Apotheosis of a Demon – A Monster Evolution Story |3|





Três meses se passaram desde o início do teste beta do VRMMORPG 『Mundo de Yggdrasia』. Apesar dos planos originais requerendo um teste de seis meses, o lançamento oficial do jogo havia sido anunciado recentemente.
A razão oficial para o lançamento antecipado, como o público já sabia, foi por causa da 『ótima resposta dos jogadores beta』 e 『para atiçar a ferida de todos que não foram escolhidos como testadores beta』. Enquanto isso, aqueles mais cientes da situação suspeitaram de interferência do financiador do jogo — o governo.
Até certo ponto, as duas coisas são verdadeiras: é verdade que há uma grande demanda dos clientes pelo lançamento completo e também é verdade que o governo está apressando o desenvolvimento. No entanto, há uma razão ainda mais profunda, um segredo conhecido apenas pelos escalões superiores do projeto.

No centro de assistência médica terminal do 7º centro de pesquisa de um determinado conglomerado farmacêutico e de defesa, aconteceu um acidente que resultou na morte de quase todos os funcionários.
As vítimas chegaram a mais de setecentas. Embora algum tipo de arma branca tenha tirado a vida de alguns, incluindo todos os oficiais de segurança, a grande maioria das vítimas morreu de hipotermia. Seus corpos foram encontrados dentro de uma câmara de pesquisa, uma sala equipada com capacidade perfeita de controle de temperatura e umidade.
A onda de frio deve ter sido extremamente rápida, pois quase não houve sobreviventes de sorte que conseguiram escapar pelas janelas. Os menos afortunados haviam se transformado em esculturas de gelo espalhadas pelo caminho para o exterior. Agarradas ao vidro em desespero, estão as estátuas congeladas daqueles que não foram rápidos o suficiente para abrir suas próprias janelas antes que a geada os pegasse.

Mortes hipotérmicas em uma sala fechada. Esse incidente misterioso, quase sobrenatural, certamente mereceu atenção, mas os escalões superiores continuaram muito mais interessados na culpada do assunto.

Uma garota branca com um vestido vermelho com orelhas de coelho.
Ela é estranhamente semelhante à garota mulher-fera coelho que tinha sido vista sozinha destruindo vários avatares de monstros experimentais armados dentro do 『Mundo de Yggdrasia』.
De acordo com os testemunhos dos sobreviventes e o que as câmeras capturaram antes que o frio quebrasse suas lentes, a menina parece quase idêntica à No.13, uma cobaia do primeiro teste de avatar de monstro que foi transportada para o centro de coleta após seu colapso e coma. No entanto, a culpada do incidente parece mais velho do que a No.13 e, portanto, a ligação permanece não comprovada.
O governo e os líderes da corporação certamente notaram o alto poder de combate que ela exibiu mesmo quando limitada em uma forma humanoide, mas eles estão muito mais interessados na possível existência da capacidade de cruzar entre os mundos que ela pode ter. Eles começaram a pensar em usar os jogadores como olhos locais para ajudá-los a capturar a Garota Coelho.

O número de jogadores em potencial, pessoas que devem estar comprando o lançamento oficial, é de pelo menos três milhões. Ao configurá-la para ser a vilã final do jogo, a 『Dama Sombria』, o entusiasmo dos jogadores pode ser facilmente direcionado para a caça a coelha.

Para tanto, as batalhas dos jogadores não foram os únicos vídeos mostrados no anúncio do lançamento oficial do 『Mundo de Yggdrasia』. Os desenvolvedores do jogo também incluíram algumas cenas de combate com avatares de monstros. Até mesmo a filmagem da 『Garota』 em um vestido vermelho massacrando os membros da equipe — um incidente que foi processado silenciosamente a portas fechadas — foi editada e apresentada como se fosse simplesmente um vídeo CG de alta qualidade. As cenas de carnificina colocaram mais combustível no interesse dos jogadores por ela.

Houve várias mudanças da versão beta para a versão oficial.
O primeiro foi com relação ao poder mágico sendo reduzido pela metade com penalidade por morte. Para que os jogadores se divirtam mais com o jogo e tenham menos reservas quanto à morte, a penalidade foi reduzida para trinta por cento.
Em segundo lugar, a implementação do recurso para mudar a aparência e o equipamento de alguém que não cairá após a morte. Ambos podem ser comprados na loja do jogo.
Terceiro, abordar a questão do transporte relatada por um subgrupo de jogadores, principalmente ao adicionar mais linhas de trem e dispensar passagens com desconto. Os desenvolvedores também reiteraram que, como os países do jogo são geralmente do mesmo tamanho que os países do mundo real, os jogadores foram recomendados a se divertir dentro da área em que surgiram antes de olhar além.
Quarto, um acréscimo aos 『Termos e Condições』. Quando um jogador violador da lei for preso em uma cidade, eles agora receberão imediatamente um aviso oficial de exclusão de personagem. Se suas atividades forem consideradas excessivamente ofensivas e afetarem outros jogadores também, até mesmo suas contas podem ser excluídas.
E, finalmente, a implementação de um recurso há muito aguardado por muitos jogadores: avatares de monstros.

Como sempre, os fóruns de bate-papo de VR do 『Mundo de Yggdrasia』 estão em chamas com as conversas sobre o lançamento oficial.



"O jogo padrão custará US$ 69. O lançamento limitado da Primeira Edição, que inclui uma estatueta de ⅙ da Coelhinha Fofa, será vendida por US$ 198"

"Caro pra caralho! Ainda vou comprar"

"Oh... então, quem quer que esteja fazendo aquelas estatuetas deve ter obtido um C&D, então..."

"Na verdade, ouvi dizer que, em vez disso, eles conseguiram um contrato exclusivo e que também trabalharão na suposta 『versão para adultos』"

"Suponho que agora que a Coelhinha Fofa se tornou a Dama Sombria, os desenvolvedores estão interrompendo as vendas de mercadorias para fãs, então..."

"Então... eu acho que a figura A vai ser a versão casual de 12 anos? Então B deve ser a versão com o vestido da Dama Sombria de quatorze anos?"

"Nunca teria pensado que a chefe final do jogo estava escondida dentro de um evento organizado por um jogador. O que diabos os desenvolvedores estão fumando? Me dê um pouco"

"Uma roupa de coelha? Mas não é um vestido?"

"Parece uma roupa de coelha se você ignorar a saia"

"Merda, não consigo decidir o que comprar. A primeira versão infantil é tão fofa, enquanto a adolescente é até um pouco sexy também"

"Por que não ambas? Mas é melhor ser rápido, caso contrário, os revendedores vão comprar tudo"





"Então os avatares de monstros estão finalmente aqui... como é? Eu preciso de uma conta separada?"

"Você precisará comprar a nova DLC de UD$19,80, o que também é muito mais difícil. Toneladas de restrições também. Você pode criar um personagem monstro em paralelo ao seu personagem principal humano. Aparentemente, se você for descoberto por humanos, é quase 100% de chance de eles serem hostis"

"Puta merda, isso é difícil. Você pode lutar contra jogadores humanos?"

"Considerando que tipo de jogo é este, tenho certeza de que você pode até lutar contra os NPCs humanos se quiser. Provavelmente haverá uma força para caçar a sua cabeça mais cedo ou mais tarde, no entanto"

"Espere um minuto... isso significa que posso me juntar ao lado da Coelhinha Fofa?"

"Os desenvolvedores também podem estar esperando por isso. Você terá que descobrir onde ela está primeiro, no entanto"

"Tudo bem, estou animado! Eu vou ser o bichinho de estimação da Coelhinha!"




* * *



"Coelhinha... cadê vocêeeeeeee..." (Brian)

Entre a equipe do 7º centro de pesquisa, Brian é famoso por absolutamente nunca ficar no trabalho além de seu horário, não importa o quão ocupados seus subordinados estejam. No entanto, agora, ele está gastando cada momento de seu tempo livre na RV. Olhos injetados de sangue aparecem do ponto de vista de um drone observador.
Cerca de um mês antes, ele perdeu repentinamente a perna direita, apesar de estar completamente saudável momentos antes. Desde então, foi substituída por uma perna protética incorporando a tecnologia Avatar.
Com a nova perna, seu dia a dia não tem inconvenientes. No entanto, a dor fantasma ainda o atormenta até agora e seu ódio pela garota que roubou a sua perna havia tornado sua mente perigosamente instável.

Os avatares de monstros de uso geral ainda estão longe de ser adequados para o uso prático. Ao mesmo tempo, foi sugestão do Brian lançá-los para o público.
Ele está perseguindo a garota como um homem apaixonado. Foi ele quem deu a ordem de editar e divulgar a filmagem dela como isca para os jogadores normais.
Ele convenceu os superiores a liberar os avatares de monstros, dizendo que é para 『resolver os problemas de tempo de uso dos avatares de monstros militarizados』 e 『aumentar a versatilidade em seus padrões de ação』. Os avatares de monstros normais, mesmo com seu crescimento, só conseguem atingir 60% da capacidade dos modelos militarizados, no máximo. Por outro lado, a garota pode baixar a guarda em torno de monstros inofensivos. Ela está tomando cuidado para evitar ser vista por humanos ou pelos drones observadores. Há uma boa chance de ela permitir que um avatar de monstro de aparência amigável se aproxime.
E, desde que sua localização seja identificada, Brian pode usar aquele avatar de monstro como âncora para enviar mais avatares militarizados. Remover o regulamento de segurança de mana para transformá-los em homens-bomba à queima-roupa também pode ser uma boa escolha, se ela parecer negligente o suficiente.

"Saia, saia, onde quer que você eteeejaaaaaa, coelhinha..." (Brian)

Em sua loucura, ele não hesitará em enganar seus superiores apenas por uma chance de vingança. Mesmo a Audrey não ousou chegar perto dele.


* * *



As encomendas chegaram a 2.300.000. Incluindo o dia do lançamento, as vendas totais alcançaram 3.430.000 cópias. Cerca de sessenta por cento dos compradores, após a criação do personagem e subsequente login no jogo, foram imediatamente recebidos com um anúncio de evento repentino.




『Continente sul, Principado de Rantetrois. A 『Muda』 foi destruída pela Dama Sombria. Posteriormente, o Templo do Principado de Rantetrois perdeu sua função. Recomenda-se aos jogadores do país afetado que se mudem para o país mais próximo o mais rápido possível』






Notas do Autor:
『Exposição de luz. Ponto de desova』
Os avatares de monstros militarizados precisam de um ponto de ancoragem para aparecer. Na maioria dos casos, as âncoras são fixadas nos drones observadores que foram implantados de um Templo.
Na Terra sem magia, entretanto, os avatares precisam de equipamentos especializados para serem criados.
De volta ao passado recente.

Muito abaixo do continente central está o continente sul. Dois grandes países e cinco pequenos países reivindicaram o continente e seus vizinhos são dois países ilha.
Os países ilha só tem uma populações de cerca de 50.000 pessoas. Apenas o suficiente para uma única cidade de tamanho decente. Ao mesmo tempo, aparentemente, neste mundo, qualquer grupo populacional reunido em torno de uma 『Muda da Árvore do Mundo』 pode ser legalmente considerado um 『país』 e é isso que eles são.
Tive algum tempo pensando em onde atacar primeiro. De acordo com o guia, o Continente Central é o local de nascimento original da raça humana. A civilização lá é bastante avançada, além disso, esses países também tem muitas pessoas. O que significa que seus militares serão possivelmente os oponentes mais difíceis que eu poderei enfrentar.
O guia também inclui a ordem em que as mudas foram descobertas. Países até os 50 tem uma história antiga para apoiá-los. Eles realmente parecem nações adequadas.
O Império Touze, onde o Tiz está, é o número 12. Para completar, ele fica até mesmo no Continente Central. Militar, população, história, tem de tudo. Este será uma dor no meu pescoço.
E então decidi pelo continente sul. Razão número um, não é o Continente Central. Dois, os países estão apenas na metade da numeração.

Chegar lá será muito problemático. A travessia de continentes sem usar um dirigível desperdiçará muito do meu tempo.
Se eu fosse uma humana normal, teria que pegar um dirigível ou um passeio de navio de Ayune para Cinqres, depois transitar por Neuft e Quarondeux para entrar no continente sul. Mas eu não tenho tempo para uma turnê mundial.
O mundo não morrerá em apenas uma ou duas décadas, obviamente. Mas se eu demorar muito para me mover entre as 『Mudas』, levará dezenas de décadas para destruí-las todas. Eu estou preocupada que a Terra tenha começado a colheita de mana em grande escala até então.
Felizmente, minha 『parceira de crime』, a 『Árvore do Mundo』, resolveu metade do problema para mim.
A 『Árvore do Mundo』 e suas 『Mudas』 são conectadas em rede, transportando mana e almas entre elas. Então eu pensei, talvez eu possa pegar uma carona na rede, considerando que eu sou uma forma de vida espiritual? Foi uma ideia simples, mas funcionou... parcialmente, pelo menos.
Se eu me transformar em névoa, posso viajar pela rede. Mas uma vez que eu alcance a barreira do país humano ao redor das 『Mudas』, eu pulo fora, talvez por eu ser um Demônio. E eu não posso voltar a ser humana durante o passeio de qualquer maneira...

"... onde eu estou?" (Shedy)

Depois de atingir a barreira, meu local de pouso foi uma floresta em algum lugar entre as montanhas.

*Bounce*

Oh, Blobsy está tão animada como sempre. Minha habilidade [Inventário Subespacial], a versão evoluída do [Empacotador], não consegue armazenar seres vivos. Ou para ser mais precisa, eu posso forçá-los a entrar se quiser, mas suas atividades biológicas cessam dentro do armazenamento e eles morrem. Blobsy só está bem por ser minha 『Familiar』.
Ainda assim, ela parece entediada depois de seu tempo no armazenamento. Ela saltou para seu lugar habitual no meu ombro.

Primeiro, eu preciso saber onde estou. Peguei e vesti minha capa do [Inventário], então corri montanha acima. Em alguns minutos, cruzei a distância que um humano normal precisaria percorrer durante meio dia.
No caminho, houve algumas vezes em que detectei hostilidades do que supus serem monstros selvagens. Eu apenas me concentrei e lancei [Medo] neles e ninguém ousou se aproximar. Todos com um alto poder de combate.
Ao chegar ao topo da montanha, procurei uma árvore alta. Subi até o topo, ficando na ponta dos pés.
À minha esquerda está o mar. Bem longe, à minha direita, posso ver uma cidade.
Com o quão perto estou do oceano, talvez seja um dos pequenos países deste continente? Eu estou mais perto do meu alvo do que pensei. Eu pulei da árvore, me transformando em névoa e voei.

Eu só precisei mostrar meu cartão de aventureira para os guardas e eles me deixaram entrar sem problemas. O controle da fronteira é preguiçoso como sempre. Bem, suponho que um viajante entrando no país a pé não é exatamente uma ocorrência comum por aqui.

"Ei, você aí!" (Guarda)
"..." (Shedy)

Por algum motivo, um dos guardas do portão me chamou. O jovem quase na casa dos vinte disse alguma coisa para o outro guarda e correu em minha direção.

"De onde você veio?" (Guarda)
"Lado de fora" (Shedy)
"Não, isso é... bem, sim, mas não é disso que estou falando" (Guarda)

Ele se aproximou e falou em um sussurro.

"Olhando para os seus sapatos, você é uma garota nobre de algum lugar, certo? Sua carruagem quebrou e você teve que andar até aqui?" (Guarda)
"... Ah" (Shedy)

Whoops. Esqueci meus saltos agulha escarlates (que na verdade são tão mortíferos quanto seu homônimo, devo acrescentar). Eles ainda estão espiando por baixo da minha capa. Você nunca verá aventureiros ou viajantes normais usando isso.
O guarda está planejando me ameaçar? Ao me ver levantando levemente a guarda, ele saltou rapidamente para trás.

"Espere, não, eu não vou fazer nada com você! Quero dizer, você estava indo para a mansão de um nobre, certo? Talvez a casa da guarda? É perigoso se você estiver sozinha no caminho" (Guarda)

Hmm... aparentemente, ele está apenas preocupado comigo. Claro que é só isso. Nunca pensei que todos os humanos são lixo, em primeiro lugar, mas talvez eu tenha um pouco de preconceito.

"... eu quero ir para a mansão do governador" (Shedy)
"O governador?! Não, quero dizer, está tudo bem, mas é muito longe, você sabe?" (Guarda)
"Verdade?" (Shedy)
"Eu posso te guiar até lá, se você não se importar? Eu posso te mostrar a cidade no caminho também" (Guarda)
"..." (Shedy)

Ele pode ser amigável, mas parece que tem segundas intenções também. Bem, é conveniente para mim de qualquer maneira, então eu balancei a cabeça. Ele acenou para o outro guarda. Eles sorriram e fizeram um sinal positivo com o polegar.
Ele me contou sobre a diligência expressa da cidade, que encontramos e embarcamos. Seu nome é Laurent, dezenove anos. O quinto filho de uma casa de cavaleiros destituída. A família ainda é da nobreza, mais ou menos, mesmo que apenas no nome.

"Bem, voltaremos a ser plebeus se não contribuirmos com nada que valha a pena" (Laurent)
"Eu entendo..." (Shedy)

Laurent me disse um monte de coisas, o tempo todo sentado estranhamente perto de mim.
Estamos no Principado de Rantetrois, um pequeno país situado ao norte do Continente Meridional. Apesar de ser chamado de 『país』, é composto apenas pela capital, onde estamos e uma grande plantação de cerejas para vinificação. A população é de apenas cerca de 100.000 pessoas.
Eu sei que é diferente do Continente Central. Ainda assim, eu nunca percebi o quão grande é a lacuna até que percebi que não há um único estabelecimento de aparência elegante em toda a cidade, como os que vi na capital do Reino Trestan.

"Este lugar costumava ser chamado de 『a porta da frente para o continente central』 nos velhos tempos, mas uma vez que os dirigíveis foram inventados, as únicas pessoas que vem aqui são os comerciantes atrás dos nossos vinhos" (Laurent)
"... mas você tem uma 『Muda』, então você está vivendo muito bem, certo?" (Shedy)
"Sim, graças a ela, nem precisamos nos preocupar em desperdiçar magia. Certa vez, ouvi um velhote trabalhando nos campos reclamando que os vegetais estão crescendo tão rápido devido ao mana que ele está tendo problemas para comê-los todos antes de apodrecer" (Laurent)
"Hmm..." (Shedy)

Então eles estão desperdiçando magia.

Parecia que a 『Muda da Árvore do Mundo』 está realmente na mansão do governador, então, considerando o quão fortemente guardado o lugar parece ser. A maioria dos países é provavelmente igual, ao colocar suas 『Mudas』 dentro do palácio.
Poucas horas depois, chegamos ao distrito em que mora o governador. Saímos do vagão expresso e começamos a caminhar até lá. Meus passos me levaram pelas ruas... e para longe do Laurent, cada vez que ele iniciava mais uma de suas constantes tentativas de segurar minha mão.
Agora que eu estou ciente da verdade, a cidade aos meus olhos não parece mais a mesma.
Aqui e ali, os aparelhos de ar condicionado funcionam com as portas abertas. Placas de sinalização brilhantes iluminam a rua mesmo durante o meio-dia. Pilhas de alimentos super-crescidos, cultivados em excesso devido ao mana.
E nenhum humano está trabalhando nos campos. Apenas os escravos demi-humanos que eles capturaram.
O mana aqui é como o óleo da Terra, eu suponho. Ele pode até funcionar como eletricidade sem a necessidade de passar por usinas de energia.
Se o mana for embora, o que acontecerá com este país?
O caos que se seguirá não é difícil de imaginar. Mais uma vez, a impossibilidade de qualquer tentativa de persuasão tornou-se evidente para mim.
Parei em uma loja de roupas para comprar novas capas e botas para meu disfarce, além do guia mais recente. Estamos em frente à mansão do governador um tempo depois.
Realmente é uma mansão, não um castelo. Três andares, parece bastante espaçosa.

