Todas as mesas tem velas elegantes.

"... Porque não apenas acender a luz? Eles deveriam tê-las mantido acesas até o início do leilão. Eles estão economizando em magia?" (Shedy)
"Hah, que caipira. Esta é uma capital real com uma [Muda], não há razão para eles serem mesquinhos. Principalmente com este lugar. O corredor tem um encanamento mágico direto do castelo, nunca terá um apagão" (Salia)
"... Entendo" (Shedy)

Então a [Muda] está no castelo, então... Se bem me lembro, 99 países se formaram em torno das 99 [Mudas], certo? Talvez os humanos tenham um método para extrair e distribuir a magia da [Muda] em todo o país. Isso explicaria a abundância de energia mágica que eu vi.

"Mas isso é o suficiente. Pegue nossas armas. Estar desarmada me deixa nervosa" (Salia)
"Sim, sim" (Shedy)

Nós entregamos nossas armas na recepção. Salia estava inquieta. Em vez das novas armas, dei para ela uma das adagas sujas que peguei dos bandidos. Ela fez uma careta, mas ainda aceitou com relutância.
Naquele momento, um holofote brilhou no palco. Um anúncio soou para mostrar que o leilão terá início.

"A espada mágica do Labirinto de Segal foi para o número 56 com um lance de 10 grandes moedas de ouro e 1 moeda de prata" (a)

Essa última moeda de prata era realmente insignificante.
Havia muitas pessoas no corredor, mas apenas cerca de uma centena estava participando. Os lances matinais serão geralmente bastante calmos. O leilão só se tornaria uma verdadeira arena para os ricos à tarde, após o término do intervalo para o almoço.
Pessoas em assentos normais comiam na sala de jantar ou fora. No entanto, aparentemente os assentos das cabines, como os nossos, podem pedir comida na sala de jantar para serem servidos à mesa.
Eu realmente não conseguia comer, mas meu nível de [Empacotador] é alto o suficiente para armazenar água. Eu posso fingir que estou mastigando e, em vez disso, armazenar a comida.
A comida armazenada seria reservada para o Blobsy mais tarde.

Depois de terminar a refeição, deixei meu assento.

"Shedy, onde você está indo?" (Tiz)
"... o banheiro" (Shedy)

Tiz me dispensou com um aceno de mão.
Salia e o mordomo não mostraram nenhum sinal de que me seguiriam. Eles não são tão obsessivos, ao que parece. Eu finalmente estou livre para agir.

Saí pelo corredor bem iluminado, passei pelo banheiro e fui para o fundo do andar térreo do corredor. Lá, eu vi escadas que levavam ao porão e outro corredor indo mais fundo.
Qual é o caminho certo? Eu verifiquei o caminho que conduzia mais fundo primeiro, o que me levou a uma porta de metal com dois guardas empunhando lanças parados na frente.
Eles olharam para mim, então bateram as pontas das lanças no chão.

"Ninguém é permitido depois deste ponto!" (Guarda)
"Não vamos nos conter se você se aproximar mais, sendo um convidado ou não!" (Guarda)

Entendo. Na verdade, a segurança é estrita. Ver uma criança não afrouxou a vigilância deles nem um pouco. Eu agi com medo e voltei. Em vez disso, parece que o porão era a escolha certa.
Se eu forçasse meu caminho através deles lá, só iria criar um grande alarde. Portanto, devo fazer algo sobre a segurança estrita primeiro.
A luz diminuiu quando desci as escadas. Eu vi três sombras bem no fundo. Eles estavam jogando cartas, talvez relaxando.

"Pronto, uma reta. Essa é a minha vitória" (Guarda)
"Aww, inferno, você deve estar brincando comigo" (Guarda)
"Espere aí, você está trapaceando?" (Guarda)
"Como diabos eu estaria. Vamos, me dê as cinco pratas" (Guarda)
"Vamos lá, cara, é um pouco antes do dia do pagamento aqui. Estou quebrado pra caralho" (Guarda)
"Então que tal isso? Você sabe que temos algumas crianças no cercado dos escravos, certo? Tragam eles" (Guarda)
"Uau, tem certeza?" (Guarda)
"Ninguém saberá. Na pior das hipóteses, se eles ficarem barulhentos, podemos simplesmente desmaiá-los. Vai ter que fazer apenas uma carta de desculpas, no máximo" (Guarda)
"Tudo bem, então vou-gah!" "Urgh-" "-argg!" (Guardas)

Eu esgueirei para perto na cobertura da escuridão e sufoquei os homens em apenas alguns momentos, drenando suas vidas.
Eu vi palavras na parede que diziam [Controle de Indução Mágica]. Blobsy foi deixado para trás para limpar os cadáveres, enquanto eu corri mais para o fundo.
Restam vinte e um dias de tempo restante.

Eu não vi ninguém no meu caminho para a sala subterrânea de Controle de Indução Mágica que está fornecendo energia para o corredor.
Eu estou preparada para eliminar qualquer um que me vir, mas isso não significa que eu realizarei alegremente um assassinato em massa indiscriminado. Ainda assim... mesmo assim, eu senti como se os países humanos realmente não fossem nada para mim.
... Eu me perguntei se esse desgosto vinha da discriminação pela minha aparência que eu venho experimentando desde sempre. É provável.
Nada mudaria apenas com as palavras de uma pessoa. Todos os humanos, até seus filhos, só viam os demi-humanos como seu gado, como bestas úteis. Não havia desprezo nem desdém aqui. Afinal, eles são apenas animais, não pessoas.
A bondade que os humanos demonstravam para com os escravos demi-humanos não é diferente do cuidado que um vaqueiro mostrava com seu cavalo.
Para os humanos aqui, matar o "gado" não é motivo para se sentir culpado.
Sempre me perguntei por que as coisas eram assim. A razão de tudo está aqui.

"... A sala de Controle de Indução Mágica" (Shedy)

Mana transbordando das [Mudas] da Árvore do Mundo que sustentavam o mundo está sendo recolhida e enviada a todos os lugares. Incluindo este lugar.
A magia movia os trens e iluminava as noites. Um recurso tão vasto que ninguém se preocupa em desligar as luzes. É tão vital para a conveniência humana quanto a eletricidade para a Terra moderna.

Não. 01... Hans... ele havia deixado as seguintes palavras em seu testamento.
『A raça humana, individualmente fraca, mas com alta capacidade reprodutiva, conseguiu conquistar o mundo inteiro sugando as [Mudas]』
Sem dúvida, as outras raças com poder viram sua fraqueza, e então eles permitiram que os humanos se agarrassem as [Mudas] por pena.
No entanto, os humanos descobriram uma maneira de utilizar o mana. Com seu novo poder, eles expulsaram todas as outras raças das [Mudas] e os levaram como escravos.
E com o conhecimento vindo de outro mundo - da Terra moderna - seu poder apenas cresceu.

Este edifício foi construído com a premissa de que suas luzes mágicas nunca seriam apagadas. Então, eu espero que assim que o salão de leilões mergulhe na escuridão depois de perder seu suprimento de energia mágica, todos dentro dele ficarão perplexos.
Apenas velas por si só não seriam luz suficiente para as pessoas aqui lutarem. Deve ser no momento certo, antes da pedra mágica do nº 17 ser trazida ao palco. Cerca de quinze minutos após o início do leilão da tarde.
Depois de apagar as luzes, eu irei direto para o palco, matarei apenas as pessoas que bloquearem meu caminho, pegarei a pedra e, em seguida, farei minha fuga.
... este é o esquema mais estúpido de todos os tempos, mesmo que eu mesma diga. No entanto, eu não tenho tempo para um planejamento cuidadoso, meu relógio está em contagem regressiva, minha falta de experiência apenas criaria um plano cheio de buracos de qualquer maneira, e o mais importante, eu nunca tinha feito esse tipo de pensamento estratégico antes.
Eu estou tocando isso de ouvido. Eu não posso me permitir atrasos, isso apenas me colocará com o pé atrás.
Tudo bem, vamos continuar.

Eu dispersei meu braço para destravar a sala de controle. Com minhas garras e armas, comecei a transformar tudo dentro em lixo.


* * *



"O que essa garota idiota está fazendo no banheiro?", Tiz murmurou incrédulo.

O leilão da tarde havia começado há algum tempo, mas Shedy ainda não tinha voltado. Tiz deu um gole na bebida.

"Devo procurar por ela?" (Salia)
"Nah, apenas deixe ela. Ela vai voltar mais cedo ou mais tarde" (Tiz)

Tiz parece gostar da garota, mas ainda assim não demonstrou preocupação.
Ele achou que a atitude atrevida era nova. Ela ainda pode ser uma criança, mas é bonita o suficiente para se ter grandes perspectivas para mais tarde. Raramente havia alguém tão branca quanto ela e, combinada com suas pupilas vermelhas, parecia um coelho. Isso o encantou.
Ainda assim, no final, para ele, não é nada mais do que uma coloração raramente vista. Descobri-la não foi diferente de descobrir uma faca surpreendentemente bonita em um bazar.
O apego do Tiz a ela é apenas a possessividade de um homem que não queria que sua coisa preciosa fugisse.

Pessoas em posições de poder como o Tiz não são aquelas que tem uma parceira por amor, em primeiro lugar.
Aparência e ancestralidade decidiam a mulher a ficar de pé ao lado dele, enquanto a linhagem decidia a mulher que carregaria seus filhos. Essas mulheres podem ser pessoas importantes, mas ele não ficaria obcecado por elas.
Tiz tinha apenas duas fixações: a lâmina mágica que adquiriu quando criança e a posição que alcançou ao derrotar seu pai. Uma garota de aparência exótica com uma atitude atrevida e um pouco de beleza não é suficiente para ganhar sua paixão.

"Hmm?" (Tiz)

Assim que o primeiro item do leilão da tarde, uma joia, encontrou seu dono e a Pedra Mágica Amarela estava sendo trazida para o palco, a luz que brilhava no palco de repente desapareceu.

"O que aconteceu?" (Salia)
"Só um pouco de teatro... certo?" (Tiz)

O leilão começou originalmente em um salão escuro com apenas luzes de velas em primeiro lugar, então os participantes não estavam pensando muito. Só um pouco de conversa, no máximo. Eles ainda não sabiam que se tratava de um incidente.


* * *



No momento em que destruí o equipamento, apagando a luz, pensei ter ouvido uma voz.
Mas não é hora para alucinações. Eu me transformei em quase névoa e corri pelos corredores escuros em alta velocidade.
Blobsy saltou sobre mim enquanto nos reagrupamos, mergulhando alegremente em minha bolsa. Uma vez que ela está agora segura, corri escada acima. Lá, eu vi alguns membros da equipe em pânico com o blecaute repentino.
As portas e janelas principais deixavam entrar mais luz perto da entrada do corredor e, naturalmente, as pessoas se reuniram ali. Os membros da equipe tentavam freneticamente impedir os guarda-costas dos participantes de entrar, dizendo que era perigoso.
Eu prontamente voltei para o corredor escuro que levava mais adiante. Aqueles dois guardas de vigia estavam deixando as portas entreabertas, espiando dentro para verificar a situação.
Seus olhos ainda não estavam acostumados com a escuridão. Voltei para a [Forma Humanoide] novamente, chutei o chão para dar um impulso e deslizei entre os guardas.

[Ex-Mercenário?] [Raça: Humano ♂] [Guarda]
[Pontos de magia (MP): 84/85] [Pontos de Vida (HP): 150/150]
[Poder Total de Combate: 306]

"Algo acabou de acontecer!" (Guarda)
"É uma pessoa!" (Guarda)

Exatamente naquele momento, alguém dentro convocou uma luz mágica, cobrindo a sala com um brilho fraco. Viu? Meu plano está tão cheio de buracos.

"Detenha ela!", gritou o guarda. Um dos funcionários me atacou apenas com os punhos. Eu pisei em sua cabeça e voei.
"Que diabos está fazendo!?" (Guarda)

Outro homem ao meu lado balançou um pé de cabra. Eu bloqueei com a adaga na minha mão direita, enquanto as garras da minha mão esquerda o cortaram, com o pé de cabra e tudo mais. Uau, minhas garras realmente podem cortar metal...
Mas eu nem tive tempo para me surpreender. Eu desviei a lança que apontava para mim pela frente com minha adaga e rasguei a garganta do guarda com minhas garras.

"Hahh!", uma lança foi lançada contra mim por trás.

[Relançar]

Eu mal me esquivei e imediatamente respondi com um chute. Quebrou seu pescoço.
Droga, por que diabos isso está se transformando em um corpo a corpo confuso!?
Felizmente, meus oponentes ainda não estavam acostumados com o escuro. Me esquivar de seus ataques não foi tão difícil e consegui vencer.
Eu sabia, planos detalhados simplesmente não eram minha praia. Alguns membros da equipe estão fugindo. Eu devo ir para o palco antes que essa bagunça fique maior. Mas então, uma voz me chamou da escuridão.

"E-espere!" (???)

Eh? Ainda havia alguém sobrando? Eu me virei na direção da voz, segurando minha adaga. Lá, eu vi duas crianças que estavam amarradas dentro de uma gaiola.
Eles pareciam ter a mesma idade de corpo que eu tenho atualmente. Um menino e uma menina. Eles são parecidos, ambos têm cabelos loiros claros e feições muito claras.
Eles estão vestindo apenas lençóis com orifícios para as cabeças, tão finos que o tecido parece quase transparente. Suas mãos estão algemadas. Olhos azuis desesperados olharam para mim.

"... Elfos?" (Shedy)
"Sim! Por favor, deixe-nos sair daqui! " "Não fizemos nada aos humanos!" (Elfos)
"Espere, me diga o que está acontecendo primeiro..." (Shedy)

Eu não tenho tempo, então disse a eles para apenas me darem os resumos. Aparentemente, eles moravam em um povoado élfico relativamente grande. O povoado vinha desfrutando de uma relação relativamente pacífica com este país, por meio da venda de artesanato tradicional.
No entanto, em algum momento, o rei deste país começou a exigir alguns escravos a cada ano. O acordo não foi cumprido e os laços diplomáticos foram cortados. Um dia, eles foram repentinamente atacados por soldados. Os homens foram mortos, os tesouros tomados, as mulheres e crianças capturadas.

"Eles disseram que estavam 『pacificando uma revolução』" (Elfa)
"Eh? Mas sua aldeia nem faz parte deste país, certo?" (Shedy)
"... sim" (Elfa)

Tem certeza que eles não queriam apenas animais de estimação para brincar?

"Vocês tem para onde correr?" (Shedy)
"Alguns de nós conseguiram se espalhar e fugir. Se pudermos apenas escapar para as profundezas da floresta..." "... talvez possamos encontrar nossos amigos novamente um dia... Ah, desculpe. Você é uma humana, você realmente não precisa ouvir isso..." (Elfos)
"Não" (Shedy)

Eu deixei minhas orelhas escorregarem um pouco do meu capuz. Seus olhos se arregalaram.

""V-você é..."" (Elfos)
"Não se preocupem comigo. O máximo que posso fazer é deixar vocês irem... vão para o lado" (Shedy)

Minhas garras cortaram a fechadura e suas algemas. Também entreguei para eles algumas vestes sobressalentes e adagas, além de algumas moedas de prata.

"U-Umm..." (Elfa)
"É isso. Eu não posso te ajudar mais que isso aqui" (Shedy)

Eu me virei para sair. A garota me chamou, sua voz embargada em lágrimas.

"Um dia... um dia, nós retribuiremos! Nós juramos!" (Elfa)

O menino ainda ficou em silêncio, a cabeça baixa. Ele não se moveu, mesmo depois que eu saí de sua vista.

"..." (Elfo)

Eu sabia. Eu não consigo abandonar alguém com quem conversei... E ainda tenho meus próprios problemas urgentes para lidar. Diante dos meus olhos ou não, devo deixar os escravos em paz da próxima vez.
Tudo bem... vamos semear um pouco mais de caos no meu caminho para a pedra mágica.

"Quem está aí?" (Funcionário)

Um membro da equipe perguntou, me vendo sair correndo da escuridão e entrar na tênue luz mágica. Parece que eles ainda não sabem o que havia acontecido. Espere, o Tesouro Élfico que deveria sair depois da pedra mágica, não é?
Vendo que eu ainda não estava parando, os guardas imediatamente cercaram o tesouro. Eles apontaram suas lanças em minha direção sem um único aviso... A segurança é honesta e irritantemente rígida.
Meu poder de combate está bom. Minha versatilidade ofensiva, um pouco menos. Eu estava em desvantagem toda vez que lutava contra vários oponentes. Ainda assim, alto poder de combate significa maior velocidade e menor dano recebido de ataques.
Com o meu desejo de uma forma humana capaz de combate concedido, os reflexos e o poder instantâneo que eu tive quando mudei de forma aumentaram aos trancos e barrancos. Eu podia até ver os ataques dos meus oponentes acontecendo, como se estivessem em câmera lenta.

Eu me esquivei das lanças, deixando-as roçar no meu ombro, e pulei direto no rosto de um deles. Minha adaga rasgou sua garganta.

"Uau!?" (Guarda)
"Temos uma profissional aqui! Sejam cuidadosos!" (Guarda)

Os guardas balançaram suas armas sem hesitar, mesmo contra alguém que parecia apenas uma criança. Alguns deles me arranharam. Continuei aparando com minha adaga e cortando gargantas com minhas garras.
Eu ainda estava mantendo minha natureza desumana escondida, então eles também estavam usando armas comuns e não encantadas. Elas ainda doem, é claro, mas o dano é insignificante. E eu não tenho órgãos vitais como os humanos em primeiro lugar.

*Snap*. Minha última adaga de bandido quebrou. Eu estava lidando com elas... bem, não exatamente com cuidado. Um deles teve a chance de perfurar meu estômago com uma lança atrás de mim.

"Esta é a nossa chance! Acabem com ela!" (Guarda)

Dois guardas largaram as lanças e desembainharam as espadas. A adaga escorregou dos meus dedos. Ao me ver sendo empalada, os dois homens se aproximaram sem os cuidados que deveriam. Enfiei duas novas adagas em suas gargantas.

"O qu-", o guarda me empalando gritou. Eu dispersei minha mão esquerda em uma gavinha, então solidifiquei apenas as garras para arrancar sua garganta.

Vendo todos os guardas mortos em poucos momentos, os outros membros da equipe gritaram. Muito tarde.
Pego a lança do estômago e pego o Tesouro dos Elfos em cima de um carrinho de serviço de aparência sofisticada.
Se esta fosse a pedra mágica que eu procurava, eu poderia ter escapado agora mesmo. Passei muito tempo com aquelas crianças élficas...


[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Alta)]
・ O demônio da névoa fascinante que dança nos mares do norte. Uma forma de vida espiritual astuta.

[Pontos de Magia: 1095/1310] 210↑
[Poder Total de Combate: 1226/1441] 231↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Mestre)| |Empacotador Especialista| ]


Eu tinha um pouco de esperança, vendo como os guardas eram muito fortes, mas parece que outra evolução está fora de questão logo após o Aumento de Classe.
Talvez a próxima evolução ocorra por volta de 1.500 ou 2.000 Ponto de Magia. Eu apenas tenho que me contentar com o que tenho. Minha magia caiu, mas meu poder de combate básico aumentou, então, no geral, meu poder atual não mudou. Vai ficar tudo bem, provavelmente.

Enquanto corria para o palco, vi uma pedra amarela brilhante na escuridão, sendo cercada por alguns guardas.
É isso... A pedra que assimilei do No.01 está me dizendo que é o que eu estou procurando. Pedra mágica do No.17.

"Ladrao! Tem um ladrão!" (Guarda)

Eu ouvi cerca de dez pares de pés correndo atrás de mim. Ouvindo o aviso, os guardas no palco apontaram suas lanças para mim. Uma comoção estava começando entre os participantes, que haviam ficado no escuro até agora.

... Eu me pergunto, será que aquelas crianças conseguiram escapar?
Eu não vou te salvar de novo se você for pego, certo!? Eu tenho meus próprios problemas aqui.


Alguns guardas no palco avançaram contra mim. Ao mesmo tempo, saltei sobre elas, aparando as lanças com uma adaga enquanto apunhalava o guarda mais próximo no rosto com a outra.

"AaaAAAAaAhh!?" (Guarda)
"Ela é rápida! Não usem lanças, usem suas espadas-", um deles gritou, suas mãos se preparando para trocar de armas. Sua garganta recebeu uma adaga lançada com [Relançar]. "-Aghk!" (Guarda)
"Coma isso! [Corte de Espada]!" (Guarda)

Um dos homens que me perseguia cortou minhas costas. Parece que o ataque foi mágico, pois doeu um pouco. Eu fingi cambalear, cortando as pernas do homem com minhas garras enquanto estava caindo, em seguida, enfiei uma adaga em seu pescoço no momento em que atingi o chão.

"[Flecha de Gelo]!" (Guarda)

Uau... Picos de gelo apunhalaram minhas costas. Parece que um deles pode usar magia.
Dois homens aproveitaram a chance para atacar. Eu rolei para longe de suas lâminas, então dispersei meus braços em tentáculos de névoa com garras, rasgando suas gargantas.

"Magia?!" (Guarda)

A escuridão continuou a ser minha aliada. Eles pensaram que meus ataques eram apenas feitiços.

[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 1080/1385] 75↑
[Poder Total de Combate: 1218/1523] 82↑

Os guardas pararam seus ataques por um momento, cautelosos com a magia. Aproveitei para correr imediatamente em direção à pedra que estava para ser carregada por um funcionário. Eu os chutei para longe. A pedra foi atirada para o ar... e eu a engoli inteira sem um momento de hesitação.

[Shedy] [Raça: Mistral] [Demônio Menor (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 1080/1535] 150↑
[Poder Total de Combate: 1218/1688] 165↑
[Evolução Disponível]


* * *



No momento em que um dos alvos do Tiz, a Pedra Mágica Amarela, foi trazido para o palco, a iluminação foi desligada. Enquanto esperavam à luz de velas pelos reparos, uma repentina comoção começou no palco. Vendo sua diversão sendo estragada, Tiz rosnou.

"O que está acontecendo?!" (Tiz)
"Senhor, vou verificar imediatamente..." (Salia)

Salia respondeu reflexivamente, então, pensando melhor, começou a vacilar entre se ela deveria priorizar a segurança do Tiz ou investigar o incidente atual. Seus pensamentos foram interrompidos por alguém pulando no palco.

"Entendo, um ladrão!", Tiz se levantou, sua boca mostrando um sorriso selvagem. Então, percebendo a falta de armas em seus quadris, ele fez uma careta.
"Rapaz, não precisa se arriscar. Este não é o seu país" (Mordomo)
"Você não precisa me dizer, vovô" (Tiz)

Mas o descontentamento do Tiz logo desapareceu. Iluminado por fracas luzes mágicas, a visão do ladrão correndo enlouquecido no palco despertou sua imaginação.
A sombra é pequena, quase como se ele fosse apenas uma criança. Seus oponentes são mais de dez homens adultos. Alguns ataques atingiram o ladrão, mas ele ainda lutou sem a menor hesitação, esquivando-se apenas dos golpes fatais. Tiz achou a visão linda.
Ele queria o ladrão... Ainda assim, mesmo se ele não tivesse ideia do que ele estava atrás, ele certamente não sairá daqui são e salvo depois de invadir este leilão.
Então o garoto saltou em direção à pedra mágica amarela, ainda brilhando fracamente dentro da escuridão. Tiz pensou ter visto o ladrão engoli-la. Os participantes barulhentos, agitados com a batalha, imediatamente se acalmaram ao sentir a mudança da presença do ladrão. Quase como se o ladrão tivesse acabado de se transformar em outra coisa.

No momento seguinte, o palco foi repentinamente inundado por uma névoa tênue. A temperatura dentro do corredor caiu drasticamente. Vendo que as pessoas em contato com a névoa estavam desmoronando uma após a outra, Tiz apontou o braço para o palco.

"[Lança de Fogo]!" (Tiz)

Uma rajada de calor abrasador espalhou a névoa do palco. O vento tirou o capuz do ladrão. Iluminado pelas chamas, Tiz viu seu rosto e suas orelhas caídas de coelho.

"... Shedy!" (Tiz)
"... Uma demi-humana?" (Nobre)
"Isso é... uma mulher-fera?" (Nobre)

Dentro do salão de leilões escuro, todos os olhos estavam no palco. As chamas revelaram uma única garota branca, sozinha.
Com o ladrão sendo revelado como a garota que esteve com eles até agora, Tiz quase saltou de sua cadeira. Ele olhou para a garota.

"... Shedy!" (Tiz)

Mas aquela garota é realmente ela?
A primeira vez que a conheceu, ele pensou que ela era uma criança de dez anos. Na segunda vez, ela parecia mais perto dos onze. Talvez minha primeira estimativa estivesse errada, ele pensou. Nada mais.
É verdade que crianças com alta magia, como costumava acontecer entre a nobreza, tendiam a crescer mais rápido. No entanto, Shedy, de pé no palco, parece ter ganhado mais um ano de idade e altura em poucos dias. A menina já está se transformando em uma jovem. Ela está mostrando os primeiros indícios de uma beleza mortal.
No entanto, não é a coisa mais atraente sobre ela. O público estava todo olhando para o par de orelhas brancas como a neve penduradas suavemente em sua cabeça.
Havia espécies caninas com orelhas caídas, é verdade, mas a mais longa entre elas tinha apenas cerca de 10 centímetros. Ninguém tinha ouvido falar, nem visto, uma espécie de homem-fera com orelhas tão longas que chegavam ao queixo. Para ter orelhas de coelho.

"... então, aquela garota é uma mulher-fera coelha!!", o grito da Salia ecoou no corredor silencioso. Suas palavras não poderiam ser mais claras.
"...Coelha?" "Uma coelha..." "Coelha...!!!" (Nobres)

Murmúrios soaram um por um. Quando eles começaram a compreender as palavras, os participantes pararam de vê-la com medo e terror. O desejo inundou seus olhos.

"Peguem aquela coelha!! Esse bicho é MEU!!" (Nobre)

Em uma das poltronas do segundo andar, um nobre rechonchudo de meia-idade se inclinou sobre o parapeito e gritou.
Tiz conhecia aquele rosto. Ele é o irmão do rei deste reino Trestan. No entanto, sua posição não fez nada para deter os outros participantes, cheios de ricos e nobres de outros países. Instigados por seu grito e cegos pela ganância, eles se levantaram, um após o outro, e deram ordens aos seus próprios subordinados.

"Peguem aquela garota coelho!" (Nobre)
"Não, leiloem ela! Vou pagar cem moedas de ouro grandes!" (Anfitrião)
"Minha firma comercial vai pegá-la! Tragam os guarda-costas aqui!" (Mercador)
"Não brinque comigo! Essa coelha pertence ao Reino Trestan!" (Nobre Gorducho)
"Este é um leilão, quem se importa com isso?! Agarrem ela já!!" (Nobre)

Uma mulher-fera coelha. Uma raça até então invisível, desconhecida. E a garota é linda também. Ela terá um preço absurdo.
Dezenas de guarda-costas tropeçavam uns nos outros para cumprir suas ordens. Eles inundaram em direção ao palco. Ao vê-los, o anfitrião do leilão cuspiu ordens para os guardas sobreviventes.

"Vamos levá-la para o nosso leilão! Capturem ela, mas não ousem machucar nem um fio de cabelo de sua cabeça! Vou pagar a cada um de vocês uma grande moeda de ouro quando ela estiver em minhas mãos!" (Anfitrião)

Shedy apenas olhou fixamente e piscou. Seus olhos escarlates varreram o corredor, parando na onda de guardas e escoltas que se aproximava, e se estreitaram em desgosto.

"Tudo bem, apenas fique calma-aghk!" (Guarda)

Um espadachim ágil foi o primeiro a subir no palco. Quando suas próprias mãos estavam prestes a agarrar a garota, seus movimentos desaceleraram inexplicavelmente. A garota entrou correndo. Sua adaga rasgou sua garganta.
Então ela quicou. Vários guarda-costas estenderam a mão para ela, mas no momento em que entraram em contato com a névoa que transbordava de seu casaco, seus rostos rapidamente ficaram azuis e seus movimentos lentos. Adagas e garras os separaram.
Aquela névoa branca é algum tipo de magia de gelo?
Os guarda-costas perceberam que este não é um alvo simples. Alguns mudaram para usar magia, alguns quebraram uma cadeira próxima para fazer armas improvisadas.

"Isso pode doer um pouco, coelhinha!" (Guarda)

Um dos guarda-costas mudou rapidamente de marcha e agarrou uma lança do chão. Ele girou, limpando a névoa, então usou o punho para golpeá-la.

"Agh!!" (Guarda)

No entanto, apesar de seu aparentemente hábil manuseio de lança, o homem misteriosamente escorregou em uma mancha de sangue congelado, perdendo o equilíbrio. A garota agarrou seu rosto. Seu corpo inteiro ficou pálido rapidamente, como se o calor estivesse sendo sugado para fora dele. Em um piscar de olhos, o gelo branco o cobriu inteiro, e quando os fragmentos finais de vida o deixaram, a estátua congelada se espatifou.

Testemunhando a execução implacável bem na frente deles e sentindo a névoa exaurindo o calor em sua pele, os guarda-costas todos ficaram pálidos. Eles engoliram em seco.
No assento do segundo andar, Tiz estava observando a cena com olhos brilhantes. Ele perguntou ao mordomo ao lado dele, que estava olhando para a garota enquanto parecia tão pálido quanto os guarda-costas.

"Vovô... vovô! O que diabos está acontecendo?! Quanto é o poder de combate da Shedy?!" (Tiz)

Considerando que eles são os empregados neste salão de leilões, os guardas devem ter sua habilidade de combate no nível 3. Ou como dito entre os aventureiros, eles estavam na Classe 3.
E os participantes aqui são todos pessoas com bolsos fundos ou uma nobreza poderosa. Seus guarda-costas devem ter pelo menos Classe 4, como Salia. Talvez tenha até um Classe 5 - lutadores tão habilidosos quanto cavaleiros mestres - entre eles.
Salia é uma cavaleira mágica, possuindo uma alta magia. Seu poder de combate estava perto de 400.
Deveria haver muitos outros guarda-costas aqui que estavam em torno de seu nível. Mesmo que eles não pudessem usar suas armas favoritas na captura, e mesmo que estivessem se atrapalhando, deveria haver pelo menos dezenas de pessoas com mais de 300 de poder. É impossível para eles ter tantas baixas contra uma menina com apenas 200 de poder de combate.

"E-eu... não consigo [Identificar] ela!" (Mordomo)
"O que?!" (Tiz)
"... seus Pontos de Magia, seus Pontos de Vida, seu Poder Total de Combate, estão todos escondidos aos meus olhos!" (Mordomo)

Isso lembrou Tiz de algo. Quando eles estavam na guilda do aventureiro para sua identificação, o cristal exibiu a magia da Shedy como 120, o poder de combate como quase 200, mas sem Pontos de Vida.
Apenas [Poder Total de Combate] e [Pontos de Magia] são importantes em combate, então as pessoas prestavam menos atenção aos [Pontos de Vida]. Até mesmo a equipe da guilda achou que era apenas um erro e o ignorou. Em retrospectiva, talvez fosse um sinal de que a Shedy estava escondendo seu poder.

"Você conseguiu desta vez... Shedy!" (Salia)

Uma rajada de vento visitou o palco, afastando a névoa congelante.

"Pare aí, vilã!" (Salia)

A raiva coloriu o rosto da Salia tão vermelho que ela estava exalando vapor. A cavaleira apontou a adaga em sua mão para Shedy.
Notando a mulher, Shedy franziu a testa sutilmente. Ela silenciosamente se virou para enfrentar a cavaleira.

"O que você vai fazer com essa faca suja?" (Shedy)
"Você ousa dizer isso depois de me enganar assim, patife?!" (Salia)

Salia estava brilhando carmesim agora. Ela bateu no chão com a adaga do bandido que a Shedy lhe deu.

"Nada menos que a morte redimiria o engano que você nos infligiu! Sua vida acaba aqui, pelas minhas mãos!" (Salia)
"Realmente..." (Shedy)

À declaração furiosa da Salia, Shedy apenas respondeu com um olhar frio. A garota aprontou vagarosamente uma adaga em sua mão esquerda, enquanto a direita estava escondida dentro de seu casaco.

"Venha!" (Salia)

Salia está confiante. Se Shedy estava usando um feitiço de névoa do tipo água, ela teria a vantagem com feitiços do tipo vento. Exatamente o tipo de magia em que ela se especializou.

Tão cheia de si com essa névoa, não é? Vamos ver se você gosta quando meu vento te leva para longe, com névoa e tudo! , Salia sorriu.

E assim como a cavaleiro esperava, Shedy avançou enquanto liberava névoa de algum lugar ao redor de seu braço direito escondido. Salia atirou os braços para a frente.

"[Bomba de Vento]!" (Salia)

Uma explosão de ar saiu das mãos da Salia. Assim como ela previu, não. Excedendo suas previsões, Shedy decolou como se não tivesse peso. A garota sorriu e acenou. Ela voou acima das cabeças dos guarda-costas ao redor.

"Nãããão! Não fuja, maldita!!" (Salia)

Shedy deixou os gritos da Salia para trás e pousou vagarosamente de volta no chão. Antes que os guarda-costas pudessem recuperar seus sentidos, ela correu para a multidão de participantes.
As senhoras gritavam e fugiam dela. Os mercadores estendiam a mão com olhos gananciosos. Shedy simplesmente respondeu com uma grande nuvem de névoa, usando-a para escapar pela multidão e correr para a saída.
No caminho, seus olhos se encontraram com os do Tiz, que ainda estava de pé no segundo andar. Ele exibiu suas presas em um sorriso selvagem e declarou.

"Lembre-se disso, garota! Eu sou Tischlar, o décimo segundo imperador do Império Touze, e você. Vai. Ser. Minha! Apenas espere por isso!" (Tiz)
"..." (Shedy)

Shedy não respondeu.
A garota escapou pela porta da frente e desapareceu na cidade. Os soldados do rei foram enviados em buscas, mas não tiveram sucesso. Ela não estava mais na capital.

Este foi o início de uma enxurrada de generosidades extravagantes oferecidas pelos ricos e pelos nobres de Trestan e de outros países. No entanto, mesmo entre eles, a generosidade estabelecida pelas mãos do próprio Imperador do Império Touze estava acima de tudo. Todos no continente central estavam cientes da generosa recompensa.


Procurada


Uma jovem garota-fera coelha de cor branca, que comanda uma magia de névoa.
Todo aquele que apreender e me entregar a menina será generosamente recompensado.
A menina não deve ser prejudicada.
O Imperador do Império Touze jura por seu nome: quem quer que realize esta questão, receberá Cinco Mil Grandes Moedas de Ouro como recompensa.


A propósito, muitos esperavam que este evento agravasse ainda mais a marginalização dos homens-fera, mas não foi assim. Pelo contrário, a demanda por garotas-fera caninas jovens, de cor clara ou orelhas caídas aumentou. Elas foram vendidas por preços extremamente altos e ganharam uma vida de luxo de seus compradores.
No 7º centro de pesquisa de uma determinada empresa farmacêutica, situada em um determinado país da Terra, havia uma pesquisadora. A pesquisadora-chefe, na verdade - mesmo que hoje em dia, a maior parte de suas horas esteja sendo ocupada pelo trabalho de secretaria do vice-diretor, Brian. Um de seus colegas tinha acabado de compartilhar com ela uma imagem que eles acharam interessante.

"Não pode ser... mas, e se...", Audrey murmurou. A cena ficou gravada em sua mente.

Yggdrasia. Um mundo totalmente novo apresentado como ficção, nada mais do que um jogo de realidade virtual.
Os chamados 『Jogadores』 foram enviados a este mundo como coletores de uma nova forma de energia, chamada 『Mana』. Para lançar as bases, a corporação começou a interferir nos países humanos do novo mundo desde uma década atrás. Templos foram construídos em todos eles como coletores de mana e como pontos de revivificação para os jogadores.
A humanidade de Yggdrasia acredita que estes são os Templos do Deus do Conhecimento. Na verdade, esses prédios servem de base para os funcionários e equipamentos distribuídos da corporação, para análises no local de peculiaridades locais, como mana e materiais, e para vigilância.
Cem mil drones controlados remotamente dirigidos por IA e focados em furtividade estão sendo usados como batedores e observadores. Eles voam ao redor do mundo inteiro para pesquisar terrenos e climas. Em casos raros, um monstro particularmente perceptivo ou alguma outra causa ainda pode ser capaz de danificá-los fortemente. Mesmo assim, o desempenho geral é bom e a Terra recebeu uma grande quantidade de informações.
Uma vez que a IA dos drones detecta um evento incomum, sua programação exigi que eles se apressem em direção à cena e registrem o que puderem. Os drones no Reino Trestan, um país no canto noroeste do continente central, detectaram um desses eventos no salão de leilões e registraram uma parte dele.

Bem na frente da sala do Diretor Adjunto estava a própria mesa da Audrey. Usando um aparelho de RV apenas audiovisual, ela reproduziu a cópia dos dados gravados que estão em seu dispositivo móvel.
Na frente de seus olhos, ela viu uma pequena menina lutando contra um grande grupo de adultos dentro do salão de leilões.
O vídeo foi preenchido com um ruído de imagem branco estranho, quase como névoa ou fumaça, e os movimentos da garota eram anormalmente rápidos. Audrey não conseguia ver como ela é. Felizmente, quando a garota foi lançada voando por um feitiço do vento, seu perfil lateral apareceu na tela por uma fração de segundo.
E imediatamente depois disso, a tela se apagou como se o drone tivesse sido engolido pela névoa e parou de funcionar. Os dados da gravação terminam aí. O colega da Audrey lamentou sobre o ruído de imagem branco. Eles pensaram que a luta teria rendido um ótimo trailer, se ao menos a gravação não estivesse tão borrada.

"..." (Audrey)

Mas Audrey achou que a garota parecia familiar. Quase como uma sensação de déjà-vu.
Ela tem uma pele branca, cabelo branco... e olhos escarlates. Normalmente são as características de um albino, mas com o acréscimo de suas orelhas longas, ela parece com uma garota homem-fera coelho.
Mais do que qualquer coisa, no entanto, vislumbrar o lado de seu rosto lembrou Audrey de uma certa garota.

"... No.13..." (Audrey)

O Testadora Alfa final. Uma menina albina nascida com um poder especial, que foi chamada de 『Demônio』 por sua própria mãe. Sua consciência já havia sumido e seu corpo em coma estava sendo mantido na instalação de coleta.
Audrey lembra muito claramente da foto anexada aos documentos detalhando as informações pessoais da garota. É difícil esquecer aquele olhar.

Elas são parecidas, só isso.
A maioria das pessoas ignorou o assunto com isso e mente. No entanto, por algum motivo, Audrey não conseguiu separar a menina coelho da No.13. Mesmo assim, a mulher decidiu enterrar seu desconforto, apesar dos protestos vindos de sua intuição.


* * *



Depois que escapei do salão de leilões, rapidamente me misturei à multidão. Eu...

* bouncy-bounce *

Não ficamos lá por muito tempo. Nós duas subimos no topo de um prédio e começamos a pular nos telhados. Um trem expresso estava prestes a sair naquele momento, então eu me agarrei ao teto do trem. Estamos fora da capital.
Passei um dia inteiro em cima do trem. Assim que chegamos à próxima cidade, peguei outro trem - oficialmente, desta vez, com a passagem comprada - antes que as notícias sobre mim pudessem se espalhar, e deixei a fronteira do país.
Eu só precisei dar meu dinheiro à bilheteria e mostrar para eles uma espiada do meu cartão de aventureiro, e eles me deixaram entrar. Eles não me verificaram muito de perto.
Eu estava curiosa, então, até o trem chegar, conversei com a mulher de meia-idade que vende passagens. Ela parecia do tipo fofoqueira. Aparentemente, os cartões de aventureiro lembram a magia do portador. Se outra pessoa os estiver segurando - por exemplo, um bandido - o cartão mostrará uma marca preta. E será inutilizável.
Então, basicamente, você será verificado meticulosamente ao entrar em uma cidade grande, mas lá dentro, você apenas mostra seu cartão e os guardas deixam você ir a qualquer lugar. Tão desleixados.
A propósito, eu já joguei fora aquela capa vermelha proeminente ao longo do caminho. Obviamente.

O trem em que estou está indo para o leste do Reino Trestan. Seu destino é um pequeno país chamado Anneuf.
Dizer 『País Vizinho』 pode dar uma impressão errada. Em contraste com os países da Terra, que são densamente compactados e cobrem toda a terra em que as pessoas podem viver, os países aqui apenas se formaram em torno das extremamente convenientes das [Mudas Mundiais]. Portanto, havia uma grande distância. O trem expresso levará três dias inteiros de corrida sem parar para chegar.
Na verdade, essa velocidade é praticamente a mesma de um trem de motor linear, não é? O cenário está simplesmente brilhando. No entanto, mesmo quando abri a janela, tudo que senti foi uma brisa agradável. Eu me perguntei se todo o trem estava coberto por um campo de força. Afinal, eles têm muita magia para desperdiçar.
Bem, observar a paisagem assim não é muito diferente de olhar pela janela de um avião, de qualquer maneira...

Trens que cruzavam fronteiras como este tem oito vagões, três deles para passageiros. Doze quartos no total. No momento há apenas sete grupos de passageiros, então eu tenho um quarto inteiro só para mim.
Da janela, observei a cadeia de montanhas de pontas brancas passando. Eu posso finalmente respirar. Peguei alguns alimentos que comprei no refeitório para alimentar a Blobsy, enquanto verificava os resultados da minha evolução.


[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte. Uma forma de vida espiritual sagaz.

[Pontos de Magia: 1950/1950] 415↑
[Poder Total de Combate: 2145/2145] 457↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| |Absorção| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Tesouro Nacional)| |Empacotador Especialista| ]


... Tudo bem, por onde eu começo?
Primeiro, minha classe finalmente chegou ao [Grande Demônio]. Meu poder de combate pode não parecer que cresceu tão dramaticamente, mas eu senti que meus ataques ficaram um pouco mais pesados devido à maior densidade - ou talvez eu devesse dizer 『Névoa mais espessa』 - que eu tenho agora. Em outras palavras, um aumento plano de potência.
Próximo, 『Neige』? Se eu me lembro do meu francês certo, isso significava 『Neve』, certo? Minha habilidade única recém-adquirida provavelmente teve algo a ver com isso.

Essa pedra mágica amarela carregava dentro de si o poder do No.17.
A habilidade única [Absorção]... Se bem me lembro, a capacidade dos avatares de absorver mana de inimigos mortos foi derivada deste poder. E como fonte, o poder do No.17 é muito mais versátil.
No meu caso, a absorção da força vital que eu posso fazer através da minha névoa agora está muito mais suave. Não só isso, agora eu posso absorver o calor ao meu redor para criar ar frio.
Minha versatilidade de combate está recebendo um grande impulso apenas com essa mudança.

Próximo... minha [Forma Humanoide]. Mais uma vez, essa habilidade está usando as palavras mais estranhas para descrever a melhoria... isso é melhor, certo? O que diabos você quis dizer com (Tesouro Nacional)...? Que tipo de avaliação é essa?
Como sempre, minhas entranhas estão em forma de névoa. Superficialmente, entretanto, eu pareço cem por cento humana. Absolutamente nenhuma diferença.

Também cresci em altura, talvez devido à minha densidade maior. Ao ganhar um corpo pela primeira vez, parecia ter cerca de 10 anos, cerca de 135 centímetros de altura. Meu próximo crescimento me colocou com 140 centímetros, e agora estou em torno de 145 centímetros.
Mas não é apenas a altura. Algumas partes de mim, como minhas bochechas, foram um pouco retocadas e eu estou parecendo mais feminina. O aumento para (Tesouro Nacional) teve algo a ver com isso? Eu pareço uma garota de 12 anos perfeitamente normal.
Mas as orelhas. Essas malditas orelhas. E o rabo puff-puff também. Não admira que eu sempre fui confundida com uma mulher-fera coelho.
E surpresas após surpresas, Tiz acabou por ser um imperador de algum lugar. Eu até recebi uma declaração estranha dele. Foi só porque eu sou uma raça rara de coelhos? Bem, não é como se eu soubesse o quão sério ele estava, de qualquer maneira.