"Ei, ei, me diga o seu nome já. Vim com você até aqui, por que não ter um pouco de bebida com seu guia que trabalhou duro?" (Laurent)

Laurent deve ter ficado impaciente com a forma como eu rejeitei sua abordagem. Ele continuou tentando me tocar, me arrastar para o bar.

"Ei, Laurent" (Shedy)
"Mmm?" (Laurent)
"Então, apenas hipoteticamente... e se mana não for mais gratuito?" (Shedy)
"O quê? Por que isso aconteceria? Podemos obter tanto mana das 『Mudas』 quanto quisermos, certo?" (Laurent)
"E se este mundo piorar no futuro porque continuamos fazendo isso?" (Shedy)

Eu encarei seus olhos. Ele apenas bufou.

"Ei, você está brincando, certo? De jeito nenhum isso acontecerá. E mesmo que isso aconteça, será bem depois de eu morrer de velhice de qualquer maneira" (Laurent)
"Eu entendo..." (Shedy)

É esta a opinião geral da raça humana aqui? Muito parecido com a Terra de antigamente, quando as pessoas ainda eram indiferentes ao meio ambiente.
Ainda assim, no final, todos os países continuam a sugar mana. Assim que souberam do conforto que isso traz, ninguém teve coragem de parar.
Ninguém quer ser o primeiro a falar e ser rotulado como um vilão.
Para mudar as coisas, o mal é necessário. Um mal avassalador para se tornar o alvo do desprazer e ressentimento da humanidade.

"Bem então, obrigada, Laurent. Eu posso encontrar meu caminho a partir daqui" (Shedy)
"Hahh? O que você está dizendo?" (Laurent)

No início, pensei apenas em entrar sorrateiramente e destruir a 『Muda』 em segredo. Mas então, o ressentimento da humanidade será apenas descarregado sobre os fracos.
Assim como sempre fizeram com os demi-humanos. Assim como os adultos fizeram comigo quando eu era mais jovem...
A poucas dezenas de metros de distância, os guardas da mansão do governador nos olharam com olhares duvidosos. Para o Laurent, andando em seu uniforme de guarda do portão, e para mim, escondendo meu rosto sob o capuz.
Para o bem ou para o mal, eu tenho uma boa reputação agora. Eu pretendo usá-la.

Caminhei lentamente em direção ao portão. Laurent colocou a mão no meu ombro.

"Vamos, já cheg-eeek!", ele gritou ao sentir o vento de ar gelado.

Eu estendi a mão e espalhei a névoa ártica em direção ao portão.

"Aaaeeyyaaa! O-o que aconteceu?!" (Laurent)

O portão congelou em um piscar de olhos. A borda da nuvem gelada atingiu Laurent. Ele gritou, caindo no chão.
Redemoinhos de vento giravam com a diferença de temperatura, soprando o meu capuz. No momento em que os espectadores notaram minhas orelhas brancas como a neve, seus olhos se arregalaram.
Tirei minha capa, exibindo minhas orelhas de coelho, cauda e a roupa de coelhinha escarlate. Eu transformei minha boca em um sorriso provocador.

"Depressa, pessoal. Saiam do meu caminho se vocês não querem morrer" (Shedy)





Nota do Autor:
Shedy se resolveu a fazer o papel do Mal. Ainda assim, isso não significa que ela deva provocar brigas como esta!
Este capítulo se passa no 43º país, o Principado de Rantetrois.



O que é um Demônio?

Eu costumava pensar que era apenas uma daquelas coisas que ninguém poderia provar a existência, assim como Deus. Apenas um dos tipos de monstros que tive que escolher como testadora de avatares militarizados.
Mas agora, eu renasci neste mundo como um Demônio.
Milagrosamente, ainda mantive minha aparência anterior, embora apenas mais crescida. No entanto, no final, isso não mudou o fato de que eu não sou mais humana.

Ainda assim, eu sou um demônio real?
O tipo de demônio que eu conheço é o tipo que se insinua nos corações dos humanos, para corrompê-los e tomar suas almas. E com minha experiência recente, eu comecei a ter uma vaga suspeita: será que os demônios estão corrompendo os humanos porque ganham mais experiência das almas de pessoas más?
[Absorção] é como eu dreno a vida de meus inimigos. Algo que eu estava fazendo até agora sem pensar duas vezes.
Talvez os pensamentos e desejos humanos tenham se reunido por acaso, e a 『Árvore do Mundo』 a tivesse tomado, dado uma direção, transformando-a no que eu sou agora. Um Demônio Artificial.
Eu sou indistinguível de um demônio real, mas ao mesmo tempo nossa natureza não poderia ser mais irreconciliável.
Eu ainda sou eu, só que agora, desempenho o papel de uma demônio chamada Shedy.

Razão pela qual eu posso me tornar um Demônio pelo bem de outros.


* * *



O Principado de Rantetrois é um pequeno e pitoresco país pastoril. Sua população é escassa e sua principal - e única - indústria é a plantação de cerejas na encosta da montanha, usada para fazer vinho.
Graças ao infinito mana proveniente das 『Mudas』, nenhum ser humano passa fome. Eles não têm necessidade de roubar ou pilhar dos outros. Essa é a razão pela qual Rantetrois pôde manter sua paz idílica.
O continente central ainda pode ver conflito de interesses de vez em quando entre homens e mulheres com ganância interminável e insatisfatória por fama, luxo e muito mais, mas aqui no continente sul, a coisa mais próxima de um conflito é a pequena briga entre os dois grandes países. Não há uma discórdia séria. E como a própria Rantetrois não tem recursos particularmente pelos quais valha a pena disputar, as pessoas no país ficam satisfeitas contanto que tenham escravos demi-humanos para lhes trazer um pouco de lucro. Eles podem ter um pouco de inveja dos outros países ricos, mas estão felizes com a vida tranquila e sem esforço que levam.

Esses países pacíficos ainda mantêm exércitos e ordens de cavaleiros, não para se defender de outros humanos, mas principalmente para afastar os monstros.
Florestas e lugares semelhantes nas regiões ricas em mana ao redor das 『Mudas』 tendem a acumular mana. Destes chamados 『Pântanos de Mana』, monstros fracos nascem sem fim.
Cidades e vilas podem usar o mana abundante das 『Mudas』 para erguer barreiras ao seu redor, mas as ruas entre elas não têm tal proteção. Soldados e cavaleiros patrulham diariamente para lidar com qualquer monstro próximo às estradas.
Uma de suas outras missões, não menos importante, é procurar e destruir os 『Pântanos de Mana』.
Esses 『Pântanos de Mana』, formados a partir do vazamento de mana das 『Mudas』, são fontes de alimento para a floresta na qual foram criados. Uma vez destruídos, o mana se acumula novamente na 『Muda』. Em outras palavras, o mana utilizável por humanos aumentará.
Dito isso, o trabalho dos cavaleiros e soldados ainda é simples e fácil. Apenas ficar parado, patrulhar, gritar se eles virem uma garota andando por aí. Se monstros perigosos aparecerem, pedir aos escravos demi-humanos para lidar com eles.

Laurent, nascido como o quinto filho de uma família cheia desse tipo de cavaleiros, só tinha o emprego de guarda do portão da cidade para ele.
Apenas o ganho mínimo é suficiente para viver confortavelmente, então ele não está particularmente preocupado. Ainda assim, se ele perder sua posição como nobre - mesmo que essa nobreza seja apenas um título vazio - ele descobrirá rapidamente quanto o salário mínimo pode realmente variar. Casar-se com uma boa mulher ou comprar uma bela escrava demi-humana será então muito difícil.
Mas então, ele viu uma garota estranha caminhando de fora da cidade.
Ela está vestindo uma capa despretensiosa, o capuz escondendo seu rosto. Mas Laurent ainda conseguiu ver sua pele clara e imaculada e os saltos altos que ela está usando, o tipo frequentemente visto na alta sociedade. Provavelmente uma garota nobre de alguma outra terra em uma viagem incógnita, ele pensou.
Ele achou estranho que ela não tem nenhum atendente. Ainda assim, no momento em que viu seus traços claros e seus olhos escarlates vívidos espreitando por baixo do capuz, ele foi tomado por um único pensamento: Eu quero torná-la minha.

Laurent está confiante em sua aparência e suas habilidades de conversação, mas já faz meio dia e ela ainda está dando a ele um ombro frio. Quando ela começou a falar coisas ridículas do nada, ele ficou nervoso. Assim, quando ele estava pensando em puxá-la com força para algum lugar, ela de repente lançou um feitiço de gelo em direção aos portões da mansão do governador.

"Aaaeeyyaaa! O-o que aconteceu?!", gritou ele.

A onda de vento gélido resultante o derrubou no chão. O portão inteiro, junto com os porteiros, congelou em um instante. Eles estão se desintegrando e quebrando com a contração causada pela mudança extrema de temperatura. Enquanto o mundo se transforma em um pesadelo na frente dele, Laurent ouviu a garota feiticeira falar.

"Depressa, pessoal. Saiam do meu caminho se vocês não querem morrer" (Shedy)

Suas pernas e costas ficaram à vista. Um vestido, vermelho como sangue, cobre a garota branca.
Mas nem Laurent nem os espectadores prestaram muita atenção em seu traje estranho. Eles estão muito mais ocupados com as longas orelhas brancas como a neve caindo de sua cabeça e a pequena e adorável cauda espessa.

"... um mulher-fera?" (Laurent)

Por um único momento, a indignação tomou conta do Laurent, deixando de lado qualquer pensamento sobre sua magia. Apenas esse animal comum ousou me enganar? Para enganar os humanos? Ao mesmo tempo, ele também percebeu que, se ela é uma demi-humana, nada o impede de tomá-la como sua posse à força.
Mas então, o que são aquelas orelhas compridas?
Elas se parecem com as de um coelho. Uma vaga memória perturbou sua mente... e então ele ouviu as palavras que um dos espectadores deixou escapar.

"A coelha... Cinco mil grandes moedas de ouro!" (Expectador)

Com a voz veio a lembrança de todos na cena. Eles se lembraram de como, algumas semanas antes, haviam visto a recompensa despachada pelo Império Touze desde o Continente Central.
A garota mulher-fera coelha branca que usa magia de névoa. Quem quer que a pegue será recompensado com cinco mil moedas de ouro grande.
Moedas de ouro grande. Uma unidade monetária que o homem comum nunca verá, mesmo durante toda a sua vida. Encantados pela ganância, os espectadores avançaram em sua direção com nada além de punhos e facas.

"A Coelha!" "Mulher-fera coelha!" "Cinco mil moedas de ouro grande!" (Expectadores)

Vozes acorrentadas umas às outras como um jogo de telefone. A notícia se espalhou em um instante. Mais do que apenas homens estão se juntando à multidão de pessoas que inundaram a mansão do governador, até mesmo suas esposas se juntaram a eles com facas de cozinha nas mãos, enquanto os idosos agarravam todas as pedras que encontravam nas proximidades.


* * *



"Ouro! Minhas grandes moedas de ouro!" (Mulher)

Uma mulher gorda gritou e avançou contra mim. Eu pulei de cima dela, ao mesmo tempo que a fiz voar com o meu pé. Eu corri através do mar de pessoas.
Eu sabia que mostrar minhas orelhas causaria uma confusão. Só não achei que mesmo as mulheres e os idosos estariam participando.
Eu pulei em suas cabeças, pulando em volta da multidão, mas nunca saindo. Depois de um tempo, soldados de dentro da mansão do governador finalmente apareceram.

"O que diabos está acontecendo aqui?!" (Governador)

Cercado pelo grupo de soldados está uma pessoa de aparência importante. A multidão de cidadãos, quase cem, parou imediatamente o que quer que estivessem fazendo ao som de sua voz. Uma pessoa com aparência de lojista da multidão correu apressadamente em direção a ele e começou a falar. Então, o homem de meia-idade de aparência importante sorriu e apontou para mim.

"Entendo, então você é a mulher-fera coelha pelo qual o garoto de Touze postou uma recompensa! Fique aí mesmo! Eu não vou deixar ele ter você, você vai ficar comigo para o resto da vida!" (Governador)
"..." (Shedy)

Acho que 『aquele menino』 é o Tiz, então. Esse cara é o governador deste país? Nunca pensei que ele apareceria imediatamente.
A multidão de pessoas, intimidada por suas ordens, baixou lentamente as armas.
Mas então notei outras poucas centenas de habitantes do outro lado da multidão correndo em nossa direção. Eu sorri para a multidão, minhas orelhas balançando levemente.

"Meu, meu. Tem certeza de que não querem essas grandes moedas de ouro?" (Shedy)
"..." "C-Claro que sim!" "Sim, está certa! O dinheiro é mais importante do que aquele governador idiota!" (Expectadores)

Alguns deles recuperaram a coragem, suas vozes lentamente ficando mais altas. O governador, ouvindo suas palavras, arregalou os olhos.

"Tolos, vocês se esqueceram do seu próprio senhor?! Fui eu quem lhes alimentou, lhes dei um lugar para morar, e vocês, imprestáveis, nem mesmo têm a decência de pagar os impostos!" (Governador)
"Que porra você está dizendo?!" "Cale a boca, governador idiota!" "Oh, claro, não esquecemos de tudo, como você continuando a aumentar o preço do mana o tempo todo!" "E todo esse dinheiro vai para o seu bolso, certo?!" (Expectadores)

O governador aqui realmente não é muito popular, não é? Com o novo afluxo de pessoas, a multidão ficou cada vez mais ousada. Eles fizeram chover reclamações sobre o governador.
O rosto do governador está ficando vermelho vivo. Ele puxou e brandiu sua espada.

"Já basta! Corte quem estiver no meu caminho!" (Governador)

No momento em que seus soldados investiram contra os cidadãos, lancei uma grande e espessa nuvem de névoa.

"O qu-?! De onde diabos veio essa névoa?!" (Governador)
"Não consigo ver merda nenhuma! Onde está a coelha-?!" (Expectador)
"Ela não estava aqui-" (Expectador)
"I-I... aaaAAAAAAGGHHH!!" (Soldado)

Depois que ataquei alguns deles, os cidadãos e soldados começaram a balançar suas armas com terror. Mais e mais deles estão se machucando.
A névoa fria pode matar todos eles de uma vez, mas não é isso que eu estarei usando desta vez. Essa névoa em particular é simplesmente uma cortina de fumaça inofensiva de amplo alcance que permanecerá por um longo tempo, mesmo sem minha supervisão.
Eu escorreguei pelo caos e me dirigi para a mansão. De repente, alguém bloqueou meu caminho.

"Encontrei você, coelha maldita!" (Governador)

O governador veio me enfrentar sozinho. Quão descuidado da parte dele... eu acho que não é de se admirar. Não importa o quanto ele se proclame rei de uma nação, no final, ele não é nada mais do que o senhor de uma cidade relativamente grande.
Eu parei. Sua boca se torceu em um sorriso malicioso, talvez pensando que eu estou me rendendo. Ele se aproximou.

"Sim... isso mesmo... eu peguei você no-aaakgh!" (Governador)

Dentro da névoa, o governador caiu de cara no chão.
Por um momento, me perguntei o que aconteceu. Então eu vi Laurent parado atrás do governador, sua espada manchada de sangue. Ele olhou para mim com um sorriso estranho no rosto.

"Você deveria ser minha... não é mesmo?" (Laurent)
"..." (Shedy)

Eu não tenho ideia do que ele está falando. Bem, acho que já é hora, de qualquer maneira. Eu já tinha destruído os drones observadores que encontrei, mas se eu me arrastar isso mais longe, a corporação pode simplesmente lançar mais avatares de monstros para ficar no meu caminho.
Laurent se aproximou de mim, seu sorriso imutável. Eu gentilmente levantei minha palma e soprei uma onda de vento gelado. O vento o engoliu, então continuou em direção onde eu pensei que a massa de pessoas estava.


* * *



Deixei a cortina de fumaça para trás, fora da mansão. A confusão bagunçada ainda está acontecendo.
Dentro da mansão, só vi servos, no máximo. Depois de congelar apenas alguns que correram para me atacar, não havia mais ninguém parado no meu caminho.
A mansão é bastante espaçosa, do tamanho de um campo de beisebol. Mesmo assim, não há necessidade de encontrar um guia. Eu soube imediatamente onde estava a 『Muda』.
Está dentro do pátio da mansão. Não há fechaduras. Qualquer um poderia ter vindo aqui se quisesse.

"..." (Shedy)

É uma árvore com mais de 12 metros de altura. Mas sua casca foi arrancada, seu tronco foi apunhalado por estacas de metal e suas folhas foram todas arrancadas. Há trabalhadores por perto para colher as folhas recém-crescidas. Eles se transformaram em estátuas de gelo em um instante.

Isso dói, certo? Eu sei. As pessoas costumavam fazer esse tipo de coisa comigo o tempo todo também.
Está tudo bem. Eu estou aqui. Você estará livre da dor em breve.


Toquei as raízes da 『Muda』, congelando-a lentamente. Os galhos, há muito murchos, caíram no chão e viraram pó. Em seguida, a própria 『Muda』 fez o mesmo, espalhando-se ao vento.

Imediatamente, senti algo mudando no ar.
Luzes e aparelhos de ar condicionado dentro da mansão desligaram um após o outro. A confusão se espalhou pelo prédio. Bem, eles logo descobrirão que o verdadeiro caos está apenas começando.
A conexão de rede da 『Muda』 foi a última a cair. Antes disso, peguei uma carona para ir até o local de nascimento da nova 『Muda』. O destino é nas profundezas de uma floresta, árvores frondosas que impediam o caminho de qualquer intruso. Escondida entre a folhagem está uma pequena muda de trinta centímetros de altura.
Isso fica bem longe do território dos humanos, então eu não acho que será descoberta. Mesmo assim, só por precaução, eu e a Blobsy juntamos um pouco de cobertura de folhagem morta para esconder a muda recém-nascida. Quando o fizemos, uma pequena pedra mágica de cor branca apareceu de dentro da 『Muda』 e voou em minha direção. Ela desapareceu dentro de mim.

Eh...? O que foi isso?


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Nv.2]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 14200/15600] 3600↑
[Poder Total de Combate: 15700/17100] 3900↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]


... Acabei de subir de nível.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Nv.2]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 14200/15600] 3600↑
[Poder Total de Combate: 15700/17100] 3900↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]


Cheguei ao nível dois de Arquidemônio Menor.
Eu só ganhei cerca de 5 Pontos de Magia matando uma única pessoa normal. Mesmo se um soldado valha 10, eu ainda não matei tantas pessoas dessa vez. Cerca de 3.000 do meu ganho de Pontos de magia veio do nada.

"... foi você?", falei para a 『Muda』 renascida. Eu pensei ter sentido um tênue fio de mana me alcançando, como se fosse uma resposta.

As almas dos 99 Testadores Alfa Secretos, aqueles que morreram pela traição da corporação, estão descansando na Árvore do Mundo. Eles então receberão novas vidas como as 『Mudas』 renascidas.
Quem costumava ser esta muda, eu não sei. Ao mesmo tempo, eles transformaram um fragmento de sua força vital recém-adquirida em uma pedra mágica branca para me dar.

Obrigada. Eu vou te proteger, eu juro.

Eu e Blobsy continuamos construindo a pequena colina de cobertura morta.

* Bounce *

Terminamos nosso trabalho. Blobsy balançou no meu ombro, como se estivesse orgulhosa de um trabalho bem feito.