Agora que penso sobre isso, há uma possibilidade muito real de que as pessoas atacarão a 『Coelha Assassina』 depois daquela confusão. Eu não tenho certeza de quão desenvolvida é a rede de informações deste mundo, mas talvez eu devesse sair antes que o controle de fronteira me note.
Nesse aspecto, tive muita sorte de ter pego o Tesouro dos Elfos.
Parece um lindo colar de prata. Supostamente, esta é uma ferramenta mágica. De acordo com a explicação na lista do leilão, ajuda o usuário a ganhar controle sobre a presença que emite.
Não admira que seja um tesouro élfico. Afinal, a raça está cheia de caçadores.
Ao ver o que ele faz, pensei que talvez possa me esconder da [Identificação] também.
Se minha hipótese estiver certa, [Identificação] não simplesmente puxa informações sobre o alvo do nada. Afinal, os nomes que vi quando usei a habilidade mudavam o tempo todo, então deve-se depender das habilidades de observação e detecção do usuário para gerar os números.
Nesse caso, se eu puder esconder minha presença bem o bastante, será o suficiente para enganar qualquer um que tente me [Identificar] também? No mínimo, eles não pensarão que eu sou um demônio, mesmo se suspeitarem de mim.
Talvez este seja o tesouro que aquelas crianças élficas disseram ter sido roubado deles. Ainda assim, não é como se eu pudesse devolver para eles agora, de qualquer maneira.

Então, planos para o futuro. Eu preciso começar a reunir informações sobre a pedra mágica final, aquela pertencente ao No.08, uma vez que conseguir entrar em Anneuf com segurança.

Restam vinte dias...

Se for em outro continente, eu estarei muito morta. Mesmo assim, os três concordaram em se encontrar. Eles têm que estar neste continente.
Vamos ver, a maneira mais rápida seria... sim, seria fazer contato com jogadores beta.
Eu poderia dizer a verdade, mas não acho que eles acreditaram em mim. A história do No.01 é quase inacreditável para mim devido ao seu - e ao meu - desespero. Além disso, se essas pessoas corporativas descobrirem que eu sou a No.13, elas podem decidir se livrar do meu corpo na Terra.
Então, eu preciso esconder o que eu sei. Eu preciso fazer contato com os jogadores beta como uma nativa... ou aos olhos deles, como uma NPC.
... Para ser honesta, até eu penso que meus planos são realmente aleatórios. Bem, não como se isso fosse uma coisa nova para mim, de qualquer maneira.

Mesmo se eu obtiver as informações, se meu alvo estiver longe, eu precisarei de mais despesas de viagem. Tenho que ganhar dinheiro também... que chatice. Eu só tenho uma moeda de ouro grande e três pequenas moedas de ouros restantes do dinheiro que peguei daqueles traficantes.
Eu só tenho um casaco, que estou vestindo por cima da blusa e da saia, e um robe sobrando como minhas roupas sobressalentes. Eu quero mais roupas também.
... tantas coisas para fazer.

Dois dias depois, o trem chegou a uma cidade portuária que é a porta de entrada para o país Anneuf. Eu escapei como uma névoa antes que o controle da fronteira viesse inspecionar o trem e desapareci na cidade.



Nota do autor:
O caminho que ela percorreu neste capítulo. Os números são a ordem em que as [Mudas] foram descobertas.




* Usei o mesmo sistema de poder de combate que em meu outro trabalho. Se alguém estiver curioso, verifiquem Akuma Koujo’s.
Fóruns de bate-papo VR do MMORPG, 『Mundo de Yggdrasia』. Aqui, as discussões continuaram como sempre.


"Certo, então alguém ouviu sobre como o teste beta vai terminar antes do programado?"

"Sério? Cara, isso é péssimo. Acabei de chegar a Classe 3 recentemente. As coisas estavam ficando boas!"

"Qual é, OP, isso está ignorando muitos fatos. Para ser mais preciso, o lançamento oficial está saindo mais cedo"

"Mmm? Isso não é a mesma coisa?"

"Não é o fim do teste beta, o teste continua até o lançamento oficial. O anúncio dizia que podemos manter nossos personagens ou fazer novos quando o jogo for lançado"

"Merda, não consigo decidir. É um desperdício simplesmente deletar este personagem depois de todo o meu esforço, mas ao mesmo tempo, eu sei como gastar pontos de estatística melhor agora. E eu quero melhorar um pouco minha aparência também"

"LOL, vocês gastam muito tempo na criação de personagens. Por que não solicitar aos desenvolvedores um editor de aparência de uma só vez?"

"A propósito, você acha que é uma missão?"

"O que é?"

"Aquela generosidade superextravagante emitida pelo Império Touze. Porém, limitado ao continente central"

"Oh sim, aquela recompensa no quadro da guilda do aventureiro? Isso é real?"

"Pessoal, e aí? Eu tenho me escondido na montanha matando orcs esses dias, não voltei para a cidade"

"Espere, você quer dizer a recompensa que tem sua própria sala de chat? A sala de 『Procurando pela Coelhinha』? É realmente uma coisa reaç? Eu ouvi rumores dizendo que são 5.000 moedas de ouro grandes da recompensa ou algo assim?"

"Cinco malditas milhares de moedas?!!"

"Sim, isso. A missão onde você deve encontrar e capturar a única garota homem-fera coelho viva que restou"

"Tive uma ótima ideia!"

"Então não diga isso se não quiser uma visita da polícia. De qualquer forma, talvez acabe sendo um tipo de missão importante? Por exemplo, ao final da missão, você pode optar por entregá-la pelo dinheiro ou pode conseguir uma coelhinha fofa como membro do grupo. Esse tipo de coisa?"

"Em primeiro lugar, ela é realmente bonita?"

"Nenhuma ideia. Supostamente, a pedra mágica que os jogadores europeus obtiveram no evento 『Subjulgue os Berserkers』 e dada para leilão foi roubada por ela. Portanto, há uma grande chance de que seja realmente uma cadeia de missões"

"Aww merda, então aquela pedra mágica é realmente tão cara...?"

"Aparentemente, a grande recompensa não é porque a pedra é valiosa, mas porque a coelhinha é super kawaii. Ouvi dizer que os jogadores que leiloaram a pedra não compareceram de fato e que agora estão se amaldiçoando por isso"

"Eles receberam alguma compensação do anfitrião do leilão, no entanto. Um total de 10 moedas de ouro. Uau"

"Entendi seu sarcasmo, mas, honestamente, isso ainda é muito dinheiro"

"... talvez não devêssemos leiloar a nossa?"

"Uau, o quê? Você tem uma pedra mágica do evento?"

"Pegamos uma 『Pedra Mágica Vermelha』 do sapo no trailer. Nosso clã está considerando onde vendê-la. Mas talvez possamos usá-la como isca para a coelhinha?"

"Um grande clã? Então eu suponho que está tudo bem. Ainda assim, não fale sobre isso aqui. Você pode fazer com que as pessoas tentem roubá-la"

"Provavelmente está bem. Nosso clã tem apenas cerca de dez pessoas, mas metade de nós tem Classe 4. O líder é um cara decente, então temos boas relações com os outros clãs. O problema é... se conseguir que a coelhinha seja uma companheira se revelar realmente possível, nosso grupo pode romper com uma diferença de opiniões"

"Então, qual escolha você está indo?"

"A opção de recrutamento, obviamente!"

"Segundo!" "Terceiro!" "Quarto!" (Jogadores)

"Sim, eu quero vesti-la com uma roupa de coelhinha de verdade e colocá-la para trabalhar no salão do nosso clã!"

"... ewww..." "Espero nunca conseguir um namorado como vocês" "Tão típico" (Jogadoras)



* * *



Dezoito dias de tempo restante.

Eu posso ver o canto que estou sendo empurrada ficar cada vez mais perto. Normalmente, esse seria o ponto em que eu começaria a entrar em pânico, desistir ou ficar imprudente, mas não vim tão longe apenas para ter um colapso. Além disso, eu não posso deixar aquela empresa sair impune agora. Eu vou mostrar para eles.
Eu preciso sobreviver primeiro, no entanto.

Anneuf é uma bela cidade portuária. Prédios brancos subiam em degraus ao longo de ruas suavemente inclinadas, todos cobertos com tijolos vermelhos com um tema consistente. Apesar da distância da linha central do mundo, este país ainda é confortavelmente quente, graças as [Mudas].
Há um castelo no ponto mais alto da cidade. A princípio, pensei que pertencesse ao senhor desta área. Depois de verificar o mapa do guia, descobri que é do rei.
Uau, então um país pequeno é realmente pequeno em comparação a um grande... Os trens internacionais param apenas nas capitais?
Eu caminhei, checando alguns quadros de avisos diferentes. Parece que a pesca é a principal indústria deste país, e sua especialidade é um tipo de peixe semelhante ao arenque. As barracas de rua vendiam principalmente sanduíches, que são arenques crus e batatas em conserva entre fatias de pão de centeio. Mesmo se eu pudesse comer de verdade, não os compraria... ou podem ser surpreendentemente saborosos. Quem sabe?

*bounce*

Eh...? Blobsy, você quer comer isso?


Minha conclusão foi que a guilda do aventureiro é a minha melhor chance de obter informações. Eu tenho que comprar um daqueles sanduíches de batata de arenque em conserva só para ter a chance de perguntar onde fica o salão da guilda?
Alguns momentos em minhas deliberações, ouvi uma comoção começando do outro lado da rua. Eu vi cerca de dez cavaleiros, ou talvez soldados, todos usando as partes sem ponta de suas lanças para golpear duas pessoas gritando em equipamentos de aventureiro. Os dois foram presos e levados embora, em direção ao castelo.
O que aconteceu...? Eu fiquei curiosa. Decidi comprar um sanduíche de batata de arenque (três moedas de cobre) em uma barraca próxima e perguntar ao dono sobre isso. Eles fizeram uma careta, olhando para o par preso, então suspiraram.

"Eles estavam fazendo barulho em outra barraca, exigindo que o proprietário libertasse os escravos demi-humanos que estavam trabalhando lá. Ele recusou, obviamente. Então eles começaram a falar algo sem sentido. Eu acho que foi... vamos ver... 『Só uma merda de ene-pee-cee』? ou algo assim. Depois disso, eles sacaram suas armas e começaram a ameaçá-lo, o que fez os guardas virem" (Vendedor)
"Entendo..." (Shedy)

Eu suponho que eles queriam dizer 『NPC』? Então, esses dois são jogadores beta.
Eles parecem jovens, o suficiente para que eu não possa determinar se são crianças na vida real ou se são apenas idiotas. Na verdade, mesmo que este seja um jogo realista, o que não é, isso não significa que os jogadores terão um passe automático para fazer o que quiserem. Não me admira que tenham sido presos.

"Tem havido mais e mais daqueles aventureiros estranhos recentemente. Aparentemente, até mesmo a guilda estava com dor de cabeça. Como contratar um aventureiro veterano para ser seu guia e depois não dar o pagamento, ou comprar todas as jovens escravas, etc. Eles causaram muitos problemas, eu ouvi" (Vendedor)
"Huh, eles fizeram isso...?" (Shedy)
"E desta vez, eles estão até exigindo liberdade para os escravos demi-humanos. É algum novo tipo de roubo? Honestamente. Os demi-humanos estão ficando mais espertos atualmente, está ficando muito mais difícil comprar novos substitutos" (Vendedor)
"..." (Shedy)

Os demi-humanos realmente são considerados apenas posses aqui...

Perguntei onde fica o salão da guilda e comecei a andar até lá.
Da estação de trem até a rua principal foi uma caminhada curta, e da rua principal até o salão da guilda demorou um pouco mais. É um bloco de quatro andares de pura brancura.
Eu não entrei no salão da guilda imediatamente. Perto está uma loja que vende equipamentos de aventureiro, que visitei primeiro. Eu vi alguns aventureiros passeando lá dentro.
Fui até a área vendendo capas e casacos, tentando não chamar atenção para mim. Comecei a pesquisar.
A capa precisa ser dura e bonita também, se possível. Eu também quero algumas roupas, mas talvez devesse esperar até passar por outro surto de crescimento? Adiado, então. Em vez disso, vamos comprar botas resistentes. Honestamente falando, eu já estou quase superando o par que tenho atualmente. Com os alvos decididos, comecei a procurar.
Eu não fui deixada sozinha, no entanto.

"A moda neste país não é tão boa assim, não acha?" (???)

Uma aventureira de cabelo azul, parecendo ter cerca de vinte anos, decidiu falar comigo do nada.

"Projetos terríveis. E eles nem mesmo têm uma variedade de cores para compensar. Pelo menos os países grandes têm mais lojas para..." (Aventureira)
"Sally! Ela não é uma jogadora!" (Aventureiro)
"Eh?!" (Sally)

A chamada Sally foi interrompida por um novo rosto. Um homem com cerca de vinte anos. Sally olhou para mim.

"Oh, uau! Ela realmente não tem a marca do jogador!" (Sally)

Aparentemente, eles são jogadores, e apenas os jogadores podem ver quem mais é um jogador.
Isso é bom e tudo, mas eu realmente gostaria que ela parasse com o olhar. Não achei que a corporação estivesse monitorando todos os dez mil jogadores, mas ainda seria um monte de problemas se os jogadores suspeitarem do meu rosto.
Eu fiquei quieta. Me afastei alguns passos, escondendo meu rosto com o capuz. O homem se interpôs entre nós.

"Eu disse para você, pare com isso. Este jogo não usa nenhuma IA comum. Eu não vou ajudar se você for presa e seu personagem deletado, ok?", o homem se virou para mim. "Desculpe por isso", disse ele, parecendo não particularmente sincero.
"Mas, quero dizer, eu pensei que ela fosse uma pessoa real, vestindo essas roupas..." (Sally)

Eles não estavam se importando muito em manter a conversa meta longe dos NPCs, ao que parece. Eu nunca esperei que minha escolha de roupas fosse o que quase me delatou.
Eu estive me perguntando o que acontece com os jogadores presos. Aparentemente, a corporação simplesmente os exclui. Para os moradores, o crime ficará para sempre sem solução. Lembro-me vagamente de que isso me foi explicado bem no início, eu acho.

"Não, eu não me importo", descartei a preocupação deles com um leve aceno de cabeça. O homem saiu da loja, arrastando a Sally atrás dele. Nada aconteceu, felizmente.

Suspirei de alívio. Porque, realmente, aquele cara é muito forte.

[Homem tipo Guerreiro] [Raça: Humano ♂] [Jogador]
[Pontos de magia (MP): 150/150] [Pontos de Vida (HP): 260/260]
[Poder Total de Combate: 1110]

Tiz comeria sua poeira. Suspeito que os jogadores governados pelo Sistema podem crescer com mais eficiência do que os nativos deste mundo. Eles não têm áreas nas quais sejam fracos. Eles nem mesmo precisam se preocupar em aprender a manusear armas, nem precisam treinar manualmente suas habilidades como os nativos. Eles só precisam absorver o poder mágico.
Claro, eu também fiquei muito forte. Mas se os jogadores podem crescer da mesma forma, as batalhas em grupo podem se tornar a minha morte... Ainda assim, eu não posso parar por aqui. Eu já fui longe demais.
Coloquei um casaco decente e um par de botas, paguei por eles e fui embora. O salão da guilda fica do outro lado da rua.

Ninguém se preocupou em criar problemas para mim em plena luz do dia, felizmente. Escorregando para dentro do corredor, eu vi mais de uma dúzia de aventureiros preguiçosos. Há alguns que parecem ser jogadores também. Por que há tantos deles agora? Quase não havia nenhum no último país em que estive.
A maioria deles está aglomerada em torno do quadro de avisos. Eu olhei para ele. Parece uma recompensa ou algo assim.


Procurada


Uma jovem garota-fera coelha de cor branca, que comanda uma magia de névoa.
Todo aquele que apreender e me entregar a menina será generosamente recompensado.
A menina não deve ser prejudicada.
O Imperador do Império Touze jura por seu nome: quem quer que realize esta questão, receberá Cinco Mil Grandes Moedas de Ouro como recompensa.


... O que em nome de todas as coisas sagradas Tiz estava fazendo?! Cinco mil grandes moedas de ouros pela minha captura? Esse cara é um idiota?
Os aventureiros lotando o quadro estão todos empolgados. Eles nem mesmo estão falando sobre onde eu poderia estar ou como me capturar, eles estão apenas conversando sobre as coisas que farão depois de conseguirem o dinheiro.
Ainda assim, isso é apenas uma distração. Eu preciso encontrar a pedra mágica do No.08.
Prendi meu capuz e me aproximei de um dos balcões de recepção que estava ocioso. Atrás dele está um homem com documentos até o pescoço. Ele parece um servidor público por excelência, tanto na aparência quanto na impressão.

"Posso comprar informações aqui?" (Shedy)
"Oh, sim. O que você gostaria de saber?" (Atendente)

O recepcionista ergueu os olhos. Ele parece nervoso, apesar de seu discurso educado.

"Estou procurando uma pedra mágica. Parece uma joia" (Shedy)
"Aaah, desculpas. Não temos conhecimento de tal pedra" (Atendente)

Ele respondeu, depois voltou aos seus documentos. Ele nem se preocupou em verificar os registros. É porque a guilda não lida com essas informações ou ele não queria se preocupar comigo porque eu pareço uma criança? Enquanto eu pensava no que fazer a seguir, ouvi uma voz frívola me chamando por trás.

"Oh, você sabe sobre a pedra? Você estará participando do evento?" (???)



Nota do Autor:
Nesse ponto, a corporação ainda não estava colocando muito foco nas pedras mágicas, e nem estavam cientes da nossa coelhinha.
Portanto, este não é realmente um evento oficial. São apenas jogadores se divertindo sozinhos.

Os nativos sempre têm algumas estatísticas nas quais são fracos, mas não os jogadores. O sistema aloca o mana coletado da maneira mais eficiente, para que os jogadores fiquem mais fortes do que os nativos. Quanto mais alto o nível, mais óbvia é a diferença.
"Oh, você sabe sobre a pedra? Você estará participando do evento?" (???)

Eu me virei. Parado ali está um homem loiro. Ele é bonito, mas também parece um caçador de saia tão desprezível que arruína toda a sua impressão. Duas adagas estão penduradas em seus quadris.

Evento? Pedra Mágica? Eles são jogadores, então?

Eu levemente levantei minha vigilância e dei meio passo para trás. Isso o deixou nervoso. Ele acenou com as mãos e recuou.

"Ah, não, desculpe, não tive a intenção de assustar você. Acabamos de fazer um anúncio e eu estava preocupado que ninguém fosse vir, então, quando ouvi 『Pedra Mágica』, chamei você por reflexo. Meu nome é Weed. Sou membro do clã que anunciou o evento" (Weed)
"... me diga mais" (Shedy)

Eu me fiz de boba na tentativa de obter algumas informações. Mas... espere um minuto? Achei que os jogadores beta poderiam distinguir entre NPCs e jogadores.
Bem, tanto faz. Por algum motivo, ele parece interessado no meu rosto. Ele continuou sua explicação enquanto constantemente olhava furtivamente para minha cabeça encapuzada.
Supostamente, o grupo pensa que a recompensa do Tiz é um evento do jogo. Eles também possuíam a 『Pedra Mágica Vermelha』 que ganharam ao matar outro de nós naquele evento. E como eles sabem que a 『Garota Homem-Fera Coelho』 roubou a pedra mágica amarela, eles planejam usar a deles como isca para me atrair para fora.

"Amanhã, haverá um aviso dizendo 『Procurando por compradores para a Pedra Mágica Vermelha』 publicado em todas as guildas de aventureiros do continente central e em alguns outros lugares. Mas com uma recompensa tão alta, não esperamos realmente que a coelhinha apareça dentro da cidade. Na verdade, são apenas pessoas se reunindo para uma festa. Então, sim, eu esperava que mais garotas pudessem vir-" (Weed)
"Ei, Weed!" (???)

Outra interrupção. Tanto déjà vu... Nós dois nos viramos para olhar para a voz. Lá, eu vi o poderoso aventureiro que conheci na loja de armaduras. Sally está atrás dele, dando palmadinhas no rosto e dizendo "Aww, merda".

"Oh, ei. Isaac, eu estava apenas convidando essa garota..." (Weed)
"Não, não, ela não é uma jogadora!" (Isaac)
"... O q-?! Puta merda, ela não tem a marca!" (Weed)

Weed olhou em estado de choque, alternando seu olhar entre mim e um ponto ligeiramente acima de mim. Isso de novo? Sim, sim, entendi, agora você pode parar de olhar para o meu rosto?

"Quero dizer, ela parece tão natural-" (Weed)
"Eu sei, certo?! Tipo, a atmosfera que ela tem, seus maneirismos, eles são todos muito mais semelhantes a nós do que aos NPCs do jogo aqui!" (Sally)

Weed começou sua desculpa, que foi então oprimida pela própria Sally... espere, na verdade, Sally parece muito com a Salia. Tão fácil de misturar.
Ambos continuaram seus discursos incompreensíveis para os NPCs. O poderoso aventureiro - Isaac, não é? - suspirou profundamente e se virou para mim.

"Novamente, desculpe por isso. Você realmente não entende o que eles estão dizendo, certo? Não se preocupe com eles, apenas esqueça" (Isaac)

... bem, sobre isso...

"Ouvi dizer que você estará usando uma isca para a 『Coelha』 da recompensa?", perguntei.

O sorriso do Isaac se contraiu. "Weed, o que diabos você andou dizendo?"

"Uhh... tudo?" (Weed)
"Droga, eu não disse para você? A IA deste jogo tem muitos padrões de diálogo e ação. Não seja descuidado" (Isaac)
"... mas, quero dizer, você está falando um monte de coisas meta na frente dela também, não é?" (Weed)

Eles realmente não ficam muito vigilantes na frente dos NPCs, não é? Isaac tem me ignorado, até que seus amigos finalmente apontaram o seu próprio erro.

"Ah. Oops", mais uma vez, ele voltou seu sorriso tenso para mim. "Oh, bem... vejo que você parece muito jovem, mas acho que você também é uma aventureira, certo?" (Isaac)

Eu concordei. Isaac parece ter finalmente se livrado de sua hesitação. Ele falou para eu e seus camaradas ouvirmos.

"Como você ouviu, estamos prestes a sair em uma caça a coelha. As chances são baixas, então é realmente meio sério, meio desculpa para se reunir e se divertir. Não há garantia de que seremos recompensados, mesmo se a captura for bem-sucedida. Ainda assim, se você não se importar que a contratemos, podemos pagar para você 3 pequenas moedas de ouros. Que tal isso?" (Isaac)
"... Contratar?" (Shedy)

Aparentemente, Isaac decidiu me colocar sob seu comando. Por quê?

"Uau, de verdade? Claro que sim!", Weed aplaudiu.
"Espere, Isaac?! Você está realmente trazendo esse NP-quero dizer, essa garota junto? Ela não é uma estranha?" (Sally)
"Sally, muito alto. E se ela falar com outros aventureiros, e eles vierem bagunçar as coisas? Nós a estamos trazendo para manter isso em segredo dos aventureiros normais", Isaac respondeu.
"... Eu suponho" (Sally)
"Impressionante!" (Weed)
"Aprenda já a sua lição, Weed!" (Isaac)
"Heheheh, tudo bem, vamos lá!" (Weed)

Parece que eles nunca cogitaram a possibilidade de que os NPCs podem recusar.
Não pode ser ajudado, eu suponho. Na verdade, isso foi melhor para mim. Eu não sei que tipo de evento eles irão organizar, mas enquanto eu puder colocar minhas mãos na pedra mágica vermelha, estaria tudo bem.
... é a pedra do No.08, certo? Deve ser. Caso contrário, eu estarei tão ferrada.

"Bem, então vamos falar sobre nossa programação" (Isaac)
"Mmm" (Shedy)

Segundo Isaac, o evento será daqui uma semana. Ele já havia avisado seus amigos (pela internet). Qualquer um que puder vir será bem-vindo.
Será realizado em sua base, nos arredores da Cidade Livre Seis [NT: Não é Seis do número seis ou de sexta cidade, mas a cidade chama Seis]. Eles me mostraram o local no mapa simples postado dentro do salão da guilda. Está muito longe. É um grande país na extremidade oriental do continente central.
Eu me perguntei como chegaremos lá em apenas uma semana. Isaac explicou. Primeiro, o grupo irá de trem lento para um grande país próximo chamado Battrol, trocando de trem ao longo do caminho. Isso levará quatro dias. Então, quando chagarmos lá, pegaremos o dirigível.

... Um dirigível?!

"Sim. Temos um passe livre de 1 ano. Acho que podemos fazer com que eles aceitem você como um membro do time" (Isaac)

Esta foi a primeira vez que ouvi falar de dirigíveis. Segundo eles, apenas os grandes países têm os aeroportos necessários, e é possível ir para qualquer outro grande país do mundo em apenas um ou dois dias com ele.
Até Battrol, estaremos apenas viajando em trens normais, não expresso. Eles disseram que estão aqui para ganhar algum dinheiro em primeiro lugar. Desperdiçar grandes moedas de ouro em uma viagem rápida será apenas anular esse propósito.

Pegamos o trem mais barato que encontramos. Um pouco apertado, mas ainda assim conseguimos encontrar um quarto para quatro pessoas. Finalmente tivemos tempo para as apresentações adequadas.

"Estávamos caçando os lagartos d'água no pântano próximo. Suas peles e pedras mágicas alcançam um preço muito bom na Cidade Livre. Então, qual é o seu nome? Eu sou Sandrea. Apenas me chame de Sally!" (Sally)
"Oi, Sandrea. Eu sou Sherry" (Shedy)

O grupo é composto pelo Isaac, o guerreiro, Weed, o lutador veloz, e Sandrea, a maga. Claro, eu não fui ingênua o suficiente para usar meu nome verdadeiro aqui. O nome falso não é tão diferente, já que eu preciso ser capaz de responder rapidamente se alguém me chamar.
Por algum motivo, Sandrea empurrou seu sorriso radiante bem ao lado do meu rosto depois de ouvir minha saudação.

"Sally está bem!" (Sally)
"Oi, Sandrea" (Sally)
"Sério, apenas me chame de Sally..." (Sally)
"Oi, Sandrea" (Shedy)
"..." (Sally)

Eu realmente não queria confundi-la como com a boba da Salia. E antes que eu percebesse, minha insistência já havia levado o Isaac e o Weed a começar a chamá-la de Sandrea também. Ela ficou chocada.
Senhorita Sandrea. Eu posso ouvir você sussurrando "IA estúpida..." aí. Sussurre mais baixo.

"O que você vai fazer com relação comida?", eu perguntei.
"Vamos pegar qualquer coisa de verdade!" (Weed)
"Nós temos algo para comer, não se preocupe com isso" (Isaac)

Isaac cutucou o Weed com o cotovelo por suas palavras descuidadas.
No trem, eu ainda fui e comprei comida (para consumo da Blobsy) no refeitório para manter o ardil. Por outro lado, apesar de estar dentro de um vagão, o grupo às vezes desaparecia.
Então, eles estão saindo para comer. Houve momentos em que a Sandrea desapareceu por doze horas inteiras, mesmo quando apenas um deles permanecia no jogo. Weed é o que mais está aqui. Ele está aqui com muita frequência. Eu me preocupei com sua vida real.

"É bom, apenas nós dois sozinhos assim. Ei, Sherry, alguma coisa que você quer saber sobre mim? Para uma gracinha como você, vou responder a qualquer pergunta que você tiver!" (Weed)
"Então, como faço para excluir você...?" (Shedy)
"Você tem uma língua surpreendentemente afiada!" (Weed)

Ele estava constantemente tentando iniciar conversas irritantemente, além de seus olhos realmente parecerem meio perigosos, então eu o desliguei toda vez que ele começou a falar. Então, de vez em quando, ele parava de se mover e olhava para o vazio.

... então tem essa garota NPC que é super gelada comigo...

Um olhar mais atento revelou que seus lábios mal se moviam. Talvez ele estivesse conversando com alguém em algum lugar.

Honestamente, eles estavam tentando me enganar?
Achei que, no final, isso é apenas um jogo para eles e eu sou apenas um NPC. Depois de me verem sem resposta a qualquer coisa meta, eles ficaram cada vez mais descuidados e os tempos de logout se tornaram cada vez mais frequentes.
Não foi realmente um problema para mim, já que não tenho planos de fazer amizade com eles. Ao mesmo tempo, mesmo quando sabiam que os NPCs aqui estavam agindo como pessoas vivas de verdade, eles ainda não estavam me tratando como uma. Mesmo agora.
... Eu podia ver isso causando todos os tipos de problemas. Boa sorte, moderadores do jogo. Não que seja um problema meu.

E um dia antes de chegarmos à primeira estação de Battrol, os três finalmente se desconectaram ao mesmo tempo.
Parece que eles estavam aprimorando suas habilidades mágicas no trem, mas isso não é o suficiente para se distrair do tédio.
Enquanto eles desapareciam, percebi uma estranha poça de mana no chão. Ela tem uma barreira protetora. Provavelmente está marcando o local para seu login subsequente.
Eu testei cuidadosamente um pouco de [Manipulação Cibernética] nisso, sutil o suficiente para que a corporação não descobrisse. Ao fazer isso, recebi uma resposta semelhante à minha habilidade [Empacotador]. Depois de uma espionagem mais profunda, encontrei alguns equipamentos que podem ser acessados por meio de minha própria habilidade [Empacotador]. Eles parecem pertencer aos três.
Esta foi uma surpresa bem-vinda. Mesmo que eu não possa eliminá-los, ainda será possível pregar uma peça.

Uma hora antes de o trem chegar à primeira estação, os três finalmente reapareceram.

"Tudo bem, finalmente estamos aqui! Mal posso esperar pela viagem de céu!" (Sally)
"Sim, o jogo vale a pena só para passear" (Weed)

Sandrea e Weed imediatamente encheram a janela. Eles tinham se transformado completamente em turistas pasmos agora, hipnotizados pela vista de fazendas, vilas e da cidade que se aproximava. Apenas Isaac ainda está em seu assento. Ele parece preocupado, me vendo ficar tão quieta.

"Você ficou bem sozinha?" (Isaac)
"Sim" (Shedy)

Eu fiz o papel de um NPC obediente. Ele relaxou e sussurrou baixinho: "Sim, claro, suponho que não haveria problema quando você é um NPC..."

Se eu fosse apenas um jogador normal...
Tarde demais agora. Eu não sou uma jogadora, nem uma nativa deste mundo. Eu me tornei algo intermediário.
No momento em que essa corporação traiu todos nós, os jogadores não são mais nossos aliados.


[Isaac] [Raça: Humana ♂] [Jogador]
[Pontos de magia (MP): 150/150] [Pontos de Vida (HP): 260/260]
[Poder Total de Combate: 1110]

[Sandrea] [Raça: Humana ♀] [Jogadora]
[Pontos de magia (MP): 190/190] [Pontos de Vida (HP): 135/135]
[Poder Total de Combate: 790]

[Weed] [Raça: Humana ♂] [Jogador]
[Pontos de magia (MP): 140/140] [Pontos de Vida (HP): 180/180]
[Poder Total de Combate: 665]

Restam catorze dias.

Eu posso ver o fim da linha. Melhor estarem preparados, vocês três. Mais cedo ou mais tarde, vocês se tornarão minha refeição.



Nota do Autor:
Eu ouvi o antigo meme "Como faço para excluir você?" que costumava ser popular naquela época, na verdade tem uma resposta hoje em dia.

Ligeira exposição. Armazenamento do jogador.
Quando os jogadores morrem, eles largam seus equipamentos no chão, exceto itens de evento.
Conforme mencionado na história, o local de logout será marcado e seus itens serão armazenados dentro dele. Então, por que os jogadores não tem permissão para usar o [Empacotador] normalmente? Porque manter o armazenamento marcado requer um pouco de mana. Geralmente, as chances de os jogadores recuperarem seus itens são baixas, então, com o propósito de economizar o uso de mana, os desenvolvedores do jogo decidiram remover a habilidade totalmente.

Abaixo está o caminho de viagem para este capítulo e o próximo. Existem alguns pequenos ajustes no caminho que a Shedy seguiu até agora, principalmente por causa de razões de data e hora.




"Esse é o dirigível" (Isaac)
"... isso é incrível" (Shedy)

Depois de chegar a uma cidade no extremo oeste de Battrol, pegamos outro trem para ir para o sul. Então chegamos ao aeroporto.
Achei que haveria problemas com o controle de fronteiras. Felizmente, estávamos no trem lento - que tinha uma quantidade surpreendente de passageiros, devo acrescentar - e não no trem expresso. Uma vez que o trem lento não cruza as fronteiras diretamente, os costumes são menos rígidos. O líder, Isaac, só precisou apresentar seu cartão de aventureiro, e os outros membros do grupo só precisaram mostrar que eles também possuíam seus próprios cartões e conseguimos passar.
Eles realmente deveriam ter verificado todos nós. Os policiais provavelmente acharam isso muito problemático.

Então, de volta ao dirigível. É realmente incrível.
A coisa mais incrível sobre isso é que realmente parece um navio. 60 metros de comprimento, 20 metros de largura, feito de aço e madeira, com oito hélices que obviamente são muito pequenas para conduzir um navio daquele tamanho. Mesmo assim, ele voa tão rápido quanto um avião a jato. A magia é incrível.

O bilhete mais barato custa 1 moeda de ouro grande e 5 moedas de ouro pequena. Os quartos do último andar são 3 moedas de ouro grandes.
Portanto, a passagem mais barata teria o mesmo preço de uma em um trem expresso, certo? Infelizmente não. Não são ingressos para todo o passeio. São passagens para um único dia de estadia.
Se você estivesse viajando dentro de um único continente, um dia seria o suficiente. Para cruzar continentes, porém, dobra o preço. Basicamente, você está pagando por um quarto de hotel voador.
Os passes anuais do grupo do Isaac só permitem que eles fiquem no quarto duplo inferior. Se quisessem, eles poderiam atualizar seus quartos por uma taxa extra.
Seus passes anuais também me permitiram obter um desconto para membros do time, mas não uma carona grátis. Eu ainda precisei pagar uma moeda de ouro pequena como taxa de serviço de arrumação da cama.
A propósito, Isaac pagou por mim.
Quando estava prestes a agradecer, descobri que eles receberam os passes anuais como recompensa por nos matar. Vá se ferrar, então. Sem gratidão para você.

Sandrea e Weed pularam impacientemente a bordo. Os dois correram por toda a parte, passando de brincadeiras no convés superior a observar o solo passar zunindo no convés de observação no fundo do navio. Achei que eles já estivessem familiarizados com o voo. Eles estão agindo como crianças. Na hora do jantar, porém, todos os três desapareceram em seus quartos.
Nossos quartos foram separados em masculinos e femininos. Eu verifiquei o meu e não vi a Sandrea lá, então ela deve ter se desconectado.
A comida já estava incluída na tarifa. Eu não queria desperdiçar a refeição luxuosa, então limpei tudo (com a ajuda da Blobsy).

* boing-boing! *

Você gostou? Bom para você.

Eu não preciso dormir e também não faz sentido apenas ficar sentada sozinha dentro do meu quarto. Decidi ir ao convés superior para conferir a vista noturna.
A nave tem uma bolha protetora. Apesar de voar ao ar livre em super velocidade, o máximo que senti foi apenas uma brisa confortável. Prendi meu capuz, apenas no caso, e observei a montanha distante.
De acordo com o guia, esse é o Monte Leonard. É a montanha mais alta do continente central, além de abrigar uma das minas mais importantes. Em torno dele estão três grandes países, que incluem Battrol. Seus conflitos sobre os direitos da montanha são intermináveis, aparentemente.
... Eu acho que é assim que funciona. Mesmo que o mana já satisfaça todas as suas necessidades básicas, a riqueza é uma questão totalmente diferente.
Enquanto observava a montanha noturna se afastando cada vez mais, senti um sinal mágico atrás de mim.

"Então você estava aqui" (Isaac)
"... sim" (Shedy)

Parece que apenas o Isaac veio me verificar. Ele parece ser uma pessoa muito séria.
Ele está segurando duas xícaras de cobre fumegantes. Ele entregou uma para mim.

"... Obrigada", eu disse, recebendo a xícara.
Ele sorriu e tomou um gole de sua própria bebida. "Sem problemas"

Então os jogadores não podem comer, mas podem beber? Para mim, tudo precisa ir para o armazenamento do [Empacotador] depois de dar algumas engolidas fingidas e ser descartado para a Blobsy mais tarde.
Hmm... o que é isso? Grosso, verde...

"... Suco de couve quente?", eu murmurei.

Isaac, além de mim, cuspiu o conteúdo de sua boca, o 『suco de couve quente』.

"Eca" (Shedy)
"Espere, espere, espere, espere, o que você acabou de dizer?" (Isaac)
"Quero dizer, essa coisa é..." (Shedy)
"É sopa de espinafre, para um lanche da meia-noite. Oh, cara, isso foi tão fora do comum. Eu nunca esperei que suco de couve também fosse uma coisa aqui" (Isaac)
"..." (Shedy)

Eu não deveria ter dito isso. Vamos apenas encobrir o assunto e tomar a sopa. Como é meu hábito quando ainda era humana, comecei a soprar a xícara quente. Isaac olhou para mim.

"Então, isso não é sobre o que aqueles dois falaram antes, mas... Sherry, você realmente não age como uma NP - uma nativa deste mundo" (Isaac)
"... você fala isso como se não fosse uma pessoa deste mundo", contra-ataquei.
"Não, quero dizer...", percebendo sua gafe, Isaac tropeçou nas palavras. No entanto, imediatamente depois, um leve sorriso voltou a seu rosto. Ele parece ter acabado de pensar em uma piada engraçada.
"Bem, então, e se este mundo fosse fictício? O que você faria?" (Isaac)
"..." (Shedy)

Então ele está indo para isso. Ele acredita que eu sou uma NPC programada vivendo em um mundo fictício, que é completamente ignorante sobre 『Jogos』.
Talvez ele tenha pensado que estava apenas pregando uma pequena peça. Como contar uma mentira inocente para uma criança inocente. Ao mesmo tempo, eu o olhei nos olhos e disparei sua pergunta de volta para ele.

"Nesse caso, se este mundo fosse real, o que você faria?" (Shedy)
"Eh...?" (Isaac)

Isso pegou o Isaac completamente de surpresa. Alguns momentos de mudez depois, ele voltou os olhos para o cenário noturno. Ele sorriu.

"Então seria ótimo. Basta olhar para esta vista, esta terra. Se pudéssemos visitar este lugar, apenas a indústria do turismo sozinha traria muito dinheiro. E se pudéssemos transportar os recursos que tem aqui para lá, nossos problemas seriam resolvidos. Poderíamos enviar nossa população em excesso aqui e utilizar a mão de obra barata deste mundo..." (Isaac)
"..." (Shedy)
"Ah, desculpe! Eu me perdi em meus pensamentos. Eu esqueci que provavelmente isso soou como um jargão para você" (Isaac)

No meio do caminho, ele percebeu o que estava dizendo e notou meu olhar. Ele se desculpou.
Ele não é uma pessoa ruim. Na Terra, ele provavelmente seria uma daquelas pessoas com consciência e bem-sucedidas que você costuma ver.
Do ponto de vista da Terra, o que ele disse não está errado. Mas esse tipo de pensamento não é diferente do dos humanos aqui. Os humanos de Yggdrasia, que pensam nos semi-humanos como nada mais do que apenas recurso.
Este foi o momento em que vi uma das minhas escolhas se fechar para sempre para mim bem na frente dos meus olhos. A escolha de falar com os jogadores. O caminho da compreensão mútua.


Restam doze dias.

Chegamos à Cidade Livre Seis. Como este é o país de origem do Isaac, ele só precisou terminar um pouco de papelada para nos permitir entrar. A alfândega está muito relaxada. Nós pegamos mais alguns trens lentos para chegar a uma cidade ao norte, onde fica a base do Isaac.
Assim como a Confederação Comercial, a Cidade Livre Seis não é governada por reis nem nobres. Um conselho de mercadores e proprietários de terras tomam todas as decisões.
A Confederação Comercial é um país de mercadores para mercadores. Em contraste, a Cidade Livre Seis colocava seu poder nos aventureiros e em sua guilda.
Primeiro pensei que iríamos para a base depois de colocar os pés na cidade. Acontece que seus amigos vieram nos encontrar e nós estaremos indo para o local de encontro para a festa a seguir.

"Ei, quem é aquela garota? O hobby do líder?!" (Jogador)
"Pare com isso, Sherry é minha garota. Eu simplesmente não me cansei de seus abusos verbais nos dias que passamos juntos..." (Weed)

Eles perceberam que eu não sou uma jogadora e começaram a provocar o Isaac. E então, por alguma razão, Weed afirmou sua propriedade e seu fetiche perigoso.
Os amigos do Isaac somam cerca de dez.
Acho que um deles está com a pedra mágica. Não há maneira de determinar quem no momento, no entanto. E se eles já a levaram para o ponto de encontro? Então, me revelar aqui seria uma ideia terrível.
De acordo com sua conversa, algumas das pessoas mais impacientes já estavam reunidas no ponto de encontro.
Aparentemente, a reunião será realizada na aldeia rural que fica perto das grandes planícies gramadas ao norte de Seis. A planície é o lar de uma espécie de monstro chamado 『Behemoth』, quase tão grande quanto os elefantes. O plano deles é caçar os gigantes, aumentar suas habilidades e se divertir enquanto esperam a 『Coelha』 aparecer.

Quando chegamos à aldeia, vi 5 grupos de cerca de 30 pessoas nos esperando lá. Eles estavam começando a caça aos gigantes.
O time do Isaac olhou através da multidão. Quando chegaram a um certo grupo, todos estremeceram.

"... droga, mesmo os indesejáveis vieram" (Isaac)

Assim que nosso grupo apareceu, os outros participantes vieram para saudações pacíficas. Entre os grupos de caça, um não estava realmente caçando, em vez disso, estava apenas torturando os dóceis herbívoros até a morte. E eles estão vindo em nossa direção.

"... Quem são eles?", perguntei a alguém próximo.
A resposta que recebi foi evasiva. "Eles são... humm... bem, eles são pessoas ruins, eu suponho" (Jogador)

Em suma, eles são pessoas interpretando 『Bandidos e Vilões』. Personagens que cometem crimes e são presos são excluídos. Por outro lado, contanto que você não seja preso, jogar como bandido ou ladrão não seria contra as regras do jogo.
Ainda assim, eu senti como se já tivesse conhecido aquele grupo em algum lugar...

"Ei, ei! Então será o primeiro a chegar, primeiro a se servir quando a coelha aparecer, certo?" (Líder Bandido)
"Não, há uma chance de que seja uma cadeia de missões. Se possível, todos devemos ajudar a capturá-la. Então vamos decidir..." (Isaac)
"Quem diabos se importa? Puta que pariu, deveríamos ter conseguido o passe de dirigível naquela época, se não fosse por aquele filho da puta branco. Se a coelha aparecer, vamos foder com essa merda!" (Líder Bandido)

... Aaah, certo, eu me lembrei agora. Naquela época, quando assimilei a pedra mágica do No.01, havia um time tentando matar o lobo. Esse cara é o líder do time que matei por último naquela época.
Então, eles ainda estavam fazendo esse tipo de coisa, eu entendo...
Eles são pessoas terríveis, mas tanto faz. Eu preciso me concentrar em descobrir quem tem a pedra mágica do No.08.
Comecei a vasculhar o entorno com a [Manipulação Cibernética]. Enquanto eu estava me concentrando em observar as reações dos jogadores, de repente, alguém agarrou meu capuz por trás. Eu sacudi.

"Por que diabos tem uma garota NPC aqui? Você a trouxe para o caso de a coelha não aparecer? Será que vamos caçar essa criança em vez dela?", ele gargalhou.
"Pare! Ela é uma aventureira que contratamos!" (Isaac)

Droga. Há muitos jogadores ao redor, eu não detectei o líder bandido se aproximando.
Isaac entrou em pânico e tentou detê-lo. O líder bandido deu uma olhada para ele e depois explodiu em outra gargalhada.

"O que, você a comprou para servi-lo? Cara, esse jogo é mesmo uma merda! Posso até matar os escravos que comprei e ninguém nem vai piscar!" (Líder Bandido)

... ele realmente é tão irritante.


* * *



"... Cale a boca", rosnou a garota NPC.
"Hahh?! Diabos, sua pirralha o que você est- aargh!!" (Líder Bandido)

Assim que o jogador que a segurava estava prestes a se tornar violento, duas adagas acertaram seus braços.
Cardi é o seu nome. Ele não é tanto como um jogador perverso, mas simplesmente auto-indulgente. De forma infame, com miríades de queixas apresentadas contra ele. Suas palavras, suas ações são muito além do pálidas. Ainda assim, contanto que ele não estivesse violando as cláusulas do jogo, ele é intocável. Se o grupo do Isaac interferisse, seriam eles que infringiam as regras.
Então, eles não podem fazer nada. E parece que a garota NPC que eles trouxeram finalmente se zangou.
O bandido ainda estava segurando seu capuz, mesmo com os braços feridos. Por isso, ela mesma arrancou os braços dele e golpeou Cardi com uma velocidade assustadora. Uma estranha camada de névoa apareceu de repente sobre ela, congelando o bandido.

"M-maldita seja!" (Cardi)
"Morra já", disse ela friamente. A adaga dela penetrou profundamente em seu rosto.