Devo confirmar a localização, pelo menos. Eu escalei no topo de uma montanha próxima. Lá, eu vi a cidade, tão longe que se encolheu até o tamanho de um botão. Eu já sabia que uma nova 『Muda』 não poderia ficar muito longe da antiga, mas provavelmente estamos a 200 quilômetros, pelo menos.
Há até um desfiladeiro profundo no meio. Eu tenho certeza de que a nova 『Muda』 pode crescer até a maturidade sem ser descoberta.
... Eu me pergunto, como está aquele país? Bem, o lugar com certeza estará lotado de drones observadores de qualquer maneira e não é como se eu tivesse muito tempo a perder.

"Tudo bem. Vamos Blobsy, vamos voltar" (Shedy)

* Bounce *

Do jeito que as coisas estão, seria arriscado continuar no Continente do Sul. Voltamos para a 『Muda』 renascida e andamos na rede, voltando para a 『Árvore do Mundo』.


* * *




"A Dama Sombria Coelha Fofa decidiu começar sua campanha de terror imediatamente, eu entendo"

"Eu vi aquele anúncio repentino. Então, o que vai acontecer? Aparentemente, a muda se foi e você não pode mais usar o templo lá. Isso significa que as pessoas daquele país não serão mais capazes de reviver?"

"Parece que sim. Novos jogadores não podem mais escolher o país, enquanto os jogadores existentes lá verão suas bases como 『fora dos limites』 e serão teletransportados para o país mais próximo"

"Eu vi isso em outro jogo também, a coisa em que um território humano é tomado pelo grande mal e então você não pode mais usar os serviços da cidade. Embora, nesse jogo, você pode retomar a cidade matando monstros suficientes sem morrer"

"Ainda não há informações nessa frente, hein. Eu também não vi nenhuma missão de evento para reviver a Muda destruída. Isso significa que os jogadores monstros podem viver lá agora?"





"Ei, pessoal, comprei a DLC do avatar de monstro. E então, na manhã de hoje, há uma nova missão estranha. Diz que o objetivo é 『derrotar a atual Dama Sombria e se tornar o novo Lorde/Dama Sombrio(a)』"

"O que? Monstros não são aliados da Dama Sombria? O que há com isso?"

"De acordo com o que eles disseram, aquela Coelhinha Fofa não é uma Dama Sombria normal, ela é um Demônio destruidor de mundos. Se o mundo for destruído, significa que os monstros também morrerão, então o principal objetivo dos jogadores monstros é se tornarem mais fortes e se tornarem o novo Lorde Sombrio"

"... isso é meio diferente do que eu imaginei. Achei que seria muito legal lutar contra os humanos sob a bandeira da Coelhinha e é por isso que eu estava pensando em comprar a DLC, mas agora..."

"Parece que a direção do jogo está mudando, você não acha? Como se os desenvolvedores de jogos estivessem mudando de posição"





"Isso me lembra, o que vai acontecer com aquele país agora que o Templo está indisponível? Isso vai se transformar em uma área hostil cheia de monstros?"

"Posso falar sobre isso, escolhi Rantetrois como o ponto de desova quando me inscrevi. Basicamente, a cidade se ferrou"

"A Coelhinha Fofa foi lá, certo? Você a viu?"

"E não foi apenas uma destruição normal. Houve um motim em frente a um enorme edifício, provavelmente o palácio do rei. Eu mal conseguia ver meus pés devido ao nevoeiro. Achei que a Coelhinha estava lutando, mas descobri que eram todos humanos se matando. Agora a rua toda está fodida por mosaicos. Não consegui ver merda nenhuma"

"Oh, então por 『fudida』 você realmente quis dizer que a cidade se transformou em uma bagunça pixelada..."





"Então, o que está acontecendo na região de Rantetrois agora?"

"Eu testei algumas coisas desde que estava por perto. Efetuar login e logout ainda funciona, pelo menos, mas se você morrer, você irá reviver aleatoriamente em algum lugar do seu país de origem. Mas o mais importante, monstros lá são muito difíceis! Como as lagartas. Elas devem ter obtido um aumento de 50% nas estatísticas"

"O país inteiro está uma bagunça absoluta agora. Estou interpretando um avatar de monstro e posso simplesmente ir para as aldeias muito bem. Eles não têm mais barreiras. Os escravos fugiram, os fazendeiros estão em pânico e fugindo das lagartas negras que comem seus repolhos. Sinceramente, não tenho certeza de como devo reagir"

"Acho que esse país está praticamente morto agora"




* * *



Perto do extremo norte do continente sul, fica o Principado de Rantetrois. Com sua 『Muda』 destruída, qualquer coisa que use mana no país está se desligando uma após a outra.
Com sua alta demanda por mana, a primeira a cair foi a ferrovia.
As locomotivas tem pedras mágicas como baterias, mas são usadas apenas para ligar o motor e como reserva de mana em casos de acidentes ocorridos no meio de uma viagem. Em operação normal, os trilhos fornecem magia aos trens.
Quando os trilhos não estão mais ativos, os trens param. Antes de dar partida no trem com a bateria de mana reserva, os condutores resolveram ligar para perguntar sobre a situação. Foi só então que eles souberam da destruição da 『Muda』.

Os próximos a serem desligados foram a iluminação, o encanamento e outros utilitários essenciais. Os únicos pedaços de óleo de lâmpada e gravetos disponíveis estão nas lojas que vendem mercadorias de viagem. As pessoas nem podem cozinhar por falta de água. Incapazes de compreender a situação, eles entraram em pânico. O caos reinou.
O próximo a falhar foi o equipamento mágico que gerencia os colares dos escravos e, quase ao mesmo tempo, as barreiras que protegem as cidades e vilas dos monstros. Os demi-humanos começaram sua fuga.
Em vilas agrícolas com nada além de uma cerca simples, Lobos Demônios começaram seus ataques, procurando gado para se alimentar. Os humanos ainda estão se defendendo deles, mas seu próprio suprimento de comida está começando a parecer terrível. As pessoas estão indo para as florestas para obter lenha, apesar da falta de preparações adequadas, o que muitas vezes resulta no ataque de monstros. A situação está se transformando em um desastre absoluto.
Os governantes não demoraram a escapar do país em carruagens expressas, junto com os objetos de valor que puderam carregar. Aos poucos, a sociedade se desfez. O Principado de Rantetrois está lentamente se transformando em um deserto.


* * *



Os eventos que haviam ocorrido no continente sul - a perda de uma 『Muda』 e a consequente queda de Rantetrois no caos - estão sendo levados a sérias considerações pelo continente central, por natureza um continente sensível a informações de todos os tipos. Em contraste, os outros continentes não deram tanta importância ao assunto. Talvez eles nem estejam cientes disso.
52 anos atrás, a 92ª 『Muda』 foi descoberta e um novo país nasceu. Torbandeux, um país insular relativamente jovem.
No entanto, ninguém se interessou, pelo simples fato de que a ilha não tem nada além de florestas. Apesar de ser a 92º, foi há apenas 18 anos que o desenvolvimento realmente começou, quando um dos nobres do 97º país, o grande país Torbasept, decidiu reivindicar seu direito.
Apesar de ser chamado de 『país』 por possuir uma 『Muda』, Torbandeux só recentemente se tornou uma pequena aldeia. Tem apenas o mínimo de soldados e cerca de dois mil colonos.

A comodidade e o conforto ainda estão longe, mas o povo estava animado, cheio de ânimo. Não faltaram sorrisos em seus rostos. Noite após noite, nas tavernas, eles declararam seu sonho de transformar sua vila em uma verdadeira nação. E trabalhando em direção a esse sonho estão centenas de homens-fera trabalhando como escravos sem descanso.

A 『Muda』 ainda não tem nada além de uma simples cerca ao seu redor. Estacas foram colocadas nela para coletar mana. Em pé, no topo de uma fortaleza construída há poucos anos, o jovem governador do país olha para a árvore, o tempo todo tomando goles de álcool.
E então, na frente dele, o impossível aconteceu. De repente, a 『Muda』 ficou branca.

"O qu..." [Governador]

E se espatifou em pó.
Onde costumava estar a 『Muda』, agora está uma menina, orelhas de coelho brancas pendem em sua cabeça. Ele olhou para ela, pasmo. Ela o notou e fez uma reverência gentil. Então ela desapareceu em um piscar de olhos.

Com a bênção da 『Muda』 agora perdida, Torbandeux voltou ao seu verdadeiro clima de uma ilha do norte. Uma nevasca abrupta devastou a aldeia. Os cidadãos não podem fazer nada a não ser correr para salvar suas próprias vidas, deixando seus escravos demi-humanos para trás.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Nv.3]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 15200/18700] 3100↑
[Poder Total de Combate: 17000/20500] 3400↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]





Notas do Autor:
Os demi-humanos estão acostumados a trabalhar sem a conveniência do mana, então, contanto que tenham ferramentas, eles podem sobreviver mesmo se o mana acabar. O clima está pior agora, mas agora estão com mais paz de espírito do que jamais tiveram sob o governo dos humanos.
Alguns anos depois, os homens-fera podem realmente ter seu pelo fofo novamente!
Eu vi alguns avatares de monstros estranhos.
Eles são avatares, certo...? Eu os vi quando estava na costa perto do Reino Soixansept. O próprio país está situado em uma massa de terra a sudoeste do continente central que parece não ter certeza se quer ser um continente ou um arquipélago.

Olhando para o guia, os países aqui parecem ter uma atmosfera bastante sul-americana. O grande país do Reino Soixansept me lembra um dos paraísos tropicais na Terra. É também um dos destinos turísticos mais famosos do mundo. Os países vizinhos não são muito diferentes com seus resorts e turismo desenvolvido.
Mas meu plano original não é ir para Soixansept. Eu queria usar a rede da 『Árvore do Mundo』 para o país vizinho, Sanhuit. Como sempre, saltei de sua barreira, mas de uma forma que me colocou em uma trajetória em direção a um recife perto de Soixansept.

... Não, eu não estou de mau humor.

Blobsy limpou a água do mar e as algas da minha capa em um instante.
Considerando meu local de pouso, pensei em aproveitar a oportunidade para dar uma olhada no país vizinho. Algum tempo depois, em uma praia distante de uma cidade portuária, vi alguns aventureiros lutando contra vários monstros.

Os aventureiros são um grupo de três. Seu poder de combate está abaixo de 100. Todos eles têm equipamentos semelhantes e familiares e seus movimentos são um tanto estranhos. Talvez eles sejam jogadores.
Seus oponentes são três monstros.
Um burro preto, uma cabra de aparência maligna e um galo com uma cobra como cauda. Eles estão um contra o outro como os músicos da cidade de Bremen.

... Monstros? Eles são realmente apenas monstros normais?

Todos os três tem apenas cerca de 60 a 70 de Poder de Combate. Ainda assim, como um totem, eles estão praticamente limpando o chão com os jogadores.
Sim, eles são totalmente jogadores usando avatares de monstros aqui.
Fiquei sinceramente surpresa com o fato de os desenvolvedores de jogos realmente terem feito isso. Ainda assim, seus movimentos parecem rígidos, todos os três compartilhando o mesmo tipo de inflexibilidade. Eles estão controlando os avatares no modo semiautomático, então?
A cena parece apenas um grupo de ex-jogadores beta intimidando os novatos, é sério... Bem, tanto faz. Não é como se estivessem prejudicando alguém. Eu estava pronta para deixá-los com seus negócios.
De repente, uma brisa inesperada passou. Eu imediatamente segurei meu capuz, mas levei um segundo depois para fazer o mesmo com minha saia.

"Eep!" (Shedy)

A saia foi apenas um reflexo, na verdade. Quando materializada, camadas de tecido preencheram o interior até a borda. Um pouco de vento não é suficiente para revelar nada.
Eu olhei em volta. A dezenas de metros de distância, o jogador e os grupos de monstros não estão mais lutando entre si. Todos eles já haviam caído no chão, seus olhares fixos em minha direção.

"..." (Shedy)
"..." "..." "..." (Jogadores)

Em um piscar de olhos, aquela parte específica da praia e o oceano azul atrás dela congelaram.
... Eu tinha coisas mais importantes com que me preocupar do que essas frivolidades de qualquer maneira. Eu tenho certeza de que não mostrei minhas orelhas, mas aquele ataque agora pode ter apenas trazido suspeitas sobre a minha identidade.
Eu preciso sair imediatamente. Infelizmente, a rede da 『Árvore do Mundo』 está indisponível para mim até que eu destrua e reviva outra 『Muda』, então eu só posso contar com meu próprio poder. Eu parti antes que os drones observadores possam entrar em cena.

Permaneci humana e corri direto para o norte de Soixansept, abraçando a costa oeste e ignorando Santseis, um pequeno país que encontrei em meu caminho. Assim que alcancei a floresta acidentada e irregular ao norte, virei névoa e voei por ela, saindo para o mar.
Vinte mil de Poder de Combate não é brincadeira. Eu não sou tão rápida quanto uma aeronave, obviamente, mas posso acompanhar o ritmo de um trem expresso. Este continente é realmente mais como dois menores conectados por um pedaço de terra, então, cortando o mar, eu posso economizar uma tonelada de tempo de viagem.
Ainda demorou três dias sem descanso. Eu vim para a metade superior do continente não apenas para escapar, mas também porque há dois grandes países aqui.

Wartos, a Cidade do Prazer.
Sautonn, a Cidade do Jogo.

Como você pode ver pelos títulos, os dois países não são exatamente saudáveis. Da mesma forma, a palavra 『Cidade』 reflete o fato de que o governo e a população dessas duas nações estão concentrados em suas capitais. Os próprios países não são realmente tão grandes.
Ainda assim, eles estão entre os países mais ricos do mundo. E em ambos os países, a máfia detém mais poder do que a realeza. Foi por isso que o guia recomendou aos turistas inexperientes que nunca se desviem das ruas principais.
Wartos tem lojas onde você pode comprar e usar algumas drogas extremamente desagradáveis. E Sautonn, bem, imagine uma Las Vegas sem direitos humanos.

Eu escolhi esta região porque pensei que a maioria dos jogadores normais não viria aqui. E porque eu estava pensando que, uma vez que o lugar está cheio de pessoas más, pessoas que não gostam de ser fiscalizadas ou observadas - um dos preconceitos mais decentes que eu tenho - então isso provavelmente significa que eles estão mais vigilantes magicamente. O que significa menos drones observadores. Talvez. Esperançosamente.
Em outras palavras, é apenas mais um dos meus planos estúpidos.
Bem, essas não foram exatamente as únicas razões, no entanto...


Três dias depois, cheguei à costa perto de Wartos. Tornei-me humano, vesti minha capa e me dirigi para a Cidade do Prazer. Primeiro, preciso encontrar uma maneira de entrar.
Para ser sincera, estou me sentindo nervosa ao tentar atacar um grande país. Mesmo assim, considerando a situação atual, tenho uma chance de sucesso.

Algum tempo depois, uma grande cidade apareceu na minha visão. De longe, vi edifícios se encaixando como um quebra-cabeça bagunçado. E eu tenho certeza de que a nuvem de fumaça de cor perigosa cobrindo toda a cidade não é apenas minha imaginação.
Há uma fila de carruagens de mercadores em frente ao portão principal, vindo para comprar ou vender mais drogas. O controle de fronteira está demorando muito para cada um. Eu me perguntei se eles estão tomando cuidado com a máfia estrangeira e espiões.
Mas, apesar de sua vigilância, a segurança em si não é tão dura.
Pessoas em outros continentes ainda não estão levando a sério o que eu fiz. Eles pensam que ainda não é problema deles. Eles estão apenas se preocupando com espiões, não com ameaças existenciais a suas nações.
E com a forma como a máfia tem mais poder do que o rei, seus soldados e cavaleiros são impotentes. Seus militares não são suficientes para proteger todo o país.

Eu não me atreveria a tentar isso em outros países, mas com o quão densa é a névoa e como sua segurança é fraca, talvez seja possível para mim me transformar em névoa e passar direto pelo portão da frente, o único buraco na barreira.
Aproximei-me do portão, usando os arbustos próximos como cobertura. Então me dispersei em uma névoa fina e silenciosamente passei pelo portão. Com meu domínio da forma humana, posso ser capaz de passar pela barreira dessa forma, mas vamos deixar a experimentação para quando for mais seguro.
No momento em que voei pelos portões, a incredulidade apareceu nos rostos dos porteiros por um momento. Então eles deram uma longa tragada em seus cachimbos de cheiro bizarro e soltaram a fumaça, olhando para a longe. Minhas preocupações foram infundadas, ao que parece.

Fui até uma barraca de rua que vende o que parece ser algum tipo de taco. Comprei uma porção e fiz a minha pergunta ao dono. "Você pode me dizer onde fica o palácio do rei?".
O homem de meia-idade respondeu enquanto continuava a cozinhar as tortilhas. Ele parece entediado.

"O que, você pretende se juntar ao harém também? Esqueça isso, garota. Claro que você vai ficar rica, mas vai ter seu cérebro derretido com todas as drogas lá" (Vendedor)

Então ele balançou a cabeça para me mostrar a direção.
Fica em algum lugar no centro da cidade... sem surpresas até aqui, eu suponho, considerando que a cidade foi construída ao redor da 『Muda』.

Bem, então, como devo proceder? Honestamente, com a forma como a cidade é, eu provavelmente posso simplesmente virar névoa para deslizar direto para dentro do palácio. Ainda assim, este é um grande país. Eu não tenho ideia de que tipo de armadilhas eles haviam armado ao redor da 『Muda』.
E mesmo que as coisas corram bem, eu ainda quero que a raça humana perceba o que eu estou fazendo. No mínimo, eu quero ter certeza de que eles se lembrarão dessa vez.
Provavelmente, a máfia também tem seus próprios combatentes para suprir a falta de soldados e cavaleiros deste país. Uma luta frontal é arriscada até que eu saiba o quanto de poder que eles têm.
Mesmo assim, minhas chances são boas.
Como primeiro passo do meu plano, eu caminhei pela cidade, fingindo comer minha comida enquanto fazia o papel de uma caipira de olhos brilhantes. A isca não demorou muito para ser mordida.

"Olá, mocinha. Eu tenho algumas coisas boas aqui. Quer um pouco?", um 『farmacêutico da cidade』 me chamou.
"... quanto?" (Shedy)

As folhas e pomadas de aparência suspeita variavam basicamente de 1 a 5 moedas de prata pequenas.

"Senhor, você tem algo melhor?", eu disse, mostrando-lhe uma grande moeda de ouro e ainda mais uma moeda de prata. Ele sorriu.
"Uau hoh, mocinha, você é exatamente uma conhecedora, não é? Claro que sim, mas é de volta ao escritório. Eu não tenho comigo agora. E se você puder pagar o preço, podemos ajudá-la a conseguir um lugar para ficar e escravos demi-humanos para brincar também" (Farmacêutico)
"Você pode me mostrar o lugar?" (Shedy)

Seria problemático se ele decidir que quer me vender, como o que aconteceu comigo antes, então eu dei outra gorjeta a ele e fiz o papel de uma cliente generosa. Ele repentinamente mudou seu tom de voz.

"Bem, então, minha senhora, por favor, venha por aqui!" (Farmacêutico)

Eu me perguntei se eles tinham algum tipo de fixação com a ideia de que as pessoas em seu ramo não devem ter escritórios nas ruas principais, depois de passar por um labirinto absoluto de becos, entramos no distrito dos armazéns. Fui conduzida a uma velha mansão de três andares.

"Yo, chefe, temos uma cliente incrível aqui!" (Farmacêutico)

O homem gritou quando entramos no prédio. No fundo, um homem que parece ter cerca de quarenta anos parou de trabalhar em seus documentos e se levantou. Ele caminhou em nossa direção com um sorriso no rosto.
O chefe olhou do meu rosto, ainda coberto pelo capuz, para os saltos visíveis sob a bainha da minha capa e silenciosamente assentiu. Ele me levou para uma sala de reuniões.

"Tudo bem, senhora. O que você gostaria?" (Chefe)
"Algo duradouro e com pouco efeito colateral. Quanto você pode fornecer?" (Shedy)
"Quanto você quer?" (Chefe)
"Vamos ver... o suficiente para encher cinco carruagens cheias, por enquanto", eu disse casualmente.

O chefe piscou. "... Nós temos algo. Do tipo que o Continente Central baniu por ser muito intenso. Não o suficiente para cinco carruagens, mas nosso depósito nos fundos deve ter o suficiente para quatro. Senhora, você tem o dinheiro? Uma única carruagem vai custar-lhe cem grandes moedas de ouro"
"Oh, não se preocupe com isso..." (Shedy)
"O que..." (Chefe)

Eu consegui o que precisava ouvir, então congelei o chão inteiro. Eu quebrei a porta congelada e me dirigi para os depósitos dos fundos.
Comecei minha busca, congelando quem quer que encontrei no caminho. Então descobri que há vários depósitos.

"... Eu realmente deveria ter pedido a eles para me guiar até lá antes de fazer isso..." (Shedy)

Aparentemente, essa base pertence a uma das maiores famílias da máfia. Achei que estava lidando apenas com um grupo de médio porte.
Bem, o que está feito está feito. Eu me perguntei se talvez eu devesse procurar por sobreviventes ou esperar até que alguém volte. Enquanto continuava procurando pelo armazém, de repente, ouvi algo do meu lado.

"Ook!" (???)

... Olá, senhor... macaco?




Nota do Autor:
Atualização do mapa. O palco deste capítulo é definido na região inferior esquerda do mapa.



"Ook!" (Macaco)

Eu vi um pequeno macaco bebê com cerca de trinta centímetros de altura. Ele tem pelo esbranquiçado e fofo, exceto nas mãos, pés, ponta da cauda e rosto, onde a cor muda para preto como breu. Mais ou menos como um panda.
Acho que a Terra também tem macacos com cores semelhantes. Este, no entanto, parece muito mais um bicho de pelúcia do que um vivo real, com seus olhos azuis redondos e pelo macio e felpudo.
A bola de penugem está sobre uma mesa, olhando para mim. O que ele está fazendo aqui? Ele é uma mercadoria para ser vendida? Eu pensei que ele era um monstro... espere um minuto... ele não é um jogador monstro, certo?

"...", eu dei a ele uma leve encarada.
"Ook!" (Macaco)

O bebê macaco balançou a cabeça, como se dissesse 『de jeito nenhum!』
O que está acontecendo com ele? Eu me perguntei. Então ele bateu com a mão algumas vezes em... Oh. Há uma corrente fina prendendo sua perna à mesa.

"... você quer que eu a corte?" (Shedy)
"Oook!" (Macaco)

Ele parece terrivelmente acostumado com humanos. Ele tem sido mantido como um animal de estimação antes? Mas, novamente, ele está tentando escapar...

[Macaco Bebê] [Raça: Macaco Preto-Branco]
[Pontos de Magia: 15/15] [Pontos de Vida: 15/15]
[Poder Total de Combate: 15]

Então ele realmente é apenas um monstro macaco normal...

"Oook!" (Macaco)

Vendo-me ainda cautelosa, ele puxou uma mini banana.

"O que? Você vai me dar se eu cortar a corrente?" (Shedy)
"Ook!" (Macaco)
"Espere, não, outra banana não irá... Blobsy?!" (Shedy)

A pequena slime quicou na mesa. O macaco entregou suas bananas e a Blobsy as pegou alegremente.
Ele acabou de suborná-la?!

"Ok, tudo bem... Ei, você sabe onde eles guardam as drogas realmente ruins?", eu perguntei, sem muitas expectativas.
"Ook!", ele bateu no peito com confiança, aparentemente dizendo 『deixe comigo!』

"Ook!" (Macaco)

Cortei as algemas de sua perna com meus dedos. Ele começou a me guiar pelo armazém com sua liberdade recém-descoberta.

"Ook!" (Macaco)
"Não, eu não preciso de café" (Shedy)
"Ook!" (Macaco)
"Não o cofre, também... mas talvez também..." (Shedy)

Ele realmente entendeu para onde eu queria ir, aqui...?
Eu não consigo chamá-lo de 『ele』 o tempo todo... vamos ver... ele meio que parece um panda com suas cores, então vamos chamá-lo de Panda.
Panda (nome provisório) me levou a todo o lado, desde a sala de lazer aos escritórios. Em seguida, chegamos a um aquário enjaulado.

"Tem alguma coisa aqui?" (Shedy)
"Ook!" (Panda)

Então aqui é onde a máfia mantém algum outro tipo de monstro como bichinho de estimação, como fizeram com esse carinha? Enquanto olhava para a água, ouvi uma voz de dentro.

"... Tem alguém aí?" (???)

Há uma menina pequena com cabelo azul escuro dentro da água. Ela tem um rabo de peixe da cintura para baixo.

"... uma sereia?" (Shedy)
"Quem é você, senhorita?" (Sereia)

Acontece que eles não estavam mantendo um monstro. Eles estão mantendo uma demi-humana aquática. Mostrei minhas orelhas de coelho para acalmá-la e começamos a conversar. De acordo com ela, a população de demi-humanos tritões diminuiu drasticamente devido aos caçadores humanos. Agora, a única casa que os tritões tem é a região ao redor da ilha a oeste de Wartos.
Até mesmo aquela ilha tem um pequeno país chamado Lontrois. Sua principal indústria é a pesca (peixe normal) e a captura e exportação de tritões. Essa garota, infelizmente, foi pega em uma rede e depois vendida para Wartos.

Ela tem ficado aqui por um tempo. Se a máfia não teve cuidado ao falar ao seu redor, ela pode até saber onde eles guardam as drogas. E quando perguntei para ela, descobri que ela realmente sabe.

"... você pode ir para casa de um rio?" (Shedy)
"Sim! Sou muito boa em natação!" (Sereia)
"Ook!" (Panda)
"Ele quer que eu salve a menina também...?", eu murmurei.

Bem, coincidência ou não, o importante é que eu sei onde estão as drogas perigosas agora. Eu perguntei à menina sereia para ver se ela sabia alguma coisa sobre o Panda. Ela disse que ele é um tipo de monstro chamado Macaco Monocromático. Muito esperto. Pode fazer muitas coisas, inclusive atuar como vigia.
Enrolei uma capa sobressalente em torno da garota sereia, carreguei-a do distrito do armazém e a soltei em um grande rio que se conecta diretamente com o mar.

"Obrigada, senhorita coelha! Venha brincar comigo uma hora dessas!" (Sereia)
"Certo" (Shedy)

Ela acenou e mergulhou sob a superfície da água, desaparecendo de vista.

Sim... eu irei ver você em breve. Eu preciso destruir a 『Muda』 daquele país também, de qualquer maneira.

"Ook!" (Panda)
* Bounce *
"Sim, foi uma coisa legal que eu fiz, não é?" (Shedy)

Agora, vamos fazer algo ruim.


* * *



Wartos, a Cidade do Prazer. De bom vinho, boa comida e boas mulheres. As leis permitem toda e qualquer forma de droga. A cidade se orgulha de poder fornecer qualquer tipo de prazer imaginável.
Embora seja também a fonte de renda da máfia e um viveiro de atividades criminosas, com nobres de todo o mundo sendo seus clientes, nenhum outro reino coloca as mãos sobre eles.

Na noite daquele dia, a capital estava um pouco mais enevoada do que o normal.
Com o país sendo como é, quase todas as pousadas possuem equipamentos para atender hóspedes usuários de drogas. Os dispositivos despejam a fumaça interna e o vapor para fora. É a causa da constantemente fina camada de névoa.
Portanto, mesmo que a névoa esteja um pouco mais densa do que o normal e mesmo que esteja cobrindo perfeitamente o centro da capital, ninguém percebeu. Nem os cidadãos, nem os visitantes, nem a máfia.
Mas então, as pessoas começaram a notar um leve cheiro doce. Um após o outro, as pessoas não acostumadas com seu poderoso efeito intoxicante foram vítimas de náuseas e paralisia. Os um pouco mais experientes foram os desafortunados, alguns ficaram insensíveis, enquanto outros perderam todo o controle sobre seus impulsos. Tumultos estouraram aqui e ali.
A causa de tudo isso veio de um certo armazém pertencente à Família Zell, uma das cinco principais facções da máfia em Wartos. Mais de quatro mil grandes moedas de ouro em drogas foram queimadas, sem qualquer aparência de restrição, para começar a queda silenciosa da cidade.

Muitos foram testemunhas da visão de uma única garota branca, orelhas de coelho balançando, em seu passeio em direção ao palácio do rei. Ninguém conseguia sequer mexer um dedo, muito menos impedi-la.
Na frente do palácio, a garota estalou um dedo e os portões se abriram para ela. Ela passou sem oposição.
Poucas horas depois, equipamentos mágicos em todo o país começaram a cessar a operação devido à destruição da 『Muda』. Quando a névoa se dissipou, a suspeita não pôde mais ser encontrada.

No dia seguinte, com a notícia da queda da Cidade dos Prazeres, muitos olhos se voltaram para Wartos em busca da coelhinha branca que supostamente apareceu ali. E então, como se quisesse zombar de todos eles, ela apareceu na ilha vizinha de Lontrois. Com outra 『Muda』 sendo destruída, ela mais uma vez desapareceu como fumaça.


* * *



Depois de lidar com a 『Muda』 de Lontrois, o país que vende os tritões, pulei na linha de rede da 『Muda』 renascida para voltar à 『Árvore do Mundo』.

"Estou de volta" (Shedy)

Eu disse, não exatamente esperando ouvir uma resposta. No entanto, como se em resposta, os ramos da 『Árvore do Mundo』 balançaram levemente, permitindo que um pouco do calor do sol me alcançasse.
Outras duas 『Mudas』 foram destruídas e revividas. No processo, descobri uma aplicação interessante da [Alteração de Causalidade]. Se a pessoa que fechou uma porta ou portão estiver por perto, eu posso fazê-la 『falhar』 em tê-la fechado.
Na verdade, é apenas um pequeno truque com utilidade limitada. Se quem fechou a porta não estiver por perto, ou se tiver morrido, não vai funcionar.
Lontrois é incomparavelmente menor que Wartos. A mansão do governador não era maior do que o tamanho de uma escola primária. Eu só precisei aparecer à noite, destrancar as portas e desabilitar as armadilhas com aquele truque, e foi isso. Eu cheguei na 『Muda』. Se eles tivessem uma segurança mais rígida, eu não teria sido capaz de fazer dessa forma.
De qualquer forma, fiquei mais poderoso novamente.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Nv.5]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 22300/25400] 6700↑
[Poder Total de Combate: 24800/27900] 7400↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]


Você também acha, certo, Blobsy?

*Bounce!*
"Oook!" (Panda)
"... O q-?" (Shedy)

Por que o Panda está aqui?!

[Panda] [Raça: Macaco Monocromático] [Familiar da Shedy, a Demônio]
[Pontos de Magia: 20/20] [Pontos de Vida: 20/20]
[Poder Total de Combate: 20]

... aww inferno, de novo não.
Eu tenho outro familiar agora. Panda, o macaco.
A frase 『Familiar do Demônio』 faz com que soe como se fossem alguns monstros do mal que lutam em meu nome, mas, na verdade, tanto a Blobsy quanto o Panda estão aqui apenas para serem fofos.
Ainda assim, não é como se todos fossem inúteis de outra forma. Blobsy realmente ajuda com a lavagem, limpeza e descarte de provas. Eu tenho certeza que o Panda tem algum tipo de habilidade útil também.

"Ei, Panda, o que você pode fazer?" (Shedy)
"Oook!" (Panda)

Ele me apresentou uma pequena banana como resposta.
Bananas...? Acho que bananas também são importantes. Os dois estão mastigando as frutas novamente.

... Bem, tanto faz. Mesmo se eles tiverem cem vezes seu poder de combate atual, eu não os tirarei para lutar de qualquer maneira.
Eu ja destruí e revivi quatro das noventa e nove 『Mudas』 deste mundo. Para mim, foram apenas os primeiros passos. Para a raça humana parasita, foi um desastre sem precedentes.
A coleta de mana da corporação deve ter parado. Provavelmente, eles serão ainda mais cuidadosos agora, para evitar que seus jogadores - suas fontes de dinheiro e mão de obra gratuita - suspeitem.
Eu não tenho ideia do que eles podem estar fazendo de qualquer maneira. No final, a única coisa que posso fazer é manter minha guarda alta enquanto continuo minha missão.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Nv.5]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 22.300/25.400]
[Poder Total de Combate: 24.800/27.900]
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]


Minha magia já passou de vinte e cinco mil e meu poder de combate está se aproximando dos trinta. Comparada a coelha selvagem que eu costumava ser quando comecei, eu posso muito bem ser como um dragão agora.
Ter que ficar mais forte o tempo todo é realmente uma dor, mas eu não tenho outra escolha. Se eu demorar muito, os Testadores Beta Secretos alcançarão o meu poder.

Ook“ (Panda)
* Bounce *

Claro, claro, Panda. Na verdade, de onde você está conseguindo essas bananas?


* * *



A 『Árvore do Mundo』 e suas 『Mudas』 são as pedras angulares que sustentam Yggdrasia. O mana tirado delas é uma parte indispensável da vida para a raça humana e também a espinha dorsal da prosperidade humana.
O Mana permitiu a criação de armas de alta qualidade, a barreira repelente de monstros e o canhão mágico de grande calibre e longo alcance que pode matar um jovem dragão - um monstro com mais de dez mil de poder de combate - com facilidade (embora seja necessário um link direto com uma 『Muda』, consuma uma grande quantidade de mana e precise de várias pessoas para operar).
Armas não foram a única coisa que o mana ajudou a criar. Do intenso calor da fornalha mágica veio o ferro refinado e outros metais, que servem como materiais essenciais para a fabricação de produtos industriais de alta qualidade. Feitiços foram usados para reforçar estruturas. As pessoas até descobriram o segredo da construção de prédios altos não muito tempo atrás.
Mais diretamente relevante para a vida das pessoas comuns é a proteção que as 『Mudas』 garantem contra o clima. A humanidade não precisa mais lutar contra a própria natureza apenas para viver.
A produção cresce rapidamente em terras abundantes com mana e é ainda mais rápido quando submetidas a novas injeções de mana. A fome não existe.
Os fogões mágicos eliminaram a necessidade de lenha e carvão e a água é efetivamente ilimitada com a ajuda de ferramentas mágicas.
Com a tecnologia e os equipamentos industriais concedidos por Deus, os humanos desenvolveram o transporte de alta velocidade na forma de trens expressos e aeronaves. O alcance da humanidade está crescendo lentamente para cobrir o mundo inteiro.

No entanto, agora, quatro dessas 『Mudas』 foram destruídas em sucessão.
Apesar de perder a bênção do mana, as pessoas ainda se apegavam a suas terras. Eles lutaram em desespero para ficar de pé. Mas com o fim da ferrovia - e consequentemente, a circulação de bens de luxo - os ricos e os comerciantes foram os primeiros a partir. O país foi devastado. Algumas pessoas recorreram ao saque apenas para sobreviver, o que deu origem a um dilúvio de refugiados.
Houve sussurros, rumores de que este é um complô de um demônio para destruir o mundo. Mesmo assim, com a forma como o resto do mundo ainda tem liberdade para aceitar os refugiados, as pessoas que moram longe do incidente ainda não estão alarmadas. Eles apenas reforçaram a segurança, no máximo. Eles não viam isso como a crise que é.
Na verdade, países em todo o mundo estão até tentando capturar a garota mulher-fera coelha que eles chamam de Coelhinha Fofa (um apelido que se espalhou pelos aventureiros desde sabe-se lá quando) que supostamente está por trás de tudo. Para tanto, buscaram a ajuda dos aventureiros e do Templo para armar uma armadilha para ela.

O Império Touze, um grande país do Continente Central, não foi exceção.

"Droga, Shedy, o que diabos você está pensando?!" (Tiz)

Dentro de seu escritório, o jovem imperador Tischlar von Touze murmurou exasperado. Seus olhos percorrendo páginas e mais páginas de jornais de todo o mundo, todos entregues depois de apenas um único dia de atraso, graças aos dirigíveis.
Seu país tinha feito um certo alvoroço quando souberam que ele distribuiu uma recompensa de cinco mil grandes moedas de ouro para uma única mulher-fera. Ele os calou pagando do próprio bolso.
Com quanto vale a recompensa, ele esperava que informações sobre ela estivessem sendo despejadas no Império. No entanto, apesar de não haver um único traço da Shedy usando as aeronaves, ela ainda está surgindo em todo o mundo do nada, praticamente zombando da rede de inteligência do Império.
Seu mordomo idoso, o homem que o observou crescer desde que ele era um bebê, está preparando seu chá. Ele castigou Tiz com um pequeno suspiro.

"Rapaz, seu rosto não combina com suas palavras" (Mordomo)
"Heh. É mesmo?" (Tiz)

Mesmo com sua exasperação, Tiz estava sorrindo levemente. Ele parece ter encontrado algo divertido.
Contanto que a prosperidade de seu Império e dos cidadãos não esteja sendo ameaçada, Tiz não poderia se importar menos com qualquer desastre que assole os outros países. Ele não via a mão por trás dessa atrocidade como a inimiga do mundo. Para ele, Shedy é a sua posse. Seu brinquedo.

Salia, a Lanceira, líder dos guarda-costas pessoais de Tiz e uma Cavaleira Imperial, cerrou os dentes de frustração ao olhar para o sorriso dele.
A vil garota mulher-fera roubou a atenção de seu amado senhor. Ele pode estar pensando em pegar a garota como um animal de estimação, mas Salia jurou que assim que a oportunidade surgir, ela matará a garota com as próprias mãos.

"No entanto, não há garantia de que a garota mulher-fera coelha seja realmente a 『Shedy』. De acordo com relatos de testemunhas oculares, ela parece estar na metade de sua adolescência, entre 14 e 15 anos de idade. Devemos estar preparados para a possibilidade de as duas serem pessoas diferentes. Com isso dito, eu não acho que possa haver qualquer outra garota jovem mulher-fera coelha de cor branca" (Mordomo)
"Sim. Então, como estão nossos preparativos para a armadilha?" (Tiz)
"Parece que ela pode estar evitando o Continente Central. No mínimo, ela não será facilmente atraída para este Império onde ela sabe que você está, rapaz" (Mordomo)
"Eu te disse, pare com o 『rapaz』 já, vovô" (Tiz)

Tiz recostou-se na cadeira, cruzando os braços e franzindo levemente a testa com a implicação. Ele olhou para o velho mordomo.

"Então, qual é o seu plano, vovô?" (Tiz)
"Não é exatamente um plano por assim dizer... Aquele que chegou à conclusão de que ela está evitando o Continente Central foi um estudioso do Templo e ele havia solicitado uma audiência com você. Eu agendei para esta tarde" (Mordomo)

O estudioso que apareceu é um homem da idade do Tiz. Ele se autodenominou Mason.
As jovens criadas que ficavam perto das paredes começaram a rir e a se espremer assim que o avistaram. Ele é alto, com cabelo castanho escuro curto e bem cuidado, traços finos e uma aura calma. Ao mesmo tempo, seus olhos brilhavam com a ferocidade de um tubarão. Se houvesse jogadores aqui para vê-lo, eles poderiam pensar que ele é um empresário de elite vindo de uma das maiores corporações da Terra, em vez de apenas um simples estudioso do Templo.

"Estou honrado por ter conseguido uma audiência, Sua Majestade" (Masou)
"Pode parar com as saudações. Fale" (Tiz)
Mason acenou com a cabeça por uma fração, "Então eu devo começar..." (Masou)

Ele é um pesquisador no campo da psicologia humana e estatística. Ele alegou ter calculado a probabilidade de onde a garota mulher-fera coelha pode atacar em seguida, observando os locais e a ordem em que ela apareceu, seu caminho de movimento, o tempo entre os ataques e outros dados.