Quando os jogadores recebem um dano avassalador, seus sentidos são cortados para evitar traumas. Mas do jeito que estava, a visão da morte estampada no rosto dela é mais do que suficiente para aterrorizar o Cardi.
Com o rosto marcado pelo medo, ele desapareceu em partículas de luz. A névoa se dissipou por uma fração, não escondendo mais a garota dos olhos dos jogadores.
Eles viram cabelos brancos como a neve, olhos escarlates... e orelhas de coelho levemente caídas.
Os jogadores ficaram paralisados de choque com a revelação abrupta. Isaac deixou escapar um sussurro.

"... Sherry?" (Isaac)
"Sherry...?" (Isaac)

Isaac, soando a quilômetros de distância, deixou escapar um sussurro.
Meu temperamento me levou a uma retaliação míope e, inadvertidamente, o matei. Ainda assim, eu não me arrependi.
Apesar do plano, os jogadores nunca pensaram que eu realmente apareceria. Eles ficaram boquiabertos com minhas orelhas saindo sob o capuz rasgado.
A corporação me vendo e fazendo o link para o meu verdadeiro eu seria o pior cenário aqui. Ainda assim, apenas com o meu rosto, não penso que eles vão chegar a essa conclusão imediatamente. Especialmente quando agora eu tenho orelhas de coelho.
Então tentei me esconder o máximo que pude. Eu estava apenas mantendo minha forma humana atual superficialmente. Minhas entranhas estão se transformando em névoa, cobrindo lentamente a área.
Entre os jogadores, Isaac tem o maior poder de combate. Os mais baixos deles possuem cerca de 300. Os perigosos são os membros do clã do Isaac, que tem mais de 400. Eu preparei uma adaga, ficando alerta enquanto me perguntava quem entre eles tem a pedra mágica do No. 08.Então o Weed, recuperado do choque, saltou freneticamente.

"Sherry é a coelha?! Impressionante! Já devo ter conseguido tantos pontos de relacionamento! Aqui, pule em meus braços!" (Weed)

O silêncio desceu sobre o campo.
Que diabos? Isso estava tão fora das expectativas que não pude deixar de fazer uma careta.
Por outro lado, a idiotice do Weed tirou os jogadores de seu choque. "É a coelha!" "Ela está realmente aqui!" eles clamaram, as mãos movendo-se para suas armas. Isaac correu freneticamente na tentativa de detê-los.

"Não parem! Vamos tentar falar com ela primeiro! Sherry, você-" (Isaac)
"CAÇA A COELHA!!" (Jogador)
"""""Sim!!!""""" (Jogadores)

Seu apelo foi abafado pelo time do líder bandido. Eles investiram contra mim com armas em punho.

"Muito ruim para o Cardi! Essas cinco mil grandes moedas de ouros serão todas nossas!" (Jogador Bandido)
"Não fique muito animado agora! Ela não pode ser morta!" (Jogador)
"Quem se importa, apenas jogue poções nela e ela ficará bem! Corte seus braços e pernas! Certifiquem-se de que ela não possa correr!" (Jogador Bandido)

Seu poder de combate é de cerca de 300 a 400. Eles não haviam crescido muito desde a última vez que os encontrei.
Minha nuvem de névoa surgiu na direção deles, minando sua magia e calor, entorpecendo seus movimentos.

"O-o-o-quê?!" (Jogador Bandido)
"M-m-minhas pernas congelaram..." (Jogador Bandido)

Eu já estava me movendo. Eu cravei uma adaga no pescoço do mago, joguei outra no arqueiro, então me virei e rasguei o batedor com minhas garras.

"O que diabos é isso!?" (Jogador)

Um guerreiro de armadura pesada balançou seu machado grande em selvagem abandono, o rosto perto das lágrimas. Concentrei minha névoa para congelar metade de seu corpo, então agarrei seu rosto. Minhas garras esmagaram a sua cabeça congelada.


[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte. Uma forma de vida espiritual sagaz.

[Pontos de Magia: 1975/2030] 80↑
[Poder Total de Combate: 2178/2233] 88↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| |Absorção| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Tesouro Nacional)| |Empacotador Especialista| ]


Assim como eu pensei, dois mil Pontos de Magia não são suficientes para outro aumento de classe.
Trinta segundos para matá-los. Esses jogadores não tem nada além de alguma habilidade de luta descuidada e apenas um pouco de medo foi o suficiente para deixá-los indefesos. Honestamente, eles são fracos. Aqueles guarda-costas no leilão foram muito mais problemáticos.
Os jogadores não conseguiram impedir que a batalha acontecesse. E também não poderiam impedir o massacre que se seguiu. Mesmo que nenhum deles possa chamar algum dos mortos de seus amigos, a visão de tal massacre implacável ainda os deixou irritados. Alguns jogadores deram um passo para trás, com seus rostos pálidos.
Apenas os fracos, no entanto. Os jogadores mais fortes, em vez disso, prepararam suas armas e atacaram. Talvez eles tenham conseguido 『resistir』 ao meu [Medo].

"Não!" (Isaac)

Isaac ainda tentou detê-los. Sandrea ao seu lado, no entanto, saltou com seu bastão sacado e refutou.

"Isaac, já chega! Não é óbvio? Ela não é um NPC normal, ela é uma Chefe de Raid de Evento!" (Sally)

Eu não vejo o que há de tão óbvio nisso.
Então, eles acreditam que NPCs mais fortes do que eles são para 『Eventos Especiais』 e que os hostis são 『Chefes』.
Aparentemente convencido, Isaac relutantemente preparou suas próprias armas.

"Tudo bem, apenas seja uma boa garota agora e nos deixe capturar você. [Lança de Gelo]!" (Jogadora)

Uma maga disparou um enorme pilar de gelo. Eu tenho certeza que aquela coisa é letal, entretanto? Para humanos, pelo menos.
Eu sou fraca contra a magia e estou sem soluções viáveis para o problema. Recuar é a minha única escolha. Quando saltei para trás, um arqueiro a alguma distância atirou uma flecha.

"[Vínculo das Sombras]!" (Jogador)

Magos e arqueiros realmente são meus piores inimigos. Ainda assim, enquanto eu souber o que estava por vir, não é tão difícil de lidar.
Eu joguei fora meu casaco rasgado. A estranha habilidade atingiu sua sombra.

"Que diabos?!" (Jogador)

O casaco congelou no ar. Corri para fora do lado, em direção ao arqueiro. Uma sombra ágil saltou e bloqueou meu caminho.

"Adorável Sherry! Venha, meus braços desejam você-uff!" (Weed)

Whoops. Eu deveria usar minha adaga aqui, mas por alguma razão eu realmente queria chutar sua cara. Então eu fiz.
Weed cambaleou para trás. Eu deixei seus pés congelados, então joguei a névoa fria no arqueiro que estava se retirando. Um jogador segurando um grande escudo interveio, bloqueando meu caminho.
O usuário de escudo não estava congelando? É outra arte estranha? Ou talvez eles estejam recebendo um buff de um feitiço?
É por isso que eu odeio lutar contra grupos de jogadores. Eles podem cobrir as fraquezas uns dos outros com suas habilidades especiais. Eu tenho um poder de combate muito maior, mas ainda não consegui matar ninguém.

Whoa?! Eu apenas senti algo invisível tentando me amarrar, então eu imediatamente pulei para longe. A alguma distância, isolada, está uma garota de cabelo rosa balançando um enorme martelo. Ela gritou.

"Líder! Ela não deveria ter apenas 200 de poder de combate? Como ela resistiu ao [Lento]?!" (Garota Rosa)
"Idiota! Você não deveria estar lutando!", Sandrea, ao invés do líder Isaac, repreendeu a garota. Minha cortina de fumaça de status ainda está funcionando, então. Bom.

Então a estranha sensação enjoativa naquela hora era o feitiço daquela garota? Mas por que ela foi repreendida apenas por me atacar? Porque ela é uma maga? Mas ela não está segurando um grande martelo e até usando um peitoral de couro sobre o manto?

... espere um minuto...

Eu ignorei o usuário de escudo e corri direto para ela. Ela e Sandrea imediatamente começaram a entrar em pânico.

"Ah! Sua idiota, viu o que aconteceu?! Ela está se dirigindo para você agora!" (Sally)
"Não foi porque você estava gritando?! Sally, você é a idiota!" (Garota Rosa)

Então, realmente havia um motivo pelo qual elas não queriam que eu a alcançasse. Por exemplo... talvez ela esteja segurando a pedra mágica do No.08?

Na tentativa de proteger a cabeça-rosa, a coordenação dos membros do clã do Isaac começou a se desgastar.
Todos eles têm pelo menos 400 poder de combate. Metade deles, pessoas que tem cerca de 700 de poder de combate, como a Sandrea e o Weed, perderam o espaço de que precisavam para se moverem livremente. Eles não podem mais dar cobertura para seus camaradas.

"Tudo bem, entendi!" (Jogador)

Um guerreiro com espada e escudo avançou. Eu me esquivei do golpe em câmera lenta e congelei seu braço direito.

"Waaahh!?" (Jogador)
"Vou te ajudar!" (Jogador)

Definição de dor mais baixa, eu entendo... Seu camarada, um arqueiro, atirou uma flecha para dar cobertura. Eu me escondi atrás do guerreiro, então joguei minha névoa gelada para drenar a vida de ambos.
Derrubar dois jogadores em um piscar de olhos foi o suficiente para assustar os outros jogadores. Por um lado, perder a calma é uma coisa boa para mim. Por outro lado, também significa que eles não estão mais se segurando. Não mais lutando para me capturar.

"[Bola de Fogo]!" (Sally)

A bola de fogo da Sandrea explodiu, incendiando a pastagem.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Baixa)]
[Pontos de Magia: 1935/2060] 30↑
[Poder Total de Combate: 2141/2266] 33↑

Eu me esquivei em desespero. Ainda foi bastante prejudicial, apesar da maior defesa que veio com meu maior poder de combate.

"Sandrea!" (Isaac)
"Olha, ela é muito perigosa! Não podemos vencer se nos segurarmos aqui!" (Sally)
"É a nossa vez! [Investida de Escudo]!" (Jogador)

Ele correu para mim, seu grande escudo na frente. Ele queria me lançar para longe? Muito ruim para ele.

"O qu-?!" (Jogador)

Eu não me mexi. Com seu ataque aparado, agarrei e congelei seu braço que segurava o escudo. Ter três vezes seu poder de combate realmente ajudou aqui.

"Pare!" (Isaac)

Eu imediatamente pulei para trás no momento em que percebi o brilho de uma espada. Isaac estava apontando sua lâmina para mim.

"Você está bem?" (Isaac)
"D-desculpe" (Jogador)

Eu só pude tirar metade de sua magia e vida.
Cabeça-rosa disparou uma luz branca para o usuário de escudo, libertando-o do gelo. Então ele esvaziou uma pequena garrafa na boca.
Huh. Eu senti sua magia se recuperando.

Segunda rodada, então... Lutar de frente será desvantajoso para mim. Pelo menos suas poções não são infinitas. Se eu me concentrar em manter minha magia e lidar com eles um por um, ainda terei uma chance.
Contanto que haja uma oportunidade de roubar a pedra mágica do No.08, eu vou vencer.

Todos, exceto os mortos, haviam se recuperado completamente com suas poções. Eu coloquei de lado meus pensamentos errantes e me concentrei novamente, adagas em ambas as mãos, me preparando com alguns saltos. Minhas orelhas balançaram.
Ninguém está brincando agora. Até o Weed parece tenso, com sua espada na mão. Isaac se preparou para dar o sinal.

Naquele momento, um coro de gritos ensurdecedores soou.

"O-o que agora?" (Jogador)
"O que é esse zumbido..." (Jogador)

Monstros totalmente negros começaram a aparecer, manchando o gramado verde como uma poça de alcatrão que se espalhava.

"O que... é isso...?", murmurou um jogador. Seu sorriso era forçado, sua voz quebradiça.

Os recém-chegados são monstros enormes em forma de tarântula de dois metros de altura e cinco de largura, com garras e carapaças de caranguejo.

"Eh-aaarghh!" (Jogador)
"Merda, eles estão nos atacando?!" (Jogador)

Seus tamanhos desmentiam sua velocidade. Um jogador próximo já havia sido rasgado ao meio por suas garras.
Eu os conheço... não, eu não. O conhecimento do No.01 e do No.17 dentro de mim sabe sobre eles, de sua possível existência.

[Aranhas com Carapaça Negra x10]
[Pontos de Magia: 300/300] [Pontos de Vida: 500/500]
[Poder Total de Combate: 1000]

Eles são avatares de monstros experimentais conduzidos pelos 『Testadores Beta Secretos』!
"Vice diretor!" (Audrey)

Audrey abriu a porta da sala anteriormente usada para monitorar os 100 Testadores Alfa Secretos. Lá dentro, o Diretor Adjunto do 7º Centro de Pesquisa, Brian, e vários membros da equipe estavam assistindo a uma tela.

"Ei, Audrey. Um pouco atrasada, não é?", ele a cumprimentou alegremente.

Faz uma semana desde o início do teste de ativação dos modelos de produção em massa dos Avatares de Monstro Militarizados. Cinquenta soldados fisicamente e mentalmente resilientes do Exército foram escolhidos para serem os 『Testadores Beta Secretos』.
Os novos modelos experimentais foram ajustados com base nos valiosos dados obtidos dos Testadores Alfa Secretos. Funções estranhas, incluindo evolução, foram removidas. O precioso mana coletado pelos Testadores Beta lhes deu uma vantagem inicial no poder.

"Parece que vai ser difícil para os testadores se acostumarem com os avatares se infundirmos mais mana. Suponho que, no final, nada se compara a coletar mana para aumentar seu poder. Mas, novamente, se precisarmos usar essas coisas aqui..." (Bryan)
"Vice diretor Brian, por que você está mobilizando os modelos experimentais?" (Audrey)
"Oh, isso? Bem, vendo sua fixação pela chamada 『Garota Coelho』 me deixou curioso também. Cara, eu sabia que você foi contratada por um motivo! Como você esperava, a coelha está atrás da pedra mágica. O evento dos jogadores conseguiu atraí-la para fora" (Bryan)

O rosto da secretária ficou um pouco pálido.
Uma mulher-fera coelha com uma semelhança incrível com o No.13. Audrey tinha investigado o roubo da pedra mágica do No.17 e chegou à mesma conclusão que os jogadores. Então, ela conectou seu dispositivo móvel a uma das telas de monitoramento e enviou um drone de vigilância para observar os jogadores que planejaram o evento.
E exatamente como ela pensou, a mulher-fera coelha mordeu a isca e uma briga começou. Ainda assim, de repente, os modelos experimentais apareceram e começaram a atacar todos lá, quando eles deveriam estar ainda no meio de um teste sendo executado longe de qualquer civilização humana.

"Cara, tenho que dizer, esse mundo é realmente vasto. Eu nunca esperei que pudesse haver um único homem-fera solitário que pudesse lutar naquele nível. As identificações retornaram alguns números estranhos, mas se ela pode lutar assim, você não acha que ela dará um ótimo teste de desempenho para os Avatares de Monstro Militarizados? Afinal, eles foram feitos para matar pessoas" (Bryan)
"Mas não deveríamos mantê-los longe dos olhos dos jogadores...?" (Audrey)
"Oh, não é nada diferente do evento 『Berserker』 anterior. Além disso, aquela coelhinha roubou a pedra mágica do No.17 e agora ela está tentando obter a do No.08. Dois dos nossos três testadores originais deixaram cair pedras mágicas, então por que ela não o fez com o No.01...? A No.13 estava ao lado dele dessa vez, certo? Se, como você disse, aquela coelha realmente tem uma conexão com a No.13, isso será tão interessante, não é?" (Bryan)

Desde quando ele sabia que a Audrey estava olhando para a coelha? Ela pensou ter visto algo distorcido no sorriso alegre do Brian. Ela não disse nada, sua própria expressão rígida disse por ela.

"Bem então. Vamos ver o quanto de luta essa coelha e os jogadores podem dar contra soldados reais nos modelos experimentais" (Bryan)


* * *



"Que diabos são esses monstros?!" (Jogador)
"Eles também são monstros de eventos?!" (Jogador)
"Todo mundo, acalmem-se!" (Jogador)
"O poder total de combate é 1000?! E são dez deles?!" (Jogador)
"Arqueiros, mantenham-nos sob controle..." (Jogador)
"Droga, há muitos deles!" (Jogador)

Uma aranha-carapaça mergulhou, então enviou todo o peso de seu corpo para cima.

"Whoaa!?" (Jogador)

Isso foi mais do que o portador do grande escudo poderia suportar. Ele saiu voando, apesar de seu poder de combate se aproximar de 800. Eu não acho que essa pequena diferença no poder de combate poderia derrubá-lo tão facilmente, então deve ser a diferença de massa. E as aranhas também sabiam, a forma como eles lutam é centrada em alavancar usando seu peso.

"[Vínculo das Sombras]!" (Jogador)
"[Lança de Gelo]!" (Jogadora)

Um arqueiro derrubou uma aranha e uma maga congelou uma de suas pernas. Mas imediatamente, as outras aranhas-carapaça avançaram para dar cobertura. Suas garras perfuraram um guerreiro que se aproximava.
A aranha contida abriu suas garras de caranguejo. De dentro, balas de pedra foram disparadas, visando os magos que estavam mais longe.

"Aaaaaagh!" (Jogador)
"Você deve estar brincando... monstros estão usando [Bala de Pedra]?!" (Jogador)

A mobilidade e agilidade de um lobo. A resistência de um tanque. Possuindo ataques de curto alcance e capacidades mágicas.
Apesar do poder de combate pessoal não muito maior, eles ainda massacraram os jogadores um após o outro, sem receber nem um arranhão.
Eu não estava apenas assistindo de lado. Já estou ocupada com cinco das aranhas.

"Oof!" (Shedy)

Eu pulei para trás para me esquivar de uma garra descendente, mas outra aranha já está indo para a minha posição. Ele balançou a perna. Eu me abaixei, expelindo a névoa como uma cortina de fumaça e pulei para fora do cerco.
No exato momento em que pousei, uma rocha explodiu nos meus pés. Enquanto eu lutava para recuperar o equilíbrio, uma aranha avançou.

"Droga!" (Shedy)

Eu congelei e quebrei a grama embaixo de mim. A nuvem de fragmentos de plantas obscureceu sua visão por um momento e eu aproveitei a chance para enfiar minha adaga em sua cabeça.

"... tsk" (Shedy)

A ponta da adaga resvalou. Parece que eu causei algum dano com isso, pelo menos, mas não o suficiente para desacelerar seu avanço.
Eu coloquei alguma distância entre nós. As aranhas não continuaram seu ataque. Eles simplesmente se moveram para me cercar, tecendo sua rede.

Eu tenho quase o dobro de seu poder de combate, então ainda estou conseguindo lidar com seus ataques coordenados... não. Isso não está certo. Eles estão brincando comigo.
Como uma matilha de lobos caçando um alce. Assim que sua presa ficar enfraquecida, o lobo alfa transformará a caça em uma lição para os outros lobos. E essa luta não é diferente. As aranhas estão apenas me atormentando.


[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Baixa)]
・ O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte. Uma forma de vida espiritual sagaz.

[Pontos de Magia: 1870/2060] 30↑
[Poder Total de Combate: 2076/2266] 33↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| |Absorção| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humanoide (Tesouro Nacional)| |Empacotador Especialista| ]


Eu estava sendo esmagada. Pelo menos a própria magia deles está diminuindo também, devido aos ataques. Ainda assim, se o grupo do Isaac cair, as aranhas de lá vão vir e se unir contra mim.
Eu me desculpei com o Isaac em meus pensamentos. Não tenho margem de manobra para ir ajudá-los, mas ainda preciso deles para sobreviver até que tenha matado pelo menos algumas aranhas.
Acho que não é uma boa hora para me segurar, então.

As aranhas ainda estão me circulando lentamente, apertando sua rede. Eu joguei as duas adagas em minhas mãos para cima. Seus movimentos paparam por uma fração de segundo.
Imediatamente, atirei em direção ao alvo que tinha em mente. Parou por um instante, depois recuou e começou a atirar pedras.
Exatamente como pensei. Suas conexões com seus avatares eram são fracas do que as de nós, Testadores Alfa Secretos. E meu alvo vem favorecendo os ataques mágicos à distância em vez do combate corpo a corpo desde o início.
Eu me esquivei das pedras que já sabia que viriam. Antes que as outras aranhas cheguem perto, espalhei meus braços e me agarrei em seu topo.
Uma de suas pernas arrancou meu estômago. Eu não liguei. Quando comecei a congelar e absorver sua força vital, a aranha vizinha se aproximou e balançou suas garras gigantes.

[Relançar] [Relançar]

As garras passaram zunindo pelo meu rosto, então começaram a perfurar a carapaça da aranha meio congelada. Eu cravei minhas próprias garras no buraco da concha e absorvi o resto de sua magia e força vital.

"Kkrrrr..." (Aranha)

Foi a primeira vez que uma aranha disse alguma coisa, e também foi a última. Quando meu alvo desapareceu em partículas de luz, pulei para a aranha vizinha. O fogo amigo acidental o imobilizou por alguns instantes. Imediatamente comecei a absorção.
Ele voltou aos seus sentidos e começou a se mexer freneticamente. De forma bastante violenta também, já que eu não congelei este aqui. Por outro lado, as outras aranhas não estavam se aproximando.

[Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar] [Relançar]

Cada vez que eu sentia que estava prestes a cair, eu usava o [Relançar] para me manter sobre ela. Eu chupei tudo de uma vez.
Outra aranha começou a atirar magia em mim.

[Manipulação Cibernética] [Relançar]

Forcei um sucesso de [Manipulação Cibernética] com [Relançar]. O [Medo] de repente desceu sobre a aranha que estava atirando e sua mira se tornou indiscriminada.
As duas aranhas restantes lidavam calmamente com a situação. Elas contiveram a aranha apavorada de ambos os lados. Ao fazer isso, a aranha amarrada começou a desaparecer. Um logout forçado? Imediatamente, atirei meus braços dispersos em uma das duas aranhas que estavam restringido a outra, a da direita. Eu apunhalei minhas garras dentro de uma lacuna em sua concha e comecei a absorver sua magia.
A aranha esquerda cravou suas garras em mim, me jogando para longe.

"Ooof!" (Shedy)

Pelo menos consegui drenar e secar meu alvo. Ainda assim, isso foi muito dano.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Baixa)]
[Pontos de Magia: 1475/2240] 180 ↑
[Poder Total de Combate: 1699/2464] 198 ↑

Eu perdi um monte de magia. Eu ainda posso lutar, mas não tão imprudentemente. Caso contrário, isso se transformará em uma batalha perdida em um piscar de olhos.
Eu e a aranha restante entramos em um concurso de encarar por alguns segundos. Em seguida, ela partiu, juntando-se aos seus camaradas na luta contra o clã do Isaac.
Eu realmente queria recuar aqui, mas não posso permitir que a Pedra Mágica caia nas mãos da corporação.
Então, imediatamente comecei a persegui-la. Parece que o clã do Isaac conseguiu derrubar uma das aranhas também, mas eles pagaram por isso com metade de seus membros. Eles tinham mais de vinte pessoas no início da batalha, e agora seu número não chega nem a dez.
A aranha do meu lado se reagrupou com as outras quatro, reparando sua formação.

"Sherry!" (Isaac)

Quando cheguei, o grupo do Isaac se virou para mim. E também as aranhas-carapaça.
Eu realmente gostaria de reclamar do fato de que ambos os lados estão mais cautelosos comigo, aqui.

Isaac, golpeado e machucado, mas com a arma ainda em punho, perguntou.

"Sherry... essas aranhas-caranguejo não são suas amigas, certo?" (Isaac)
"... não" (Shedy)
"Entendo... então, você quer se juntar a nós até que eles morram, primeiro?" (Isaac)
"Isaa-mmmfph!", Sandrea tentou interromper, mas não conseguiu dizer nada antes que a cabeça rosa a abafasse.
"... mesmo quando você parece tão cansado?" (Shedy)
"Ei, você não está igual, Sherry?" (Isaac)

Os jogadores são avatares, então eles ainda estão de pé sobre as próprias pernas, mas suas feridas não haviam cicatrizado completamente. Parece que as poções acabaram. Suas armaduras e armas também estão rasgadas e rachadas.
Meu olhar varreu todos eles. Eu silenciosamente estendi minha mão.

"Me dê a Pedra Mágica Vermelha. Então eu vou matá-los para vocês" (Shedy)
"... Pedra Mágica?" (Isaac)

Isaac olhou duvidosamente para mim. Mesmo se eu apenas puder recuperar minha magia, ainda deve ser o suficiente.

"O quê-mmmfgrh!" (Sally)

Mais uma vez, Sandrea estava prestes a gritar algo quando a cabeça rosa a segurou. Cabeça Rosa a repreendeu em tom de sermão.

"Sally, fique quieta. Esta é provavelmente uma condição necessária", ela se virou para o Isaac, "Eu acho que está tudo bem, mas o que você acha, líder?" (Cabeça Rosa)

Isaac hesitou por alguns momentos. Ele olhou para mim mais uma vez, depois acenou com a cabeça para a cabeça rosa.

"Aqui" (Cabeça Rosa)

Cabeça Rosa jogou a Pedra Mágica Vermelha para mim.
Nenhuma dúvida sobre isso. Esta é a pedra mágica do No.08.
Aparentemente, a Cabeça Rosa pensa que essa é uma 『condição』 necessária para desencadear a próxima etapa de sua missão. Mas isso não está certo.
Essa é uma 『condição』 necessária para a minha vida.
Coloquei a pedra na boca sem hesitar. À medida que se dissolvia dentro de mim, minha magia começou a se mexer rapidamente, talvez porque todas as três pedras mágicas agora estão juntas.
Quente... como se eu estivesse queimando. Senti como se meu corpo estivesse mais pesado, mas ao mesmo tempo mais leve com o poder transbordante que flui por mim.

Eu...


[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
・ O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte. Uma forma de vida espiritual sagaz.

[Pontos de Magia: 4000/4000] 1760↑
[Poder Total de Combate: 4400/4400] 1936↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilha)| |Empacotador Especialista| ]


Eu subi de classe...?
O legado do No.08, a pedra mágica final, me elevou a um nível superior de existência.
A mesma coisa aconteceu quando assimilei a pedra mágica do No.17. Eu pulei o processo de classificação inteiramente, enquanto ainda ganhava o poder mágico apropriado.


[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
・ O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte. Uma forma de vida espiritual sagaz.

[Pontos de Magia: 4000/4000] 1760↑
[Poder Total de Combate: 4400/4400] 1936↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilha)| |Empacotador Especialista| ]


... bem, vamos deixar as críticas para a próxima vez. Basicamente, ganhei uma tonelada de magia e poder de combate.
No entanto, a mudança mais drástica veio do novo poder que ganhei do No.08: [Materialização].
Antes, minha forma humana era apenas um verniz fino como papel e sem peso. Agora, eu ganhei carne e sangue de verdade, feito de matéria deste mundo.
Meu corpo está um pouco diferente de antes. Para ser honesta, eu acho que um corpo com substância e peso reais é mais fácil de usar. Eu me curvei e flexionei meus dedos, tentando sentir meu novo eu.

"... Sherry? É você?", ouvi o Weed me chamando de algum lugar, perplexidade sendo mostrada em sua voz.

Eu cresci novamente. Eu pareço ter cerca de 13 anos agora, cerca de 150 centímetros de altura. Dez centímetros mais alto do que quando comprei essas roupas, o que significa que meu umbigo está aparecendo por baixo da bainha da minha blusa sempre que eu me mexo e minha saia, anteriormente na altura do joelho, virou praticamente uma minissaia agora.
Crianças dessa idade crescem tão rapidamente que podem ganhar a cara de um adulto em apenas um ano. Isaac, olhando para mim com espanto, voltou a si quando ouviu a declaração do Weed. Quando ele estava prestes a falar...

* clang! *

Minha adaga atingiu a cabeça de uma aranha em um canto do meu campo de visão, desencorajando o que quer que ela estivesse prestes a fazer. A lâmina de ferro afundou até a metade em sua concha e se quebrou.
Então, apenas o ferro normal não seria capaz de resistir à carapaça da aranha ou ao meu poder atual.
Agora, eu só preciso criar um pouco de névoa para ter uma visão completa dos arredores. Continuei me examinando, enquanto ainda vigiava as aranhas-carapaça.
As aranhas também estavam me observando, notando minha mudança. Mas não mais, elas começaram a se mover. Eu respondi com um passo silencioso para frente.
Assim que passei pelo Isaac, com a boca ainda aberta e imóvel, eu falei.

"... meu nome é Shedy. Não Sherry" (Shedy)
"Eh...", ele estremeceu em outro ataque de surpresa.

Eu pulei, meu passo explodindo um pedaço de grama e me levando à distância a queima-roupa com uma aranha em um instante. As aranhas vigilantes imediatamente se espalharam e começaram a disparar balas de magia de todos os lados.
A névoa explodiu de mim, tecendo-se em uma capa para me esconder de vista. Seus tentáculos sinuosos envolveram meu alvo.
O alcance e a espessura da minha névoa haviam melhorado aos trancos e barrancos. Uma vez que a névoa se dissipou, a aranha sob mim não é nada mais do que uma estátua congelada, definhando com grãos de luz.

Duas aranhas imediatamente começaram a atirar de novo, enquanto outras duas deslizaram ao meu redor, golpeando suas garras em um ataque de pinça.
Estiquei meu manto de névoa em uma névoa fina, sugando o calor dos arredores.
Tudo o que se move precisa de energia, quer sejam seres vivos, máquinas ou avatares. E onde há energia cinética, há calor. Não que eu particularmente entenda como funciona, de qualquer maneira.
Seus movimentos rapidamente diminuíram. Eu me agarrei a uma delas, congelando a casca inteira e quebrando-a com minhas garras. Esvaziei toda a sua magia.

As três aranhas restantes decidiram abandonar o combate corpo-a-corpo. Eles tentaram escapar da névoa, suas armas ainda disparando para me suprimir.
Mas eu realmente não preciso da névoa fria para desacelerá-los. Minha velocidade dobrou com o aumento explosivo no poder de combate que ganhei.
As balas mágicas de pedra agora não parecem mais rápidas do que bolas de basquete arremessadas. Eu só preciso de um salto leve para a esquerda, depois para a direita... ah, acho que consigo pegar elas.
Então eu fiz. Felizmente, eles não estavam atirando bolas de fogo. Eu agarrei uma pedra no ar e coloquei toda minha força em um arremesso de retorno. Não chegou nem perto de atingir nenhuma delas, mas a visão ainda foi suficiente para levar uma aranha a um momento de indecisão. Me agarrei a ela, congelando, apunhalando, drenando sua magia.
No momento em que meu alvo foi abaixado, os outros dois pararam de se mover de repente. Eles reiniciaram um pouco mais tarde, mas desta vez, seus movimentos estão estranhamente mecânicos.

O que aconteceu? Eles mudaram para controladores de IA? Eu não entendo muito bem suas intenções. Se tudo o que eles queriam era apenas um massacre simples e indiscriminado, então uma IA provavelmente funcionaria bem. Mas usar soldados com padrões de ataque previsíveis contra mim? Nem vale a pena se preocupar com eles.
Eu os isquei, desviei de seus ataques e então os congelei diretamente com minhas duas mãos. As duas últimas aranhas morreram sem muito alarde.

"... phew" (Shedy)

As aranhas não são um grande problema. Na verdade, elas causaram mais problemas para o grupo do Isaac do que para mim.
A maioria dos participantes está morto, e o resto foi espancado e está quase morto. Eu suponho que, para eles, o evento planejado não poderia ter sido pior.
Eu lhes enviei um olhar. Vários jogadores sacudiram o choque e prepararam suas armas quando perceberam meu olhar. Isaac e Weed pareciam querer dizer algo. Sandrea, que costumava ser uma tagarela quando falávamos sobre a pedra mágica, agora estava olhando para mim em silêncio. Ela parecia frustrada.
... Bem, tanto faz. Não que eu precise ser amiga deles, de qualquer maneira. E seria melhor para eles se ficarem longe de monstros assustadores também.
Na verdade, eu estou mais curiosa sobre os Testadores Beta Secretos. Por que eles estão aqui?
A corporação havia descoberto a ligação entre mim e meu corpo na vida real?
Nesse caso, meu tempo disponível está se esgotando rapidamente.

Doze dias de tempo restante.

Este prazo ainda deve ser válido. Eu não vou desistir. Nunca.
Deixei os jogadores para trás e fui em direção ao meu alvo final: a 『Árvore do Mundo』.

"... Eu juro, vou fazê-la me chamar de Sally na próxima vez que nos encontrarmos!" (Sally)

... ela ainda estava falando sobre isso? De jeito nenhum, nem em um milhão de anos.


* * *



Um dia, em um site de compartilhamento de vídeos popular, um certo vídeo foi carregado por jogadores do 『Mundo de Yggdrasia』, o VRMMORPG que ainda está em fase beta. O vídeo explodiu imediatamente.
Uma mulher-fera coelho que parece ter 13 anos de idade. O valor da recompensa do jogo por sua captura é equivalente a cinquenta milhões de dólares da vida real.
Cabelo branco fofo como a neve, olhos vermelho-vivos, orelhas de coelho adoravelmente caídas e um rosto bonito para arrancar o suspiro de qualquer um. Não demorou muito para o vídeo atingir um milhão de visualizações.

Imagens mostrando as aranhas negras foram cortadas do site imediatamente após o upload, por algum motivo, mas as cenas de sua batalha contra os jogadores estavam intactas. Os telespectadores não ficaram assustados com sua crueldade implacável, se alguma coisa, isso apenas fez sua popularidade disparar. Tanto os jogadores beta quanto as pessoas que esperavam pelo lançamento oficial em todo o mundo estavam apaixonados por ela. Eles a chamavam de 『Coelhinha Fofa』.
Outro vídeo enviado por um jogador chamado Weed com o título 『Coleção de Encaradas e Xingamento』 também ganhou uma grande quantidade de visualizações. Mais e mais pessoas expressaram o desejo de serem insultadas pela coelha. Até mesmo um boato nasceu, que alguém seria abençoado com boa sorte se alguém a conhecesse no jogo. Alguns já estavam discutindo sobre as estatuetas feitas por fãs.

A única que não percebeu tudo isso foi a própria coelha.


* * *



"... Hah. Hahahah, AAAAHAHAH! Cara, que diabos foi isso?! Eles são experimentais, claro, mas serem eliminados por apenas uma única garota?!", o Vice Diretor Brian gargalhou, os olhos colados no monitor.
Sua risada revirou o estômago da Audrey. Ainda assim, ela falou. "... V-Vice Diretor?" (Audrey)

Mesmo ela não poderia ter previsto esse resultado. Os avatares podem ser modelos experimentais, mas já provaram possuir uma potência equivalente à dos tanques leves modernos. A garota certamente teve alguns problemas no início, mas assim que adquiriu a pedra mágica, ela lidou com cinco dos modelos experimentais em um instante.
Os poucos drones que atualmente a perseguem já foram abatidos. Seu paradeiro é desconhecido.

"Os dois últimos avatares receberam os dados, certo? Comece a atualizar os Avatares de Monstro Militarizados com esses dados agora mesmo! Jogue a versatilidade pela porta, só precisamos caçar a coelha. Ai cara, mal posso esperar para dissecar aquela garota!", Brian ordenou, parecendo extremamente otimista.

Então seu sorriso torto se voltou para a Audrey.

"Audrey, você é a melhor secretária de todos os tempos! Eu poderia beijar você apenas por encontrar aquela testadora maravilhosa para nós! Tudo bem, eu tenho outro trabalho para você. Vá verificar os sinais vitais da No.13 na instalação de coleta. Estaremos encurralando a coelha em breve, então se a garota mostrar alguma reação, me diga imediatamente. Eu mesmo vou dissecá-la!" (Bryan)
"... Entendido" (Audrey)

Audrey pensou ter visto um vislumbre de insanidade em seus olhos. Ainda assim, ela se curvou, parecendo a subordinada modelo.
Poucos dias depois, o desenvolvimento dos Avatares de Monstro Militarizados especializados para caçar a coelha foram feitos. Sua designação é MO-03-B. Cinquenta soldados do Exército participaram da Operação: 『Temporada de Caça ao Coelho』.




Nota do Autor:

Uau, Shedy é tão popular (risos)
As estatuetas feitas por fãs têm ⅕ de tamanho real. Apenas 50 serão feitas, ao preço de US$ 100 cada.
Nove dias de tempo restante.

Eu estou finalmente a caminho da 『Árvore do Mundo』, a fim de encontrar uma maneira de salvar minha alma, que está presa em meu corpo na Terra.
Eu tinha que me perguntar se realmente há uma maneira... O No.01 acreditava na possibilidade de desmaiar e ele disse isso em seu testamento. No entanto, isso não é garantia de salvação.
... pelo menos um pouco de esperança é melhor do que nada.

De acordo com o guia de viagens que li na aeronave, havia dois caminhos possíveis da Cidade Livre Seis até a 『Árvore do Mundo』.
Eu poderia continuar para o sul e passar pela Cidade Academia Cinqres, pegar um navio para ir para a Cidade Santa Ayune, então cruzar um pouco mais de terra e mar para chegar à Ilha Central, onde fica a Árvore do Mundo.
O outro caminho é semelhante. Eu poderia ir de avião de Seis para Ayune, e o resto seria o mesmo.
A Ilha Central é cercada por uma cordilheira em forma de rosquinha. A única maneira de entrar é pela Cidade Santa Ayune, razão pela qual ambos os caminhos exigiam que eu vá até lá.
E é também a parte mais problemática da viagem.
De acordo com o guia, Ayune é o país mais próximo da 『Árvore do Mundo』 e, ao mesmo tempo, abriga a sede da religião que reverencia a 『Árvore do Mundo』. Portanto, também deve ser a base principal da empresa que está brincando de Deus para este mundo. Será o lugar mais perigoso do mundo para mim... e até ouvi rumores de 『Heróis』 vivendo lá também.

Além disso, a confusão com os jogadores beta tornou muito mais difícil para mim usar o transporte público em primeiro lugar. Se eu entrar em uma grande cidade e for descoberta, as complicações resultantes vão desperdiçar mais meu tempo do que simplesmente fazer um desvio.
Portanto, decidi seguir o terceiro caminho: me mover sozinha.
Eu irei para o sul em direção à península até a extremidade oeste de Cinqres, cruzarei o oceano com minhas próprias forças, escalarei a parede da montanha íngreme que cerca a Ilha Central e irei diretamente para a 『Árvore do Mundo』.
Eu devo ser capaz de cobrir essa distância... provavelmente. De acordo com o mapa aproximado que vi, pelo menos.

Lidei com os drones de vigia que me seguiam e fui para o sul, desviando das cidades quando necessário.
Dentro de territórios que parecem pertencer a humanos, eu permaneci em minha forma humana. Assim que escapei da área ao redor da Cidade Livre, pude finalmente voltar à forma de névoa.
Não é como se não houvesse desvantagens em ter um corpo com substância. A maior desvantagem é que perdi a capacidade de me transformar parcialmente. Eu só poderia ser completamente névoa ou completamente humana.
Quando disperso, torno-me quase completamente imune a ataques físicos e a absorção funciona muito mais rápido. Por outro lado, meus próprios ataques não têm peso e os feitiços de área de efeito podem me ferir gravemente.

Quando na forma humana, eu posso desferir golpes pesados e mudar de posição rapidamente, o que torna a esquiva de feitiços relativamente mais fácil. Mas ataques físicos vão me machucar mais, meu alcance de detecção diminui um pouco e o mais irritante é que eu não posso mais usar o [Empacotador] quando na forma humana. Eu tenho que tirar o que eu preciso do meu armazenamento de antemão.
Eu ganhei a habilidade de criar névoa enquanto na forma humana também, então não há muita diferença entre congelar coisas na forma de névoa ou na forma humana. E enquanto minha forma humana é melhor em movimentos instantâneos de curto alcance, minha forma de névoa é muito mais rápida em viagens longas ou em terrenos baldios.

Assim que deixei as terras dos humanos, imediatamente me transformei em névoa. Minha velocidade é provavelmente a mesma de um trem comum.
É melhor aproveitar a ocasião para confirmar meu poder.


[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
・ O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte. Uma forma de vida espiritual sagaz.

[Pontos de Magia: 4300/4300] 300↑
[Poder Total de Combate: 4730/4730] 330↑
[Habilidade Única: |Relançar| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização| ]
[Habilidade Racial: |Medo| ]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilha)| |Empacotador Especialista| ]


Com a aquisição da [Materialização], [Forma Humanoide] se transformou em [Forma Humana]. Eu não estou apenas parecendo uma humanoa. Eu ganhei um corpo real, um que é praticamente o mesmo de quando eu ainda era uma humana normal, só que mais adulta.
Minha voz não é mais simplesmente eu mexendo com bolsões de ar. Eu estou realmente respirando agora, mesmo se estiver respirando mana, não oxigênio.
No começo, eu conseguia recuperar apenas dez por cento da minha magia a cada hora. Com a combinação de [Absorção] e [Materialização], esse número saltou para trinta por cento.
No entanto, tudo isso não desculpou o uso de (Maravilha) para me descrever... o que diabos isso está avaliando? Eu concordei, [Forma Humana] foi realmente maravilhoso, mas ainda assim!
Então meu corpo está quase indistinguível de um humano de verdade agora, mas as orelhas de coelho ainda estão... sem surpresa. Honestamente, eu estou a meio caminho da renúncia completa agora. Estranho, não é? Meu cérebro deveria estar assumindo o trabalho do Sistema atualmente, mas eu só estou evoluindo das maneiras mais estranhas.
Talvez eu deva apenas abraçar o inevitável já... poderia muito bem encontrar para mim uma roupa de coelha, nesse caso.
Enfim, é só isso. De agora em diante, eu preciso aprender a lutar com as duas formas e como usá-las na situação certa.

Três dias depois que fui para o sul de Seis, finalmente comecei a ver vestígios do que parece ser uma civilização humana em uma floresta, então me tornei humana novamente.
Sempre que me torno humana, primeiro, preciso tirar para fora minhas roupas e a bolsa do inventário do [Empacotador]. No momento em que eles aparecem, eu deslizo meu corpo de névoa dentro da roupa e mudo de forma. Transformação humana vestida, em efeito.
Levei meio dia para aprender como fazer isso... Deus, tanto tempo precioso perdido. Mas isso é importante. Eu nunca me permitiria esquecer de usar roupas!
Dignidade pessoal à parte, assim que comecei a colocar um pé atrás do outro em chão sólido, Blobsy imediatamente saltou da minha bolsa. Ela se apoiou no meu ombro e balançou de alegria.
Fofa Peguei um pouco de carne seca de minha bolsa, alimentei a Blobsy com seu lanche e comecei a correr. Minha corrida é tão rápida quanto a de um chita agora.

A Cidade Academia Cinqres deve estar próxima. Aparentemente, o país está reunindo estudantes de elite e pesquisadores de todo o mundo para fazer... alguma coisa.
Eu só me tornei humana como garantia. Eu não tenho planos de chegar perto do país. As pessoas de lá devem estar fazendo pesquisas de mana por ordem da corporação, então eu espero uma vigilância pesada. O que significava que eu não devo mostrar minha forma de névoa aqui. Eu não quero permitir a possibilidade de eles perceberem minha ligação com a No.13.
Bem, eu tenho a sensação de que eles já têm uma vaga ideia da minha identidade, entretanto... whoa!

No momento em que saí da floresta, percebi um drone observador. Eu imediatamente expulsei a névoa de meus dedos para congelá-lo.
Eu agora posso expelir a névoa na forma humana, em troca da habilidade de me transformar parcialmente. Esta névoa sou eu, mas não sou eu. Ele se move de acordo com a minha vontade, mas também tem algumas semelhanças com os feitiços, pois consume meu poder mágico.
No final, pode não soar muito como uma distinção. Mas o importante aqui é que se um ataque atingir a névoa, isso só me custará o gasto mágico da névoa perdida. Eu não preciso me preocupar com o ataque me machucando seriamente.
Bem, meu corpo real de névoa será capaz de fazer a absorção muito mais rápido, no entanto.

Assim como pensei, assim que deixei a floresta e me aproximei do campo, comecei a ver muito mais daqueles drones vigilantes.
Eles não me encontraram ainda. Ao mesmo tempo, a corporação vai suspeitar que algo está errado ao notar dezenas de drones quebrando na mesma região em apenas alguns dias.
Devo ser capaz de alcançar a península se virar para o oeste a partir daqui. Concentrei meus olhos no que esperava ser a direção certa. Lá, tão longe, vi a sombra de uma montanha. Uma silhueta envolta em névoa, a base apoiado no oceano.
... é a direção certa, então. Quando me preparei para sair,

"Uau?!" (Shedy)

-De repente, detectei vários sinais mágicos. Eu prontamente saltei para longe.