"Descobrimos três países que provavelmente se tornarão o alvo. No topo da lista está um certo pequeno país. Solicitamos humildemente a total cooperação do Império Touze para preparar uma armadilha para a coelha lá" (Masou)
Ao sudeste da Ilha Central, onde a 『Árvore do Mundo』 está, há três continentes do tamanho da Austrália.
Dois países grandes e cinco pequenos ocupam as massas de terra. Apesar de suas 『Mudas』 terem sido descobertas um pouco antes da Cidade dos Prazeres, elas não são tão desenvolvidas. Eles têm climas agradáveis e confortáveis, mas é isso. Eles não têm indústrias especiais. A única coisa que eles têm a seu favor são os ecossistemas isolados, que atraem aventureiros que vem caçar monstros de subespécies.
De acordo com o guia mais recente que comprei da última vez, o grande país Quasix sempre teve 400.000 pessoas dentro dele a qualquer momento, mas sua população real de cidadãos é de apenas 150.000. O resto é composto de aventureiros de tendências mais selvagens, além de mercadores que compram materiais de monstros deles. Os turistas são recomendados para ter cuidado.
... eles estão sendo muito soltos com suas informações. As pessoas deste mundo ficaram complacentes com a paz duradoura?

"Bem, então, vamos?" (Shedy)
* Bounce *
"Ook!" (Panda)

Blobsy pulou no meu ombro, enquanto o Panda se agarrou à minha panturrilha. O lugar do Panda normalmente é o meu braço quando eu não estou usando a capa, ou meus quadris ou pernas quando eu estou. Os locais em si não são um problema, mas o Panda comendo bananas e espalhando as cascas enquanto se agarra a mim é.

Pare com isso. Você está dando um mau exemplo para a Blobsy.

Meu destino desta vez é o Continente Sul do grupo de continentes que mencionei, aquele com dois países nele. Xontdix e Quarrevingts, um país grande e um pequeno, respectivamente.
Para ser honesta, eu acho que atacar dois grandes países seguidos é perigoso. Mesmo assim, ainda escolhi esta região, principalmente porque eles têm mais aventureiros do que cidadãos. O que significa que a ordem pública não será muito boa.
O governante de Xontdix também é chamado de Rei Mercenário. Há mais de cem anos, um mercenário exterminou os homens-lagarto de lá e reivindicou a 『Muda』 e o país foi parar nas mãos de seus descendentes depois disso. Mesmo agora, o país ainda tem um idiota como rei. É um país incrível.
Aparentemente, tem muitos soldados e aventureiros poderosos. Claro, eu também fiquei muito mais forte, então, a menos que algo inesperado aconteça, eu estou confiante de que não haverá um problema.
A falta de ordem pública decorre do fato de grande parte da população ser composta por bandidos e rufiões, e essas pessoas tendem a resolver os problemas por conta própria. Isso sugere a fragilidade de sua força policial.
O país tem muitos aventureiros, é verdade, e eu comecei uma briga com os jogadores naquela época. Ainda assim, é apenas um pequeno grupo de jogadores. Acho que já é hora de esquecer a bagunça.
Como sempre, saltei da barreira. Meu local de pouso foi uma floresta densa com absolutamente nenhum sinal de civilização humana.
Antes, eu tinha problemas para me orientar. Agora, eu posso sentir vagamente a direção da 『Árvore do Mundo』 o tempo todo. Eu me pergunto se é porque ganhei mais poder ou porque subi de nível?
Ao mesmo tempo, se eu não souber onde estou, esse senso de direção realmente não significa nada. Eu não sei se devo ir para o oeste ou para o leste. Oeste seria a escolha certa se eu tiver pousado no meio do continente, mas se eu pousei na borda, não teria ideia de onde iria parar.

"... onde vocês acham que eu devo ir?" (Shedy)
* Bounce *
Ook“ (Panda)

Os dois apontaram para o leste. Não, Panda, eu não preciso de uma banana. Eu pensei que deveria ir para o oeste, mas bem, eles apontaram para o leste, então, vamos lá.
Eu coloquei meus dois Familiares no [Inventário], me dispersei em névoa e comecei a me mover.

Depois de um dia inteiro de voo em alta velocidade, vi uma vila agrícola e drones de vigia patrulhando nas proximidades. Tornei-me humana e segui ao longo da estrada, escondendo-me na cobertura que pude encontrar e ignorando a aldeia agrícola. Depois de um tempo, uma cidade decentemente grande apareceu na minha vista.

Eu não tenho ideia de que país é esse. E como esse pequeno continente só tem dois países, perguntar pelo nome me deixará com uma aparência muito sombria.
Encontrei uma linha férrea no caminho e a usei para me esgueirar para dentro da cidade. Na estação, finalmente descobri onde estou.

『Bem-vindos a Quarrevingts!』

Que diabos, isso é exatamente o oposto de onde eu queria ir!

* Bounce *
Ook” (Panda)

Blobsy e Panda, já fora do meu [Inventário], apenas inclinaram a cabeça. Então eles começaram a comer bananas.
Oh, tudo bem então... foco, foco. Ninguém tem culpa. Se for preciso, acho que só posso culpar a minha sorte.
Não é o que eu havia planejado, mas agora que estou aqui, posso tentar obter algumas informações. Eu fui em direção à guilda dos aventureiros.

... a atmosfera da cidade não está um pouco estranha? Talvez seja assim mesmo. Afinal, eu nunca estive aqui antes. Parece muito ocupado, com todos os aventureiros correndo e fazendo preparativos para a viagem. O ar parece carregado de tensão.
... não, algo realmente está errado aqui.

Eu imediatamente mudei meu plano, ao invés disso, fui para uma loja de roupas para aventureiros um pouco longe da guilda.
Aproveitei para pegar mais alguns casacos sobressalentes e capas com capuz. A lojista no balcão é uma mulher de quase trinta anos. Tentei uma conversa casual com ela.

"Aconteceu alguma coisa? A cidade parece estranha" (Shedy)
"Oh, você não sabia? Você estava em uma longa viagem de caça? Se você tiver algum material de reposição, você pode vendê-lo para mim" (Vendedora)

Ela parece ser uma tagarela. Eu não tenho nada de bom, então compartilhei com ela algumas das drogas que peguei na Cidade do Prazer. Depois de mais algumas idas e vindas sem sentido, seus lábios se soltaram.

"Há alguns dias, a guilda do país vizinho, Xontdix, convocou uma reunião de aventureiros. Eu não sei para quê. Aparentemente, eles só devem ficar lá por dez dias. Mesmo que nada aconteça, desde que estejam no Rank 3 ou acima, eles receberão uma pequena moeda de ouro" (Vendedora)
"Hmmm... eu me pergunto o por quê" (Shedy)
"Oh, sim, isso me lembra. Tenho visto novos aventureiros vindo para esta cidade recentemente. Essas pessoas estavam dizendo algo sobre uma caça a coelha... missão? Eu acho que era 『busca』. Os veteranos aqui apenas riram e caçoaram deles, dizendo que não existia tal coisa, mas quando eu perguntei diretamente aos novos aventureiros, eles se fingiram de idiotas com pressa. Eu perguntei a alguns outros também e a mesma coisa aconteceu. Que curioso" (Vendedora)
"Coelha..." (Shedy)

Tem que ser eu, certo...? Eu não sei o quão grande será, mas considerando que os aventureiros foram reunidos pela própria guilda e que os jogadores provavelmente estão cientes dos detalhes, há uma grande chance de a corporação ter uma participação direta nisso.
Uma armadilha, talvez. Se eu tivesse ido para Xontdix em vez disso, poderia ter sido pega de surpresa.
Eu dei ao Panda e a Blobsy alguns carinhos na cabeça.

Ei, vocês dois me guiaram aqui porque sabiam que aquele país era perigoso?... não, não isso, eu não quero bananas, não é isso que o carinho na cabeça significa.

Dei meus agradecimentos à lojista. Quando eu estava prestes a sair, ela falou, parecendo que tinha acabado de se lembrar de outra coisa.

"Oh, sim, eu ouvi que o imperador de Touze está lá em Xontdix incógnito. Sério, com o quão famoso ele é, ele não deveria ter se incomodado em tentar se esgueirar. Você é muito fofa, você sabe? Se você olhar para ele, talvez ele até deixe você ser uma de suas amantes" (Vendedora)

Então, Tiz está vindo? Interessante. Muito interessante.
Se a corporação também está participando disso, isso significa que ele está cooperando com eles ou que os dois estão tentando se usar. Posso não saber o quão sério ele está, mas se ele quer tanto me fazer sua escrava, então eu tenho minha própria resposta.

"... Blobsy, Panda. Vocês dois estão comigo o tempo todo, certo?" (Shedy)
* Bounce! *
"Ook!" (Panda)

Eles responderam com solenidade. Parece que eles perceberam a mudança sutil dentro de mim.

Esperei até escurecer, então fiz minha jogada.
A 『Muda』 na capital de Quarrevingts fica dentro do castelo do governador, uma fortaleza de pedra do tamanho de um estádio de beisebol. É protegida por um fosso circundante e uma barreira simples. Não tentei passar pela barreira, em vez disso, me infiltrei nos esgotos que se conectam ao fosso.
Uma grade de metal com espaçamento de grade de cerca de 30 centímetros bloqueou meu caminho. Não há barreira aqui, então simplesmente virei névoa para passar.
Eu não matarei ninguém desta vez. Quaisquer escravos demi-humanos que eu vir serão ignorados.
Não só a segurança está estranhamente solta, como até parece que há menos guardas ao redor. Talvez todas as pessoas estejam indo para Xontdix.
Me movi, mantendo-me escondida e longe dos olhos dos guardas patrulheiros e drones vigilantes. Depois de algumas horas, cheguei a 『Muda』.
Eu só posso usar esse tipo de plano apenas uma vez, na verdade. Eles terão muito cuidado para não deixar a mesma coisa acontecer novamente depois. Eu tinha pensado em manter isso como meu trunfo até que não tivesse outra escolha, mas provavelmente está tudo bem. A essa altura, eu já terei ficado muito mais forte de qualquer maneira.

Pode não haver nenhum trabalhador por perto para colher o mana da 『Muda』, mas há um drone vigilante permanecendo em guarda 24 horas por dia, 7 dias por semana.
Cheguei o mais perto que pude sem ser descoberta, então lentamente estendi a mão para a 『Muda』 com um pouco de névoa tênue. Assim que a névoa a tocou, eu fiquei intensamente ciente da condição horrível em que ela se encontra.

Eu realmente quero salvar você agora, mas... desculpe. Só aguente mais um pouco. Juro que você vai renascer em breve.

Eu cortei um pouco da minha névoa, dizendo-lhe para se enterrar nas raízes da 『Muda』. Minha magia máxima desceu mil. Ainda assim, isso é necessário.

Cada vez que meu nível de [Arquidemônio Menor] aumenta, eu posso me sentir mudando pouco a pouco.
Não negativamente, não. Parece mais como se a verdadeira eu, que eu estava enterrando profundamente dentro de mim desde a minha infância para que eu pudesse sobreviver, agora está sendo liberada. Passo a passo, foi se aproximando da liberdade.

Passo a passo, eu estou mudando.
Eu estou me transformando em um 『Demônio』 por minha própria vontade.





Nota do Autor:
Se a personalidade dela parece que está ficando cada vez mais relaxada agora, é porque ela não se sente mais presa. Ou talvez porque ela se transformou em um demônio.
Seus Familiares não podem lutar. Em troca, eles têm muita sorte para cobrir sua infeliz mestra.

Atualização do mapa.



"Tudo certo. Panda, por favor" (Shedy)
"Ook" (Panda)

O macaquinho assentiu com confiança. Ele me deu uma banana.
Descobri que, ao deixar uma parte de mim dentro da 『Muda』 e ter um de meus Familiares perto dela, o link da rede para aquela 『Muda』 fica parcialmente disponível para mim. Com o Panda ficando para trás, usei a conexão agora ativa em Quarrevingts para voltar à 『Árvore do Mundo』.

"Vamos lá" (Shedy)
* Bounce *

Partimos imediatamente para o continente acima de Quarrevingts. Aquele que tem o grande país Quasix, mas não é um país que eu possa conquistar com rapidez suficiente em uma luta frontal. Restam os outros dois países pequenos.
Como de costume, saltei da barreira e caí em algum lugar desconhecido. Com o conhecimento das localizações da 『Árvore do Mondo』 e do Panda em minha mente, rapidamente obtive uma aproximação da minha localização. Mudei-me em direção ao pequeno país Chisept a leste.
Segundo o guia, os três países deste continente são nações aliadas, com laços muito fortes entre si.
Cheguei a Chisept depois de meio dia de viagem. A segurança que eles têm é apenas para se defenderem de outros humanos, então eu facilmente me esgueirei. Fiz a mesma coisa com a 『Muda』 daqui, enviando uma parte de mim para dentro dela para assumir a conexão. Deixei a Blobsy aqui, então transitei pela 『Árvore do Mundo』 para ir para Xontdix.
Finalmente, é hora de abrir a armadilha.


* * *



Dentro da mansão de hóspedes do palácio real, Tiz está descansando em um sofá de vime, enviando um olhar mal-humorado para seu ex-colega sentado nas proximidades. O outro homem está sorrindo. Sensualmente, por sinal.

"Heeeey, Tizzy. Tem certeza que a coelha vai aparecer? Já se passaram quatro dias. Quaaaatroo!" (Homem)
"De acordo com aquele pesquisador do Templo, devemos esperar pelo menos dez dias. Se ela ainda não aparecer até lá, isso significa que ela está indo para os outros países no topo da lista. Além disso, você poderia falar normalmente?" (Tiz)

Tiz veio aqui para Xontdix para preparar uma armadilha para a Shedy, mesmo que ele não confie nas vagas conjecturas e números do erudito do Templo. Ainda assim, é a única pista que ele tem. Além disso, Mason foi terrivelmente eloquente em sua apresentação. Tiz achou que valia a pena tentar, pelo menos.

"Aquele cara se chamava Mason, certo? Sim, então o cara também apareceu na minha casa e me disse a mesma coisa. Achei que ele parecia suspeito demais, então o chutei para fora. Mas parecia muito bem. Uma pena que ele não estava nem um pouco com medo de mim. Tipo, isso é simplesmente rude" (Homem)
"... huh, ele não estava? Isso é incrível" (Tiz)

Tiz olhou para o amigo. Então ele revisou sua opinião sobre o Mason, só um pouco.
Então o Mason veio aqui para Xontdix primeiro. O país que ele previu ter a maior chance da Shedy atacar.
Os templos são uma potência internacional. Xontdix não pode ignorá-los e então a conversa foi confiada ao colega de classe do Tiz e amigo próximo, que então rejeitou todo o acordo com o fundamento de que era 『duvidoso』. Razão pela qual Mason veio para negociar com o Tiz para obter a ajuda do jovem imperador para convencer Xontdix.

"Teehee, você me conhece tão bem, Tiz!" (Homem)
"... bem, nós vamos voltar, afinal" (Tiz)

Aslan von Xontdix. Príncipe herdeiro de Xontdix.
Os dois se tornaram amigos quando estudaram no exterior na Cidade Academia de Cinqres. Com 220 centímetros de altura, o homem de pele escura é um gigante. Cabelo curto, com uma aura de vivacidade juvenil.
Apesar da impressão que se poderia ter ao ouvi-lo falar, ele não tem interesse em crossdressing, nem gosta exclusivamente de homens. Ele está simplesmente apaixonado por todas as coisas fofas e/ou bonitas. Salia, a guarda-costas do Tiz, tem uma aparência boa o suficiente para ser convidada para sair por Aslan. Foi uma das poucas vezes em que ela demonstrou medo.
E se Mason nem piscou para os avanços do príncipe, o estudioso deve ter nervos de aço.

"E você tinha uma bunda linda naquela época! Que desperdício, Tiz. Se ao menos você nunca tivesse crescido e se mantido como aquele menino adorável" (Aslan)
"Cale a boca... o que me lembra, com o quanto você gosta de coisas fofas, achei que você ficaria mais animado" (Tiz)
"A respeito?" (Aslan)
"Shedy... a coelha, quero dizer. Ela é fofa também, você sabe?" (Tiz)
"Mas ela é uma mulher-fera, certo? Gosto de brincar com escravos, claro, mas não estou interessado em cuidar deles. Tipo, se eu vou ter um animal de estimação, um leão seria melhor" (Aslan)
"Bem, sim, não é de admirar... você mata seus animais de estimação o tempo todo" (Tiz)

O príncipe mantem feras selvagens em seu quarto. Com o abençoado físico com que nasceu, ele os estrangula até a morte sempre que se comportam mal. É o seu hobby.
Ele costumava ter escravos homens-fera. Com a frequência com que ele os matava, o rei o proibiu de possuir escravos.

"Ela é minha, você sabe?", disse Tiz.
"Nah, eu não me importo. Contanto que seja você quem paga os aventureiros e que o dinheiro da recompensa venha para nós, ela é toda sua" (Aslan)

Enquanto conversavam, a porta da sala se abriu. O estudioso do Templo Mason e um dos funcionários civis de Xontdix entraram.

"Vossa Majestade, Vossa Alteza Real, estamos sinceramente gratos por sua cooperação. Reunimos a quantidade necessária de aventureiros Rank 3 e acima e eles estão atualmente dentro do campo de treinamento dos cavaleiros" (Masou)
"Eu entendo. Saquei" (Tiz)
"Eheheh, isso vai ser divertido!" (Aslan)

Tiz e Aslan conduziram seus cavaleiros pessoais em direção ao campo de treinamento. Atrás do Tiz, Salia segura com força sua espada, com os nós dos dedos bem apertados. Ela parece uma mulher indo para a guerra.

Há mais de cem aventureiros Rank 3 e acima no campo de treinamento. Quase mil cavaleiros estão em posição de sentido em um círculo, cercando os aventureiros.
Após uma curta saudação do Imperador de Touze e do Príncipe Herdeiro de Xontdix, Mason começou a explicação para a reunião dos aventureiros.

"Sua principal missão será proteger a 『Muda』. A duração é de dez dias, conforme mencionamos em nosso comunicado. Mesmo que nada aconteça, vocês ainda serão compensados com uma pequena moeda de ouro. Caso apareçam inimigos, sua recompensa será aumentada dependendo de sua contribuição" (Masou)

Os aventureiros concordaram. Muitos deles - jogadores - parecem obviamente apreensivos, com as armas prontas para o combate a qualquer momento. Sua atitude estranha atraiu olhares de ceticismo dos aventureiros nativos.

"Em primeiro lugar... por favor, procurem por alguém ao seu redor cujos rostos estejam escondidos!" (Masou)

Imediatamente, os aventureiros empalideceram.

Os aventureiros foram reunidos para preparar uma armadilha para a 『mulher-fera coelha』.
Ela está atacando as 『Mudas da Árvore do Mundo』 por razões desconhecidas. Se aventureiros estiverem reunidos no castelo, é provável que a coelha tenha a chance de se infiltrar. Para esse fim, o país havia relaxado propositalmente suas verificações de identidade de aventureiro por enquanto.

No momento em que os aventureiros perceberam que o agressor poderia estar entre eles, eles apontaram suas armas para qualquer um que ainda estivesse escondendo seus rostos atrás dos capuzes, exigindo que eles se revelem. Eles obedeceram, exceto por uma única garota.
Vários aventureiros se moveram para cercá-la. No momento em que estendeu as mãos, eles foram recebidos com uma explosão de névoa, transformando-os instantaneamente em gelo.
Suas garras quebraram as esculturas congelada e ela jogou fora sua capa. Tiz, de pé no palco, foi saudado com a visão de uma jovem encantadora de escarlate e neve. Ela não era mais aquela coelhinha que ele viu antes. Ele olhou para ela como um homem apaixonado.