* Ratatatataat!!! *

O solo onde eu estava explodiu, soprando para longe meu manto de névoa.
O que é que foi isso?! Recriei minha névoa, verificando meus arredores. Monstros estranhos estavam me cercando. Eu nem mesmo percebi.

Eles são pretos, com torsos e asas de um grilo e pernas finas de aranha.

[Grilo Aranha x15]
[Pontos de Magia: 475/500] [Pontos de Vida: 750/750]
[Poder Total de Combate: 1750]

Mais Testadores Beta Secretos?! Avatares diferentes, mas muito mais fortes desta vez.
Enquanto eu tentava escapar do cerco, eles me perseguiram, as pernas esguias de aranha correndo como um cavalo. Deus, isso parece nojento! E rápido também!
Criei ainda mais névoa para me esconder. Vários Grilos Aranha abriram a boca, as asas vibrando em alta velocidade. Projéteis invisíveis dispararam contra mim.

* Ratatat! *

Então foi com isso que me emboscaram!
Lançando balas de vento. Nenhum golpe direto, mas minha névoa ainda foi soprada para longe. Eles são feitiços? Eles realmente me machucaram.
Esses Avatares de Monstro são combatentes puramente de longo alcance e seu foco está na velocidade bruta ao invés da agilidade. O objetivo deles deve ser me manter longe do alcance do combate corpo a corpo, então... que problemático. No momento em que me movi, todo o cerco seguiu. Mas isso não significa que eu estou indefesa...
Corri em direção a um deles, meus passos cavando a terra.
Todos eles recuaram prontamente. Ainda assim, eu não tenho mais de 4000 de poder de combate por nada. Minha aceleração superior explodiu meu alvo, e minhas garras o rasgaram da cabeça às asas. A geada se espalhou de suas feridas para transformá-lo em um picolé.
Eles são muito mais macios do que as aranhas-carapaça! Eu posso fazer isso!
Então, quando me preparei para saltar em direção ao meu próximo alvo, ele saltou. Ele começou a pairar no ar, batendo as asas.
Não foi um voo verdadeiro. Está descendo lentamente, mas ainda não consigo alcançá-lo.

* Ratttatatata!!! *

Uma chuva de balas de vento explosivas veio dos outros Grilos Aranha.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 3860/4380] 80↑
[Poder Total de Combate: 4290/4810] 80↑

Isso doeu muito. Eu rolei para longe, evitando os projéteis. Tentei correr em direção ao alvo mais próximo, mas, novamente, ele imediatamente saltou. Mais balas vieram.
Minhas suspeitas foram confirmadas. Eles não podem atirar em uma sucessão rápida, e não há tantas balas em cada salva. O dano não foi tão ruim.
Ainda assim, isso não pode continuar. Eu contornei a chuva de balas com disparos rápidos. Uma ideia me veio à mente e imediatamente congelei o chão.
Sim! Um deles ficou preso na terra coberta de gelo. Eu instantaneamente mudei de direção. Antes que os outros Grilos Aranha pudessem fazer qualquer coisa, eu o rasguei com minhas garras e adaga, em seguida, drenei sua magia.

* Ratatatat!!! *

Uma súbita chuva de balas caiu, explodindo tanto a mim quanto o meu alvo.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 3440/4460] 80↑
[Poder Total de Combate: 3880/4900] 90↑

Pelo menos eles são matáveis. Ainda assim, eles têm a vantagem e isso só ia piorar para mim. Devo tentar repetir isso mais algumas vezes? Com sorte, eu posso me livrar de outro.
Meus pensamentos pararam enquanto eu testemunhava os Grilos Aranha liberando seu cerco. Eles recuaram, então desapareceram na inexistência.

"... Hã?" (Shedy)

... Eles se desconectaram? O que está acontecendo?
Pelo menos isso é melhor do que a alternativa. Continuar aquela luta só me deixaria na pior. Saí da área e continuei em direção a 『Árvore do Mundo』.

Depois daquele primeiro encontro, seus ataques se tornaram uma ocorrência regular. No entanto, as batalhas sempre terminavam com sua retirada, mesmo quando eles ainda não haviam perdido.
Entendo... então eles estão voltando para reabastecer a magia consumida quando disparar aquelas balas de vento explosivas. Isso é simplesmente injusto.
Depois de mais três dias de batalhas constantes, finalmente atravessei a península. Eu posso ver o mar agora.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 2750/4620] 160↑
[Poder Total de Combate: 3210/5080] 180↑

Do outro lado do oceano há uma cordilheira escarpada, com mais de mil metros de altura. No entanto, atrás dela está uma árvore ainda maior. Um colosso verde, compartilhando a casa com as nuvens.

"A 『Árvore do Mundo』..." (Shedy)




Nota do Autor:

Os avatares dos Testadores Beta Secretos são controlados de forma semi-automática.
Se derrotados, algumas horas de calibração e reabastecimento de magia os devolvem à prontidão de combate.



Cercada pela imponente cordilheira, há um gigante verde várias vezes maior.
Quão enorme ela é...? Embora o ar aqui seja certamente muito mais limpo do que o da Terra, eu ainda não conseguia acreditar que estava realmente vendo a silhueta de uma árvore a milhares de quilômetros de distância.
A 『Árvore do Mundo』... junto com as noventa e nove [Mudas], eles servem como os alicerces deste mundo.
... espere, não, não era hora de ficar admirando a paisagem. Esses 『milhares de quilômetros』 são exatamente o que eu devo cruzar.

* Ratatatat!! *

"De novo não!" (Shedy)

Mais balas de vento explosivas surgiram do nada. Eu imediatamente corri para longe.
Os Avatares de Monstro Militarizados, conduzidos pelos Testadores Beta Secretos, se mostraram. Cinco Grilos Aranha pretos galoparam atrás de mim em suas oito patas, lançando seus feitiços o tempo todo.
Faz vinte e quatro horas desde meu primeiro encontro com os Grilos Aranha. Eles nunca param de atacar. Cada vez que ficam sem magia e partem, eles voltam algumas horas depois. Ou em apenas dez minutos, se a sorte for particularmente desagradável.
Eles simplesmente reviveriam se eu os matasse. Eles não estão recebendo a penalidade de sua magia como os jogadores beta normais, mas eles ainda devem estar perdendo a quantidade que eu drenei deles. No entanto, ao contrário, parece que sua magia está aumentando ligeiramente. Talvez eles estejam se revezando para matar monstros ou humanos em outro lugar.
Mesmo quando eu estou me recuperando trinta por cento a cada hora, ainda não é o suficiente. Minha magia atual já está em metade da capacidade.

Eu realmente não posso continuar lutando contra eles. Eu permaneci como humana e corri em direção ao mar.
Eu sou 『O demônio da névoa tempestuosa que assola os mares do norte』, então posso cruzar o oceano muito bem se me transformar em névoa aqui. Mas com a ameaça das balas de vento surgindo atrás de mim, não ousei.
O voo como humana também é possível, mas mantê-lo por muitas horas seria difícil para mim, além disso, eu perderei muito da minha capacidade de manobra. Então, decidi apenas correr pela água.
A névoa de meus pés congela as ondas a cada passo que eu dou.
Não é uma base muito estável, mas será suficiente. Eu mantive minha velocidade. Suas tentativas de me seguir terminaram em gelo quebrado e aranhas se afogando.
Sério... eles estão usando os olhos? Por que eles acharam que meu gelo poderia suportar seu peso?


Seis dias de tempo restante.

Considerando que eu tenho que cruzar o oceano, a cordilheira, então outra faixa de oceano para chegar à Ilha Central onde está a 『Árvore do Mundo』, eu estou cortando bem perto.
Continuei correndo no caminho congelado por um dia e uma noite inteiros. Como eu esperava, o mar havia impedido quaisquer novos ataques. Ainda assim, eu tenho que criar névoa constantemente, então não recuperei tanta magia.
Talvez eu deva apenas aceitar a perda do sigilo e ir como uma névoa voadora? Eu não consigo decidir. Especialmente quando ainda há drones me observando além do meu alcance de ataque, mesmo agora.
Um tubarão gigante me atacou no caminho. Eu mantive minha velocidade, deixando para trás um peixe congelado afundando.


Quatro dias de tempo restante.

Eu pude finalmente ver a costa. As regiões ao redor da 『Árvore do Mundo』 e suas 『Mudas』 geralmente tem um clima ameno e uma abundância de vegetação, mas as montanhas aqui não têm nada além de penhascos íngremes, sua face rochosa não permitindo vida.

"Droga!" (Shedy)

Então foi por isso que os Testadores Beta Secretos não me atacaram no oceano. Eles estavam armando uma emboscada aqui! Mais de quarenta Grilos Aranha estão ocupando as áreas relativamente mais planas da costa, esperando minha chegada.
Os dez Grilos Aranha mais a frente dispararam suas balas de vento em uníssono. Imediatamente parei de criar névoa e mergulhei no oceano.
Acho que não é hora de me preocupar em guardar segredos, então...
Com toda a força da minha magia, esculpi um pedaço enorme de oceano congelado para jogar neles. Eles imediatamente explodiram. Eu me transformei totalmente em névoa, explodindo através dos fragmentos de gelo e de sua emboscada. Deixei para trás vários picolés de aranha quando comecei a escalar a montanha.

Mas havia uma surpresa esperando por mim. Uma surpresa que, eu estava convencida, também é desconhecida dos Testadores Beta Secretos.
Há uma razão pela qual ninguém jamais alcançou a 『Árvore do Mundo』 sem seguir o caminho oficial. As próprias montanhas rejeitavam todos os intrusos.


* * *



Dos Testadores Alfa Secretos, os sobreviventes com psique quebrada estavam sendo mantidos e monitorados em uma instalação separada. As crianças em coma ainda jaziam dentro de cinquenta e sete cápsulas de animação suspensa. Audrey está lá na frente deles, conectada ao seu aparelho de RV audiovisual. Ela está em uma ligação com o Brian, que ainda está no 7º centro de pesquisa.

"Hahahhah, inacreditável! Então ela realmente está conectada com a No.13! Acabei de ver nossa coelhinha se transformar no monstro da névoa, hahahahaaah! Audrey, e quanto do seu lado?!" (Bryan)

Ela friamente começou seu relatório.

"No.13 ainda não mostrou nenhuma resposta, nem os outros sujeitos de teste. Além disso, a supervisora do orfanato em que a nº 13 costumava ficar chegou por seu convite. Como devemos proceder?" (Audrey)
"Oh, ela já está aí? Ela deve estar bastante familiarizada com a No.13, então eu a convidei para ter outro ponto de vista. Sinta-se à vontade para falar com ela. Vamos ver, então se a No.13 ainda não responde..." (Bryan)
"Então vou continuar minha observação" (Audrey)

Audrey cortou a alimentação visual e voltou seus olhos para a realidade. Virando-se, ela viu uma mulher de cerca de cinquenta anos com maquiagem pesada tomando um pouco de café, enquanto se mantinha muito confortável. Ela deu um sorriso malicioso para a Audrey.

"Terminou a sua ligação com o Vice Diretor? Sim, isso mesmo, ninguém no mundo conhece aquela garota mais do que eu! A 『Criança Demônio』 costumava ser uma pirralha quando ela se juntou a nós. Nada que algumas surras não pudessem resolver, heheheh", disse a supervisora, parecendo muito orgulhosa de seus feitos.
"Eu entendo..." (Audrey)
"Sim! E se ela não tiver mostrado nenhuma resposta, podemos retirá-la da cápsula e aplicar o tratamento de eletrochoque de corpo inteiro como eu costumava fazer! Até a pirralha tinha medo disso naquela época, gritando e chorando toda vez que eu fazia isso, então deve funcionar muito bem aqui!" (Supervisora do Orfanato)

Mesmo entre os orfanatos de pesquisa estabelecidos em todo o mundo, essa mulher ainda é uma das melhores em termos de obtenção de resultados. A corporação a avalia muito alto. E em orfanatos de alto desempenho semelhante, tais crueldades são uma ocorrência diária.

"... Teremos de solicitar a permissão do Vice Diretor", respondeu Audrey.

A política exigia que as crianças que foram desconectadas à força devido a colapsos mentais fossem mantidas vivas na instalação de coleta por exatamente trinta dias. Seus plugues seriam retirados em ordem.
O processamento final só começaria quando o suporte de vida parasse para todos os Testadores Alfa Secretos. Até agora, cerca de setenta por cento havia chegado ao fim de sua vida útil. Suas mortes já foram confirmadas. A testadora final, No.13, ainda tem quatro dias restantes.
Mesmo se essa observação realmente revelar uma ligação entre a No.13 e a garota-fera, uma dissecação ao vivo é tudo que a esperava.
Com a forma como sua vida tinha sido, teria sido muito mais misericordioso simplesmente deixá-la morrer em paz, Audrey pensou.
De repente, o grito do Brian saiu do dispositivo de RV.

"Que diabos são esses monstros?!" (Bryan)


* * *



Como névoa, eu estou praticamente correndo montanha aci


ma. Assim que cheguei a um quinto do caminho, os Grilos Aranha finalmente perceberam que o monstro da névoa sou eu. Eles abriram fogo.
Eu tenho muito mais área de superfície como névoa, então me esquivar é difícil. Ainda assim, com a distância que ganhei, apenas um pouco de esquiva simbólica foi o suficiente para me tirar do caminho da maioria das balas. Apenas algumas acertaram.
Mas no momento em que os projéteis se chocaram contra a rocha, um vasto número de sinais mágicos apareceu no meu radar. Aqui e ali, bestas feitas de pedra e pedregulhos começaram a emergir. Eles atacaram a mim e aos Grilos Aranha.
O que diabos eles eram?!

[Monstros de Pedra x Muitos]
[Pontos de Magia: 500 ~ 700]
[Poder Total de Combate: 530 ~ 780]

Eu não vejo seus pontos de vida, então eles são formas de vida espirituais? Se eles não são demônios... então, elementais?

Seu poder mágico é quase o mesmo que o meu quando me tornei um demônio inferior. Seus números são preocupantes, no entanto. Centenas? Não, talvez até milhares.
Os Grilos Aranha têm mais poder de combate, mas isso não significa nada diante de uma quantidade esmagadora. Eles imediatamente se reuniram e focalizaram o fogo nos recém-chegados. Ainda não foi possível impedir que a avalanche de rochas os engolisse inteiros em um piscar de olhos.
Eu não tenho liberdade para me preocupar com eles aqui. Se eles realmente são elementais, então talvez seu propósito seja eliminar qualquer um que tente alcançar a 『Árvore do Mundo』 sem usar o caminho sancionado.
Cerca de mil deles começaram a se mover em minha direção. Eu não tenho certeza se é porque eu estou tentando atravessar as montanhas ou porque sou um demônio, mas eles parecem extremamente hostis.
Eu não posso me dar ao luxo de me opor a eles de frente. Com toda a minha força, eu soprei ar congelante nos elementais acima de mim. As pedras congeladas se tornaram obstáculos para os elementais que estavam subindo em perseguição e continuei meu caminho até o topo.

Vez após vez, barragens de pedra me assaltaram e eu as evitei me condensando. Meu caminho torceu e girou. Às vezes eu ignorei os elementais recém-formados, e às vezes eu os matei. Depois do que deve ter sido um dia inteiro, finalmente atravessei o topo da montanha, golpeada e machucada.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 1370/5220] 600↑
[Poder Total de Combate: 1890/5740] 660↑

Ter mais de 5.000 Pontos de Magia ainda não foi suficiente para uma evolução ou aumento de classe.
Há algo acima de 『Grande Demônio』 em primeiro lugar...? Bem, mais forte é mais forte, especialmente porque os elementais ainda estão na minha cola.
A 『Árvore do Mundo』 está tão perto que o tronco está claramente visível, mas apenas o tronco. Seus galhos mais altos estão escondidos atrás da névoa.
Cercada por um mar interior está a Ilha Central, que pensei já ser bastante grande por si só. Mas com a quantidade de espaço que o tronco da 『Árvore do Mundo』 está ocupando, eu mal consigo ver qualquer terra visível.

Três dias de tempo restante. Mais elementais de pedra estão se formando ao meu redor.

Qualquer dano a mais e eu estou arriscada seriamente a morrer aqui. Eu voei do penhasco inclinado para baixo, levando alguns golpes dos elementais abaixo de mim enquanto me esquivava dos projéteis por trás. Finalmente, consegui escapar para o mar interior.
Os elementais de pedra pararam de me perseguir na costa. Eles nem estão atirando, apesar da trajetória de voo reta que eu estou tomando acima do mar.
Eles não estão considerando as águas como sua jurisdição, visto que são do tipo terrestre? Então de quem...

"GGRAAARGHH!! " (Shedy)

As águas entraram em erupção. Do fundo do mar surgiram serpentes aquáticas, com barbatanas e tudo. Elas parecem dragões sem asas.

[Dragão de Água?]
[Pontos de Magia: 465/480] [Pontos de Vida: 1280/1280]
[Poder Total de Combate: 4950]

Espera aí, o que diabos há com esse poder?! E não há apenas um deles, centenas de Dragão de Água patrulham a Ilha Central, como se guardassem a 『Árvore do Mundo』.
Droga, considerando quanto poder de combate eu tenho atualmente, eu posso morrer com apenas um golpe se não tomar cuidado. Hesitação quase me fez congelar por um momento, mas me empurrei para frente.
Alguns deles me notaram. Eles abriram a boca, lançando torrentes de água.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 940/5220]
[Poder Total de Combate: 1460/5740]

Não, não, muito dano! E isso foi apenas um único golpe!
Eu tentei congelar a água para interromper quaisquer ataques futuros, mas com o quão baixo meu poder tinha se tornado, eu só pude criar uma fina camada de gelo superficial.
Eu me esquivei, evitando quaisquer golpes diretos, torcendo e girando através dos feixes de água. Pelo menos eu tenho uma vantagem na velocidade de voo. Os Dragão de Água nadadores são ligeiramente mais lentos do que eu.
Eu ziguezagueei para a frente e para trás para me livrar dos dragões, às vezes se aproximando, às vezes me afastando da ilha. Depois de um longo tempo, finalmente consegui pousar na costa.

[Shedy] [Raça: Mistral Neige] [Grande Demônio (Classe Alta)]
[Pontos de Magia: 330/5220]
[Poder Total de Combate: 850/5740]

Eu poderia literalmente morrer de apenas um arranhão. Felizmente, os Dragão de Água não estão me perseguindo mais. Novamente, a terra não é sua jurisdição? Achei que eles ainda continuariam atacando, já que não são elementais. Que desconcertante. Mas assim que tentei ir para o interior, entendi por quê.
Uma parede invisível está bloqueando meu caminho.

Isso é... uma barreira? Isso não pode estar certo! Os monstros não tem permissão para se aproximar? Eu vim até aqui, o que diabos eu faço agora?!

Em meu estupor, eu mal notei algo rolando de meu inventário do [Empacotador].

*Boing*

... Hã? Blobsy? Ela saltou à frente, passando pela barreira como se nada estivesse lá, então parou. Então ela parou e começou a pular no lugar, como se dissesse 『rápido』!

Por que ela pode passar...? Ela é um monstro também, certo?

[Blobsy] [Raça: Jelly Slime] [Familiar da Shedy, a Demônio]
[Pontos de Magia: 10/10] [Pontos de Vida: 10/10]
[Poder Total de Combate: 10]
[Habilidade Especial: |Lavanderia| |Limpeza| ]

Oh, [Limpeza], isso é novo... espere, não, isso não. Ela não teve nenhuma mudança importante, esse é o ponto.

Por que a Blobsy pode entrar? Tão inofensiva... ah!

Uma ideia me veio à mente. Eu me transformei em minha [Forma Humana] e cautelosamente avancei.
Nada me impediu.
Então, apenas bestas inofensivas e humanos reais podem cruzar a barreira. Se minha habilidade ainda estivesse na [Forma Humanoide], eu poderia ter ficado presa aqui para sempre. Que alivio...

Obrigada, Blobsy! Vou trazer toneladas de comida para você mais tarde!

*Boing!*


Dois dias de tempo restante.

Eu ainda estou a alguma distância, mas a Árvore já está dominando minha visão. Corri em direção a ela, Blobsy no meu ombro.
Além do musgo que cobria a área e da própria Árvore, não detectei nenhum outro sinal de vida. Depois de um tempo, alcancei uma das raízes da Árvore, tão enorme que só sua espessura ocupava o espaço de um campo de beisebol.

Eu estou aqui. Depois de tanto tempo, eu finalmente estou aqui. Minha salvação deve estar esperando por mim. Afinal, eu já tinha apostado todas as minhas esperanças nisso.
Eu calmamente, toquei suavemente as raízes da Árvore.
... Nada está acontecendo? Talvez eu precise fazer algo? Ou talvez nas raízes não funciona e eu preciso subir mais? Mas naquele momento-

『―――― mundo ―――― esperando ――― você ―― salvar ―――――――――― humano ―――――― salvação ――――――― vida ―――――――― almas ――――――――――― crianças ―――――――――――』 (Árvore do Mundo)

Um fluxo massivo de informações inundou minha mente. Eu quase apaguei.
Essa foi... a vontade da Árvore do Mundo? Não é uma questão de linguagem ou inteligência, seus processos de pensamento são simplesmente muito estranhos para a compreensão humana.
Se eu não tivesse a experiência de processar uma quantidade igualmente insana de informação desde que comecei o 『jogo』, a Árvore realmente teria fritado meu cérebro ali mesmo.
Eu processei a vasta voz da 『Árvore do Mundo』. Devagar, mas com segurança, nos comunicamos.
Eu não tenho certeza de quanto tempo demorou, mas deve ter sido um bom tempo. Ao compreender suas palavras, a verdade deste mundo me foi revelada.

"... sim. É um 『Contrato』, então. Entre você e eu. Entre a 『Árvore do Mundo』 e um 『Demônio』..."


* * *



"... ligeira flutuação na atividade cerebral da No. 13!", um membro da equipe relatou.
Audrey ergueu a cabeça e deixou escapar um sussurro. "Poderia ser...?"
"Viu! Isso tudo foi graças a mim! Eu sabia que descongelar e dar choques nela faria o truque!", a supervisora do orfanato disse com orgulho.

Apenas a No.13 foi a única que restou. Todos os outros Testadores Alfa Secretos já tiveram seus plugues puxados.
A garota branca estava deitada ali inconsciente, fora de sua cápsula de animação suspensa. Dezenas de hastes de eletrodos estavam cravandos em sua carne. Uma visão horrível como nenhuma outra.

"Não. Sinais vitais da No.13 estão... hein?" (Cientista)
"Alguma coisa não está certa..." (Cientista)
"O que está acontecendo...?" (Cientista)

O ligeiro tique na atividade cerebral da No.13 de repente saiu dos gráficos em um piscar de olhos.
Audrey e a supervisora olharam para a garota branca. Quando todos na sala voltaram suas atenções para ela, o corpo da No.13 começou a perder a cor rapidamente.
E desabou em uma pilha de sal.
A visão impensável deixou os membros da equipe paralisados. Enquanto isso, os cadáveres das outras crianças que estavam esperando para serem descartados seguiram o exemplo, transformando-se em pilhas de sal, uma após a outra. A sala totalmente iluminada escureceu levemente, como se fosse simplesmente um truque de luz. Dentro da sala fria de arrepiar a pele, uma voz fraca alcançou seus ouvidos. A voz de uma garota.

"... Estou de volta..." (Shedy)
Eu era uma criança indesejada.
Minha memória mais antiga é de uma briga entre meus assim chamados 『pais』.
Eles me olharam com olhos de desprezo. Eles desabafavam toda e qualquer irritação sobre mim. Eles estavam sempre gritando. O homem me chamava de monstro toda vez que me via, me dizia para calar a boca toda vez que chorava.
Quantas vezes ele me chutou, eu não me lembro. Tampouco conseguia me lembrar do número de surras que a mulher havia me dado, mesmo enquanto gritava "Você nunca deveria ter nascido!"
Hematomas cobriam minha pele. Todas as manhãs, eu recebia um único pedaço de pão duro para o dia inteiro.
Uma vez a cada poucos dias, eu tinha a chance de me lavar com o resto da água do banho deles. Eles me jogavam na varanda à noite e eu me enrolava e dormia em qualquer lugar vazio que pudesse encontrar entre as montanhas de lixo fora da casa.
Antes que eu percebesse, o homem não estava mais em casa. A mulher, com a mente doente e o coração confuso, me chamou de "Demônio" como suas palavras finais para mim. A última vez que a vi foi com seu sorriso deformado enquanto suas mãos apertavam minha garganta.

Quando acordei, estava em um quarto branco de hospital. Fui alimentada com comida decente e quente pela primeira vez.
Eu vomitei tudo.
Eu não falei, ri, nem chorei muito. Ninguém amaria uma criança assim. Os adultos do orfanato sempre me batiam primeiro antes de falar. Eles levavam minha comida, me trancavam dentro de um depósito até de manhã e chamavam isso de 『disciplina』.
O que eu fiz?

Ao completar oito anos no orfanato, finalmente desisti de ser criança.


* * *



"Audrey, o que está acontecendo aí? No.13 teve uma resposta, certo? Vamos, explique rápido!" (Brian)

O dispositivo audiovisual VR não pode compartilhar nenhum dado que ainda não foi digitalizado. Brian, no 7º centro de pesquisa, não conseguia ver o que estava acontecendo nas instalações de coleta. Audrey e os membros da equipe ouviam sua voz.
Mas ninguém conseguia falar. A visão não natural que viram e a presença fria que sentiram os enraizou no local.

A No.13 estava deitada lá, fora da cápsula de animação suspensa e conectada a uma miríade de máquinas. Seu corpo ficou branco, como se a cor estivesse sendo sugada para fora dela, e finalmente se desfez em uma pilha de sal.
Como se em resposta, os outros cinquenta e seis corpos dos Testadores Alfa Secretos dentro de suas cápsulas seguiram o exemplo e desabaram em sal.
A voz de uma garota soou levemente no fundo dos ouvidos de todos ali.

『... Estou de volta...』 (Shedy)

Uma bola de luz branca e brilhante ergueu-se suavemente da pilha de sal da No.13. O sal voou e girou em torno da bola, tomando uma vaga forma humana.
Sons de vidro quebrando ecoaram por toda a sala. Das outras cinquenta e seis cápsulas, o sal escorregou pelas fendas recém-formadas e dançou em torno da silhueta humana. Eles se reuniram, colocando detalhes em sua forma.

Pele lisa e branca, como porcelana.
Cabelo encaracolado branco como a neve caindo até os ombros e saindo das mechas há duas longas orelhas igualmente brancas.
Seus olhos se abriram lentamente, revelando duas grandes pupilas vermelho-sangue.
Ela flutuou no ar, com seus membros graciosos nus. Então manchas de líquido sangrento começaram a se formar, manchando o branco puro. O líquido se transformou em um vestido escarlate com gola preta e uma minissaia fofa em camadas. Meias pretas com um toque de vermelho, salto alto escarlate e luvas vermelhas envolvendo garras afiadas completam o conjunto.

Uma coelhinha tão estranha.
Enquanto a garota estendia os braços vagarosamente, cinquenta e seis bolas de luz se reuniram em sua direção. Ela os abraçou com ternura contra o peito.

"Vocês podem me ouvir? O que diabos está acontecendo?!" (Brian)

A voz do Brian, sem saber, cortou o espetáculo fantástico, trazendo os ocupantes da sala de volta às suas próprias mentes.
Ouvindo a voz, a garota branca finalmente voltou seus olhos para os humanos. Seus olhos vermelhos se estreitaram em um brilho frio.

Uma haste de eletrodo caiu no chão.

"... ah?" (Supervisora)

Seus pensamentos não conseguiam alcançar a realidade por um instante. Entre um piscar de olhos e o outro, o chute da garota branca já havia tirado o braço esquerdo da supervisora do orfanato. O membro foi reduzido a pó.

"... Aa... aaaaAAAAHHH!?" (Supervisora)

O que sobrou do braço congelou. Apesar da ausência de dor ou sangramento, a mulher ainda gritava de terror de ver seu próprio braço explodindo. Enquanto ela segurava o ferimento com a mão direita, o gelo se espalhou para seus dedos. Eles se espatifaram, provocando outro uivo.

"AAAaaAAAArRGGHH!!!" (Supervisora)

Não houve dor. Enquanto a mulher apavorada se contorcia no chão, gritando o tempo todo, a garota branca pegou a haste de eletrodo no chão. Ela se aproximou calmamente, segurando a mulher, e lentamente enfiou a vara profundamente em sua orelha.

"Aakh... gah..." (Supervisora)

A supervisora estremeceu uma, duas vezes e finalmente ficou imóvel. Os membros da equipe só puderam assistir com um horror silencioso.

"... AaaaaaAAAAAAAHHHH!!!" (Pesquisadora)

Uma mulher foi a primeira entre os espectadores a reagir. Seu terror, não mais sob controle, tornou-se aparente com um grito de cortar a garganta.
Com sua voz, os outros membros da equipe finalmente voltaram a si. Eles tocaram o alarme.

"Gah..." (Pesquisador)

Alguns deles tentaram escapar pela saída, mas em outro piscar de olhos, a garota estava lá. Suas garras envoltas em luvas arrancaram suas cabeças.
Os outros membros da equipe corriam em pânico aterrorizados. Uma explosão de névoa da garota os transformou em estátuas congeladas em um instante. As esculturas caíram e se espatifaram.
A temperatura ambiente caiu drasticamente, transformando a respiração dos sobreviventes em névoa branca. Suas roupas estavam encharcadas de suor frio.

"Parada aí!" (Soldado)

Os guardas apareceram, gritando um aviso simbólico. No momento em que perceberam o massacre, eles imediatamente abriram fogo contra a garota branca.
A rapidez com que avaliaram a situação e tomaram a decisão de atirar em uma garota que mal parecia uma adolescente sugere sua experiência. Muito provavelmente, são ex-mercenários contratados por meio dos contatos que a corporação tem na indústria de defesa.
Três guardas estão na frente. Correndo diretamente atrás deles estão outros cinco. As balas choveram na garota. Ela estreitou os olhos, então apontou a palma da mão para eles e fez um movimento como se esmagasse algo em sua mão. Os oito guardas entraram em colapso de repente, sangue jorrando de todos os lugares em seus corpos.

O que ela fez...?

Seus ferimentos não compartilhavam nada em comum, tanto em localização quanto em gravidade. Mais da metade deles ainda respirava. Um homem entre eles, com as duas pernas quebradas, ainda tentava apontar a arma enquanto choramingava de dor. Mas seus esforços foram inúteis, a névoa sinuosa transformou ele e o resto dos guardas sobreviventes em esculturas de gelo.

"Eu dou permissão para usar as armas mágicas!" (Brian)

Brian finalmente percebeu que algo estava errado e se conectou a uma câmera de monitoramento dentro da instalação de coleta. Ele deu sua ordem.
Os avatares de monstros ainda estão em fase experimental. No entanto, o desenvolvimento de armas com runas esculpidas para permitir a habilidade de usar mana já está quase completo. A chamada 『arma magitech do mundo moderno』 está quase pronta para uso em combate real.
Para criar material sensível ao mana, eles precisaram armazenar uma quantidade de prata em contato próximo com o mana por quase dois anos. Assim, os recursos disponíveis para fabricar as armas ainda são limitados e as próprias armas não podem disparar em modo totalmente automático devido à grande quantidade de mana necessária para cada ativação. Por outro lado, as armas de runa têm o alcance e a potência de um rifle típico, apesar de disparar balas de 9 mm. Além disso, os projéteis não são afetados pela atmosfera ou gravidade. A primeira arma de fogo do mundo com um caminho de bala direto.

Vários minutos depois, outro grupo de guardas chegou. Eles estão segurando rifles de assalto de aparência estranha.
As próprias armas são finas. Presos na parte inferior havia pequenos recipientes do tamanho de um estojo de caneta: 『Baterias de Mana』. Se eles pudessem implantar os avatares operados por mana aqui, eles já o teriam feito. Infelizmente, o tempo de operação ainda é muito limitado, talvez devido à atmosfera da Terra moderna, ou talvez porque a própria Terra não tem mana. A outra escolha de avatares é o modelo antigo que não usa mana e esse tipo só exibe 70% da capacidade física de um adulto normal. No final, a corporação foi forçada a usar humanos reais para essa luta.

Embora o poder das armas que usam magia possa variar, isso não muda o fato de que são eficazes contra as formas de vida espiritual.
Atualmente, a instalação possui vinte dessas 『Armas Mágicas』, incluindo a reserva. Doze guardas e seis membros da equipe com experiência em atirar estão apontando dezoito das armas para a garota.

"Fogo!!!" (Soldado)

Cadeiras e mesas foram despedaçadas pela salva de tiros. No momento em que todos pensaram que a garota iria compartilhar seu destino...
... ela se transformou em névoa. As balas passaram por ela sem deixar um único rastro.
Em seu choque, os guardas até esqueceram a existência das armas em suas mãos por um momento. Uma névoa branca soprou sobre eles e de dentro, a garota saltou. Assim que a névoa se dissipou, tudo o que restou foram dezoito estátuas congeladas.

"... que diabo é isso?!!" (Brian)

A voz do Brian vazou do dispositivo RV. A garota branca olhou para a câmera que estava conectada à visão dele, suas orelhas de coelho balançando como se dissessem: 『Você já esqueceu?』. Ela apontou a palma da mão para a câmera e a apertou.

"... AaAAAAaaaAAGAAaaaAA! Minha perna! Meu peeerrnaaaa!" (Brian)

Brian, que ainda deveria estar no seu escritório no 7º centro de pesquisa, gritou.
Ele tinha esquecido. Sobre o fato de que na infância ele quase perdeu uma perna em um acidente de trânsito. Felizmente, o motorista parou a tempo e seu ferimento não foi tão grave quanto poderia ser.
Mas de volta ao presente, infelizmente, o motorista acabou não parando a tempo. Uma das pernas do Brian se separou de seu corpo.
Uma desconexão interrompeu seu grito ecoante.

Na sala fria o suficiente para que a água pudesse congelar, Audrey sentou-se no chão. Seu rosto ficou azul, seus lábios roxos e ela nem conseguia reunir coragem para se levantar.

"... No.13...", Audrey sussurrou, com a voz trêmula.

Quase não havia ninguém vivo. Ouvindo seu sussurro, a garota se virou silenciosamente.
* Clack... clac... * Ela se aproximou em seus saltos que pareciam mais feitos para arrancar carne do que para carregar o peso de uma garota. Os passos afiados como navalhas pararam na frente da Audrey. A garota olhou para o rosto dela.

"Você me reconhece?" (Shedy)
"Você é... No.13? Por que você está assim? O que você fez com o Diretor Adjunto...?" (Audrey)

Ouvindo a Audrey responder apenas com mais perguntas, No.13... a garota branca chamada Shedy, parecia exasperada. Ela calmamente puxou a cabeça para trás.

"Nada de especial, realmente. Além disso... bem, você vai servir" (Shedy)
"Ah!" (Audrey)

Shedy pegou Audrey com uma mão em volta do pescoço da mulher.

"Tenho que voltar logo. Ainda não sou forte o suficiente para ficar aqui por muito tempo. Mas lembre-se disso..." (Shedy)

Audrey engoliu em seco. Seus rostos estão separados por apenas dez centímetros. Ela pensou ter visto chamas escuras ardendo fracamente no fundo dos olhos da garota.

"Eu vou voltar e serei muito mais forte então. O demônio vai voltar para matar todos vocês" (Shedy)

Shedy largou a mulher no chão. A garota casualmente se virou e desapareceu, derretendo-se na espessa névoa.
Naquele dia, a corporação soube da existência do demônio que será seu pior inimigo.



Nota do autor:
A descrição de sua roupa pode não ser fácil de entender, então fiz este esboço.
Se você não é muito bom em imaginar como ela é e se estiver interessado, fique à vontade para dar uma olhada.



Minha visão turva lentamente clareou. Eu estou na 『Árvore do Mundo』, um gigante tão enorme que ocupa todo o meu campo de visão.
Bom, voltei sem problemas. Honestamente, ficar mais tempo na Terra teria sido muito perigoso para mim.

*bounce!*

"Estou de volta, Blobsy" (Shedy)

Ela se esfregou nos meus pés. Ela estava esperando por mim deste lado.
Eu a peguei e a coloquei no meu ombro. Exausta pelo uso excessivo da magia, me arrastei em direção às raízes da Árvore e abri os braços.

"Aqui estão eles" (Shedy)

As almas dos cinquenta e seis Testadores Alfa Secretos, crianças que encontraram sua morte na Terra, voaram do meu peito. Uma após a outra, eles foram absorvidos pela Árvore, como se estivessem seguindo uma mão invisível e guiadora.

Vão em frente e descansem, ok? Vocês merecem.

Através das 『Mudas』, as almas dos outros quarenta e três Testadores Alfa Secretos que haviam perdido suas vidas neste mundo já estão descansando dentro da 『Árvore do Mundo』.
Exceto eu, todas as noventa e nove crianças estão juntas agora.
No.01, No.08, No.17... não há como vocês me ouvirem agora. Mesmo assim, queria agradecer. Por salvar minha vida.

O 『Contrato』 que fiz com a 『Árvore do Mundo』 me permitiu reencarnar como um demônio. Recebi uma nova vida neste mundo.
Foi tudo graças aos poderes que herdei dos meus camaradas. Se eu não tivesse pelo menos um, não estaria aqui.
O contrato também me deu mais força e maturidade para o meu corpo. Agora eu tenho a altura e a aparência de uma garota de quatorze anos.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Lv.1]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 730/12000] 6780↑
[Poder Total de Combate: 1930/13200] 7460↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]


Eu desisto.

Claro, eu já deveria ter aceitado o fato de que passarei a vida inteira com orelhas e cauda de coelho, mas essa 『Raça』 já está indo longe demais, não é?!
E eu posso ter pensado em apenas abraçar o inevitável e conseguir uma roupa de coelha de verdade, mas isso não foi uma permissão para a 『Materialização』 fazer um trabalho tão estupidamente bom. Agora eu tenho uma roupa estranha. Eu nunca quis isso.
O design, com exceção pela saia, provavelmente foi influenciado pelas imagens que eu tinha visto desses tipos de coelhinhas.
... pelo menos meu peito e quadris estavam cobertos. Graças a Deus, eu ainda tenho vergonha subconsciente o suficiente para impedir que a roupa pareça ultrajante.
Minha saia é feita de várias camadas de tecido, o que a torna bastante inchada. No entanto, uma vez que tirei minha capa do [Empacotador] e a vesti, a saia magicamente achatou. Que conveniente.

Certo, então o [Empacotador] evoluiu também.
Ele se transformou em [Inventário Subespacial] agora, o que me permite usá-lo na forma humana também. Acontece que os itens que estive armazenando até agora não estavam realmente ficando dentro do meu corpo como eu costumava pensar. Eles estavam permanecendo em um espaço distorcido.

Eu agora sou uma [Arquidemônio Menor]. Aparentemente, há um figurão chamado [Arquidemônio], e minha classe foi baseada nele.
A 『Árvore do Mundo』 deve ter me dado essa informação. Estes não são conhecimentos que eu teria sabido de outra forma.
No entanto, minha classe não tem 『Baixa』 ou 『Alta』 como antes, mas uma tela de nível. Isso significa que há várias etapas antes que eu possa me tornar um arquidemônio de verdade?
Muito provavelmente, eu não estarei mudando como nos 『Aumentos de Classe』 que fiz até agora. Eu só estarei ganhando mais poder. Eu não tenho base para minha crença, mas de alguma forma sei que isso é verdade.
Eu tenho mais de dez mil de Poder Mágico agora. Ainda assim, não é o suficiente para eu concluir meu 『Contrato』 sozinha.

[É aqui que minhas 『Habilidades Únicas』 entram em jogo.
Isso é apenas um palpite, mas... talvez minha raça tenha mudado devido à evolução da minha própria habilidade única, [Relançar].
Tornou-se [Alteração de Causalidade].
Eu nasci com o poder de causar inconscientemente 『azar』 para as outras pessoas. Eles tropeçariam em terreno plano. Seus arranhões se tornariam feridas graves.
Minha [Alteração de Causalidade] recém-evoluída interferi no carma do meu alvo para alterar um evento para 『o resultado mais infeliz possível』.
Mas mesmo evoluindo, minha habilidade ainda é governada por uma chance de sucesso. Se o ferimento no passado for fácil de evitar ou se meu alvo for poderoso, minha chance de sucesso e a quantidade de magia consumida variam muito.

Esses guardas eram ex-mercenários. Eles foram, literalmente, todos sobreviventes de sorte, então a chance de conceder infortúnio às suas feridas anteriores era de mais de 75% para todos eles.
Embora o consumo de magia realmente me surpreendeu. Para piorar uma única ferida de um humano mundano sem magia e com apenas cerca de 150 de Poder Total de Combate, um oponente que pode muito bem ser como uma formiga para mim, na verdade levou 100 da minha magia.
Meu próprio estoque de magia estava caindo como uma rocha apenas por me manter na Terra sem magia. Combinado com minhas tentativas de ferir o Diretor Adjunto à distância, que tinha apenas 12% de chance de sucesso e que eu só consegui após várias falhas, minha magia restante caiu para menos de mil.
O Poder Total de Combate mínimo que eu poderia ter era dez por cento do meu Poder Mágico máximo, então eu sou praticamente invencível quando enfrento humanos mundanos. Ainda assim, ver minha magia indo tão baixo me deixou um pouco preocupada.
... Quero dizer, eu não pude evitar. Eu realmente queria dar uma olhada nesses caras.

Ao contrário de antes, a névoa não é mais meu verdadeiro eu. Minha forma básica mudou para ser a 『Coelhinha』, enquanto eu ganhei a [Forma Névoa] como uma habilidade racial.
Isso realmente não mudou meu estilo de combate. Ainda assim, se meu corpo for destruído, eu não serei capaz de me transformar em névoa novamente como costumava fazer. Eu preciso ser mais cuidadosa.
Especialmente agora que eu tenho que enfrentar o mundo inteiro para cumprir meu contrato com a 『Árvore do Mundo』.

Todos, desde as pessoas deste mundo até as corporações, todos acreditam na mesma coisa. Que a 『Árvore do Mundo』 e suas 『Mudas』 sustentam o mundo com mana infinito.

Mas isso está errado.
Mana neste mundo é criado a partir das almas dos seres vivos.
À medida que as criaturas morrem, suas almas são reunidas pelas 『Mudas』 e enviadas para a 『Árvore do Mundo』.
A 『Árvore do Mundo』 é o sistema de manutenção criado pelo mundo de Yggdrasia. Entre as almas reunidas, as almas que reuniram uma grande quantidade de experiência terão permissão para reter parte dela e reencarnar como uma forma superior de vida. As almas não tão realizadas terão sua experiência absorvida pela 『Árvore do Mundo』 e então renascerão como um ser vivo normal.
E, finalmente, almas com apenas uma quantidade minúscula de experiência serão completamente recicladas em mana puro, tornando-se material para criar novas almas.

O mana que preenche este mundo vem da experiência convertida dos seres vivos.
O mana mantido dentro da 『Árvore do Mundo』 e das 『Mudas』 servem para criar uma nova vida.
Mas a raça humana deste mundo está desperdiçando em seu próprio luxo. A Árvore não está sendo capaz de acompanhar a conversão. Ela até teve que começar a mergulhar no armazenamento de mana reservado para a criação de vida.
Com cada vez menos vida nova nascendo, este mundo caminha lentamente para a destruição.
E agora, até mesmo outro mundo veio para roubar o mana. O mana usado na Terra não retornará. Yggdrasia está, literalmente, tendo seu sangue vital drenado.

O contrato que fiz com a 『Árvore do Mundo』 é um contrato de 『Destruição e Renascimento』.
A raça humana construiu países ao redor das 『Mudas』, roubando mana como parasitas sugadores de sangue.
Meu objetivo é destruir as noventa e nove 『Mudas』 em todo o mundo. E então, com novas almas fortes, as 『Mudas』 da 『Árvore do Mundo』 renascerão.
Almas que possuem poder e pureza... Eu ajudarei meus camaradas, os noventa e nove Testadores Alfa Secretos, a ganhar sua segunda vida como as novas 『Mudas』 da 『Árvore do Mundo』.
Suas almas sabem disso. Eles ainda decidiram vir junto comigo.

Uma vez que os humanos perderem as 『Mudas』, sua civilização desmoronará. Embora os pensamentos humanos individuais possam variar, os países certamente virão para me impedir de completar minha missão.
A guerra é inevitável. Guerra entre mim... e todos os noventa e nove países humanos.
E como a Terra está planejando apoiar-se neste mundo para resolver seus problemas de energia, eles certamente vão interferir.

Eu irei destruir a civilização deste mundo e encerrar as intromissões da Terra. Eu serei inimiga de dois planetas.
Eu olhei para a 『Árvore do Mundo』, para a nova casa de meus camaradas. Aqui, eu fiz um juramento a mim mesma.

Eu devo me tornar a Demônio da Morte. A Destruidor de Mundos.







Mais Acessadas