"Shedy...!" (Tiz)

Ao ouvir sua voz, Shedy voltou seu olhar frio para o palco. Ela deu a ele o mais fraco dos sorrisos.

"Capture-a!!" (Líder dos Cavaleiros)

Com o comando de um líder de esquadrão de cavaleiros, os aventureiros sacudiram seu estupor. Eles a atacaram.
Shedy saltou sobre o tapete de espadas e lanças, congelando os manejadores. Então ela apontou a palma da mão em direção ao palco e apertou.
Movidos por puro instinto, vários cavaleiros pularam na frente do grupo do Tiz para cobrir seus lordes. Os cavaleiros veteranos todos desabaram em poças de sangue, suas velhas feridas reabertas.

"Maldita! O que você fez?!" (Aslan)

Aslan rugiu com a visão impossível.
Após seu ataque, Shedy mais uma vez colocou distância entre ela e o palco, o tempo todo espalhando névoa ártica para impedir seus oponentes.

"Não entrem em pânico! Nossa inimiga é apenas uma coelha encurralada. A névoa é fraca ao vento, use magia para bloquear sua fuga!" (Salia)

Sendo a pessoa com relativamente mais experiência lutando contra Shedy, Salia deu suas ordens aos aventureiros. Ela enviou uma rajada de ar para afastar o manto de névoa ao redor da menina coelha. Vendo essa visão, vários aventureiros seguiram o exemplo e usaram sua própria magia de vento. Em desvantagem numérica, Shedy parou de se mover.
Então ela apontou ambas as mãos em direção ao centro do castelo. Suas palmas se juntaram em um movimento para esmagar algo.

* crack... *

Vários magos perceberam a mudança. Eles gritaram.

""""A barreira?!"""" (Magos)

A barreira que cobria o castelo que protegia a 『Muda』 é muito mais resistente do que a que cobre a cidade. Ataques de fora terão que quebrá-lo primeiro. Mas se alguém puder entrar no castelo e quebrar a ferramenta mágica da barreira, a proteção desaparecerá.
O castelo tem ferramentas mágicas sobressalentes, então eles podem recuperar a barreira em apenas algumas horas. O problema aqui, no entanto, é que eles não têm ideia de como a ferramenta mágica foi quebrada.

O desaparecimento da barreira causou pânico entre as pessoas. A garota branca, portadora de poderes inconcebíveis, observou friamente com um sorriso demoníaco no rosto.
Então ela se derreteu em névoa. Todos, dos aventureiros aos da realeza, ficaram pasmos com a visão.
E então, várias horas depois, a notícia da destruição da 『Muda』 de seu país vizinho, Quarrevingts, chegou até eles. Mais uma vez, ela havia feito todos eles de idiotas.
Depois de cortar a ferramenta mágica de barreira no castelo de Xontdix, pulei na conexão instável, forçando-a a me levar de volta à 『Árvore do Mundo』.

"Eu realmente consegui, siiiiiim" (Shedy)

Muitas coisas poderiam ter dado errado lá atrás.
Havia centenas de aventureiros e quase mil cavaleiros no castelo. Mesmo que cada um deles tenha apenas 300 a 500 de Poder de Combate, no máximo, isso ainda seria gente suficiente para esmagar meus próprios 26.000. Se eu demorasse muito naquela época e permitisse que a corporação interferisse, poderia ter me envolvido em problemas reais.
Eu precisava que os criadores de armadilhas me temessem como preparação para meu próximo movimento. Para esse fim, eu tinha puxado todos os obstáculos.

Eu tinha mostrado a centenas de aventureiros todo o poder da minha magia sem reservas, para que eles ficassem desconfiados de mim.
Quando notei o grupo do Tiz, tentei usar a [Alteração de Causalidade] nessas pessoas de aparência importante. Eles estão lá, então é melhor eu disparar, eu pensei. Falhou quando alguns outros apareceram na minha mira, mas bem, isso não é importante.
Eu estou muito mais preocupada se poderia destruir a barreira do castelo.
Nos países em que estive, a ferramenta mágica de barreira estava sempre no centro do castelo, perto da 『Muda』 e então eu tinha direcionado minha [Alteração de Causalidade] nessa direção geral. Se não estivesse lá, ou se o supervisor da ferramenta mágica não estivesse por perto, a habilidade teria falhado. Eu teria desperdiçado uma tonelada de magia sem motivo algum.
Então, com a nuvem de névoa já espalhada, forcei uma conexão com a rede. Eu tive que usar repetidamente [Alteração de Causalidade] para fazer a linha instável funcionar direito.
Tanto mana gasto. Felizmente, eu estou me regenerando muito mais rápido apenas por ficar perto da 『Árvore do Mundo』. Fiquei por uma hora, recuperando minha magia e acalmando meus nervos acelerados. E então, é hora de voltar para Quarrevingts, onde uma parte de mim espera.

Panda está preguiçosamente à sombra dos galhos da 『Muda』. Quando cheguei, ele pulou em mim, agarrando-se à minha cintura.

"Olá, Panda. Estou aqui" (Shedy)
Ook“ (Panda)

Eu te disse, eu não preciso de bananas.

"... o qu-quem é você?!" (Pesquisador)
"Uma mulher-fera?! Orelhas de coelho?!" (Pesquisador)

Gritos soaram. Alguns humanos pesquisadores, que estão colhendo mana perto da 『Muda』, ficaram assustados com minha aparição repentina.

"Peguem ela! Ela é aquela coelha da recompensa!" (Pesquisador)

Pensando que seu oponente era apenas uma garota mulher-fera normal, os pesquisadores nem chamaram os guardas. Eles avançaram contra mim sozinhos. Realmente, se eles sabiam que eu tenho uma recompensa por minha cabeça, deveriam saber que eu estou por aí destruindo as 『Mudas』. Que eu sou uma 『terrorista perigosa』.

"Eu vou ficar rico-aaaaaAARGH!?" (Pesquisador)

Eu explodi a névoa gelada nos cinco, congelando-os em um instante.
Ouvindo os ruídos e sentindo o ar frio, os guardas apareceram rapidamente. Eu os incapacitei com a [Alteração de Causalidade], transformando suas velhas cicatrizes em feridas debilitantes. Fiz com que me vissem transformar a 『Muda』 em pó bem na frente de seus olhos.

"Tchau" (Shedy)

O desespero tirou toda a cor de seus rostos. Eu dei a eles um aceno casual, então pulei na conexão agora disponível para voltar para a 『Árvore do Mundo』.

Para a próxima.


* * *



"A muda de Quarrevingts foi destruída?! O país caiu?!" (Aslan)

O príncipe herdeiro de Xontdix agarrou seu mensageiro pelas lapelas e rugiu.
Graças à proximidade geográfica das massas de terra, os países desses três pequenos continentes estabeleceram um vínculo poderoso, mais forte do que qualquer relacionamento que outro país do continente poderia ter com seus vizinhos. As linhagens frequentemente cruzavam além das fronteiras. A princesa de Xontdix, a irmã mais nova de Aslan, casou-se com o príncipe herdeiro de Quarrevingts há vários anos. Ela está esperando seu primeiro filho em breve.

"Então, o que o pai... qual foi a decisão do rei? Precisamos enviar ajuda imediatamente!" (Aslan)
"V-Vossa Alteza Real... S-supostamente, a culpada foi a coelha. Sua Majestade acredita que a coelha virá aqui novamente, então ele ordenou que seja dada prioridade à defesa de nosso próprio país" (Mensageiro)
"Então o que acontecerá com Quarrevingts?! O que acontecerá com a minha irmã?!" (Aslan)

Aslan parecia pronto para partir com seu próprio exército a qualquer momento. Ele teria, se não fosse pela intervenção do Tiz.

"Aslan, acalme-se!" (Tiz)

Quando Shedy apareceu em sua armadilha, eles pensaram que ela não era mais do que um rato enjaulado. Quando ela desapareceu de repente, eles pensaram que ela estava se escondendo no castelo ou na capital real. No entanto, apenas algumas horas depois, ela apareceu em Quarrevingts, a milhares de quilômetros de distância, e destruiu sua 『Muda』.
A hipótese deles é que ela possui um meio de transporte desconhecido. Com suas aparições imprevisíveis, o rei de Xontdix tomou a decisão certa de se concentrar na segurança de sua própria 『Muda』.
Mesmo que a 『Muda』 de Quarrevingts tenha sido destruída, o continente ainda tem a própria 『Muda』 de Xontdix. O clima não mudou muito. Os Quarrevingts podem ter perdido sua fonte de mana e todas as conveniências dela decorrentes, mas se suas realezas ainda estiverem vivas e não houver nenhum pedido oficial de assistência, então o máximo que um país estrangeiro pode fazer é perguntar se eles precisam de ajuda ou não. Não mais.

"S-Sim... isso mesmo... não é como se a família real de Quarrevingts tivesse morrido, afinal" (Aslan)
"Certo. As coisas ficarão muito piores se a 『Muda』 deste país também for destruída. Por enquanto, você deve enviar algumas pessoas para confirmar a situação primeiro" (Tiz)

Mesmo assim, Tiz acha que não há como Quarrevingts voltar a se levantar depois disso.
Houve países tentando se recuperar após a destruição de suas 『Mudas』. Mas antes que pudessem começar a lidar com a perda de seus mercados e serviços públicos, eles tiveram que enfrentar um problema muito mais fundamental: como comer quando todos os animais e peixes tiverem partido para terras mais abundantes?
Houve conversas sobre ir para casa entre o grupo do Tiz, sua comitiva do Império Touze. Eles decidiram ficar no final, no entanto.
Mesmo se Xontdix não fizer nada, ainda haverá refugiados chegando. Pessoas que haviam desistido de seu país no momento em que a 『Muda』 se foi.
Monstros que nunca haviam aparecido perto de cidades e rodovias antes agora estão atacando os assentamentos e os refugiados em movimento. O país foi forçado a enviar a maioria de seus cavaleiros e soldados, o que deixou a defesa da 『Muda』 com falta de pessoal. Como soldados de um país com relações amistosas, o punhado de cavaleiros do Império Touze foi voluntário para ajudar a zelar pela 『Muda』.

Três dias depois, a situação mudou.
O grande país do Reino Quasix, situado no continente vizinho ao norte, havia anunciado sua intenção de enviar vários milhares de soldados para ajudar na manutenção da ordem pública, bem como grandes quantidades de alimentos como ajuda.
Os dois continentes são separados apenas por uma fina faixa de oceano. Navios, mercadores ou não, encheram o canal.
Os preparativos para a viagem já foram feitos. De acordo com sua programação, os soldados cruzarão o oceano e iniciarão a manutenção da paz uma semana depois.

No entanto, assim que a frota de apoio do Reino Quasix deixou o porto, o desastre se abateu sobre o pequeno país Kancinq a oeste de Quasix. Sua 『Muda』 foi destruída pela Shedy.
O comércio que entrava e saía do continente sul tinha que passar pela porta que é Kancinq. É uma capital do comércio, líder em modismos e modernidades. O país tinha apenas 80.000 habitantes, mas suas ruas sempre estavam cheias de marinheiros e mercadores.
Claro, Kancinq estava ciente da destruição da 『Muda』 em Quarrevingts, bem como do Principado de Rantetrois do outro lado do mar. Eles estavam em alerta máximo. No entanto, o rei havia solicitado navios, incluindo os mercadores, para virem ao canal para transportar alimentos e outros produtos diários. Um grande número de soldados e aventureiros teve que acompanhá-los por necessidade.
O que deixou apenas duzentos guardas para proteger a 『Muda』 do castelo, incluindo cavaleiros e soldados. Eles estavam impotentes contra o ataque noturno da Shedy. Eles perderam a 『Muda』 em apenas algumas horas.
E então, o Reino Quasix havia solicitado ao Principado Chisept no leste para vir em auxílio de Kancinq. Mas apenas meio dia após a destruição da 『Muda』 de Kancinq, Shedy apareceu de repente dentro do castelo de Chisept e destruiu sua 『Muda』.


* * *



Cumprimentei a Blobsy, ainda esperando por mim na 『Muda』 de Chisept.

"Ei. Desculpe, estou atrasada" (Shedy)
* Bounce *

Ela saltou, aninhando-se contra mim. Ela deve ter se sentido um pouco solitária. Panda a recompensou com uma banana para comer.
Eu quebrei a 『Muda』, peguei de volta o pacote de mana que deixei para trás, lutei com os guardas de lá e pulei para a 『Muda』 recém-renascida.

"Você também, desculpe por tê-la deixado esperando" (Shedy)

Sempre que visito as 『Mudas』 renascidas, elas estão sempre no meio do nada. A 『Árvore do Mundo』 deve ter escolhido locais onde os humanos achariam difícil viver.
Como sempre, construí uma pequena colina de cobertura morta para esconder a planta jovem junto com a Blobsy e o Panda. E como sempre, ela me enviou uma pedra mágica branca.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Menor Nv.8]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 33.000/36.200] 10.800↑
[Poder Total de Combate: 36.600/39.800] 11.900↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]


Depois de reviver mais três 『Mudas』, cheguei ao nível 8. Consegui muito mais magia e Poder de Combate. A esta altura, devo ser capaz de travar uma luta frontal com um pequeno país em desenvolvimento e vencer.
Mas isso não significa que eu serei menos cuidadosa.
O continente oriental neste grupo de três, aquele com dois países pequenos, será deixado sozinho. Eu tenho certeza de que eles estão se mexendo agora. Acho que simplesmente os esquecerei por um tempo, na verdade.
E fora dos países nos dois continentes que eu tinha atacado, os únicos com 『Mudas』 restantes são os grandes países Quasix e Xontdix.
Honestamente, com quanta atenção está em mim nos dias de hoje, será melhor que eu os ignore também. Mas ao mesmo tempo, eu posso sentir algo dentro de mim despertando, me incitando a continuar.

Bem, então, vamos.
A região ao redor de Xontdix está lentamente caindo no caos. Como planejei, o país me teme. Eles não ousaram fazer um movimento.
Logo, haverá uma grande onda de refugiados chegando ao Reino de Quasix. Além disso, a maioria de seus soldados e aventureiros foram enviados para o interior de Xontdix. Eles não têm mão de obra suficiente.
Usei a nova conexão da 『Árvore do Mundo』 em Chisept para chegar ao lado leste de Quasix. Depois de meio dia de viagem, me aproximei da capital. O portão da cidade está fechado e a falta de soldados é evidente. Eu corri direto pelo portão como névoa, quebrando-o.

"O que aconteceu?!" (Soldado)
"Névoa?!" (Soldado)

Os soldados estão fazendo barulho. Eu os ignorei e corri pela cidade, congelando qualquer um que tentou bloquear meu caminho. Assim que cheguei ao castelo, virei humana por um instante, congelando o portão e fazendo uso de meu alto poder de combate para quebrá-lo com um golpe de palma.
Os soldados e os membros da equipe do castelo ficaram todos pasmos com a visão.
Eu girei, mostrando meu vestido vermelho e orelhas brancas. Um deles deve ter me reconhecido. O grito deles anunciou minha chegada.

"Essa é a coelhaaaaaaaaaaa!!!" (Cavaleiro)

Cavaleiros e soldados saíram.
Eu mergulhei direto no exército de centenas. Eu matei apenas aqueles em meu caminho, evitando feitiços em lançamento se eles não forem muito perigosos. Demorou apenas trinta minutos para meu avanço me levar do portão da cidade até a destruição da 『Muda』.

A seguir, Xontdix.
Eu tive uma premonição. De alguma forma, eu serei transformada depois desta próxima batalha.
"Quasix... caiu?" (Aslan)

O príncipe herdeiro Aslan murmurou atordoado ao ouvir a notícia. Tiz ao lado dele está em silêncio, seu rosto sombrio.

Quarrevingts, Kancinq e agora Chisept. Eles podem ser pequenos países, o fato de que três 『Mudas』 foram destruídas em sequência é inegável. Seus governos foram quebrados.
Houve zero mortes entre as famílias dos governadores e quase nenhuma entre a população de cidadãos. No entanto, a grande maioria de suas armas magitech haviam se tornado inúteis e as barreiras em grande escala que protegiam suas cidades haviam desaparecido. Os inevitáveis ataques de monstros logo transformarão esses países em ruínas.
Até agora, os refugiados de um país podiam contar com o apoio imediato e a proteção de sua nação vizinha. Mas o que acontecerá se até mesmo seus vizinhos perderem suas casas?
Nesse subgrupo isolado de continentes, longe das outras massas de terra, os poucos países que existiam haviam formado uma aliança profunda entre si. Mas agora, a pequena aliança havia diminuído ainda mais com seus membros sendo eliminados um por um e o próprio isolamento que tinha sido sua força até agora está empurrando os sobreviventes para um canto.

E agora, finalmente, a 『Muda』 de um grande país, Reino Quasix, foi destruída.
Parte disso foi porque eles descuidadamente acreditaram que ela não manteria seu ataque por tanto tempo. Principalmente, entretanto, ninguém havia pensado que um grande país cairia tão facilmente.
A razão é fácil de ver: Quasix mandou embora muitos de seus soldados para ajudar os outros países e a garota mulher-fera coelho - Shedy - é muito mais poderosa do que qualquer um poderia imaginar.

As massas de terra do norte e do sul desse subgrupo de continentes ocupavam cinco países. Agora, apenas Xontdix ficou de pé.
Rumores diziam que o rei de Quasix havia desistido imediatamente de seu próprio país quando viu o que havia acontecido com seus vizinhos e que a família real havia escapado para o Continente Central em sua aeronave particular junto com suas riquezas.

Vovô.
Entendido.


Tiz olhou para seu mordomo. O velho servo saiu silenciosamente, dirigindo-se ao dirigível de Touze para dar a ordem de acelerar a recarga de mana.
Eles precisam se planejar para o pior, mesmo que o pior seja algo que não possa acontecer. Com isso dito, eles não podem preparar abertamente sua fuga. O medo levou a nobreza e os soldados deste país ao frenesi. Há uma chance muito real de que a comitiva de Touze seja atacada se eles forem vistos se preparando para partir.

"Maldita coelha! Eu sempre soube que ela não era nada além de uma vilã, desde que a vi pela primeira vez. Por minha mão, o martelo da justiça a derrubará!" (Salia)

A simplória Salia está ficando agitada na frente dos cavaleiros de Xontdix, esquecendo-se de sua própria posição de guarda-costas do imperador. Ao mesmo tempo, ela está involuntariamente sendo uma grande distração para manter os olhos longe dos preparativos para a fuga.

Dois pequenos países do leste ainda sobreviveram, mas nenhum deles tem mais de cem mil habitantes. Eles não têm o poder para ajudar ninguém. Eles só podem ajudar uns aos outros para coordenar suas defesas e se esconder em seus castelos. Eles ficaram em alerta máximo contra a Shedy, enquanto rezavam para que ela nunca aparecesse.
Nestes tempos difíceis, tanto a Guilda dos Aventureiros quanto os Templos não pouparam despesas para fornecer suporte. Aeronaves transportando aventureiros de classe 4 e 5 reunidos de todo o mundo. Na classe 5, um aventureiro é praticamente equivalente a um cavaleiro oficial.

Desde meio ano atrás, novos aventureiros com velocidade explosiva de crescimento estão surgindo da floresta e alguns deles mostraram verdadeiro talento.
Mas esses novos aventureiros não trouxeram apenas seus talentos. Eles também trouxeram seus próprios problemas.
Embora nem todos sejam iguais, aqueles a quem o apelido de 『encrenqueiro』 se aplica estão causando muita dor de cabeça. Alguns parecem estar indo para um festival, mesmo quando a própria sobrevivência do país dependia deles. Alguns começaram a brigar com os soldados tensos e, em casos piores, até os feriram e foram presos depois.
Ostensivamente, a guilda está lá para fornecer suporte de aventureiro a indivíduos ou grupos de mercenários de pequena escala, a fim de combater os monstros que começaram a se multiplicar nos últimos anos. Manter a paz - por exemplo, patrulhar as ruas - no lugar dos guardas é uma de suas missões. No entanto, esses novos aventureiros estão negligenciando seu trabalho. Eles estão lá apenas para lutar contra a garota mulher-fera coelho, o tempo todo criando mais problemas para os cavaleiros.

"Ainda assim, esta é uma visão e tanto..." (Tiz)

Havia centenas de aventureiros da classe 4 e 5 no pátio do palácio de Xontdix. Eles formaram uma força praticamente equivalente a toda a ordem de cavaleiros de Xontdix.
Como Shedy reagiria se visse isso? Se ela realmente atacar este lugar, como fará isso?
Tiz despejou uma fortuna em sua generosidade para capturá-la. Mas com a situação sendo o que é, ele duvida que muitos pensem em capturá-la com vida.
Ao lado da consciência de ser o representante de um país aliado, havia um desejo perverso de vê-la desmantelar esse exército de aventureiros. Uma excitação peculiarmente infantil cresceu dentro dele. Ele se sentiu como se fosse mais uma vez aquele garoto que acabou de adquirir sua espada mágica pela primeira vez.

Tudo começou no dia seguinte, de manhã cedo.
Os três pequenos continentes têm o clima típico dos países do sul, apenas estabilizado graças às 『Mudas』. Mas muitos dos países nesses continentes ficavam perto do oceano e, portanto, são constantemente úmidos. Ninguém pensou que a névoa da manhã fosse algo fora do comum.
Alguns dos aventureiros estão desaparecendo misteriosa e inesperadamente de vez em quando. A falta de vigias foi um dos fatores que contribuíram para esse desastre.

"O que é esse frio...?" (Aventureiro)
"Névoa estranha, você não acha?" (Soldado)
"Espere, isso não é névoa!" (Aventureiro)

Os vários soldados e aventureiros bloqueando o portão do castelo se transformaram em estátuas congeladas em um instante e o portão coberto de gelo quebrou para dentro. Pessoas dentro do castelo testemunharam a garota mulher-fera coelho marchando direto pela porta da frente.

"Essa é a coelha!!" (Soldado)

Assobios e sinos anunciaram seu ataque. Enquanto os cavaleiros tentavam deixar seus quartéis, eles descobriram que a névoa flutuante era mais do que apenas um show.

"As portas estão todas congeladas!" (Cavaleiro)
"Quebre-as! Se não puderem, quebrem as janelas!" (Cavaleiro)

Lá fora, havia 300 soldados e 100 aventureiros. Eles precisariam aguentar até que as tropas do quartel e do interior do castelo cheguem. Contra uma única garota adolescente normal, seria considerado poder de fogo excessivo.
Mas ela não é normal.

"Lá está ela!" (Jogador)
"A Coelhinha Fofa está aqui!" (Jogador)

Alguns dos aventureiros correram para frente no frio crescente, sem dar um único olhar para os soldados temerosos.
Ninguém pensaria que esses homens são aventureiros de alto escalão. Eles parecem muito mais com palhaços pulando ao redor em suas armas ineficientemente enormes, canetas pontiagudas e armaduras reveladoras demais. Eles olharam maliciosamente para a Shedy, a garota que agora está no meio de sua adolescência, parada na frente deles. Eles investiram contra ela, parecendo mais como se estivessem tentando empurrá-la para baixo do que realmente querendo lutar.
Ela voltou seu olhar frio para eles. Ela disparou, várias vezes mais rápido do que a velocidade que o poder de combate dos 1.000 aventureiros poderia oferecer. Sua palma se chocou contra o rosto do homem que liderava o ataque.
Ele gorgolejou e explodiu em uma luz cintilante. O aventureiro logo atrás dele saltou em sua direção. Ela se curvou para trás para se esquivar de seu golpe selvagem, a perna estalando para cima para desviar a foice enorme, então torceu seu torso para desferir um chute circular. Seu salto afiado como navalha pulverizou a cabeça dele.

"Caramba, isso é OP pra caralho!!" (Jogador)
"Linha de frente, cerquem-na!" (Soldado)
"Linha traseira, magia de debuff, agora!" (Soldado)

Os retardatários estão começando a trabalhar juntos. Eles parecem ter finalmente percebido a ameaça que a Shedy representa.
Feitiços enfraquecedores colidiram com sua resistência e se perderam, desaparecendo em fagulhas e estalos de ranger os ouvidos. Ela franziu a testa levemente. A garota se virou de lado, apontando a palma da mão direita para eles e apertou.

"Uau?!" "Que porra foi essa?!" (Aventureiros)

Os feitiços dos aventureiros falharam, perturbando suas linhas de batalha. Shedy espalhou sua névoa gelada e correu pela abertura em sua formação, derrubando os aventureiros agora lentos com golpes de garras e chutes.
Desde que a luta começou, dezenas de aventureiros já haviam caído em segundos. Cerca de oitenta por cento dos cadáveres havia desaparecido, a visão gelando a espinha dos soldados e enraizando-os no local. Foi então que os cavaleiros finalmente escaparam de sua prisão congelada.

"Derrubem a coelha!" (Cavaleiro)

O grito do cavaleiro oficial transformou os cavaleiros e soldados desesperados em um verdadeiro tsunami de lanças e espadas.
Quando a Shedy percebeu sua veemência, seu zelo, seu semblante tornou-se um pouco mais gentil do que o que ela havia mostrado aos aventureiros. A névoa gelada gotejou dela, minando o calor e a magia de todos na área e, finalmente, congelando todos eles.

"O que é isso...?" (Tiz)

Tiz estava assistindo do terraço do andar superior. Ele se virou para seu mordomo, buscando confirmação mais uma vez. O velho apenas balançou a cabeça severamente.
Assim como antes, eles não conseguiram [Identificar] o poder de combate da Shedy. Mas eles não precisam da habilidade para saber que seu poder está muito além da imaginação.
Os aventureiros de classe 5 com mais de 1000 de Poder de Combate estão sendo despachados sem esforço e os soldados e cavaleiros com poder de 300 a 500 podem muito bem ser como uma multidão de kobolds fracos enfrentando um Herói.

... um herói.
Na verdade, um herói pode ser capaz de fazer o que a Shedy está fazendo agora.
Neste mundo, há três pessoas reconhecidas como 『Heróis』 pela Cidade Santa Ayune.

O Herói do Poder, o 『Guerreiro』.
O Herói dos Cavaleiros, o 『Mestre das Lâminas』.
A Heroína da Magia, a 『Sábia』.

Rumores diziam que essas pessoas, escolhidas pelos elementais da luz, tem poder de combate acima de dez mil, eles estão agindo de acordo com um conjunto de princípios diferente daquele que o Templo de Ayune defende e que eles estão vencendo o mal em todo o mundo.
Tiz já havia conhecido o 『Guerreiro』 antes. Ele acha que o homem realmente merece ser chamado de Herói.
O 『Guerreiro』, o 『Mestre das Lâminas』 e a 『Sábia』 são todos humanos. Então, e se as outras raças - os demi-humanos - tiverem um Herói próprio?
E se tal pessoa existir, quem seria seu inimigo? Quem seria o vilão para o herói dos demi-humanos?

Para os humanos, Shedy é indiscutivelmente o Mal.
Mas então, para as outras raças, o que ela é?


"... não, isso é simplesmente estúpido" (Tiz)

Tiz balançou a cabeça, livrando-se de uma noção boba demais para ser sustentada por um imperador de um país humano.
Ele gosta da Shedy. Mas ele não a cobiça tanto a ponto de esquecer seu trono, seu império.
Para evitar mais perdas, Shedy deve ser o Mal que eles devem destruir, aqui e agora.
Mas isso é mesmo possível? Faz apenas alguns dias, mas parece que ela recebeu outro impulso de poder. Eles tinham centenas de aventureiros, mais de mil cavaleiros e vários milhares de soldados. Será o suficiente...?

"Vovô, como estão os preparativos?" (Tiz)
"Indo bem. No entanto, a senhora Salia está atualmente se juntando a Sua Alteza Aslan em combate..." (Mordomo)
"... na pior das hipóteses, nós a deixaremos" (Tiz)

Se este exército não conseguiu derrotar a Shedy aqui, então Tiz deve retornar imediatamente ao Império Touze. Ele deu sua ordem: se necessário, Salia - a guarda-costas que havia permitido que sua indignação e inimizade pessoal a afastassem de seu posto - será deixada para trás. Então ele voltou sua visão para a Shedy.
De repente, poças de escuridão líquida começaram a vazar do ar, coalescendo em monstruosidades.

"O que são essas coisas...?!" (Tiz)

Aranhas grotescas da escuridão total. Três metros de altura. Quinze metros de largura, incluindo suas doze pernas.
Há quase cinquenta delas.

[MO—07—B] [Avatar de Monstro Militarizado]
[Pontos de Magia: 1200/1200] [Pontos de Vida: 2000/2000]
[Poder Total de Combate: 4000]

Minha conquista do castelo de Xontdix foi interrompida por mais avatares de monstros militarizados.
Eles se parecem com as aranhas-caranguejo que encontrei na primeira vez. Seu design é aparentemente menos blindado em comparação, em vez disso, eles são focados na mobilidade a julgar por suas pernas longas. Mas maior poder de combate significa maior defesa no final, de qualquer maneira. Pelo menos foi o que pensei.
Eles têm cerca de 4.000 em Poder de Combate. 1.200 de Pontos de Magia também, então eles lançarão vários feitiços. Como eles ficaram tão fortes? Há até cinquenta deles. Posso ter dez vezes o poder de cada um, mas isso pode ser o suficiente para me oprimir.
Além disso, estou surpreso que eles tenham enviado tantos avatares de monstros para dentro da barreira de um país humano. Não há apenas humanos aqui, há toneladas de jogadores também. O que aquela corporação está pensando?

Oh, merda, todos eles começaram a zumbir. Eu imediatamente pulei para longe. Uma explosão de força explodiu nem um segundo depois, quebrando as estátuas congeladas e transformando até jogadores ilesos e soldados em carne picada, borrifando a parede do castelo imaculado com uma nova camada de tinta.
Gritos mudos dos sobreviventes respingados de sangue e dos espectadores de dentro do castelo ressoaram, ecoando, juntando-se para formar um estrondo baixo de horror.
Montei um contra-ataque imediato, espalhando névoa fria, mas a resposta deles não foi menos rápida. Várias aranhas lançaram rajadas menores de ondas de choque para afastar minha névoa.
Malditos sejam eles e seu treinamento. Tão irritante.
Minha habilidade única [Alteração de Causalidade] também não é muito eficaz contra avatares. Claro que eu posso forçá-los a falhar em suas ações como sempre, mas é apenas isso. Afinal, eles haviam acabado de ser criados. O passado deles mal continha eventos significativos para eu mexer, e a Terra ainda está muito longe para eu realmente tentar chegar até lá. Mesmo assim, há algo que eu posso fazer.
Criei mais névoa. As aranhas tentaram detoná-lo mais uma vez e eu forcei seus feitiços a falharem.
Minha névoa tocou e congelou alguns deles, mas não fez nenhum dano além de simplesmente parar seus movimentos. Parece que eles tomaram medidas contra o frio.
Eu imediatamente tentei segui-los e destruí-los, mas a interferência veio na forma de mais balas explosivas das outras aranhas. Eu fingi me esquivar dos projéteis, desviando noventa graus para o lado e utilizando meu poder de combate de 40.000 para acelerar em direção a algumas das aranhas. Minhas garras as separaram enquanto eu corria.

... E mesmo tudo isso só me rendeu dois abates.
Eles não estão impossíveis de derrubar, mas eu tive que gastar muito mana em comparação.
Isso não pode continuar. Eu não posso ficar assim.
Para começar uma luta contra dois mundos e sobreviver, eu preciso de mais do que apenas poder. Eu preciso mudar.
Só mais um pouco... só mais um e minha transformação estará completa.


* * *



"Vice-diretor, o que diabos você está pensando?!" (Audrey)

A secretária abriu a porta com força. Dentro da sala, Brian está configurando seu dispositivo pessoal de RV. Ele se virou para olhar para ela, um sorriso radiante no rosto.

"Ei, Audrey, o que houve?" (Brian)

A indivíduo considerada a No.13, a garota que atacou as instalações na Terra, começou a destruir as fontes de mana da corporação em Yggdrasia. A segurança e a vigilância estão mais rígidas do que nunca e a chefia exige que a garota branca seja capturada o mais rápido possível.
E então Brian havia solicitado mais orçamento para seu plano especial, que é uma operação para capturar a garota usando os jogadores, como uma rede de vigilância, e a guilda. Mas assim que começou, cada um dos novos modelos de avatar de monstros militarizados foi implantado. A operação não exigia isso.

"Por que você implantou os novos modelos na frente do público?! E o que há com aquela quantidade de magia e poder?! Isso está muito além do valor permitido!" (Audrey)
"Você está me perguntando o porquê...? Não é óbvio? Eu estou matando a coelha" (Brian)
"O que..." (Audrey)

Vendo o sorriso torto de Brian, Audrey cerrou os dentes.

Com a tecnologia atual, 800 é o limite para o poder mágico inicial dos avatares de monstro militarizados. Qualquer coisa além disso e o vínculo entre o usuário e o avatar se degradará, causando comportamentos imprevisíveis do lado do avatar e aumentando a carga mental do lado do usuário. Originalmente, os modelos militarizados deveriam estar construindo gradualmente sua magia em um processo semelhante ao 『aumento de nível』. A empresa então passará para a análise por vários anos antes de iniciar o desenvolvimento de avatares de monstros de alto nível.
Empurrar a magia inicial até 1200 deve ter sido ideia não sancionada do próprio Brian.
Desde que a garota branca pegou sua perna, Brian vinha exibindo mais e mais instabilidades a cada dia que passava e agora, ele estava até ignorando suas ordens. Vingança é a única coisa em sua mente.

"Vamos, coelhinha...", Brian riu sombriamente, "deixe-me ouvir você gritar..." (Brian)


* * *



Apesar da barreira de repulsão de monstros em grande escala, dezenas de aranhas negras apareceram de repente e começaram a atacar as pessoas.
No início, muitos pensaram que os monstros eram asseclas da Shedy, a misteriosa garota mulher-fera coelho possuindo um meio de transporte desconhecido. Contrariando suas expectativas, no entanto, a garota não foi exceção ao ataque das aranhas negras. A batalha foi travada entre os dois.

"Lutas internas?!" (Cavaleiro)
"Reagrupar! Reagrupem enquanto eles ainda estão ocupados! Tragam os canhões mágicos, agora!" (Capitão dos Cavaleiros)

Aqueles que se recuperaram do caos estão começando os preparativos para um contra-ataque.
O canhão mágico é uma versão ampliada das armas que usam magia para disparar balas de chumbo. Devido ao consumo de mana, os canhões necessitaram de uma linha de abastecimento diretamente da 『Muda』 para disparar. Eles têm poder suficiente para abater um dragão voador a vários quilômetros de distância.
Como eles esperavam que Shedy lutaria contra seus soldados e aventureiros em um combate corpo a corpo, seu plano original não exigia o canhão. Mas agora que ela está ocupada com as aranhas, não há mais razão para hesitar.
Três canhões foram colocados no topo da muralha do castelo apontando para dentro. Com o estrondo de um trovão, todo o pátio foi destruído, com o chão e tudo mais.

"Peguei você!" (Soldado)
"Bem feito para você, coelha maldita!" (Soldado)
"Foda-se sua maldita demi-humana coelha, isso é o que você ganha por morder seus mestres!" (soldado)

Entre as aranhas e a Shedy, quem é o mais perigoso aqui? Para a humanidade, a garota que destrói as 『Mudas』 é o Mal, isso é verdade, mas não é o que guia seu objetivo na verdade. Não, é simplesmente o ódio que sentem pelo gado que ousa se rebelar contra a humanidade.
No entanto, sua decisão levou a uma tragédia. Os tiros de canhão danificaram as aranhas negras, fazendo-as perder de vista a garota, que é o seu objetivo. Anormalidades começaram a aparecer nas ações dos monstros e eles começaram a atacar humanos sem discriminação.

"AaaaaaAAaRGhh!!" (Soldado)
"Exterminem aquelas aranhas!" (Cavaleiro)
"Foda-se, elas são dur-aaAAAAAAGH!!!" (Aventureiro)

As aranhas agarraram-se à parede do castelo, atacando os nobres que estavam atrás das janelas ou nos terraços. Várias sombras negras desceram sobre os canhões, massacrando os aventureiros e soldados próximos. Em seu desespero, o último soldado conseguiu disparar um único tiro de canhão momentos antes de sua morte. O projétil abriu um buraco na parede do castelo. As aranhas começaram a entrar pela nova abertura.

"Sua Majestade, por favor, evacue!" (Cavaleiro)

Liderado por seus cavaleiros, Tiz deixou o terraço. Por mais confiante que esteja em suas habilidades, Tiz não conseguirá enfrentar as aranhas e seu Poder de Combate de 4.000.
Ainda assim, ele não acha que a Shedy seria tão facilmente derrubada. Ele olhou para trás por um momento. No que restava do pátio, ele viu uma massa de névoa branca saindo da nuvem de poeira. Fluía através do buraco na parede do castelo como se tivesse vontade própria.
Algo está para acontecer, pensou Tiz, e eu não vou perder isso.

"Eu estou indo para baixo! Me sigam!" (Tiz)


* * *



"Os testadores beta secretos estão mostrando sinais de colapso mental! O experimento não pode continuar!" (Cientista)

Os membros da equipe monitorando os testadores beta secretos gritaram, o pânico colorindo suas vozes. Audrey se apressou em dar seu pedido.

"Eu autorizo o termino de-" (Audrey)
"Oh não, não, Audrey, não posso ter você fazendo isso agora" (Brian)

O cano de uma arma está tocando a parte de trás de sua cabeça, ela percebeu. Audrey engasgou.

"P-porque..." (Audrey)
"Oh, com certeza você faz algumas perguntas bobas", Brian riu. "De qualquer forma. Por ordem minha, congele a autoridade da Audrey por hoje" (Brian)

Com a voz do Brian, todas as luzes verdes do dispositivo móvel da Audrey ficaram vermelhas.
Os testadores beta secretos estão mostrando sinais de colapso mental muito rapidamente. No entanto, apesar disso, Brian parece decidido a levá-los aos limites para matar a No.13.
Audrey se levantou, horrorizada. Brian deu uma olhada para ela, acenou com a cabeça satisfeito, em seguida, inicializou seu sistema de realidade virtual pessoal completo.

"Você só fique aí e assista. Eu mesmo vou matar aquela coelhinha" (Brian)


* * *



Por dentro, o castelo está uma bagunça.
Consegui me transformar em névoa antes que o bombardeio surpresa me atingisse. Assim que voei para o castelo, voltei à forma humana.
Os avatares de monstros militarizados repentinamente explodiram. Eles não estão se movendo mecanicamente como antes, eles estão agindo como um enxame de gafanhotos reais, atacando qualquer coisa viva e devorando humanos a torto e a direito. Comedores bagunçados, também.
Sons metálicos alcançaram meus ouvidos.
Algumas delas me encontraram e prontamente atacaram. Seu poder de combate não mudou, mas seus movimentos ficaram muito mais suaves, exibindo uma espécie de agilidade animalesca.
Eu imediatamente congelei uma delas, arrancando sua cabeça com minhas garras.
Elas podem ter ficado individualmente mais fortes, mas perderam a cooperação em troca. Uma a uma, elas não representam nenhuma ameaça para mim. Bem, os humanos sendo atacados provavelmente não pensarão assim, mas não é como se eu tivesse qualquer obrigação de salvá-los de qualquer maneira.
De qualquer forma, eu preciso lidar com esse grupo. Assim que finalizei a última delas, notei alguns humanos se aproximando de mim por trás.

"Shedy!" (Tiz)
"... Tiz" (Shedy)

Ele ainda está aqui? Achei que ele já tivesse saído da cidade.
Bem, não é como se eu me importasse com o que pode acontecer com ele de qualquer maneira. Eu me virei para seguir em minha busca pela 『Muda』, quando Tiz me chamou novamente.

"Você está tão determinada a matar os humanos que até recrutou monstros para fazer o que você quer, Shedy?!" (Tiz)

Foi seu tom de voz, não o que ele disse, que me fez parar. Eu silenciosamente me virei.

"... não. As aranhas são inimigas. Eu não tenho nada a ver com elas" (Shedy)
"Então-" (Tiz)
"Mas," eu olhei em seus olhos e declarei, "destruir as 『Mudas』 é o meu desejo. Os humanos estão apenas colhendo o que plantaram". Se você deve odiar, então me odeie. Essa é a única coisa que posso fazer por você. Para a humanidade.

Tiz ouviu o que eu não disse. Ele fez uma careta. Depois de alguns momentos de reflexão, ele ergueu a mão em uma direção.

"... A 『Muda』 de Xontdix está ali. O caminho é complicado, então atravesse as paredes se você estiver com pressa", ele disse, suas palavras beirando a traição.
"Rapaz!", o velho mordomo ergueu a voz em repreensão. O jovem imperador não deu atenção a ele e continuou.
"Estou levando a família real de Xontdix para escapar. Eu não vou ficar no seu caminho, mas faça algo sobre essas aranhas até que possamos sair daqui" (Tiz)
"... Entendido", eu calmamente assenti.

Eu não me importo muito, mas se as pessoas que eu conheço morrerem, eu prefiro que pelo menos eles morram longe da minha vista.
Nós trocamos um último olhar, então nos afastamos um do outro e corremos.
Segui seu conselho e simplesmente atravessei as paredes. Vários minutos depois, cheguei a 『Muda』.

Fui recebido com uma risada cacarejante.

"Você achou que poderia salvá-los?! Muito ruim para você, coelha!" (Salia)

Salia, a suposta guarda-costas do Tiz, está lá junto com os cavaleiros deste país.
Abaixo de seus pés estão dezenas de cadáveres de homens-fera e de elfos, todos cortados em tiras e totalmente carbonizados.

"Como é o gosto do desespero?! Isso é o que você ganha por ficar no meu caminho e me fazer parecer uma idiota... que diabos é esse olhar?! 『Chamas Vermilion』!" (Salia)

Salia matou os escravos demi-humanos deste castelo. Aparentemente, seu rancor a convenceu de que eu estava tentando resgatá-los.
Eu acho que não é surpresa que as pessoas pensem assim. Eu havia salvado demi-humanos, mesmo que tenha sido tudo por um capricho meu.

"Fora do meu caminho" (Shedy)

Eu apertei minha mão direita. Os cavaleiros, incluindo Salia, imediatamente tiveram seus braços e pernas quebrados. Eles desabaram em poças de sangue, uivando gritos de agonia.
Eu vagarosamente caminhei por eles. Salia ainda lutava. Ela estendeu a mão em minha direção, os olhos cheios de ódio. Eu congelei apenas a superfície de seu rosto.
A mulher renovou seus gritos e arranhou sua pele gelada. Isso só piorou as coisas. Oh, bem, isso passará algum tempo com ela mais tarde de qualquer maneira.

"... desculpe, eu fiz você esperar" (Shedy)

Eu sussurrei. A 『Muda』 de Xontdix se espalhou em luz e eu agarrei a pedra mágica branca de dentro dela.


* * *



"Onde, oh, onde você está, coelhinha..." (Brian)

Enquanto as dezenas de aranhas devastavam o interior do castelo, um enorme monstro apareceu do lado de fora. Uma centopeia preto-azulada de vinte metros de comprimento e um metro de diâmetro atravessou a parede do castelo, esmagando as fortificações com garras e com o peso de seu corpo blindado. Quem podia usar [Identificação] se desesperou, quando a habilidade revelou que seu poder de combate é superior a sete mil.
Naquele momento, a barreira que protegia o castelo desapareceu, anunciando ao mundo a destruição da 『Muda』. Toda esperança se foi para os humanos.
De dentro do castelo em ruínas, a fonte da calamidade saiu silenciosamente. A coelha branca apareceu.

"Aí está você!!" (Brian)

A centopeia gigante atacou assim que avistou a Shedy. Os cavaleiros correram em sua direção em uma última tentativa de vingança.

"Gah-" (Brian)

E quando ela levantou a mão direita, tudo parou de se mover.
Seus olhos frios e impassíveis varreram os homens e o monstro parados como se estivessem congelados no tempo. Sua mão se fechou em um punho e cadáveres de cavaleiros caíram em chuvas sangrentas.

Brian, sentado em seu dispositivo RV, foi forçosamente desconectado quando seus olhos e braços foram repentinamente pulverizados.

E Shedy começou sua transformação silenciosa.
A pele pálida, embora ainda ligeiramente rosada de carne e sangue, está agora sendo alvejada de todas as cores, tornando-se branca como o alabastro. As pupilas escarlates sangraram para manchar o branco de seus olhos de vermelho carmesim.
Uma enorme nuvem de névoa subiu, explodindo para cobrir toda a capital em um piscar de olhos. Todas as criaturas vivas - incluindo a população humana de cento e cinquenta mil - foram transformadas em esculturas de gelo.

Tiz olhou para trás da aeronave que mal havia saído da zona da explosão. Ele viu a Shedy de pé no centro de um deserto de gelo, de silêncio mortal, como se o gelo tivesse sepultado até o ressentimento dos falecidos. Ele pensou que seu olhar frio estava apontado para ele. Ele se esqueceu de respirar por um momento.

E então, Shedy havia se mostrado ser o pior mal deste mundo. As pessoas começaram a chamar a coelha maligna de outra coisa.
『A Lebre Branca, a Dama Sombria』.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Nv.10]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 56.000/56.000] 19.800↑
[Poder Total de Combate: 61.600/61.600] 21.800↑
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]
[ |Dama Sombria| ]





Nota do Autor:
Os leitores que leram meu outro trabalho podem achar algo um pouco estranho. Isso porque a Shedy não é o tipo de demônio 『selvagem』 ou 『hedonista』. Ela é um demônio 『implacável』.
O vice-diretor do 7º centro de pesquisa, Brian, ignorou as ordens da corporação e foi em frente com sua própria imprudência. Os avatares de monstros militarizados dirigidos por soldados - os testadores beta secretos - foram sobrecarregados muito além dos valores permitidos e quase todos eles foram implantados na luta em Yggdrasia.
E naquela batalha, eles foram eliminados por um ataque de geada em grande escala. A maioria dos soldados começou a apresentar sinais de instabilidade mental. Eles tiveram que ser hospitalizados em uma enfermaria de isolamento afiliada ao estabelecimento.
E o homem por trás de tudo, Brian. Possivelmente como uma reação ao uso impróprio de um dispositivo de RV, seus antigos ferimentos haviam piorado abruptamente, levando à perda de seus olhos e braços. Combinado com o delírio que ele demonstrou, Brian foi transferido para uma enfermaria de isolamento especializada.

"Bem, então, faça o seu melhor, Audrey" (Diretor)

Ela suspirou.
Com Brian agora hospitalizado, sua secretária e pesquisadora-chefe, Audrey, foi nomeada vice-diretora interina.
Apesar de sua juventude, tendo apenas vinte e tantos anos, ela foi escolhida graças à sua familiaridade com o experimento e local de trabalho atuais. Mas, o mais importante, ela foi escolhida depois que a maioria dos outros candidatos fugiu com o rabo entre as pernas quando souberam do destino do Brian.
O Diretor, um homem idoso que conquistou sua posição por meio da política, apareceu no centro de pesquisas após cerca de meio ano de ausência, parecendo que estava prestes a jogar golfe depois. E depois de entregar as chaves metafóricas do prédio para a Audrey, ele imediatamente sumiu.
Como vice-diretora interina do 7º centro de pesquisa, Audrey é praticamente a chefe agora. Ao mesmo tempo, as coisas não parecem otimistas.
As 『Mudas』 da 『Árvore do Mundo』, fontes de mana preciosas para a corporação, estão sendo destruídas. As tentativas de parar a culpada não apenas falharam, mas explodiram em seus rostos. Se as coisas não mudarem, o projeto de desenvolvimento de avatar de mana do 7º centro de pesquisa logo se encontraria em apuros.

"... nenhuma outra escolha, eu suponho" (Audrey)

Audrey tomou a decisão de transferir uma parte do trabalho para outro departamento, mesmo que a pesquisadora dentro dela esteja reclamando do prospecto.
Mais especificamente, o 7º centro de pesquisa agora estará trabalhando apenas no desenvolvimento de avatares de monstros militarizados. O projeto da arma mágica, que foi expandido graças à astúcia do Brian e a captura da garota mulher-fera coelho responsável por tudo, agora serão herdados pelo 4º centro de pesquisa, os proprietários originais do projeto de armas mágicas antes de ser transferido para o 7º.

"Hah! Brian arrancou o projeto de nossas mãos e agora veja o que aconteceu! Esse mundo tem dragões com mais de dez mil poder de combate. Vocês deveriam ter esperado o mesmo tipo de oposição. Bem, está de volta em mãos profissionais agora. Observe-nos", disse um homem gordo, com escárnio.

Audrey entregou os dados do projeto da arma mágica ao vice-diretor do 4º centro de pesquisa. Ele amontoava comentários maldosos e reclamações sarcásticas sobre ela o tempo todo, mas considerando que é tudo verdade, não há nada que ela possa dizer em resposta.
Mas ela tem outra coisa mais importante com que se preocupar. Ela precisa impor a tarefa de capturar a coelha a algum outro centro de pesquisa, não importa o que mais ela tenha que desistir.
O 7º centro de pesquisa teve seus dados saqueados no dia 4, mas os membros da equipe permaneceram estranhamente calados sobre isso.
Todos eles, incluindo Audrey, já foram alvo do descontentamento da Garota Coelha Branca. E nenhum deles quer ser seu inimigo.


* * *



Os fóruns de bate-papo de VR do 『Mundo de Yggdrasia』 estão em chamas com conversas sobre a missão do evento outro dia - a chamada Operação: Capture a Coelha.



"Eu vim! Eu entrei! Eu morri com um golpe!"

"Porra, ela é muito overpower!"

"Eu sou um tanque classe 5, mas minha cabeça explodiu com um único golpe com a palma da mão. Por quê?"

"Lolol você é aquele cara logo no começo?! Vá tancar com seu escudo se você for um tanque, idiota"

"Cara, todo o lugar se encheu de mosaicos. A coelhinha é muito brutal!"

"E aquele grupo de aranhas? Eles não eram os asseclas da Dama Sombria Coelha, certo?"

"Certeza que eles se opuseram a ela, considerando que eles lutaram contra ela e tudo. Não tenho certeza dos detalhes, mas ouvi dizer que havia cinquenta monstros com quatro mil de poder de combate que são tão poderosos quanto monstros de classe dracônica, como wyverns, talvez. Deveríamos ter ficado do lado da Coelhinha naquela época?"

"Nah, quero dizer, se considerarmos a coisa toda como uma missão de história, então provavelmente é a parte da história em que a Coelhinha se torna a Dama Sombria, certo?"

"O que significa que a última parte em que ela explodiu uma cidade inteira aconteceu porque os desenvolvedores queriam enfatizar para os jogadores que a Dama Sombria é má, certo? E apresentá-la como a chefe final"

"Então os desenvolvedores falharam epicamente. Isso apenas a tornou mais popular!"

"AAAA PORRA, EU SABIA! Deveria ter emprestado o dinheiro dos meus pais para comprar a estatueta, porra!"

"Contemple minha coleção. Eu tenho as versões para adultos e para crianças aqui mesmo!"

"Vá encontrar uma em um leilão, cara. Os revendedores estão vendendo por dez vezes o preço"





"Então, a Coelhinha está ficando mais forte a cada missão de evento. Alguém analisou o poder dela?"

"Seu poder de combate não é identificável, como sempre, mas a julgar pelas lutas que ela teve com as aranhas, ela deve ter no mínimo vinte mil"

"Essa é a Dama Sombria Coelha para você. E então ela despertou como uma Dama Sombria logo depois disso, então é possível que ela tenha ficado ainda mais forte agora"

"Como diabos nós vamos ganhar? Eu tenho duas habilidades de combate na classe 5 agora, mas meu poder de combate total acabou de quebrar os 1000"

"Bem, ela é a chefe final, acho que teremos que chegar a classe 10 primeiro? O jogo acabou de ser atualizado para permitir o nível de habilidade 6, certo?"

"Ao contrário dos outros jogos, na verdade há apenas um Lorde das Trevas neste. Eu não gostaria que ela fosse derrotada facilmente"

"Mesmo que ela possa ser derrotada, isso só torna as coisas injustas para quem está atrasado para a luta contra a chefe"

"Sim, é exatamente por isso que ela é tão forte. Meu palpite é que será uma invasão com alguns milhares de pessoas"

"Caramba, nem tenho certeza se minha estação de batalha pode lidar com essa quantidade"

"Não é o poder de combate que é assustador, são suas habilidades especiais loucas de merda. Não consigo imaginar como podemos vencer"

"A névoa super fria é irritante, mas não impossível de lidar. Sabemos que é fraca contra feitiços de vento, então tome cuidado e não receberemos ataques de morte instantânea. Provavelmente"

"Aquela coisa onde ela aponta a mão para você? Que porra é essa? Meus feitiços simplesmente desapareceram"

"Tem havido muita conversa sobre isso. A conclusão é que provavelmente é algum tipo de manipulação de probabilidade"

"Isso significa que tanto feitiços quanto artes de combate podem falhar?! Como diabos vamos vencer isso?!"

"C-classe 10... talvez... espero..."

"Com licença, como faço para entrar no Exército das Trevas?"




* * *



"Ufa..." (Shedy)

Voltei para a 『Árvore do Mundo』 através da conexão que desbloqueei. Eu posso finalmente relaxar.
Meu corpo não mudou uma fração. Mas eu senti como se algo dentro de mim, algo crítico, tivesse sido trocado.
Eu sabia, de alguma forma, que a Humana dentro de mim - a responsável por todo o meu pensamento - tinha sumido, e outra coisa havia tomado o lugar dela. O que aconteceu naquela época... talvez tenha sido o momento em que me tornei uma verdadeira Demônio.
E minha aparência naquela época pode ter sido um reflexo disso. Eu estive preocupada por um tempo que isso arruinasse qualquer tentativa posterior de se infiltrar em assentamentos humanos, mas uma vez que eu me acalmei, minha pele alva e olhos ensanguentados voltaram ao normal. Eu me pergunto, esse é o meu visual demoníaco...

Antes, eu estava me contendo, tentando evitar qualquer morte desnecessária, já que meus oponentes eram humanos. Agora, no entanto, a distinção não está mais aqui. Eu não tenho mais motivo para hesitar.
Claro, isso não quer dizer que eu perdi toda a hesitação quando se trata de matar crianças humanas. Eu brincava com cachorrinhos e gatinhos, mas se uma matilha de cães selvagens me atacar, eu os eliminarei, com covil e tudo. É a mesma coisa para mim.
Em outras palavras, agora eu vejo os humanos como não diferentes de matilhas de animais ou covis de goblins. Isso foi tudo o que mudou.
Se alguém for amigável comigo, eu estenderei minha mão para eles, mesmo que sejam kobolds. Se alguém ficar no meu caminho, eu o exterminarei como faria com um ninho de vespas, mesmo que sejam humanos.
Isso não significa que eu cutucarei a colmeia em busca de mel, no entanto. Não vale a pena.
Com isso, eu quero dizer que humanos normais não valem muito.


[Shedy] [Raça: Garota Coelho] [Arquidemônio Nv.10]
・ A demônio coelha de Laplace. Malandra e a guia do destino dos homens.

[Pontos de Magia: 56.000/56.000]
[Poder Total de Combate: 61.600/61.600]
[Habilidade Única: |Alteração de Causalidade| |Manipulação Cibernética| |Absorção| |Materialização|]
[Habilidade Racial: |Medo| |Forma de Névoa|]
[ |Identificação Simples| |Forma Humana (Maravilhosa)| |Inventário Subespacial| ]
[ |Dama Sombria| ]


Minha magia aumentou em cerca de vinte mil, mas considerando que destruí uma cidade inteira, isso não foi um aumento muito grande. O lugar deveria ter pelo menos cem mil pessoas morando lá. Com o quanto eu ganhei, isso significa que cada pessoa nem mesmo me deu um Ponto de Magia.
Ainda me lembro daquela época em que minha posição aumentava quando eu era um demônio inferior e de como a experiência que ganhei com as lagartas diminuiu. Eu supus que não é nenhuma surpresa que eu não ganharei muito com humanos impotentes.
Eu devo ir contra os fortes. Quanto mais forte, melhor. E contra os terrivelmente pecaminosos também, se possível. Quanto mais malvados são, mais saborosos suas experiências são.

Depois que me tornei um verdadeiro demônio, minha classificação finalmente se transformou em Arquidemônio. Cheguei ao nível 10 também. Qual é o limite de nível, eu me pergunto? Se eu ganhei tantos quanto as 『Mudas』 que revivi, o limite será 100? Uau, vai demorar um pouco.
Mas eu estou curiosa sobre outra coisa. Este título estranho que eu ganhei.
[Dama Sombria] ... o que é isso?
Que curioso. Eu o identifiquei. Algum texto apareceu ao lado do título.



[Dama Sombria]
・ Uma reconhecida como o 『Mal』, ou como uma ameaça, pela grande maioria da vida senciente de um mundo.
・ Alguns seres são chamados de 『Generais das Trevas』 devido ao seu nível de ameaça.



... Para resumir, eu suponho que é assim que a raça humana aqui me vê depois que destruí uma cidade inteira?
E eu pensei que sou uma 『Dama Sombria』 devido à minha herança demoníaca, mas parece que não há realmente uma relação. Eu poderia ter sido chamada de 『Deusa da Destruição』 ou 『Senhora Suprema do Mal』 e teria sido a mesma coisa.
Finalmente, aparentemente os Generais das Trevas sãp uma coisa e tanto. Huh.

* Bounce *
"Ook" (Panda)

Quando me sentei nas raízes da 『Árvore do Mundo』 para uma respiração rápida, Blobsy subiu no meu ombro, enquanto Panda pulou no meu colo e me deu uma banana.
Obrigada. Mas você ainda não me disse de onde vêm essa banana.
Ah, bem, tanto faz. Vamos para a próxima 『Muda』 após um intervalo. Certeza de que os humanos não serão tão descuidados desta vez, mas é exatamente o que eu quero. Pessoas mais fortes para mim.
Eu acho que há um 『Herói』 em algum lugar deste mundo, certo?


* * *



As 『Mudas』 de cinco países do pequeno grupo continental no hemisfério sul foram destruídas em quase nenhum momento. Além do mais, dois deles eram países grandes. O mundo inteiro ficou mudo.
A batalha final em Xontdix, e as 150.000 baixas de cidadãos em sua capital, foram um alerta para todos. As realezas dos 30 grandes países restantes foram reunidos em uma teleconferência. Eles oficialmente designaram a culpada por trás de tudo - a garota mulher-fera - uma ameaça existencial: a Dama Sombria. Eles se comprometeram a trabalhar juntos para derrotar essa inimiga.

Ao mesmo tempo, os três Heróis deste mundo também receberam um pedido para subjugar a Dama Sombria Lebre Branca, vindo da Cidade Santa de Ayune e dos próprios Templos.




Mais Acessadas